Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Quando chegamos a Goreme, vindos de uma viagem de Ancara, eram 23h. Depois de 5 horas de viagem o autocarro parou em Nevsehir e nós ficamos no terminal. Não sabíamos muito bem como iríamos chegar a Goreme mas os rapazes do autocarro (que não falavam inglês) fizeram-se entender e levaram-nos para o shuttle que nos levaria até Goreme (sem ter que pagar por esse tranfer). Assim sendo, colocamos os pés na Capadócia numa noite gelada, pelas 23.30h e o frio era de rachar. Não havia ninguém nas ruas. Pudera, com aquele frio, nem eu me atreveria a andar por ali. Os restaurantes e bares estavam fechados, as lojas também e o mini-terminal de autocarro parecia um lugar fantasma. Um taxista indicou-nos o local onde se localizava a nossa pensão e lá fomos a pé até lá.

Marque aqui o seu passeio de Balão na Capadócia. É altamente recomendado marcar com antecedência. Foi nesta companhia que fizemos e recomendamos.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Era uma típica noite fria de Inverno, no dia 26 de Dezembro, e nós estávamos cheios de vontade de entrar num lugar quente. O Ufuk Hotel & Pension foi esse local. Esperava-nos um rapaz muito simpático que prontamente nos deu o quarto e combinamos fazer o check-in no dia seguinte. O nosso quarto não é escavado na rocha mas é todo feito em pedra e em “Capadócia style”. Tem aquilo que nós mais apreciamos quando viajamos no Inverno: aquecimento e casa de banho. Caímos na cama exaustos mas já ansiosos para o dia seguinte. Com tanto frio, já sonhávamos com neve na Capadócia.

Compre aqui internet para usar tranquilamente na Turquia.

Marque aqui o seu transfer do aeroporto para o hotel (ou vice versa)

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Como só tínhamos dois dias na Capadócia tivemos que “arrumar” muito bem as nossas opções. O primeiro dia ficou para fazermos o trekking pelos lugares mais emblemáticos da região de Goreme e, no segundo dia, queríamos visitar as cidades subterrâneas e os vales da região de Ilhara. Nisto teríamos ainda que encaixar o passeio de balão. Este último ficou para a manhã do segundo dia.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

O trekking na Capadócia correu super bem e vimos a maioria das coisas que queríamos conhecer. Mas para visitar as cidades subterrâneas e o vale de Ilhara no mesmo dia, de forma independente, as coisas estavam difíceis. Sendo assim, quando chegamos a Goreme depois do trekking, decidimos comprar um tour que incluísse os lugares que queríamos visitar: o Green Tour (oferecido por todas as agências de viagem da localidade). Como era fim do dia e as agências já tinham os grupos prontos para o dia seguinte, conseguimos espremer os preços e pagamos 75TL/pessoa, ao contrário dos 90TL do preço habitual.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

O tour deveria começar às 9.30h da manhã mas, como todos sabemos, nunca começa. Primeiro porque há sempre um turista que se atrasa, e segundo porque acontecem sempre peripécias. A nossa peripécia deste ano foi com a carrinha. A porta não fechava. Lá estivemos nós cerca de 15 minutos parados à espera de resolver o problema da porta.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Sempre que optamos por fazer um tour acabamos por nos arrepender. Achamos sempre que é boa ideia. Vamos ver imensas coisas de forma mais descontraída e sem precisarmos de nos preocupar com o transporte, pensamos nós quando tomamos essa escolha. Vamos perder imenso tempo sem fazer nada e ter de esperar pelas pessoas, pensamos nós quando nos vemos já no tour. É um misto de sentimentos. Raramente o resultado é positivo, mas há ocasiões em que é a melhor opção. Esta foi uma dessas ocasiões.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Saímos de Goreme às 10h e paramos no chamado “Panorâmico” de Goreme – primeira paragem, uma área onde se pode ter uma vista panorâmica da povoação e da paisagem esplendorosa da Capadócia. Só tivemos 5 minutos para fotos e explicações mas, depois de voltarmos à carrinha a porta continuava sem conseguir fechar. Devo dizer que ainda bem, pois de seguida voltamos a sair. O motorista foi trocar de carrinha e nós ganhamos direito a explorar a área durante mais 10 minutos. Afinal, correu bem.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Continuamos em direcção a Uçhisar, uma pequena povoação a cerca de 3km de Goreme, para visitar o Vale dos Pombos- segunda paragem. É possível ver aqui antigas habitações talhadas na rocha, a maioria teve ocupação humana durante décadas e algumas séculos, mas hoje estão ocupadas por novos inquilinos. Os pombos tornaram-se os senhores deste vale e as habitações foram convertidas em pombais. A cor amarela dos excrementos parece uma aguarela. Outrora os ovos dos pombos eram usados como fixador dos frescos nas igrejas e capelas.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

