VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

Visitar a Régua é quase obrigatório quando se fala em visitar o Douro Vinhateiro. A Régua é a capital do Douro Vinhateiro e é a cidade com mais infraestruturas de apoio ao turismo, com bons alojamentos, restaurantes, quintas vinícolas, miradouros, etc. Sendo assim se quer visitar o Douro Vinhateiro as suas melhores opções são visitar a Régua e visitar o Pinhão. De preferência, as duas.

Veja este nosso artigo com as melhores dicas e roteiro para visitar o Pinhão e toda essa área do Douro Vinhateiro.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua
VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

DICAS GERAIS PARA VISITAR A RÉGUA


1. Escolha um fim de semana bonito para desfrutar do Douro Vinhateiro, um belo exemplo do património cultural português. Mas não se deixe travar pelo tempo. O Douro é belo em qualquer altura do ano.

2. Trace o seu itinerário para explorar o Douro Vinhateiro (no final do post deixamos-lhe uma sugestão de trajecto mas adeqúe às suas preferências).

3. Privilegie a experiência vinícola e gastronómica deste itinerário. Não se irá arrepender. Experimente o enoturismo.

4. A Régua é o lugar ideal para ficar alojado porque há grande oferta de hotéis e restaurantes para satisfazer a sua comodidade ao final do dia.

5. Experimente a Linha do Douro, o comboio que liga o Porto ao Pocinho, passando pelo Pinhão e Tua.

6. Faça um percurso pelo Douro Vinhateiro com tempo para desfrutar dos lugares, dos vinhos e das comidas do norte de Portugal. O nosso preferido é o Trilho de São Cristóvão do Douro.

7. Para fazer o percurso do Douro Vinhateiro que vai aos miradouros e estradas panorâmicas precisa de transporte particular. Não há transportes públicos. Alugue carro caso não tenha.

8. Há várias perspectivas para contemplar o rio Douro. Não perca nenhuma delas. Explore o Douro Vinhateiro a pé, de carro, de comboio e de barco.

9. Não perca um passeio de barco pelo Douro. Há passeio de uma hora, duas, várias horas, dia completo ou até vários dias.

10. O Douro Vinhateiro é um belo percurso e pode ser feito no Douro Superior (região de Foz Côa), no Cima Corgo (região do Pinhão) e no Baixo Corgo (região da Régua). Escolha uma ou várias destas áreas e dedique-lhe um fim de semana. Não se irá arrepender.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

ONDE DORMIR QUANDO VISITAR A RÉGUA


Quando visitámos a Régua alojámo-nos numa casa de alojamento local muito gira, à saída da Régua – Casa do Salgueiral. Não fica no centro da Régua, fica a cerca de 1,5 km mas dá para ir a pé, belo passeio pela ecopista sempre junto ao rio. Este alojamento é sem sombra de dúvida um dos melhores negócios preço-qualidade que vai encontrar na Régua pois tem quartos espaçosos, com wc, pequeno- almoço e uma piscina fabulosa (coisa rara na Régua, especialmente dentro desta gama de preços). O alojamento é fabuloso e só não vale a pena ficar aqui se estiver esgotado, por isso, marque rápido. Pode marcar o alojamento da Casa do Salgueiral Douro  no Booking mas, já sabe, despache-se!

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua
Ver esta publicação no Instagram

VIAGEM PELA GEOGRAFIA DE PORTUGAL – DIA 40 – RÉGUA 🇵🇹 . . 🇵🇹 Chegar à Régua e ser recebido com mais de 40°c é coisa de campeão! Atiram-nos logo ao tapete, perdão, piscina! 😜 Tivemos que adiar a nossa visita ao Douro Vinhateiro um dia. O Douro tem o clima ideal para o vinho mas aqui o Homem pena! Que calorão! 🙅‍♀️🙆‍♂️ . . 🇬🇧 Arriving in Régua and being welcomed with more than 40 ° C is a champion thing! Throw us at the rug, sorry, pool! 😜 We had to postpone our visit to the Douro Wine Region one day. The Douro has the ideal climate for wine but here the Man suffers! What a heat! 🙅‍♀️🙆‍♂️ . . . . . . #portugalcomefeitos #portugal #portugal_a_gramas #portugal_em_fotos #portugalovers #portugaligers #portugalemclicks #portugaldenorteasul #visitportugal #regua #douro #dourovalley #douroriver #dourovinhateiro #dourolovers #dourowine #riodouro #viajarentreviagens #n2 #roadtrip #ontheroad #ontheroadagain #euficoemportugal

