FRECHA DA MIZARELA | Um trilho de aventura na Serra da Freita

FRECHA DA MIZARELA | Um trilho de aventura na Serra da Freita

Já ouviu falar na Frecha da Mizarela? Se tivéssemos que escolher apenas um percurso pedestre que simbolize a essência da Serra da Freita, esse percurso seria o da Frecha da Mizarela, uma cascata alimentada pelas águas do rio Caima, apresentando uma altura que ronda os 75 metros, e que é a queda de água mais alta da Europa, fora da Escandinávia e dos Alpes.

Trilho da FRECHA DA MIZARELA (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) | Portugal

.

Englobado nos percursos do Geoparque de Arouca, o Trilho da Frecha da Mizarela tem a designação de PR7, “Nas escarpas da Mizarela”, é uma caminhada circular, de 8 km de distância, com início no Parque de Campismo do Merujal. É também possível iniciar o Trilho da Frecha da Mizarela junto do miradouro da Frecha da Mizarela, mas junto do parque há mais lugares para estacionar o carro. O nível de dificuldade do Trilho da Frecha da Mizarela é alto, uma vez que o desnível envolvido é considerável.

Se gosta de explorar as melhores Serras de Portugal temos alguns artigos que vai gostar de descobrir:

  • Serra da Lousã – Um artigo cheio de dicas maravilhosas para explorar a Serra da Lousã, com roteiro dia-à-dia para um fim de semana prolongado.
  • Serra do Montesinho – Um artigo cheio de dicas maravilhosas para uma bela escapadinha pelo norte de Portugal bem próximo de Bragança.
  • Serras de Aire e Candeeiros – Um artigo com um roteiro maravilhoso para explorar as paisagens calcárias de Portugal.
  • Visitar a Serra do Gerês – Um artigo com as melhores dicas para visitar o Gerês e a serra, com dicas para trilhos, piscinas naturais, restaurantes e alojamentos.
  • Serra da Freita – Um artigo com as melhores dicas para visitar e aproveitar a maravilhosa Serra da Freita, no centro de Portugal.
  • Serra do Açor – Um artigo com um roteiro e dicas para visitar a Serra do Açor em 2 ou 4 dias.
  • Serra do Alvão – Um artigo sobre a Serra do Alvão e as maravilhas deste território.
Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

O TRILHO DA FRECHA DA MIZARELA


Do Parque de Campismo à aldeia da Mizarela, pertencente à freguesia de Albergaria da Serra, o percurso pelo Trilho da Frecha da Mizarela é fácil e rápido. Pare para ver uma pedra lapidar que encontra pelo caminho. Na aldeia, pode comprar-se água e comida, se necessário para chegar à Frecha da Mizarela. Ali, é obrigatório tirar uma foto no miradouro, por onde o Trilho da Frecha da Mizarela passa.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

A seguir, depois do troço de estrada asfaltada, o Trilho da Frecha da Mizarela recomeça com uma descida acentuada e é preciso ter cuidado para não se enganar, mantendo-se sempre o mais junto à encosta, à direita de quem desce. Nós enganámo-nos, e descemos até ao fundo da Frecha da Mizarela, indo ter a umas piócas, ou piscinas naturais, onde se pode tomar banho. Se notar que o percurso da Frecha da Mizarela segue por aquilo que foi (ou é) uma linha de água, não continue. Mas este detour do Trilho da Frecha da Mizarela acabou por ser frutuoso, uma vez que ficamos a conhecer as piscinas, e tivemos uma visão privilegiada da cascata da Frecha da Mizarela vista de baixo. Mas a seguir, tivemos de transpirar para regressar ao trilho da Frecha da Mizarela original, pois a subida é acentuada (esta parte será pouco aconselhável no Inverno pois torna-se perigosa devido ao gelo e água que tornam as rochas muito escorregadias).

NOTA – Vale a pena este desvio no Trilho da Frecha da Mizarela, mas conte com uma hora de desvio (ida e volta), sem contar com o tempo de permanência nas piscinas.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

De volta ao Trilho da Frecha da Mizarela, descemos em direcção à aldeia da Ribeira, e as vistas sobre a Frecha da Mizarela são maravilhosas, mas o caminho segue pela encostas abruptas e é necessário ter muito cuidado e, para quem tem vertigens, não olhar para o declive (embora a vegetação tape quase sempre a visão integral do desnível).

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

Esta secção do Trilho da Frecha da Mizarela tem as mais belas vistas da Frecha da Mizarela.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

Embora o percurso do Trilho da Frecha da Mizarela possa ser feito tecnicamente durante todo o ano, não aconselhamos a que seja feito durante o Inverno, pois esta parte da serra fica sujeita a baixas temperaturas e condições meteorológicas imprevisíveis, com queda de neve e formação de gelo, assim como de nevoeiro, o que pode dificultar em muito a orientação e pôr em causa a segurança dos caminhantes. Nos sectores mais complicados do trilho da Frecha da Mizarela existem correntes presas que ajudam a segurança.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

Chegando à aldeia da Ribeira, um pequeno núcleo de casas e que parece ainda ter habitantes (embora não tenhamos visto nenhum), estamos mais ou menos a meio do percurso do Trilho da Frecha da Mizarela. Ali parámos para almoçar junto à ribeira, num ambiente muito agradável e refrescante. A partir daí, é sempre a subir até à Frecha da Mizarela!

