SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Quando Alexandre, o Grande, conquistou Samarcanda (Maracanda para os gregos) em 329 a.C. terá afirmado: “Tudo o que ouvi sobre Maracanda é verdade, excepto que é mais bonita do que alguma vez imaginei“. Durante séculos, Samarcanda foi uma das principais cidades da Rota da Seda, um dos pontos nevrálgicos na encruzilhada entre a Pérsia, a Ásia Central e a Índia, mas em 1220 foi arrasada pelo exército de Genghis Khan e o seu futuro parecia irremediavelmente negro.

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

No entanto, a cidade estava destinada a ter uma segunda idade de ouro quando, em 1370, o turco Timur a fez capital do seu vasto império, que se estendia desde o leste da actual Turquia até à Índia. É no seu reinado, e dos seus descendentes, que se constrói a Samarcanda expoente máximo cultural e arquitectónico da Ásia Central, e da qual podemos ainda hoje apreciar algumas maravilhas (ainda que restauradas com alguma polémica pelos soviéticos nos anos 60 e 70), que nos mantiveram na cidade durante 3 dias.

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

As grandes atracções turísticas encontram-se bastante separadas entre si, sendo que a moderna cidade de traço soviético se mistura com os monumentos históricos, perdendo-se um pouco da espectacularidade em comparação com os centros históricos compactos de Bucara e Khiva. No entanto, cada uma destas atracções é por si só uma visita obrigatória e uma visão fabulosa na nossa “Rota da Seda”, assim como o era há centenas de anos.

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

O ponto central é um complexo de 3 enormes madraças ricamente decoradas (em estilo iraniano), chamado Registan, e que seria o centro comercial e cultural da Samarcanda medieval. A madraça mais antiga data de 1420 (mandada construir por Ulugbek, neto de Timur), sendo as outras algo semelhantes no estilo, mas todas com uma fachada impressionante. Hoje grande atracção turística, e as madraças transformadas em centros comerciais, ao percorrer-se a praça perde-se um pouco a noção que se está a visitar um local histórico… Além do mais, nesta altura do ano irá ocorrer um festival de música e a praça está completamente ocupada por um enorme palco e bancadas! Para as fotos não é nada bom…

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

A madraça com o interior mais interessante é a mais «recente» (de 1660), chamada Tilla-Kari (“Coberta de Ouro”), onde se pode admirar uma mesquita com o interior revestido a… ouro! Além disso, pode ver-se uma exposição de fotografias de Samarcanda de há 100 anos e na qual se pode ter uma ideia da magnitude do restauro soviético, nalguns casos porventura exagerado, por exemplo acrescentando uma cúpula no Registan onde não existia!

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Daqui seguimos para a mesquita Bibi-Khanym, a jóia da coroa da cidade no tempo de Timur, impressionante pelo seu tamanho mas também pela sua beleza. Logo ao lado, a azáfama do Siob Bazar atrai as atenções de turistas e locais.

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Mais a nordeste, encontra-se  aquela que é, na nossa opinião, a visão mais bela de Samarcanda, o Shah-I-Zinda, uma avenida de mausoléus construída em volta de um túmulo mais antigo, pertencente a um primo de Maomé e um dos seus principais discípulos. O trabalho minucioso na decoração em azulejo dos túmulos é verdadeiramente impressionante, apesar de ter sido alvo de um restauro controverso em 2005, e o facto de ser ainda hoje um local alvo de reverência e peregrinação por parte da população acrescenta ainda mais valor a esta atracção.

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Partindo da nossa guesthouse (perto do Registan), desta vez para oeste, visitámos o mausoléu de Rukhobod, de 1380, que é provavelmente o monumento mais antigo da cidade e que tem uma arquitectura simples e atractiva. A seguir, o mausoléu Gur-e-Amir que alberga o túmulo do próprio Timur apresenta-se imponente perante os visitantes. Lá dentro, o interior não fica nada a desejar ao exterior, numa sala que alberga também alguns filhos e netos de Timur, sendo que o lugar de honra é dado ao seu principal professor (suposto descendente directo de Maomé). Ao pôr-do-sol, estes monumentos adquirem uma beleza extra que, como sempre, nós tentamos captar!

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Por último, regressamos à parte mais a noroeste da cidade para visitar o museu Afrosiab, sobre a ocupação mais antiga de Samarcanda, e o túmulo do profeta Daniel, cujas façanhas estão descritas no Antigo Testamento. Apesar da entrada no museu ser algo elevada (como em todas as atracções de Samarcanda!), a visita vale pelo extraordinário fresco (apenas descoberto em 1965) que cobre as 4 paredes de uma sala. Muito destruído, e apenas parcialmente restaurado, ainda assim é um postal excelente da antiga Rota da Seda, estando nele representado um rei local do século VII recebendo dignitários (incluindo um grupo de chineses!) acompanhados de cavalos, camelos e elefantes. O túmulo, por sua vez, foi uma desilusão pois estava fechado para restauro! Talvez para aumentar o sarcófago de Daniel, cujo corpo se diz aumentar alguns centímetros por ano… Mas de certeza para tornar este local em mais uma mina de dinheiro de turistas que o visitarão no futuro!

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Nada mais nos restava do que regressar à nossa guesthouse, não deixando de passar por uma loja de comes e bebes, gerida por um senhor uzbeque que ficámos a saber que tinha trabalhado durante 7 anos nas vinhas do Douro na Régua e em Lamego! Parece que o mundo afinal é mesmo pequeno…

E a viagem, essa, tinha que continuar

SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão
SAMARCANDA, a capital de impérios e da Rota da Seda | Uzbequistão

Aconselhamos que faça também o seu seguro e viagem para o Uzbequsitão. Nós usamos a IATI Seguros. Se usar este link terá 5% de desconto. Não facilite.

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€.   Este blogue contém links de programas de afiliados.

4 Comentários

  1. Bonu diz: Responder

    Boa tarde Portugueses! Samarcande é a cidadeb em que eu nasci, recomendo que visita estes belos monumentos históricos !
    Se percisarem de ajuda aqui tem o meu nome no facebook : Шамсия Бону. Falo bem português e fico contente de ver os Portugueses cá. Um abraço a todos

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Bonu, vamos lá passar este ano outra vez durante o Rally Mongol. Quemsabe não bebemos um copo juntos.

  2. Amei!

    1. Carla Mota diz: Responder

      é maravilhoso!

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.