Uma publicação partilhada por Carla Mota & Rui Pinto (@viajar_entre_viagens) a

Outras opções de alojamento na Régua são:

O QUE VER E FAZER QUANDO VISITAR A RÉGUA

O QUE VER E FAZER QUANDO VISITAR A RÉGUA


1. Visitar uma Quinta no Douro

QUINTA DO VALLADO: Esta foi a visita mais completa e profissional que fizemos a uma quinta no Douro. Fomos recebidos por Tomás, um enólogo que nos explicou toda a produção do vinho de mesa da quinta. O Tomás foi incansável e ensinou-nos quase tudo o que podíamos desejar, desde o processo de plantação, poda, vindima da vinha e consequente produção de vinhos. É obrigatório quando visitar a Régua.

Visitamos a quinta, as vinhas, a cave, os lagares, as cubas e, no final, fizemos uma prova de vários vinhos de mesa e do Douro. Os vinhos eram fabulosos e, para quem deseja conhecer como funciona uma quinta do Douro, esta é a melhor opção. A Quinta do Vallado fica na Régua, a cerca de três quilómetros do centro da cidade.

2. Conhecer os miradouros da região quando visitar a Régua

MIRADOURO DE SÃO LEONARDO DE GALAFURA (Régua)

A poucos quilómetros da Régua, num promontório rochoso, jaz uma ermida com vistas deslumbrantes sobre o Douro. Quando aqui chegamos estava o sol a pôr-se e os últimos raios solares transformaram uma paisagem, já de si maravilhosa, numa memória eterna. Saltamos entre rochedos, subimos e descemos blocos, agarrámo-nos ao marco geodésico que assinala a cota de 620m, rimos, sorrimos, beijamos e desfrutamos. Não há muito mais para dizer sobre este miradouro do que Torga escreveu e eternizou. Miguel Torga chamou-lhe “um excesso de natureza” e é isso. Este miradouro é um excesso de natureza mas é também mais, é um excesso de harmonia entre o Homem e a natureza. Hoje, para além da ermida e do excesso de natureza, há no miradouro uma lápide com um excerto do texto de Miguel Torga que não podíamos deixar de replicar: “O Doiro sublimado. O prodígio de uma paisagem que deixa de o ser à força de se desmedir. Não é um panorama que os olhos contemplam: é um excesso de natureza. Socalcos que são passados de homens titânicos a subir as encostas, volumes, cores e modulações que nenhum escultor pintou ou músico podem traduzir, horizontes dilatados para além dos limiares plausíveis de visão. Um universo virginal, como se tivesse acabado de nascer, e já eterno pela harmonia, pela serenidade, pelo silêncio que nem o rio se atreve a quebrar, ora a sumir-se furtivo por detrás dos montes, ora pasmado lá no fundo a reflectir o seu próprio assombro. Um poema geológico. A beleza absoluta”.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua
Ver esta publicação no Instagram

VIAGEM PELA GEOGRAFIA DE PORTUGAL – DIA 40 – DOURO . . 🇵🇹 São Leonardo da Galafura dispensa apresentações. Sobranceira sobre o Douro, Torga chamou-lhe um poema geológico. Do seu topo temos das mais belas vistas sobre o Douro, perdão, sobre Portugal, já que o Douro é uma das mais belas paisagens do nosso país. Se só pudessem eleger o mais belo lugar de Portugal, qual seria? . . 🇬🇧 Leonardo São Leonardo da Galafura needs no introduction. Overlooking the Douro, Torga called it a geological poem. From its top we have the most beautiful views over the Douro, sorry, over Portugal, since the Douro is one of the most beautiful landscapes in our country. If you could only choose the most beautiful place in Portugal, what would it be? . . . . . . #douro #dourovalley #douroriver #dourovinhateiro #dourolovers #dourowine #riodouro #viajarentreviagens #n2 #roadtrip #ontheroad #ontheroadagain #portugal #visitportugal #bbctravel #natgeo #bbcworld #cntraveller #euficoemportugal #cnntravel #djiportugal

Uma publicação partilhada por Carla Mota & Rui Pinto (@viajar_entre_viagens) a

MIRADOURO DE SÃO DOMINGOS (Armamar)

O miradouro de São Domingos, do lado de Armamar é um magnífico miradouro com vistas sobre a Régua e sobre o Douro. Há que cruzar a ponte para a margem esquerda do rio e, depois, subir até à capela de São Domingos, no monte homónimo. As vistas sobre a região não desiludem.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

MIRADOURO DE SANTO ANTÓNIO (Régua)

