O apelo do Árctico – Correndo de trenó de cães em Svalbard | Noruega

IMG_2865
Os trenós de cães são um dos modos de transporte mais comuns no Árctico. Desde a Gronelândia, passando pelo Canadá, Lapónia, Alasca e Svalbard, esta forma de locomoção é amplamente usada, quer pela população local, quer para passeios turísticos. Os cães fazem parte da cultura do Árctico.
Ao contrário do que se passa na maioria dos países europeus, os cães do Árctico não são encarados como animais domésticos mas sim como animais de trabalho, auxiliares e amigos para enfrentar as agruras e dificuldades de habitar um dos lugares mais inóspitos da Terra.
Nas Svalbard, os cães não são permitidos dentro das habitações, pelo que têm obrigatoriamente que viver em canis comunitários nas imediações da cidade de Longyearbyen. No verão, passam os dias deitados ao sol, relaxando e aguardando a queda de neve para começarem a correr pelos vales. Quando chega o Inverno, as primeiras quedas de neve lembra-os que são muito mais do que animais bonitos. Os cães do Árctico são animais dóceis e exímios para percorrer os vales gelados da ilha. O Inverno é sinónimo de longas corridas na neve, espaços abertos, novos desafios e liberdades.
A Green Dog Svalbard é uma agência turística em Longyearbyen que efectua percursos turísticos em trenós puxados a cães pelos vales da ilha Spitsbergen, alguns de várias horas, outros de vários dias. Não tínhamos muito tempo por isso resolvemos fazer um percurso de quatro horas para testemunharmos esta vertente da cultura do Árctico.
A Greendog tem o seu próprio canil, onde os cães estão deitados relaxadamente sobre as casotas ou sobre a neve gelada. Quando chegamos, fomos apresentados à equipa de caninos que nos ia acompanhar. Os cães são surpreendemente carinhosos e mimados. Depois de distribuirmos vários mimos, prendemos os cães ao trenó e ouvimos a explicação do nosso guia: Timon Brüggemann.
Guiar um trenó de cães tem algumas regras de ouro: 

1ª regra: ter sempre, pelo menos, uma mão no trenó; 
2ª regra: ter sempre um pé preparado para carregar no travão;
3ª regra: dar um pequeno empurrão ao início e deixar os cães fazerem o resto. 

Porque estes meninos gostam é de correr na neve, não há muito mais a fazer a não ser desfrutar da natureza e da experiência. E que magnífica experiência!
 
Foram momentos inesquecíveis em que íamos alternando onomatopeias (- wow, – oh) com gritos de entusiasmo (-Isto é brutal!). Os cães corriam e quando o declive ajudava, com uma velocidade surpreendente. 
 
 
No final da viagem de trenó de cães ainda pudemos conhecer uma fêmea e sete cachorrinhos que aguardavam por uma visita e alguns miminhos. Desde pequeninos, os cães da Green Dog Svalbard A/S são habituados à presença humana e, em particular, ao contacto com turistas chatos que só lhes querem tirar fotos e fazer festas. Isto faz parte do seu processo de selecção. Só os cães mais sociáveis é que são escolhidos para puxar os trenós, e estes pequeninos parecem ter passado no teste.
 
 
Para terminar o passeio de trenó de cães, um chá quentinho e uma bolachinha acompanhando uma última ronda de festas nos cães em modo de despedida. 
 

 

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

      Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

 Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Alugue carro usando o Rent a Car, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar. Tudo na comodidade de sua casa.

      Faça seguro de viagem na World Nomads ao menor preço do mercado.

     Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.