POÇO AZUL NO GERÊS [2024] – Como visitar desde o Arado 8km

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Visitar o Poço Azul no Gerês não é fácil nem rápido mas, talvez por isso, valha tanto a pena. No entanto, desengane-se se acha que vai ter o Poço Azul no Gerês só para si. Dificilmente isso acontecerá, a não ser que vá muito cedo para o Poço Azul no Gerês. Não se esqueça que está no PNPG quando Poço Azul no Gerês.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Veja o vídeo da aventura para chegar ao Poço Azul na Serra do Gerês e prepare-se para o que vai encontrar no Poço Azul no Gerês.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Dicas simples para visitar o Poço Azul no Gerês e não apanhar uma desilusão

  • Comece a caminhar cedo no Poço Azul. Como demora duas horas a chegar ao Poço Azul no Gerês, se chegar depois das 11h o lugar já terá gente. O ideal para conseguir visitar o Poço Azul no Gerês sem ninguém é começar a caminhar antes das 8h da manhã, no máximo 9h.
  • O Poço Azul no Gerês com mais de 10 pessoas já está cheio de gente e tem a sensação que está num lugar lotado, sem ter onde colocar a toalha ou conseguir aproveitar.
  • Procure visitar o Poço Azul no Gerês durante a semana pois aos finais de semana o Poço Azul no Gerês estará cheio de gente.
  • Leve merenda para o almoço para o Poço Azul porque ida e volta pelo trilho demora 4 horas (duas horas para cada lado). Vai precisar de algum tempo para desfrutar do Poço Azul no Gerês por isso considere sempre 5 horas para visitar Poço Azul no Gerês.
  • O trilho completo para chegar ao Poço Azul, ida e volta das Cascatas do Arado, tem 8 km. Pode, no entanto, fazer um trilho mais longo e mais bonito ainda se seguir a nossa dica extra no final.

Veja este nosso artigo no blogue sobre os Melhores Trilhos do Algarve

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

COMO CHEGAR AO POÇO AZUL NO GERÊS

Visitar o Poço Azul no Gerês não é fácil mas, se usar as nossas dicas, passo a passo, vai ter direitinho ao Poço Azul no Gerês sem necessitar de se perder ou de usar o gps. Para visitar o Poço Azul a maioria das pessoas usa a APP do Maps.me e vai lá ter (às vezes), contudo, dá uma volta maior e demora cerca de três horas para cada lado para chegar ao Poço Azul no Gerês.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Ver esta publicação no Instagram

VIAGEM PELA GEOGRAFIA DE PORTUGAL – DIA 31 – SERRA DO GERÊS 🇵🇹 . 🇵🇹 Chamam-lhe Poço Azul embora ele seja mais verde do que azul. Quando o vemos do solo todo ele é verde esmeralda. Só quando mergulhamos nas suas águas translúcidas as águas parecem da cor do céu. O Gerês está cheio de cascatas e piscinas naturais, basta caminhar um bocadinho para as encontrar. Umas mais famosas do que outras mas não precisamos de nos apinhar tofos nas mesmas. Visitar a Serra do Gerês é entrar num reduto da natureza, um lugar onde o sagrado e o profano se cruzam. A natureza em estado bruto e a beleza pura. É como pedir autorização aos deuses para entrar. Uma vez lá dentro, é preciso apreciar, observar, interpretar, aprender e respeitar. Visitar a Serra do Gerês não é fácil nem é para todos pois é preciso caminhar, há desafios e consome muito tempo. Mas talvez por isso seja tão bom. E é por isso que #euficoemportugal e desbravo o território. Portugal é grande e não precisamos de ir todos para os mesmos locais. Caminhemos mais. Exploremos mais. O mundo é da cor dos nossos olhos, e o nosso mundo deve ser sempre colorido. . . 🇬🇧 They call it Poço Azul although it is greener than blue. When we see it from the ground it is all emerald green. Only when we dive into its translucent waters do the waters appear the color of the sky. Gerês is full of waterfalls and natural pools, just a little walk to find them. Some are more famous than others. To visit Gerês is to enter a stronghold of nature, a place where the sacred and the profane intersect. Raw nature and pure beauty. It is like asking the gods for permission to enter. Once inside, you have to appreciate, observe, interpret, learn and respect. Visiting Gerês is not easy nor is it for everyone as it is necessary to walk, there are challenges and it is very time consuming. But maybe that’s why it’s so good. And that is why #euficoemportugal and open up the territory. Portugal is big and we don’t need to all go to the same places. Let’s walk more. Let’s explore more. The world is the color of our eyes, and our world must always be colorful. . . . #visitportugal #pnpg #gerês #geresnationalpark #geresportugal