De Uçhisar dirigimo-nos para Derinkuyu, o local onde existe a maior cidade subterrânea da Capadócia. Estima-se que existam centenas de cidades subterrâneas nesta zona do país. Há quem fale em mais de mil. No entanto, na área da Capadócia 36 estão abertas ao público e a maior de todas é a de Derinkuyu, a nossa terceira paragem.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Derinkuyu significa “poço fundo” e esta cidade terá albergado cerca de 20 000 habitantes, divididos por oito niveis subterrâneos que chegam aos 60 metros de profundidade. Esta cidade, tal como outras na região, estava ligada à cidade de Kaymakli, a 10 km de distância, por um túnel subterrâneo. Estes túneis possuem portas em forma de mó, recolhidas na rocha, que permitiam encerrar as cidades. Descer à cidade subterrânea é uma experiência única. No entanto, apesar de eu ter desfrutado e apreciado muito daquele lugar, uma preocupação pairava na minha mente: o que levaria a espécie humana a criar cidades subterrâneas e a viver debaixo da terra, privados de sol, luz, oxigénio livre e solo arável? Não parecerá estranho aos arqueólogos a espécie humana ter vivido nestas condições? Apesar de perceber que as condições de intenso calor, no Verão, e de frio extremo, no Inverno, possam ser importantes, não me parece minimamente aceitável esta razão. Não acredito que estes factores naturais tenham levado o Homem a viver debaixo da terra. Uma das hipóteses avançadas está relacionada com a existência de tribos asiáticas, altamente violentas. Esta hipótese parece-me mais aceitável, mas mesmo assim, teria que se viver, na altura, num contexto político muito hostil e violento. Nenhuma população escolhe viver debaixo da Terra. São condições claustrofóbicas e “negras”. Fez-me lembrar a expressão “Dark Age”.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Derinkuyu tem várias habitações mas tem também um conjunto de infra-estruturas urbanas: igrejas, cemitérios, estábulos, adegas, poços de água, poços de ventilação, cozinhas colectivas, salas de armazenamento de alimentos, etc. Só uma rocha branda e macia como os tufos poderia ter permitido o escavar de cidades desta dimensão a profundidades tão elevadas. As cidades subterrâneas são, com toda a certeza, um dos pontos altos de uma visita à Capadócia.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

De Derinkuyu, voltamos ao conforto da carrinha e dirigimo-nos à quarta paragem – Vale de Ihlara, um meandro do rio Melindiz, onde o rio corre encaixado num vale fechado e profundo criando um desfiladeiro que parece o cenário de um filme de Hollywood. Apesar do desfiladeiro ter cerca de 15 km, durante o tour só é possível percorrer a pé cerca de 3,5 km, onde existem várias igrejas e habitações esculpidas na rocha. Este é também um lugar fantástico e enigmático. Algumas das igrejas ainda possuem frescos mas o verdadeiro atractivo é mesmo o contexto geográfico do vale e a forma como estas cidades escavadas na rocha foram aqui construídas. Nas duas margens do rio aparecem habitações escavadas na rocha, algumas com vários andares, com escadarias e túneis que parecem intermináveis.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Mais uma paragem no final do vale de Ihlara, mas desta vez para o almoço. Apesar do frio e do céu nublado sabe sempre bem parar para almoçar num lugar assim.