No alto da Régua, na freguesia de Boavista, o miradouro de Santo António é o mais belo miradouro sobre a Régua. Toda a estrada municipal M601 e M600 para lá chegar é um encanto mas o miradouro é magistral, especialmente ao final do dia.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

3. Fazer a Linha do Douro quando visitar a Régua

A linha do Douro é uma das linhas mais belas de Portugal. Desde a Régua ao Pocinho, a linha segue sempre junto ao rio, às vezes a menos de 10 metros da água. Esta é uma viagem obrigatória para quem quer conhecer o Douro. Pontes de pedra centenárias, vinhas a perder de vista, um rio enfurecido e domado, estações de comboio cobertas de azulejos que nos transportam para as origens. Esta viagem é muito mais do que andar de comboio, é certamente, uma das “best train rides in the world“. Pode ver os horários do comboio aqui.

Pode ver aqui o nosso artigo sobre a viagem no comboio histórico do Douro.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

4. Visitar o Museu do Douro

O Museu do Douro situa-se na cidade de Peso da Régua, e é uma visita obrigatória para todos aqueles interessados em aprender um pouco mais sobre o Douro e os seus vinhos. Localizado num edifício que resulta da reabilitação da emblemática sede da antiga “Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro Vinhateiro”, foi inaugurado a 20 de Dezembro de 2008. O edifício acomodava serviços administrativos da Companhia, um tribunal para tratar dos processos jurídicos, áreas de vinificação e armazenamento de vinho, e ainda alojamento temporário para funcionários e vinicultores. Os aposentos destes ocupavam o terceiro piso do edifício, convertidos hoje em escritórios. No segundo piso, destacava-se o salão nobre, mais tarde a sala de provas, e hoje o Wine Bar. O primeiro piso era destinado ao armazenamento de vinho, e tinha um grande pátio aberto, mais tarde fechado com uma cobertura, e onde hoje se encontra a exposição permanente “Douro, Matéria e Espírito”. Para além de uma Loja, Arquivo, Biblioteca, Sala de Leitura, existe também um Serviço Educativo.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

5. Percorrer estradas panorâmicas

EN 222 – ESTRADA ENTRE O PINHÃO E A RÉGUA

A Estrada Nacional 222 foi considerada, pela AVIS, a World Best Driving Road, a melhor estrada do mundo para se conduzir. Não sabemos se é a melhor, mas sabemos que é uma das melhores. A estrada segue junto à margem direita do Douro, ladeada por vertentes vertiginosas cultivadas por vinha. Ao longo da estrada passa-se pela Quinta do Seixo e outras quintas, mas são as vistas sobre o rio e toda a área vinícola que encanta e não deixa ninguém indiferente.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

EM601 e EM600 – RÉGUA – MESÃO FRIO

As estradas municipais 600 e 601, que levam da Régua a Mesão Frio, têm vistas avassaladoras sobre o Douro, o rio e a área vinícola. São belíssimas estradas para percorrer ao final do dia, em busca dos melhores pôres-do-sol do Douro.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

EM593 – RÉGUA A GALAFURA

Aventure-se a visitar o miradouro de São Leonardo da Galafura fugindo da estrada nacional e indo pela estrada municipal que passa em Presegueda, Poiares, Canelas e depois Galafura. As vistas sobre os campos de vinha são qualquer coisa de fantástico.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

PROCURE AQUI ALOJAMENTO NO DOURO


ONDE COMER QUANDO VISITAR A RÉGUA


CASTAS E PRATOS: O restaurante Castas e Pratos, na Régua, é uma visita obrigatória numa viagem de enoturismo no Douro. O restaurante tem um ambiente deslumbrante, cheio de gente nova, bem disposta, com um excelente atendimento e cozinha. Para quem quer um lugar requintado, com supremacia no atendimento e genuinidade, este é o local. Quando chegamos ao restaurante, o Luís recomendou-nos um menu com vinho ao copo para podermos experimentar os diversos sabores do Douro Vinhateiro. Que óptima sugestão!

Nunca tínhamos experimentado um winebar com menu ao copo e realmente foi uma excelente opção. Começamos por queijo gratinado com abacaxi e mel (uma delícia e que só por si justifica uma viagem à Régua). Se até aqui o menu estava delicioso, daqui para a frente o patamar foi subindo ainda mais. O Luís recomendou-nos um prato de bacalhau em crosta de amêndoa com puré de gambas, acompanhado por Aneto, um vinho branco do Douro. De seguida, leitão confitado com puré de beringela, acompanhado por Quinta do Cidró, um vinho tinto do Douro. De sobremesa, experimentamos triologia de citrinos, com mousse de laranja, gelado de tangerina, espuma de toranja, em base de limão, acompanhado por um bom vinho do Porto.

