VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Visitar Chaves é conhecer uma cidade com uma história milenar, fundada como município pelos romanos no primeiro século da nossa era e uma das cidades mais importantes do Condado Portucalense, terra conhecida pelas suas águas termais e gastronomia, pertíssimo de dois parques naturais, e a dois passos de Espanha. Ultimamente, Chaves tem visto aumentar ainda mais o interesse dos visitantes devido a ser o ponto inicial da Estrada Nacional 2 (EN2), que percorre Portugal de Norte a Sul, numa extensão de 739 km até Faro.

Procura ideias de lugares para visitar em Portugal? Consulte o nosso artigo com mais de 50 lugares a visitar em Portugal.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

A importância de Chaves na História de Portugal

A importância histórica de Chaves para a formação de Portugal é difícil de exagerar. A cidade encontrava-se na região que delimitava a norte a influência islâmica e, logo desde a queda do último rei visigodo, no início do século VIII, Chaves foi palco de disputas entre cristãos e muçulmanos, mudando de mãos várias vezes até que, em 1093, é incluída no dote de casamento de D. Teresa de Castela com o conde D. Henrique, passando a integrar o território do Condado Portucalense. Disputada mais tarde entre os reinos de Castela e de Portugal, recebeu o foral de D. Afonso III em 1258, datando desta altura a torre de menagem do castelo, que ainda hoje domina a cidade. Nos séculos seguintes, Chaves estaria muitas vezes na frente de batalha, como na crise de 1383-5, quando D. Nuno Álvares Pereira cercou o castelo, pois Chaves tinha tomado o partido do rei de Castela e Leão, mas também na Guerra da Restauração (1640-1668).

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Os encantos naturais de Chaves

Em termos geográficos, Chaves é uma das cidades mais a norte de Portugal, a meio caminho entre o Parque Nacional de Peneda-Gerês e o Parque Natural de Montesinho, sendo uma óptima base para explorar estes dois redutos de fauna e flora em Portugal. Além disso, Chaves está localizada na falha tectónica de Penacova-Régua-Verín, uma falha activa com cerca de quinhentos quilómetros, e que permite a ocorrência de fenómenos hidrogeológicos, tais como nascentes minerais e termais. Os romanos estabeleceram-se no que é hoje Chaves precisamente pelas qualidades terapêuticas das suas águas termais (e também pela extraccção mineira). Elevada à categoria de Município no ano 79 d.C. pelo imperador Tito Flávio Vespasiano, a cidade era conhecida como Aquae Flaviae. Além das termas de Chaves, as termas de Vidago e Pedras Salgadas são reconhecidas internacionalmente desde o século XIX, atraindo visitantes de todo o mundo.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

DICAS PRÁTICAS PARA VISITAR CHAVES


Quando visitar Chaves, convém ter algumas ideias básicas que o ajudarão no terreno. Ficam então aqui algumas dicas práticas para quando visitar Chaves.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Quando visitar Chaves

Chaves tem um clima mediterrânico, com verões quentes e secos, ainda que as noites de verão possam ser frescas, e invernos frios e chuvosos, sendo que, nos meses de Dezemnbro a Fevereiro, as temperaturas negativas são frequentes. Sendo assim, a melhor altura para visitar Chaves é nos meses de Maio e Junho, ou Setembro e Outubro. Em Julho e Agosto, Chaves é muito quente, por isso deve tomar algumas precauções, nomeadamente mantendo-se hidratado e colocando protector solar, mas também é a altura das festas da cidade.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Finalmente, os dias do Festival do Fumeiro (em Fevereiro) ou a Feira dos Santos (fim de Outubro / início de Novembro) são uma excelente oportunidade para apreciar e saborear a gastronomia de Chaves.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Como chegar e deslocar-se quando visitar Chaves

Chaves encontra-se no distrito de Vila Real, junto à fronteira com Espanha, a cerca de 150 km do Porto, e 440 km de Lisboa. Chaves fica perto do Parque Nacional de Peneda-Gerês, estando a cerca de 60 km de Pitões das Júnias, mas também do Parque Natural de Montesinho, estando a cerca de 100 km de Bragança.

