Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

Há muito que tinha vontade de regressar à Serra de Montesinho. Durante o meu último ano de licenciatura, fiz a minha tese sobre a Serra do Montesinho. Passei semanas a explorar os seus trilhos, a percorrer as suas aldeias e a procurar as marcas na paisagem que me permitissem reconstruir um paleoclima e uma análise geomorfológica da paisagem. Já lá vão 20 anos mas a Serra do Montesinho pouco mudou. Continua linda, tal como eu a recordava, brilhantemente vestida com as cores de Outono. Tanto tempo depois, era hora de regressar e visitar a Serra do Montesinho.

Veja aqui os melhores locais para visitar em Portugal.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

VISITAR A SERRA DO MONTESINHO

Com uma superfície de 74.229 hectares e 88 aldeias, a Serra do Montesinho ergue-se desde os seus 400 m de altitude, no vale dos rios e ribeiros, até 1487 m, no cimo da serra de Montesinho. Com paisagens deslumbrantes e uma vegetação, infelizmente cada vez menor, ainda possui vastas manchas de carvalhos, soutos e bosque, mas a rainha da vegetação são as espécies arbustivas de giestas e urzes. Os lameiros, onde tradicionalmente pastam o gado, concedem à paisagem caraterísticas únicas nesta Terra Fria Transmontana. Acredita-se que a serra do Montesinho seja habitat de uma das mais importantes populações de Lobo-ibérico na Península Ibérica. Todas as aldeias da Serra do Montesinho retratam a simbiose do homem e da natureza, com exemplos de arquitetura popular, em que as casas utilizam os materiais característicos da região, nomeadamente granitos e xistos, dando características tão distintas a aldeias como Montesinho e Rio de Onor.

Veja neste artigo as melhores Roadtrips para visitar Portugal de carro.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

Destaco apenas que este artigo é sobre a Serra do Montesinho e não sobre o Parque Natural do Montesinho. Sendo assim, a Serra da Coroa e a área do parque que fica no concelho de Vinhais não foi explorada por nós. Talvez o possamos fazer numa próxima visita à região.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

QUANDO VISITAR A SERRA DO MONTESINHO

A Serra do Montensinho é um excelente local para visitar todo o ano, ajustando àquilo que pretende. No Inverno, a serra cobre-se frequentemente de branco, fazendo as delícias de miúdos e graúdos para aproveitar a neve e desfrutar de um jantar à lareira depois de umas brincadeiras. No Verão, a Serra do Montesinho é maravilhosa para fazer percursos pedestres, trilhos pelas aldeias e património natural fabuloso. No Outono e Primavera, a Serra do Montesinho veste-se de cores, tons laranja e vermelhos na primeira e, tons coloridos das flores, na segunda estação. Sendo assim, visitar a Serra do Montesinho é sempre uma boa opção e pode ser um excelente destino de fim de semana ou de passagem de ano. Pode ainda ser uma excelente opção no Carnaval, para dali explorar o Carnaval de Trás-os-Montes.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

COMO VISITAR A SERRA DO MONTESINHO

Para visitar a Serra do Montesinho tem duas grandes opções: alojar-se na Serra e na área do Parque Natural do Montesinho, ou então, alojar-se numa povoação ou cidade próxima, e deslocar-se à serra. A primeira opção é melhor, já que terá mais tempo para explorar a magnífica paisagem serrana e aproveitar muito mais o tempo útil para fazer actividades.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal
Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

O QUE VER E FAZER QUANDO VISITAR A SERRA DO MONTESINHO


1. Visitar Gimonde, a sua ponte romana e comer no Abel!

Logo à saída de Bragança, em direcção à Serra do Montesinho, a estrada N308 leva-o até à aldeia de Gimonde, um belo exemplar das aldeias transmontanas e com uma bela ponte romana sobre o Rio Sabor. Este é um local maravilhoso para almoçar ou jantar, com bons restaurantes para comer a afamada posta transmontana. Nós comemos no restaurante O Abel e comemos muito bem e com preços justos. O pessoal foi super atencioso e simpático e até nos arranjou um lugar porreiro para colocar o Billy, o cão Labrador do meu irmão (que até almoçou lá também).