Esta experiência gastronómica e vinícola foi uma das melhores que tivemos no Douro.  Altamente recomendado.

RESTAURANTE A COMPANHIA (Museu do Douro): Instalado num edifício histórico ligado à produção e comercialização dos vinhos do Douro, e que agora alberga o Museu do Douro, o restaurante “A Companhia” foi a nossa escolha para o almoço de Sábado na Régua. A cidade estava cheia de visitantes que acorriam ao evento do dia seguinte, a Meia Maratona do Douro Vinhateiro, intitulada “A mais bela corrida do mundo”. Os terrenos à volta do Museu do Douro estavam ocupados pela organização do evento e por equipas de televisão. O Sr. Guilhermino recebeu-nos com simpatia e explicou-nos que, uma vez que estavam à espera de uma grande afluência, tinham optado naqueles dias por um menu de buffet, ao contrário do habitual, à carta.

Apesar de inserido num edifício histórico, paredes meias com o Museu do Douro, o restaurante alia à tradição um ar de modernidade e conforto. “A Companhia” tem ainda a vantagem de se poder comer em três espaços diferentes: no restaurante, no wine bar e, durante a época, na esplanada inserida nos jardins do Museu e com vista para o rio Douro. Quando aí almoçámos, o tempo estava algo instável, por isso a esplanada não estava aberta, e como era hora de almoço, o wine bar também ainda não tinha aberto.

Depois de umas entradas fabulosas compostas de diversas saladas, azeitonas, pão (muito saboroso), queijos e alheira, a Carla decidiu-se pela costeleta grelhada, acompanhada de salada, e o Rui escolheu o bacalhau com natas. Tudo regado com vinho tinto Claustru’s. À sobremesa optámos pelas clássicas mousse de chocolate (divinal) e baba de camelo, com uma textura cremosa e deliciosa. O restaurante “A Companhia” recebeu-nos de braços abertos, e ficou a vontade de regressarmos, desta vez sem o aparato de corridas e transmissões televisivas, de modo a desfrutarmos da esplanada e do wine bar.

RESTAURANTE GATO PRETO

Na Régua experimentamos o restaurante Gato Preto, um restaurante simples com menu regional e acessível. O Sr. Dinis recebeu-nos super bem. Recomendou-nos um belo vinho do Douro, da Quinta do Vallado, para acompanhar o jantar. O vinho era muito bom mas a comida não ficava nada atrás. De entrada, uma alheira grelhada, acompanhada com azeitonas fez as nossas delicias. Lá fora chovia, e a Régua estava com pouco movimento, mas no Gato Preto a noite estava animada.

O Sr. Dinis recomendou-nos uma bela espetada de porco preto com ananás e costela de vitela. Os pratos estavam deliciosos e não desiludiram nem por um minuto. A batata frita caseirinha é fantástica. De sobremesa resolvemos experimentar a crista de galo com gelado, um doce típico da região, e crumblede maça com gelado. Apesar da distância de regresso a Ribadouro, o jantar valeu bem a pena. Este é o lugar ideal para um almoço ou jantar durante uma visita ao Douro Vinhateiro na região da Régua.

O Gato Preto tem também um Wine Bar perto da estação, perto do Castas e Pratos, também muito giro para tapas, acompanhadas de um bom vinho. É uma excelente opção preço-qualidade quando visitar a Régua.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

UMA PROPOSTA PARA UM ROTEIRO DE 3 DIAS PARA VISITAR A RÉGUA E O DOURO


PRIMEIRO DIA: Explore a região da Régua com uma visita ao Museu do Douro, seguido de um almoço no restaurante A Companhia que funciona no espaço do museu. Da parte da tarde, visite a Quinta do Vallado e faça uma prova de vinhos do Douro e do Porto. De seguida suba em direcção ao miradouro de São Leonardo de Galafuna e contemple o final do dia sobre o Douro. Termine o dia no restaurante Castas e Pratos, na Régua, uma das melhores experiências de enoturismo que poderá ter. Experimente um menu de degustação com vinho ao copo e viaje nos sabores e paladares do Douro Vinhateiro.

SEGUNDO DIA: Neste dia no Douro Vinhateiro, comece por fazer a Linha do Douro, a viagem de comboio até ao Pocinho (ida e volta). Da Régua ao Pocinho a viagem demora uma hora e meia para cada lado (pode ir e vir no mesmo comboio mas pode levar um piquenique e fazer um almoço junto ao Douro no Pocinho).

