Os melhores trilhos e percursos pedestres na Capadócia | Turquia

SAM_5733

Há várias maneiras de explorar a Capadócia. A primeira decisão a tomar é escolher o local onde ficar alojado. A nossa escolha recaiu sobre Goreme, uma pequena aldeia turística da região. Goreme tem pouca população local, a maioria das infraestruturas foram transformadas em hóteis, hostels, restaurantes, bares, lojas, etc. Apesar de ser um lugar turístico é um lugar excelente, detentor de um beleza extraordinária.

Goreme é também o melhor local para se iniciar uma série de treks na região da Capadócia permitindo ver esta paisagem tão diversificada. Nós ficamos alojados no Ufuk Hotel & Pension e, depois de tomar o pequeno-almoço, começamos o nosso primeiro dia de trekking na Capadócia por fazer uma caminhada pelo vale de Gorcelid, onde existem das chaminés de fadas mais bonitas que nós vimos.

De Gocerlid seguimos em direcção ao Museu de Ar Livre de Goreme, uma área do vale convertida em museu, e onde existem várias igrejas, mosteiros e habitações escavadas na rocha. Existem cerca de 30 igrejas na área mas apenas algumas estão abertas ao público. A entrada no museu custa 25TL e permite visitar o Mosteiro de Kizlar, local onde viviam os monges bizantinos, e várias igrejas. Infelizmente, não é permitido tirar fotografias do interior da maioria das igrejas, repletas de frescos soberbos com cenas do Antigo Testamento. As igrejas mais bonitas são a igreja de Karanlik, a igreja de Yilanli, igreja de Santa Bárbara e a igreja de Elmali. A “jóia da coroa” do museu é a igreja negra, recentemente restaurada e cuja entrada custa mais 8TL. Para os amantes da arte vale a pena entrar. No entanto, para quem estiver em contenção de custos, poderá passar bem sem esta visita. A igreja não é muito diferente das outras.

Na parte exterior do museu encontra-se a igreja de Tokali, uma das mais bonitas da região, repleta de belos frescos. A entrada é válida com o bilhete do Museu de Ar Livre.

Seguimos o nosso percurso. Optamos por apanhar uma boleia até a aldeia de Çavusin, a cerca de 4 km de Goreme. Poucos minutos foram precisos para um ancião turco, numa carrinha a cheirar a leite e queijo coalhado, nos levar nesse trajecto. Deixou-nos um pouco à frente da aldeia e daí fomos caminhando, ora por estrada, ora por trilhos até alcançar Pasabagi, a cerca de 3 km, um dos lugares mais fantásticos da Capadócia.

Pasabagi tem dezenas de chaminés de fadas gigantescas e nós chegamos lá da melhor maneira. Como fizemos o trilho de trek entramos por uma área pouco visitada, cheia de cones e pirâmides de tufos vulcânicos, e depois subimos ao mirador sobre o vale. E que vista magnífica. Aqui, o termo mirador é mesmo adequado. Vê-se todo o vale de Pasabagi, quer para o local mais turístico, quer para o outro lado, igualmente belo.

Em Pasabagi decidimos continuar por mais 4 km até alcançar o Museu ao Ar Livre de Zelve, um retiro monástico construído num vale profundo. Há imensas habitações escavadas na rocha. É a verdadeira cidade troglodita, com túneis,  passadiços e escadas de madeira que permitem colocar em contacto várias habitações. Existem também três belas igrejas escavadas na rocha e uma mesquita. Zelve, manteve ocupação humana até 1952 e só depois de um grande sismo abalar a cidade é que a sua população foi transferida para outros lugares da região.

Trekking na Capadócia

Quando saímos de Zelve tínhamos duas opções. Ou voltaríamos para trás, pelo mesmo caminho, ou iríamos para a frente, passando pelo vale de Devrent até Urgup. A primeira opção era muito mais perto, mas não teríamos nada de novo para ver. A segunda opção, muito mais interessante, era mais longe e uma vez chegados a Urgup teríamos que apanhar um autocarro para regressar a Goreme. Estava a fazer-se tarde. Eram 15h e o sol começa a pôr-se às 16.30h. No entanto, optamos pela segunda opção.

Trekking na Capadócia

Saímos de Zelve e começamos a caminhar pela estrada os 5 km que nos separavam de Devrent. Íamos tentando arranjar boleia mas só passavam autocarros turísticos. Decidimos cortar caminho e metemo-nos pelo meio dos vales e campos até alcançar a estrada um pouco mais à frente. Pelo caminho cruzamos-nos com um velhote turco que nos tentou ajudar no caminho. Uma vez na estrada, arranjamos boleia para o último quilómetro até chegar a Devrent. Dois rapazes de Bodrum deixaram-nos no vale mas nós estávamos com tanta pressa que quase nem lhes agradecemos. Tiramos meia dúzia de fotos rápidas e começamos logo a caminhar em direcção a Urgup. A estrada estava fechada a veículos e já eram quase 16h. Isto significava que teríamos que ser muito rápidos a fazer os 5 km que nos separavam dessa aldeia. Com a estrada fechada a opção de uma boleia parecia uma miragem. Afinal era um trekking na Capadócia…

Trekking na Capadócia

Trekking na Capadócia

Caminhamos pelo meio das obras da canalização das estruturas de gás natural (algo que não estávamos a contar) e até conversamos com alguns trabalhadores. Passamos pela polícia e lá nos dirigimos para Urgup. Estávamos a cerca de 1 km da aldeia quando um dos trabalhadores, que regressava, nos deu boleia e nos deixou no terminal de bus. Foi uma boleia decisiva, primeiro porque estava a ficar noite e, segundo porque iríamos precisar de muito tempo para encontrar o terminal. Estávamos assim em Urgup e a noite estava a cair rapidamente. Já não havia tempo para explorar a área. Teremos que voltar noutra altura. Restou-nos apanhar um autocarro para Nevsehir e daí um outro para Goreme. Era noite cerrada com lua cheia quando chegamos de novo a Goreme e terminamos o trekking na Capadócia. Tínhamos cumprido a missão do dia: caminhar na Capadócia de forma independente e explorar a região. Adoramos este dia de trekking na Capadócia e para comemorar fomos jantar a um restaurante tradicional otomano.

Trekking na Capadócia

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.