Consulte o nosso artigo sobre visitar o Parque Nacional Peneda-Gerês.

Pode chegar a Chaves de autocarro, por exemplo do Porto (pode consultar aqui os horários), mas para poder deslocar-se com autonomia, e poder explorar tudo aquilo que Chaves tem para oferecer, a melhor opção é ter veículo próprio.

Se não tem carro próprio, procure aqui o aluguer de carro em Portugal, aos melhores preços.

Para chegar a Chaves, do Porto demorará cerca de 1 hora e meia de viagem, na opção mais rápida que é aquela que usa as autoestradas A3/A7/A24 e que passa por Guimarães. De Lisboa, demorará cerca de 4 horas e meia de viagem, podendo optar pela via A1/A24, sem passar pelo Porto.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Onde ficar alojado quando visitar Chaves

Chaves tem várias opções de alojamento, sendo que os alojamentos locais mais baratos, assim como os hotéis mais caros, se encontram no centro histórico da cidade. Os alojamentos rurais e as casas de férias ou de campo situam-se a alguns quilómetros de Chaves.

Nós ficámos alojados na Residencial Bem Estar, uma excelente opção no centro de Chaves, com uma excelente localização (a poucos passos do Castelo), quartos confortáveis, e um bom restaurante no rés-do-chão. O nosso quarto tinha casa-de-banho privada e vista para o centro histórico. O pequeno-almoço está incluído no preço e era muito bom.

Pode marcar aqui a sua estadia na Residencial Bem Estar.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Mas há outras excelentes opções de alojamento em Chaves.

  • Se prefere experimentar aquilo que atrai visitantes à região de Chaves desde os tempos romanos, ou seja, as águas termais, não deixe de considerar dois lugares especiais. Em Vidago, o Vidago Palace é um hotel de 5 estrelas (de 1910), que combina o estilo Belle Époque com luxos modernos, com um spa e um campo de golfe com 18 buracos. Nas Pedras Salgadas, o Pedras Salgadas Spa & Nature Park tem bungalows ecológicos e casas nas árvores com design e decoração moderna de um projecto premiado internacionalmente. Ambas estas opções dão acesso a centros termais, onde pode desfrutar das propriedades curativas das águas termais da região em sessões terapêuticas ou de lazer.
VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

O QUE VER E FAZER QUANDO VISITAR CHAVES


Baião tem um património cultural e natural suficiente para o manter ocupado durante vários dias. Deixamos aqui as nossas sugestões para o que ver e fazer quando visitar Baião, seguido de uma sugestão de roteiro de 4 dias.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

1. Visitar a Torre de Menagem do Castelo

No local onde já existia uma fortificação romana e outra medieval, foi construído um castelo nos tempos de D. Afonso III e D. Dinis, restando dessa época a Torre de Menagem que ainda hoje domina a parte alta da cidade de Chaves. O seu interior alberga agora o Museu Militar, mas a maioria das pessoas visita a Torre para subir ao topo e desfrutar das magníficas vistas da cidade.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

2. Visitar o Museu da Região Flaviense

O Museu da Região Flaviense está dividido em quatro pólos, instalados em quatro edifícios diferentes. O mais interessante deles é o Museu de Arqueologia e Pré-História, no Paço dos Duques de Bragança, onde se pode admirar exposições sobre os povos castrejos no Norte de Portugal (incluindo uma estátua da Vénus de Vidago), e sobre a ocupação romana, com destaque para marcos miliários e devocionais. No mesmo espaço funciona o Posto de Turismo de Chaves, onde pode obter informação sobre a cidade e a (EN2).

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

3. Admirar a Praça de Camões

A praça de Camões é a mais bonita praça de Chaves, no topo do núcleo histórico da cidade. Ali poderá admirar alguns dos edifícios mais emblemáticos da cidade, tais como o Paço dos Duques de Bragança, os Paços do Conselho, a Igreja da Misericórdia e a Igreja de Santa Maria Maior.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

4. Visitar a Igreja Matriz Santa Maria Maior (e Museu de Arte Sacra)

Chaves tem uma história de muitos séculos relacionada com a Igreja Católica , sendo que foi diocese já no reino suevo, no século V. A Igreja de Santa Maria Maior data do século XII, embora do estilo românico só restem o portal principal e a torre sineira. Posteriormente, foi reconstruída em estilo renascentista. No seu interior, encontra-se o Museu de Arte Sacra (que nós não visitámos por se encontrar fechado).

