Visitar RAMALLAH, uma capital não reconhecida pelo mundo | Palestina

Visitar RAMALLAH, uma capital não reconhecida pelo mundo | Palestina
A nossa primeira incursão na Cisjordânia… Estávamos um pouco ansiosos em saber como correria, como seria do outro lado do Muro. Fomos num autocarro local, de manha cedo, e depressa nos aproximamos do posto de controlo.
No sentido em que íamos, não houve problemas nenhuns, passamos sem parar. A zona fronteiriça tinha um aspecto urbano bastante desagradável e degradante, o que nos fez pensar no pior. No entanto, quando chegamos a Ramallah, vimos que nos encontrávamos numa cidade árabe bem organizada, longe de estar degradada, pelo menos mais do que muitas por onde já passamos! Era bem cedo, e o comercio ainda estava fechado, por isso decidimos ir logo visitar um local que nos interessava: o túmulo de Yasser Arafat, combatente palestiniano e presidente da OLP (Organização para a Libertação da Palestina).
Visitar RAMALLAH, uma capital não reconhecida pelo mundo | Palestina
Em 2005, Yasser Arafat estava mal de saúde e passou meses preso no seu escritório, rodeado pelas forcas israelitas que tinham invadido a cidade. Eventualmente, foi transferido para um hospital em Paris, onde viria a falecer. No local onde passou os seus últimos dias na Palestina encontra-se agora uma Mesquita, com o seu túmulo num edifício ao lado. Penso que hoje, apesar do conflito israelo-palestiniano ainda não ter sido resolvido, Yasser Arafat estaria satisfeito (embora não totalmente, claro…) com alguns dos passos que foram dados. Ramallah é hoje a sede da Autoridade Palestiniana, e e, tal como Belém, Nablus e Jenin, completamente administrada (civil e militarmente) pelos Palestinianos.
A seguir, regressamos ao centro da cidade, onde começava a haver movimento, e onde fizemos um percurso por algumas ruas. Visitamos ainda uma parte mais antiga da cidade, pequena, pois a cidade e de (re)construção recente.
Visitar RAMALLAH, uma capital não reconhecida pelo mundo | Palestina
Visitar RAMALLAH, uma capital não reconhecida pelo mundo | Palestina
Tínhamos de regressar, pois queríamos ir para Belém. Por razoes do controlo rodoviário israelita, tivemos de regressar a Jerusalém e cruzar novamente o Muro. Pouco antes do posto, a maior parte dos ocupantes do autocarro saiu, restando apenas aqueles com passaporte estrangeiro. A nos, apenas foi confirmado o passaporte e o carimbo de entrada no pais. Quanto aos outros, tiveram de passar por outro lado (sujeitos a um controlo mais apertado) e reentraram no autocarro uns metros a frente. Numa das paredes do Muro, podia ver-se um mural pintado, com a face de Yasser Arafat, e no qual se podia ler “Free Palestine”. Desta forma, e de muitas outras, Arafat continua, mesmo depois de morto, a estar presente na luta deste povo pela sua auto-determinação.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.