Visitar CHIANG MAI e conhecer um país de templos | Tailândia

Visitar CHIANG MAI e conhecer um país de templos | Tailândia

Depois de uma viagem de 6 horas em mini-van desde Mae Hong Son, por uma estrada de curvas sucessivas, foi com um certo alivio que chegamos a Chiang Mai. A paisagem era espectacular, mas a viagem já começava a ser um pouco enjoativo… literalmente!

Já era noite e chovia com alguma intensidade quando o tuc-tuc nos levou ao nosso hostel, gerido por um australiano “tailandizado”. E foi neste hostel que cozinhamos, pela primeira vez, as nossas “pastas” italianas. Trouxemo-las de Portugal (juntamente com um pequeníssimo fogão de campismo) com a intenção de serem uma opção de desenrasque e mais económica, mas botijas de gás… nem vê-las!

Visitar CHIANG MAI e conhecer um país de templos | Tailândia
No dia seguinte, exploramos a cidade, famosa pela sua rica história e pelos seus mercados. Desde a sua fundação, no sec. XIII, Chiang Mai foi a capital do reino de Lanna, ocupando o que e hoje o norte da Tailândia, e um centro do budismo, tendo sido construídos inúmeros Wat (templos), principalmente nos séc. XV e XVI. No séc. XVII, a cidade foi tomada pelos birmaneses, mas alguns wat sobreviveram e são hoje um testemunho arquitectónico desse período histórico. Para além disso, a cidade é hoje também conhecida pelas excelentes oportunidades de compras que oferece. Sendo assim, o nosso dia em Chiang Mai resumiu-se a ronda dos wat e dos mercados!

Quanto aos mercados, para mim são todos iguais! Mas a Carla garantiu-me que Chiang Mai é um destino a considerar para quem queira comprar roupa “hippie” barata e de qualidade! Fala a especialista…

Visitar CHIANG MAI e conhecer um país de templos | Tailândia

Quanto aos wat, destacam-se o Wat Phra Sing, cujo edifício principal é decorado interiormente com murais da(s) vida(s) do buda histórico (Sakyamuni) e o Wat Chedi Luang, onde esteve alojada a venerada estátua do Buda de Esmeralda durante um breve período, antes de ser levada para Bangkok, onde se encontra hoje.

O dia acabou (conseguem adivinhar?) no bazar nocturno, onde a Carla esteve menos tempo do que lhe apetecia (uma vez que tínhamos de apanhar um comboio para Bangkok ao final do dia), mas onde ainda fez umas compritas, enquanto eu matava saudades de comida de plástico no Burger King!

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. Estou indo pra Chiang Mai em agosto. Quero ficar lá uns 30 dias! Aproveitar o que essa cidade tem de melhor para os nomades digitais! =)

    Abraço do Pamda!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Boa viagem! 😀

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.