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais
VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

5. Experimentar a gastronomia flaviense

Chaves tem uma gastronomia que se destaca mesmo numa região como Trás-os-Montes, que já é conhecida pelas suas iguarias. Desde a pastelaria, passando pelos enchidos (especialmente o presunto), até à posta de carne barrosã, não deixe de experimentar as delícias que o farão querer voltar o quanto antes a Chaves.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

6. Fazer uma sessão na Chaves Termas & Spa

Chaves, aliás Aquae Flaviae, era uma das estâncias termais mais importantes do Império Romano, com as termas localizadas próximas da Ponte de Trajano. Hoje, as Chaves Termas & Spa encontram-se na Alameda do Tabolado, onde poderá ingerir (gratuitamente) a água que brota das nascentes (uma delas a mais de 70 graus!) ou fazer tratamentos de bem estar como duches, banhos e massagens. As águas de Chaves são indicadas no tratamento de lesões osteoarticulares, musculoesqueléticas, cardiovasculares, do aparelho digestivo e respiratório, assim como cansaço e ansiedade (os tratamentos terapêuticos requerem prescrição médica).

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais
VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

7. Comer um Pastel de Chaves na Pastelaria Maria

O pastel de Chaves é uma das delícias da gastronomia flaviense, sendo um pastel de massa folhada finíssima, com carne picada no seu interior. Em Chaves, quase todas as pastelarias vendem esta riqueza gastronómica, mas a Pastelaria Maria tem muita fama, por isso não deixe de experimentar.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

8. Visitar o Forte São Francisco

O Forte de São Francisco destaca-se em Chaves como sendo uma fortificação impressionante, na forma de uma estrela de quatro pontas, construída durante a Guerra da Restauração (século XVII). No seu interior encontram-se o Convento e a Igreja de São Francisco, mas hoje o forte alberga o Forte De Sao Francisco Hotel, um dos melhores hotéis da região, por isso a maior parte das instalações só são visitáveis se for hóspede.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

9. Admirar a Capela da Lapa

A bela Capela de Nossa Senhora da Lapa, em estilo barroco, encontra-se ao lado do Forte de São Francisco, e tem óptimas vistas sobre a cidade.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

10. Decidir quanto quer pagar pela refeição na Pensão Flávia

A Pensão Flávia é uma das referências no ramo da restauração flaviense, sendo que aplica um conceito singular. A comida vai sendo servida, começando pelas entradas, frias e quentes (como os mexilhões em molho vinegrete e ervilhas com chouriço), para depois seguir-se o prato principal (posta) e a sobremesa, e só no final é que é o próprio cliente a decidir quanto é o preço justo da refeição.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

11. Admirar a Igreja da Misericórdia

Nós não conseguimos visitar a Igreja da Misericórdia pois, apesar de lá termos ido várias vezes, encontrámo-la invariavelmente fechada. No entanto, se tiver sorte, deve visitar, pois o seu interior exibe azulejos e pinturas, e um altar-mor barroco em talha dourada. A bela fachada, por si só, vale uma espreitadela.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

12. Visitar o Museu Ferroviário de Chaves

É um dos núcleos do Museu da Região Flaviense, e funciona na antiga estação ferroviária de Chaves, que era servida pela Linha do Corgo, que ligava à Régua, inaugurada em 1906, com a chegada do comboio a Vila Real, e concluída em 1921, com a chegada a Chaves.