Uma publicação partilhada por Carla Mota & Rui Pinto (@viajar_entre_viagens) a

Para visitar o Poço Azul no Gerês deve seguir os seguinte passos

  1. Leve o seu carro até ao Miradouro das Rocas quando for ao Poço Azul no Gerês. Aí pode estacionar e deixar o carro no alcatrão. Se tem confiança e carro ligeiro que não seja muito baixo, pode levar o carro pela estrada de terra batida até às cascatas do Arado ou até ao parque seguinte. Nós levamos o nosso carro para lá das cascatas do Arado, são cerca de 400 metros à frente. Os carros ligeiros passam bem, basta ter algum cuidado e fica mais perto.
  2. Independentemente do local onde deixar o carro vai ter que caminhar para chegar ao Poço Azul no Gerês. Se deixar o carro no Miradouro das Rocas terá que fazer o estradão passando pela Cascata do Arado e subir até ao parque de terra batida a pé. É cerca de 1,2 km até lá. Se levar o carro para cima poupa quase 2,5 km de trajecto (ida e volta) para chegar ao Poço Azul no Gerês.
  3. Depois do parque de terra batida há que seguir o estradão que sobe montanha acima para chegar ao Poço Azul no Gerês. Esta parte do trilho está marcada com sinais vermelhos e amarelos porque coincide com o PR14.
  4. Para chegar ao Poço Azul no Gerês vai passar pela Fonte das Letras e deve continuar.
  5. Um pouco mais à frente, cerca de 1 km, vai encontrar uma bifurcação. Aí a marcação do trilho não se vê muito bem mas tem que virar à direita, ou seja, descer para o Poço Azul. Quando começar a descer já verá a marca.
  6. Vai descer um bocado, cerca de 400 m, e vai passar o Curral e Fonte da Malhadoura. Pode abastecer aí de água para levar para o Poço Azul no Gerês.
  7. Continuará a seguir o estradão de terra batida por mais cerca de 1 km e irá encontrar o Curral dos Portos, do lado esquerdo, e um campo agrícola murado, do lado direito. Deve continuar em frente para o Poço Azul.
  8. Continue em frente até encontrar um cruzamento que tem uma grande placa a dizer “Tribela“. Nesta placa vai ter que virar à esquerda para ir para o Poço Azul no Gerês.
  9. Depois de virar à esquerda vai passar em frente à casa do Doutor (vai ver o portão do lado direito).
  10. A partir daí já não existem marcas vermelhas e amarelas mas existem outras. Nos próximos metros pode seguir as marcações brancas e vermelhas (as marcações das Grande Rota – GR50). Siga sempre essas marcações e faça um pouco do trilho do Pastor.
  11. Vai descer até ao rio Conho, cruzar a ponte das Servas e depois subir até ao estradão (a subida tem cerca de 50 metros).
  12. Quando chegar ao estradão vai ter que virar à esquerda para o Poço Azul no Gerês e caminhar no estradão cerca de 100 metros.
  13. Logo na primeira curva, há uma mariola pequena e tem que virar à esquerda por um trilho estreito para chegar ao Poço Azul no Gerês. Este é o local onde se poderá enganar e passar com alguma facilidade. Esteja atento, se chegar ao Curral do Pinhõ (cercado por uma vedação do lado direito) já passou o corte certo. Deve regressar cerca de 100 metros abaixo e vindo de cima, agora, virar à direita.
  14. Siga o trilho sempre pela margem direita do rio Conho por cerca de 1 km para chegar ao Poço Azul no Gerês. O trilho está sempre bem visível e com mariolas (conjunto de pedras equilibradas umas em cima das outras para orientarem os pastores e caminhantes nas serras).
  15. Cerca de 200 metros antes do Poço Azul vai cruzar o rio Conho e logo à frente vai chegar a uma cabana pequena, a Cabana do Poço Azul do Gerês. Não suba à cabana porque o trilho segue por baixo, quase junto ao rio.
  16. Cerca de 100 metros à frente chegará ao Poço Azul.
  17. Para regressar do Poço Azul no Gerês tem que fazer o trilho inverso para trás, usando agora as dicas no sentido contrário. Mas, o melhor, é mesmo seguir as nossas dicas extra para visitar o Poço Azul. Vai usufruir muito mais.
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

PERCURSO PELO TRILHO PARA VISITAR O POÇO AZUL NO GERÊS

O percurso para visitar o Poço Azul é muito bonito e pode ser usado para visitar outras coisas no caminho, aliás, essa é a melhor forma de usufruir do trilho e do Poço Azul no Gerês.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