Depois de caminhar quase 4 km e de almoçar um kebab de peixe de rio, seguimos para a quinta paragem do tour – o Mosteiro de Selime. Este mosteiro foi uma agradável surpresa. É daqueles lugares que não temos grande expectativa e que depois descobrimos que afinal foi dos lugares que mais gostamos e nos surpreendeu. Selime foi um mosteiro escavado no tufo no fim do vale de Ihlara. O mosteiro está sobranceiro ao vale e tem uma vista privilegiada sobre a região. É necessário subir vários patamares para alcançar os dormitórios, os refeitórios, a igreja e diferentes locais de oração. No entanto, como Selime se localizava na antiga Rota da Seda, foi utilizado como caravançarai durante algum tempo. Os mercadores que vinham da Ásia Central, usavam o mosteiro para descansar, deixando os seus cavalos e camelos guardados na divisões mais baixas e dormindo nas habitações mais elevadas. O itinerário da Rota da Seda que por aqui passava ligava o leste da Turquia, e por conseguinte da Ásia, à cidade de Antakya, no sul da Turquia. Daqui a rota seguia para o Egipto e para o norte de África.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Nenhuma tour acaba sem o seu “shooping time”. Neste caso, a green tour termina com uma paragem de meia hora numa fábrica de Calcedónia (ónix, uma variante do quartzo) bem perto de Goreme.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Valerá a pena fazer a Green Tour, na Capadócia? Era a pergunta. A resposta é sim. Para quem tem tempo limitado para visitar a região o tour é uma excedente opção. De forma independente não daria para ver tudo isto nem num, nem possivelmente em dois dias. Sendo assim, apesar de nós não sermos fãs de tours, sentimos que esta tinha sido uma boa opção.

Valerá a pena fazer o GREEN TOUR na Capadócia? | Turquia

Se vai viajar para a Turquia saiba que há tours que não pode mesmo perder: 

  • Passeio de Balão da Capadócia. Marque aqui. 
  • Excursão de um dia às cidades subterrâneas da Capadócia. Marque aqui
  • Jantar e show numa caverna na Capadócia. Marque aqui
  • Marque aqui o bilhete para a Hagia Sophia sem fila. 
  • Compre aqui o bilhete sem fila para a Cisterna da Basílica.
  • Não perca um show de Derviches em Istambul. Marque aqui porque esgota rápido.
  • Se prefere viajar com tudo tratado, marque aqui um tour de um ou dois dias em Istambul. 
  • Se vai ficar muito tempo em Istambul compensa comprar o Istambul Tourist Pass. Compre aqui
  • Não perca uma excursão a Bursa, uma das capitais do Império Otomano, desde Istambul. Marque aqui.
  • Marque aqui um cruzeiro no Bósforo à noite com show a bordo. Vai adorar! Se preferir um cruzeiro ao pôr-do-sol num iate, marque aqui. Para um cruzeiro normal no Bósforo, marque aqui.
  • Experimente um hammam, um banho turco, em Istambul. Marque aqui
  • Compre aqui uma visita guiada e sem fila ao Palácio Topkapi e ao harém. A visita é feita com um historiador e vale mesmo a pena.
  • Compre aqui um bilhete para o autocarro hop on hop off em Istambul. 

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

4 Comentários

  1. rodrigo diz: Responder

    Oi Carla, estou indo para Capadócia inicio de dezembro e pesquisando o green tour so achei por 189 LT. Por qual empresa você fez o tour a 75 ou 90 LT?

    Obriado, Rodrigo.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Rodrigo. Marquei lá. Já não me lembro do nome.

  2. Maria Rodrigues diz: Responder

    Olá Carla. adorei o seu post.
    Muito útil meeeesmo. Só aqu, depois de várias leituras, percebi estes passeios na capadócia.
    Estou a preparar a minha viagem, contudo gostava de saber como foi o seu segundo dia, qual a melhor forma de escolher a viagem de balão.
    Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Nós escolhemos sem grande critério, apenas usamos a empresa que operava no nosso hostel. A Capadócia é mágica.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.