Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal
Um país, no fundo, é sempre uma coisa muito pequena: compõe-se de um grupo de homens de letras, homens de Estado, homens de negócio e homens de clube, que vivem de frequentar o centro da capital. O resto é paisagem, que mal se distingue da configuração das vilas ou dos vales. É a gente sonolenta da província.
Eça de Queiroz, “O Francesismo” (1887), Últimas Páginas

Se, por um lado, a capital de um país é normalmente o centro urbano mais populoso e mais importante em termos económicos e políticos, como aplicado magistralmente ao nosso Portugal na frase citada do imortal Eça, também é verdade que, do ponto de vista de um viajante, a capital de um país é muitas vezes o último sítio a visitar.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Particularmente no caso de países sub-desenvolvidos ou em vias de desenvolvimento, a capital, e o seu modo de vida e suas gentes, têm características que são completamente distintas do resto do país, e o Senegal não é excepção. Mas são a ‘paisagem e a gente sonolenta da província’ que atraem o olhar do viajante, procurando uma autenticidade que normalmente se perdeu na selva urbana. O Viajar entre Viagens já percorreu países de lés a lés sem visitar a sua capital, como por exemplo a Guatemala.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Quando chegamos ao Senegal, o avião pousou no aeroporto de Dakar, dormimos no bairro de N’Gor e na manhã seguinte fomos para a estação de táxis. Daí seguimos para a aventura de conhecer o país e as suas gentes. No final, regressamos à capital, com um olhar enriquecido pelas experiências vividas nos últimos 10 dias. E ainda bem que o fizemos nesta ordem.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Por todo o país, convivemos com os locais, apanhando os mesmos transportes, frequentando os mesmos mercados, respirando o mesmo pó, e só encontramos pessoas com uma vida dura e pobre, mas disponíveis para ajudar e, muitas vezes, com um sorriso nos lábios. Percorremos paisagens belas e variadas, desde a savana e floresta do sul até ao deserto do norte, passando pelos braços de água do delta do Saloum.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Uma cidade é uma cidade, onde quer que ela se encontre. O centro de Dakar podia ser o centro de uma cidade de um qualquer país em vias de desenvolvimento, de um qualquer continente. Aqui podemos encontrar os bons restaurantes, os supermercados, o conforto de um apartamento, mas tudo isto não é o Senegal. Não é aquilo que o distingue dos outros, não faz parte da sua identidade.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

É verdade que as duas principais atracções turísticas de Dakar (Goreé e N’Gor) fazem parte do imaginário de quem visita o Senegal e constituem parte da identidade do país, mas também é verdade que estão ao largo da cidade e rodeadas de água! Mas também é verdade que, até aqui, e talvez devido à proximidade da cidade grande, se está a perder a autenticidade das suas gentes, pescadores por natureza, cedendo o seu lugar à indústria do turismo.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Nos dois dias que estivemos em Dakar, não deixamos ainda assim de visitar os ‘highlights‘ da cidade, tais como o bairro de Yoff, passando pela mesquita da Divinidade e o Monumento da Renascença Africana, assim como os mercados de Kermel e de Sandaga. Fizemos a pé a zona marginal, passando pelo palácio presidencial. Jantámos, juntamente com expats e elite local, no excelente restaurante do Instituto Francês. Até o ritmo nocturno do mbalax senegalês não nos escapou, uma vez que dormíamos por cima de uma das discotecas mais in da cidade!

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal
Mas não foi (só) isto que trouxemos do Senegal… Agora em Portugal, penso naquele país e nas suas gentes e lembro-me dos meninos de rua que espreitavam o nosso táxi quando parávamos, lembro-me do cheiro do mato, lembro-me das aldeias de palhotas, lembro-me dos pássaros e peixes do delta, lembro-me dos pescadores em Saint Louis e Djifer, lembro-me das dunas do deserto, lembro-me das mulheres com roupas coloridas, lembro-me da terra vermelha, lembro-me…

É por estas razões que sinto que Dakar, apesar de ter sido o ponto final da nossa aventura pelo Senegal, foi também o início de uma aventura pela África subsariana. Nas viagens, como na vida, não existe o ‘adeus’; é só um ‘até logo’.

Visitar DAKAR, o local onde dissemos adeus ao Senegal e até já a África | Senegal

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€.   Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.