Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Por que razão me encontro a cantar “Não há estrelas no céu” a bordo de um táxi no Turquemenistão?

Táxi é uma forma de dizer, pois táxis verdadeiros, nem vê-los por estas bandas! Qualquer homem que conduza um carro é um potencial taxista, e foi no mercado junto à estação de caminhos-de-ferro de Mary que contratamos o nosso taxista, um homem de meia idade, que não falava uma palavra de inglês, mas que conseguiu explicar que cobraria 20 USD pela ida e volta de Merv, incluindo uma tour pelas ruínas. Tentámos explicitar que incluía a espera nos diferentes locais, ao qual ele assentiu. O carro seguiu rapidamente pelas estradas esburacadas, características deste país. Mas não muito rapidamente, pois o nosso taxista parecia uma pessoa relaxada e calma, e era preciso ter cuidado com os  omnipresentes agentes da polícia que controlam a velocidade dos carros e aplicam pesadas multas.

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Por gestos e escritos no tablier com pó, o nosso taxista, de seu nome Mohammed, informa-nos que tem 51 anos e 8 filhos, não conseguindo compreender porque não temos filhos, uma vez que já somos casados há 5 anos (versão oficial que usamos nestes países mais conservadores)… Por gestos, até me pareceu que ele me perguntou se funcionava tudo bem pelas partes baixas!

Ora o rádio do carro estava desaparecido, e como Mohammed não gostava de silêncio, começou a cantar umas músicas uzbeques. De repente, faz um gesto para eu também cantar… A Carla incentiva e eu dou por mim a cantar Rui Veloso em direcção a Merv. Ao que parece, Mohammed gostou! Pelo menos, bateu palmes…

Com estas distracções, lá chegamos a Merv, outrora uma das principais cidades ao longo da Rota da Seda, durante os séculos XI e XII, rivalizando com Cairo, Bagdad e Damasco (hoje curiosamente todas elas cidades pouco recomendáveis!). Tendo sido completamente destruída pelos mongóis de Genggis Khan em 1221, e a sua população massacrada, actualmente muito pouco resta, apenas alguns edifícios e partes das muralhas, mas pela sua extensão e importância foi considerado Património da Humanidade pela UNESCO.

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Curiosamente, após várias destruições e conquistas, Merv não foi reconstruída por cima das ruínas, mas ao lado. Assim, hoje existem ruínas de várias cidades muralhadas, numa área bastante extensa, que só pode percorrer-se em tempo útil de carro.

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Começamos por visitar o mausoléu do sultão Sanjar, um edifício que se destaca na planície imensa, bem no meio da cidade muralhada de Sultan Kala. O Mohammed pergunta se queremos sair para tirar fotos… Ai com quem ele se meteu!

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão
Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Dali seguimos um pouco pela estrada mas paramos logo à frente para subirmos à muralha e entrarmos na Shahriyar Ark, onde se encontram as ruínas majestosas de um forte.

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão
Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão
Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

O Mohammed começava a olhar para o relógio do carro. Já tinha fome e queria ir almoçar a casa. Calma, só mais um bocadinho…

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão
Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Depois de visitarmos a Mesquita de Yusuf Hamadani (recentemente reconstruída), Mohammed já queria vir embora, mas ainda havia muita coisa por ver! Dali, seguimos para a Giaur Kala, consultando o guia da LP e ensinando ao Mohammed o percurso, pois nunca se tinha aventurado por estes caminhos. Subimos a mais uma muralha para ter uma vista panorâmica e depois, passando por dois túmulos de companheiros do Profeta Maomé (e de uma cisterna ainda em funcionamento), seguimos para a Kyz Kala, onde se encontra o que são provavelmente as ruínas mais impressionantes do complexo.

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão
Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Por esta altura, o Mohammed já revirava os olhos, mas descansei-o apontando-lhe o caminho de volta. Voltamos a passar na entrada do complexo (onde não chegámos a comprar o bilhete de entrada), sendo que a viagem de volta nos pareceu bem mais rápida do que a de ida, fruto talvez da fome do Mohammed! No final, o Mohammed recebeu os honorários merecidos e deixou-nos na boulevard ladeada de edifícios extravagantes, e que percorreríamos até ao nosso hotel dos tempos soviéticos.

Visitar MERV, as ruínas de uma outrora pérola da Rota da Seda | Turquemenistão

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.