TERCEIRO DIA: Explore a região do Douro até ao Pinhão, fazendo a N222, uma bela estrada panorâmica que liga a Régua ao Pinhão. Pode aproveitar o dia para explorar um bocadinho a bela região do Pinhão, nomeadamente visitar a Quinta do Seixo, na estrada N222. Visitar a Régua será mesmo maravilhoso.

VISITAR A RÉGUA | As melhores dicas para conhecer o Douro Vinhateiro na região da Régua

SEGURO DE VIAGEM IATI PARA ESCAPADINHAS EM PORTUGAL (cobre Covid-19)

A IATI tem um seguro que é especial para viagens dentro de Portugal. Este novo seguro cobre actividades como cicloturismo, trilhos, roadtrips, autocaravana, campers. O cancelamento da viagem por conta do Covid-19 não está coberto por se tratar de uma pandemia, mas todos os seguros da IATI cobrem tratamento por contágio por coronavírus e essa informação consta no certificado da apólice, já que alguns países pedem um seguro obrigatório com esta cobertura.  Podes fazer o teu seguro IATI ESCAPADINHAS aqui!

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

QUE EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO USAMOS

Esta é provavelmente uma das perguntas que mais recebemos. A resposta é simples e está aqui. Desde drone, câmaras fotográficas, computadores, etc. Tudo o que vai na nossa bagagem está aqui.

  DSLR Camera free icon Máquinas fotográficas e drones sinal de símbolo de ícone de computador - Download Vetores Gratis ...Computador e gadgets

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão TRANSFERWISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão. . Este blogue contém links de programas de afiliados.

14 Comentários

  1. Passo muitas vezes na Régua, mas raramente paro. Das últimas vezes tive bastante dificuldade em comer bem, por causa de não comer carne. Adorei o turismo rural

    1. Carla Mota diz: Responder

      Tens que lhe dar uma oportunidade. A Régua, enquanto cidade, não é a mais bela de Portugal mas nunca comi mal lá. 😉 E o contexto geográfico é maravilhoso.

  2. Sil Mendes diz: Responder

    Não conhecia essa região e já quero Visitar a Régua . Adorei todas as suas dicas e as fotos ficaram lindas. Preciso conhecer melhor Portugal .

    1. Carla Mota diz: Responder

      A Régua é o coração da região vinícola do Douro. Vale mesmo a pena visitar com tempo. Prometo que se apaixona.

  3. MARCELA diz: Responder

    AMEI SUAS DICAS PARA CONHECER A RÉGUA! PRECISO MUITO VISITAR MAIS CIDADES DE PORTUGAL, SÃO TANTAS ATRAÇÕES INCRÍVEIS 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, vai adorar visitar a Régua.

  4. Acho que vou parar de ler seu blog até a pandemia acabar! 😂 eu já AMO Portugal tendo conhecido poucas cidades e cada vez que venho aqui tem mais e mais cidades maravilhosas para visitar. Coloquei visitar Régua na minha lista de desejos com certeza 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Agora você me fez rir, Victoria. 😀 Confesso que é desleal mesmo. 😀 Mas a parte boa é que vais ter lugares incríveis novos para descobrir e garanto que a Régua vale bem a pena.

  5. Sempre tive curiosidade de conhecer a região do Douro e achei o seu post fantástico. Já guardei algumas dicas como: hospedagem em Regua e usar a Linha do Douro.

    1. Muito bom esse artigo sobre visitar Régua! Que cidade maravilhosa. Adorei a dica de não se prender a nenhuma época do ano já que a região é linda sempre.

      1. Carla Mota diz: Responder

        Sim, é verdade! O Douro é maravilhoso. Nós temos uma altura que amamos ainda mais, é quando as vinhas estão vermelhas, no pico do Outono, mas não conta para ninguém. 😉

    2. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pela confiança, Danielle. Aposto que vais adorar visitar a Régua e o Douro.

  6. Murilo Pagani diz: Responder

    Que linda essa regão do Douro Vinhateiro!
    Para quem tem mais do que três dias para roteiro, vale a pena passar mais algumas noites em Régua ou é melhor dividir a estadia!

    Obrigado!

    1. Carla Mota diz: Responder

      O ideal, para explorar bem a zona é mesmo dividir a estadia. Eu diria Régua e Pinhão. São os lugares mais icónicos e melhores para explorar todo o Douro Vinhateiro.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.