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

2. Apreciar a paisagem do planalto transmontano na Alta Lombada

Entre Deilão e Vila Meã fica a região da Alta Lombada, uma área de paisagem agrícola de planalto com muita importância na região. para além dos campos agrícolas, esta é uma das melhores áreas para observar veados selvagens na Serra do Montesinho, especialmente no início do Outono.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

3. Deixar-se encantar pela tranquilidade de Guadramil

A aldeia de Gadramil é um pequena aldeia transmontana muito calma. Há ali há venda belas e boas compotas, mas a maravilha é testemunhar os modos de vida rural e o seu casario de xisto. Pode também aproveitar e fazer ali um percurso pedestre, o Trilho PR-12 – Guadramil, um percurso circular de cerca de 8 km. É uma bela aldeia para visitar na Serra do Montesinho.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

4. Visitar a emblemática e tradicional aldeia de Rio de Onor

Rio de Onor dispensa apresentações. Há muito que esta aldeia é o cartão postal da Serra do Montesinho. As casas tradicionais de xisto, muitas delas agora convertidas em Alojamentos Rurais, fazem as delícias das populações citadinas que ali procuram a tranquilidade de um fim de semana ou férias na época festiva. A maioria da população continua a dedicar-se à agricultura mas muitos já produzem produtos de origem agrícola para venda aos visitantes, como compotas, queijos, pão tradicional e enchidos (tudo maravilhoso e a que nós não resistimos). É uma das aldeias comunitárias da Europa e com particular interesse em Portugal. Descubra como tudo funciona nesta aldeia junto dos seus habitantes. Vai gostar de saber.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

5. Conhecer as tradições da Festa dos Rapazes (ou Caretos) na Varge

Esta pequena povoação na Serra do Montesinho não recebe muitos visitantes, a maioria passa, despercebidos, durante a maior parte do ano. Mas, na altura do Natal (a 25 de Dezembro), a aldeia ainda comemora a Festa dos Rapazes, ou Caretos, uma cerimónia tradicional transmontana que encanta quem a visita. Os rapazes, depois da missa de Natal, vêm para as ruas com chocalhos e perseguem as raparigas da aldeia usando máscaras e trajes tradicionais.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

6. Contemplar a paisagem da Serra do Montesinho na Baixa Lombada

A Baixa Lombada é outra bela zona para apreciar a paisagem agrícola da Serra do Montesinho, com vistas panorâmicas para leste e oeste e que encantam quem a visita.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

7. Conhecer as histórias de luta das suas gentes na aldeia fronteiriça de França

França é uma das aldeias mais icónicas da Serra do Montesinho. Os seus populares contam histórias dos muitos portugueses que foram enganados quando, na década de 60, eram levados por máfias de imigração e, posteriormente, deixados na entrada da aldeia, acreditando que estavam em França. Mas não, a verdade é que ainda estavam em Portugal! A aldeia tem vista sobre o rio Sabor e a Serra do Montesinho, imponente logo ao lado.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

8. Visitar a aldeia tradicional de Montesinho

A cerca de 1100 m de altitude, a aldeia do Montesinho é uma das povoações e aglomerados populacionais mais altos das serranias do norte de Portugal. As suas populações lutam há anos contra as agruras do clima que, no Inverno, cobrem de neve os campos agrícolas e queimas culturas e alimento dos animais. Mas estas populações resilientes enfrentam estes desafios anualmente, superando-os e transformado-os em histórias de sucesso. Se gosta de Geologia, não perca a “Exposição de pedras” numa das casas da aldeia e a visita à casa do artesão local.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

9. Fazer o Trilho PR-3 – Porto Furado

Este trilho circular, com 8 km de extensão, permite-lhe explorar as paisagens graníticas da Serra do Montesinho num passeio de cerca de 3 horas. O trilho começa e acaba na Aldeia do Montesinho e num percurso em montanha, leva-o desde os 1000 m de altitude até a um máximo de 1300 m. O percurso leva-o até à barragem da Serra Serrada por paisagens graníticas maravilhosas, com formações típicas dos granitos, como “caos de blocos” (blocos graníticos espalhados de forma caótica na paisagem), “tors” (blocos graníticos empoleirados uns nos outros), “pias” (formas de pormenor com depressões naturais criadas no topo das rochas graníticas”, etc. É toda uma viagem pela morfologia granítica, especialmente para os amantes da Geomorfologia, como é o meu caso. os granitos que afloram nesta região estão cheios de macro-cristais de biotite e moscovite, micas, que são maravilhosos para apanhar para a sua colecção. Os feno-cristais de Feldspatos também são fantásticos e vão fazer as delícias dos amantes das Rochas e Minerais. O percurso atravessa também vários lameiros e o Castro Curisco, um conjunto de Arte Rupestre. Localmente, este local é conhecido por Fraga Medideira. A ribeira do Vilar é quase omnipresente na paisagem e dá-lhe um carácter muito bonito.