O que poderá ver pelo caminho quando visitar o Poço Azul no Gerês

Visitar o currais do Gerês

Os currais do Gerês são abrigos dos pastores, usados quando estes ficavam retidos na serra e tinham que procurar abrigo durante a noite. Estão geralmente fechados mas podem ser abertos em caso de urgência para pernoita. São bons para para quando visitar o Poço Azul no Gerês descansar.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Visitar as fontes do Gerês

As fontes do Gerês são muito comuns e destinam-se a prestar ajuda aos pastores para eles recolherem água na serra. As águas dos ribeiros podem conter nitratos devido às fezes dos animais e as águas das fontes são tendencialmente mais limpas pois usam filtros naturais como as gramíneas e as areias graníticas como “filtro”. São boas para recolher água quando caminhar na Serra do Gerês e for ao Poço Azul no Gerês.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Visitar a Cascata do Arado

A Cascata do Arado é um dos ex-libris do Gerês e pode ser visitada ao mesmo tempo que o Poço Azul no Gerês. Recomendamos que o faça apenas no regresso já que esta terá sempre gente mas é mais fácil de fugir das multidões do que no Poço Azul do Gerês.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Visitar o Miradouro das Rocas

O miradouro das Rocas é o começo deste trilho para o Poço Azul no Gerês e para muitas pessoas, por isso, é obrigatório visitá-lo também. Subir ao topo do miradouro exige flexibilidade e algumas destreza física mas vale a pena pois demora apenas cerca de 5 minutos. A vista sobre o vale do rio Arado e sobre a Serra do Gerês e a Serra da Cabreira é impressionante.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

DICA EXTRA PARA APROVEITAR AO MÁXIMO O DIA EM QUE VISITAR O POÇO AZUL NO GERÊS – Para tirar o melhor partido deste dia no Poço Azul o ideal é não regressar pelo mesmo caminho. Aconselhamos vivamente que no regresso do Poço Azul, uma vez na Tribela, siga em frente e faça parte do trilho GR50 que leva até à aldeia da Ermida. O trilho é sempre a descer até à aldeia e passa pela Cascata da Rajada, também no rio Arado, e pelos miradouros das Silhas. O trilho tem cerca de 3,5 km entre a Tribela e a Ermida e está sempre bem marcado por marcações vermelhas e brancas e mariolas. É um trilho exigente e com paisagens vertiginosas mas uma excelente aventura. Uma vez na aldeia da Ermida basta seguir as marcas do GR50 até ao Miradouro das Rocas ou as marcas do PR14 até ao mesmo miradouro. O Trilho do PR14 é mais bonito. Tanto por um como por outro, são cerca de 3,5 km entre a Ermida e o miradouro das Rocas. Depois é só caminhar até às Cascatas do Arado e terminar lá o dia. Este percurso alternativo de regresso tem cerca de 7 km ao contrário do regresso normal que depois da Tribela tem cerca de 3 km. Como o regresso do Poço Azul no Gerês até Tribela demora cerca de 1 hora, o regresso à Cascata do Arado pelo mesmo caminho é mais uma hora. Pelo trilho alternativo, depois de Tribela será mais duas horas ou duas horas e meia (se parar para um mergulho na Cascata da Rajada).

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

ONDE DORMIR PARA VISITAR O POÇO AZUL NO GERÊS

A vila de Termas do Gerês é a localidade mais central na região do Gerês, e é quase inevitável ficar ali alojado quando visitar Poço Azul, pois permite-lhe estar perto de muitos lugares de interesse e do início de vários trilhos. Há várias opções possíveis, todas de boa qualidade.

Nós ficámos alojados no Gerês Village Apartment, um apartamento T2 pertencente ao Grupo Pousadela (responsável pelos aldeamentos Pousadela Village e Casas da Encosta de Louredo, também na região do Gerês), mesmo no centro da vila, enorme, moderno e com muito conforto. E quanto à localização, mais central era impossível!

Pode reservar aqui a sua estadia no Gerês Village Apartment.

Mas há outras excelentes opções na vila das Termas do Gerês. Pode escolher entre:

Ficar alojado na aldeia de Ermida, perto da Cascata do Arado, é também uma boa opção quando fizer o trilho PR 14 ou o trilho do Poço Azul no Gerês. Só há, no entanto, uma opção (mas com excelente cotação), que é a Casa Baranda.

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

SEGURO DE VIAGEM IATI PARA ESCAPADINHAS EM PORTUGAL (cobre Covid-19)

A IATI tem um seguro que é especial para viagens dentro de Portugal e ideal para fazer o Poço Azul. Este novo seguro cobre actividades como cicloturismo, trilhos, roadtrips, autocaravana, campers. O cancelamento da viagem por conta do Covid-19 não está coberto por se tratar de uma pandemia, mas todos os seguros da IATI cobrem tratamento por contágio por coronavírus e essa informação consta no certificado da apólice, já que alguns países pedem um seguro obrigatório com esta cobertura.  Podes fazer o teu seguro IATI ESCAPADINHAS aqui!