13. Visitar o Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso

Esta verdadeira instituição cultural de Chaves, com uma arquitectura moderna projectada por Siza Vieira, exibe uma colecção de dezenas de obras e documentos pessoais de Nadir Afonso, um pintor flaviense de renome nacional e internacional.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

14. Provar os rojões de redanho na Adega do Faustino

O redanho (ou redenho) é uma das receitas tradicionais da Beira (mas também do Minho), sendo que consiste na gordura que se encontra á volta dos intestinos, fígado e rins do porco. Experimente esta iguaria na adega do Faustino, uma referência flaviense, juntamente com um arroz de tomate.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais
VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

15. Dar um passeio pelo centro histórico de Chaves de dia e de noite

O centro histórico de Chaves é tão arrumadinho e bonito que merece que dê um passeio sõ para admirar o seu ambiente e a sua arquitectura. Aproveite e dê um de dia, e outro à noite. Não deixe de admirar as típicas varandas, algumas suspensas sobre as ruas.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

16. Posar junto das letras “CHAVES”

Começa a ser uma tradição de qualquer cidade que se preze… E Chaves não foge à regra! Um dos sítios para ficar com uma recordação de Chaves é junto das letras “CHAVES”, no Largo General Silveira.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

17. Fazer um percurso à beira do rio Tâmega

A zona ribeirinha de Chaves, junto ao Tâmega, é um excelente local para dar um passeio e escapar ao calor sufocante que se faz sentir no Verão. Atravesse o rio Tâmega na nova ponte pedonal e admire as vistas sobre a ponte romana.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

18. Atravessar o rio Tâmega saltitando de pedra em pedra

Se gosta de exercício físico, não deixe de experimentar atravessar o rio Tâmega saltidando nas poldras, uma relíquia romana localizada entre a nova ponte pedonal e as Termas. Tenha cuidado, pois pode cair à água!

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

19. Caminhar na Ponte de Trajano

É, já há 1900 anos, o ex-líbris da cidade de Chaves, sendo uma das mais belas pontes romanas de Portugal, tendo sido mandada construir pelo imperador que lhe dá o nome. Fazia parte da Via Romana XVII, que ligava Bracara Augusta (Braga) a Asturica Augusta (Astorga), passando por Aquae Flaviae (Chaves), numa extensão de cerca de 400 km. A ponte é uma beleza arquitectónica, com os seus arcos de volta perfeita, e tudo indica que foi feita para durar!

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

20. Visitar o km 0 da N2

O marco quilométrico que marca o início da Estrada Nacional 2 (EN 2) está curiosamente situado no meio de uma rotunda, a cerca de 200 m da Ponte de Trajano. É um ponto de encontro de todos aqueles que iniciam o seu périplo pela mítica EN 2, mas também atrai cada vez mais curiosos.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

21. Iniciar uma viagem pela N2

A EN 2 foi instituída em 1945, constituindo uma espécie de espinha dorsal das vias rodoviárias de Portugal. Numa extensão total de 739 km, é a mais longa de Portugal, atravessando o país de norte a sul, desde Chaves até Faro, através de 11 distritos e 35 concelhos. Seja de carro, de bicicleta, ou até a pé, são cada vez mais aqueles que percorrem a EN 2, conhecendo as diferentes faces de um Portugal mais interior e profundo.

Consulte o nosso artigo com todas as dicas para planificar a sua viagem pela EN 2.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

22. Visitar Vidago e Pedras Salgadas

O eixo Verín-Chaves (resultante de uma falha geológica) é o destino europeu com maior concentração de águas termais e medicinais. Para além das suas águas termais, Chaves fica pertíssimo de duas das mais reconhecidas estâncias termais portuguesas, Vidago e Pedras Salgadas. Para explorar e experimentar estas águas, nada melhor do que fazer a Rota Termal e da Água, um percurso temático com um passaporte onde poderá registar as suas visitas.

Consulte o nosso artigo com dicas para fazer a Rota Termal e da Água.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

23. Relembrar a Linha do Corgo nas suas antigas estações

A Linha do Corgo foi construída para ligar a Linha do Douro a Vila Real e Chaves, mas também às estâncias termais de Vidago e Pedras Salgadas (a estação de Vidago estava ligada por uma avenida ao Vidago palace Hotel). Encerrada em 1990, e agora quase totalmente transformada na Ecopista do Corgo, resta agora aos amantes de comboios admirar as antigas estações (muitas ao abandono), como as de Vidago, Pedras Salgadas e Vila Pouca de Aguiar e sonhar com os tempos em que o comboio acompanhava o Rio Corgo.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

24. Experimentar a posta no “Girassol”

O restaurante “Girassol” não fica em Chaves, mas um pouco a sul de Vila Pouca de Aguiar, mas se for para aqueles lados, por exemplo para visitar o Castelo (ver abaixo), não deixe de experimentar a maravilhosa posta de vitela. Um mimo!