Pode fazer o download do folheto do trilho PR-3 – Porto Furado elaborado pelo ICN neste link.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

10. Conhecer a aldeia do Baçal

Baçal é uma pequena aldeia tradicional e esquecida no sopé da Serra do Montesinho. Nas margens do rio Sabor, aqui ainda se respira tranquilidade e parece que o tempo parou.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

11. Apaixonar-se pela tranquilidade das águas do Rio Sabor

A aldeia de Rabal é um bom local para aceder e explorar as margens do rio Sabor, mais concretamente a zona do Parque de Campismo do Rio Sabor. Aqui as águas tranquilas e ambiente relaxado fazem deste um bom local para descansar.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

12. Conhecer os pombeiros e moinhos da zona de Cova da Lua e Baceiro

Nesta região há vários pombeiros com décadas e que ainda sobrevivem quase despercebidos na Serra do Montesinho. Têm forma de ferradura e são mais comuns na área de Cova da Lua e Baceiro. Um boa forma de explorar esta região é deixar o carro no parque de Cova da Lua e a partir dali iniciar o Trilho PR-4 – Ornal, um percurso circular com 8 km de comprimento e duração de aproximadamente 3 horas. Este trilho permite-lhe conhecer também os moinhos de rodízio do rio Baceiro e da ribeira de Ornal, para além dos fornos de cal de Cova da Lua.

Pode fazer o download do folheto do trilho PR-4 – Ornal, elaborado pelo ICN neste link.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

13. Sentir o modo de vida tradicional na aldeia de Gondesende

Gondesende é outra das aldeias que parou no tempo na Serra do Montesinho. Com uma arquitectura rural com base no xisto, a aldeia tem tentado renascer com algumas unidades de turismo rural e baseada nos modos de vida tradicionais.

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

14. Pode aproveitar também nas suas proximidades e visitar:

  • Dar um saltinho ao Parque Biológico de Vinhais
  • Explorar a cidade de Bragança
  • Visitar os lagos e serras de Puebla de Sanabria
Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

COMO ESCOLHER O HOTEL OU A UNIDADE DE TURISMO RURAL NA SERRA DO MONTESINHO


Na nossa opinião, para visitar a Serra do Montesinho, o ideal é alojar-se na área do Parque Natural do Montesinho ou nas suas imediações.

1. Onde alojar-se na Serra do Montesinho

Para desfrutar do modo de vida rural, a melhor opção será escolher uma unidade de Turismo Rural para ter contacto com o modo de vida das populações. Há excelentes unidades de alojamento na Serra do Montesinho por isso a escolha não será difícil. Nós ficamos numa das casas de Vilarinho com dois quartos já que éramos 4 adultos, 1 criança e 1 cão nesta aventura na Serra do Montesinho. Estas são as nossas recomendações:

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

2. Onde alojar-se em Bragança para depois visitar a Serra do Montesinho

No entanto, pode também alojar-se em Bragança e explorar a Serra do Montesinho a partir da cidade. Se esta for a sua opção, poderá alojar-se aqui:

Visitar a SERRA DO MONTESINHO, um pedaço de céu no nordeste transmontano | Portugal

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

QUE EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO USAMOS

Esta é provavelmente uma das perguntas que mais recebemos. A resposta é simples e está aqui. Desde drone, câmaras fotográficas, computadores, etc. Tudo o que vai na nossa bagagem está aqui.

  DSLR Camera free icon Máquinas fotográficas e drones sinal de símbolo de ícone de computador - Download Vetores Gratis ...Computador e gadgets

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão TRANSFERWISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão. . Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. Mário Pinho diz: Responder

    Foi uma ajuda preciosa na programação do meu passeio pelo Parque Natural de Montesinho. Falta incluir nas opções de alojamento o parque de campismo Cepo Verde, uma excelente alternativa para quem aprecia o contacto mais íntimo com a natureza.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pela sugestão. Ficou mesmo.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.