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

Uma subida gradual, com algumas partes mais acentuadas, que exige um ritmo certo, sem esforços desnecessários, e algumas pausas para recuperar o fôlego e beber água. Algures na subida, voltam a existir correntes para auxiliar os caminhantes no Trilho da Frecha da Mizarela. Quase no cimo da encosta, atravessámos uma pequena ponte de madeira, frente à Cascata da Ribeira da Castanheira. Dali já se via a aldeia da Mizarela, e se tinha uma visão integral da serra.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

Mais acima, o Trilho da Frecha da Mizarela passa por terreno com menos vegetação, por onde passa um filão de quartzo e onde se pode observar belos espécimes desta rocha esbranquiçada brilhando ao sol, e de onde se tem um panorama do vale, sendo que a visão, num dia claro, se estende até à Ria de Aveiro e, mais ao fundo, o Oceano Atlântico!

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

A partir dali, o desnível do Trilho da Frecha da Mizarela é pouco acentuado, e vamo-nos aproximando da aldeia da Mizarela e da zona do Parque de Merendas da Frecha da Mizarela. Passa-se por novas correntes antes de alcançar o rio e a aldeia da Mizarela.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Ali também fizemos um pequeno desvio no Trilho da Frecha da Mizarela, para tentar ver a cascata da Frecha da Mizarela de cima, mas não se consegue. Voltando para trás, atravessámos o rio Caima saltando por cima de pedras e descansamos nas margens, antes de voltar ao Parque de Campismo.

NOTA – Ao todo, contando com os desvios, o nosso percurso na Frecha da Mizarela demorou cerca de 5 horas e, apesar de cansados, estávamos plenamente satisfeitos com a visão que tínhamos tido da Frecha da Mizarela, com o contacto com a aldeia, e com a nossa exploração da belíssima Serra da Freita. É definitivamente um dos percursos pedestres mais bonitos de Portugal.

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

Trilho da Frecha da Mizarela (PR7) na Serra da Freita | Portugal

.

Estas são excelentes opções de alojamento para visitar a região:


  • Se pretende explorar bem a Serra da Freita veja aqui as nossas dicas.
  • Se está a pensar fazer os Passadiços do Paiva não perca este nosso post.
  • Se procura em lugar encantado na Serra da Freita visite a aldeia de Drave.

Se procura trilhos em Portugal, pode ter interesse nos vários trilhos que nós temos explicados aqui no blogue:

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

DSLR Camera free icon  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão TRANSFERWISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão. . Este blogue contém links de programas de afiliados.

13 Comentários

  1. Sarah Cordeiro diz: Responder

    Fiz o percurso este fim de semana (mas sem o desvio inicial) e achei-o muito bonito mas muito perigoso e com um grau de dificuldade muito elevado! Acho o PR7 deveria mesmo incluir esse desvio porque parece ser a parte mais bonita do trilho, uma vez que só andamos á volta da cascata mas nunca chegamos perto da mesma. Depois do miradouro, quando saímos da estrada de alcatrão aí é que a coisa fica perigosa, um pé em falso e pode ser (quase) fatal.. mas vale a pena, mas não é para todos ! parabéns continuem com esses posts para nos dar a conhecer mais um bocadinho do nosso Portugal 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Sarah. A Frecha da Mizarela é linda mesmo e vale a pena. Concordo, o grau de dificuldade é bastante razoável.

  2. José diz: Responder

    Boa tarde!
    Obrigado pelo vosso report. Fotos fantásticas!
    Gostaria muito de encontrar as piocas onde foram parar (farei a caminhada no 10 de Junho). Pela vossa descrição, parece ser mesmo “na base” da cascata, perto das coordenadas
    40°51’43.5″N 8°17’02.4″W . Quando visto por satélite no Google MAPS, logo após ao desvio da estrada parece haver um bosque que desce para Este em direcção ao rio, que em si mesmo é um desvio ao PR7.
    Agradeço a ajuda!
    Cumprimentos

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, é isso mesmo. na descida por baixo do miradouro.

  3. Rita J diz: Responder

    Olá! Estou muito interessada neste trilho. E gostei muito de ler a descrição do pequeno desvio/engano no percurso que vos levou a conhecer as piscinas naturais! Por acaso não me conseguem dar as coordenadas desse sitio? Quero lá ir amanhã! 🙂 obrigada pelo post. Parabens pelo blog

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não tenho as coordenadas mas basta descer o trilho até ao fundo. 😉

  4. Dário Ribeiro diz: Responder

    Olá. Parabéns pelo blog, trabalho fantástico.
    Tenho uma dúvida quanto a este trilho. Como é costume, a minha equipa de caminhada é composta por mim, pela minha namorada, e 2 cadelas!!!
    As cadelas estão habituadíssimas a caminhadas mas tenho sempre receio nestes percursos.
    Será razoável ou arriscado levá-la?
    Obrigado.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Depende das cadelas. Tive uma lavradora que faria este trilho sem problema. 😀

  5. Rita Salomé diz: Responder

    Boa tarde, achei o post bastante interessante, estou a pensar visitar em breve. Gostaria de saber se o caminho até fechar à cascata é muito difícil, pois vou levar comigo uma criança de 11 anos!
    Obrigada e parabéns!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Acho um bocado puxado, mas depende sempre da experiência da criança. Se estiver habituada a caminhar e a subir pode ser exequível.

      1. Rita Salomé diz: Responder

        Obrigada! A criança já fez os Passadiços do Paiva com cerca de 9 anos

        1. Rui Pinto diz: Responder

          Boa!

        2. Rui Pinto diz: Responder

          Mas é muito mais difícil…

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.