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Veja os nossos artigos sobre a Serra do Gerês:

Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)
Como VISITAR O POÇO AZUL no Gerês | Trilho do Miradouro das Rocas e Cascatas do Arado até ao Poço Azul, passo a passo (8 km)

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

20 Comentários

  1. André diz: Responder

    Queria aqui deixar aqui os parabens ao vosso blog, sempre muito completo e bem escrito.
    No ano passado eu baseei-me num blog vosso sobre Malta para planear as nossas ferias de verão. Curiosamente, nestes ultimos dias a minha companheira passou uns dias no Gerês e partilhou comigo este blog como uma dica de uma lagoa porreira para explorar da proxima vez e eu lembrei-me do vosso blog da investigação para Malta 🙂

    Continuem o excelente trabalho, de certeza que irei usar a vossa experiência e dicas em futuras viagens 🙂

  2. Francisca Holzer diz: Responder

    Muito obrigada pela sua informação.
    Foi clara e muito fácil chegar ao poço azul.
    Fez as delícias dos meus filhos.
    Ainda estou atordoada com tamanha beleza.

  3. Vitoria diz: Responder

    Boa tarde! Muito obrigada pelo seu artigo.
    Tenho uma questão que me tem deixado com algum receio para ir visitar o Poço Azul. É legal visitarmos o poço? Alertaram-me que existem caminhos por onde não podemos ir, sob risco de levarmos multa de cerca de 1000€

    1. Carla Mota diz: Responder

      É legal sim, o trilho está numa zona de acesso livre no parque nacional.

  4. Kevin diz: Responder

    Muito obrigado!!! Sem as instruções não chegaria lá! 10/10

    1. Carla Mota diz: Responder

      Muito obrigada

  5. Puedo acampar en Poço Azul?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não. Não é permitido acampar nem pernoitar no Parque Natural da Peneda Gerês.

    2. Miguel e Marta diz: Responder

      Muito obrigado pelas preciosas dicas que nos ajudaram a chegar a este pequeno paraíso.

      1. Carla Mota diz: Responder

        Ainda bem, Miguel! Boa viagem! bjinhos

  6. Beatriz Lapa diz: Responder

    Parabéns e obrigada pelas indicações! Foram muito claras e assim foi fácil de chegar ao local sem enganos. Sítio muito bom!!
    Obrigada mais uma vez,
    Beatriz Lapa

    1. Carla Mota diz: Responder

      Muito obrigada, Beatriz. A ideia é mesmo que o pessoal não se perca porque as apps e o gps não são mesmo uma boa opção para andar pelo Gerês.

      1. Simone Moura diz: Responder

        Bom dia, Carla.
        Muito obrigada por este artigo. Ajudou imenso. O passo a passo está perfeito. Eu e uma amiga estivemos no Poço Azul em 25/08 e seguimos sua orientação. Fizemos o trilho tranquilamente, e na volta foi comum encontrar quem tivesse se perdido e nós indicavamos este artigo para a próxima vez.
        O local é realmente maravilhoso e vale a pena a caminhada.
        Sou de uma região do Brasil de muitas cascatas e fazia tempo que ansiava conhecer lugares assim em Portugal. Obrigada pela ajuda.

        1. Carla Mota diz: Responder

          Muito obrigada, Simone. Ainda bem que fomos úteis. Tão bom ver que estamos ajudando.

  7. Hugo diz: Responder

    Boa tarde
    Têm o track do trilho com volta pela Ermida?
    Obrigado
    Hugo

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não temos, lamento.

  8. PWinter diz: Responder

    Alô. Antes de mais obrigado pelas dicas, espero que tenham aproveitado bem. Estarei por o Gerês de férias. Já tinha “controlado” o Poço Azul. Tenho uma jovem preguiça de 10 anos habituado a fazer 5/10km a caminhar…com alguns resmungos é certo. Depois de ver a vossa opção de regresso pelo PR14 fiquei curioso. Acham que é prático para crianças…minimamente habituadas a “penar”? 😂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Façam antes o regresso pelo GR50 e depois PR14. Sim, vai reclamar mas adorar, aposto.

  9. António Pereira diz: Responder

    Bom artigo. Ressalvo apenas um aspeto. Quanto menos carros a circular em trilhos no Gerês melhor para o manter limpo e protegido. Eu retiraria as indicações para levar o carro o mais próximo do local. Andar no Gerês é a pé!
    António Pereira

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pela sugestão António.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.