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

25. Visitar o Castelo da Pena de Aguiar

O Castelo da Pena de Aguiar, em Podido, ao qual se acede fazendo um desvio de poucos quilómetros da N2 (um pouco a sul de Vila Pouca de Aguiar), é uma fortificação do século XII com uma posição espectacular, tendo sido construído em cima da rocha granítica e com ela fundido, e com vistas fabulosas sobre o vale de Aguiar e as serras vizinhas.

 VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais
VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

26. Visitar as minas de Jales

Não era só em Espanha que os romanos escavavam a terra em busca de ouro. Na região de Jales, há dois mil anos que se encontra o metal precioso, e foi já no século XX (anos 30) que a extracção passou a ser mais mecanizada, funcionando durante 60 anos. Hoje, finda a exploração, resta ainda o emblemático cavalete de Santa Bárbara, em Campo de Jales (a cerca de 1 hora de viagem de Chaves), onde poderá conhecer os antigos bairros de mineiros e, quem sabe, falar com algum e ouvir histórias do passado. Perto, na localidade de Tresminas, há um Centro Interpretativo e visitas guiadas (com marcação) ao Complexo Mineiro Romano.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

27. Descobrir Espanha

Chaves fica apenas a cerca de 10 km de Espanha, por isso, quando visitar Chaves, não deixe escapar a oportunidade de dar um saltinho ao outro lado da fronteira e descobrir algo de novo acerca do país nosso vizinho. Deixamos aqui duas sugestões.

  • Las Medulas, a cerca de 2 horas de viagem de Chaves, perto da cidade espanhola de Ponferrada, é uma paisagem de outro mundo resultante da extracção mineira naquela que era a mina de ouro mais importante do império romano. Hoje são cada vez mais aqueles que visitam a região para admirar e paisagem e fazer aí percursos pedestres.

Consulte o nosso artigo sobre visitar Las Medulas.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais
  • Salamanca é uma das grandes cidades espanholas, e uma das mais belas, combinando na perfeição a história e cultura com a gastronomia e a vida nocturna. De Chaves são menos de 3 horas de viagem, e descobrirá uma cidade espanhola com alma e coração.

Não deixe de consultar o nosso artigo com as melhores dicas para visitar Salamanca.

VISITAR CHAVES | O que ver e fazer em Chaves para conhecer a sua história e desfrutar das suas águas termais

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

QUE EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO USAMOS

Esta é provavelmente uma das perguntas que mais recebemos. A resposta é simples e está aqui. Desde drone, câmaras fotográficas, computadores, etc. Tudo o que vai na nossa bagagem está aqui.

 câmera dslr - ícones de tecnologia grátisMáquinas fotográficas e drones sinal de símbolo de ícone de computador - Download Vetores Gratis ...Computador e gadgets

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€. . Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. Sonia Afonso diz: Responder

    Contributo de uma conterrânea,
    Festa dos povos/ forte de S.Neutel/ ciclovia chaves-verin/ pequeno passeio circular na ciclovia nas margens do rio/ Miradouro S.Lourenco/ Museu das Termas Romanas (em obras)/ Pedra da Bolideira/ PR Trilho dos Moinhos de S. Lourenço/ Restaurantes: Lavrador, Carvalho, Quinta da Cera, Miradouro.
    A festa do fumeiro é denominada Festa dos Saberes e Sabores. A festa dos Santos apesar de já contar com diversões nos dias antecedentes o dia principal é dia 31-Out e 1-Nov onde não podem perder o famoso polvo, bem como todo o cartaz cultural.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Muito obrigada pela partilha, Sónia. Acho que agora há ainda mais motivos para visitar Chaves. 😀

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.