Como tratar do VISTO DA MONGÓLIA (visto de turista tirado na embaixada em França)

Como tratar do VISTO DA MONGÓLIA (visto de turista tirado na embaixada em França)

Visto da Mongólia – INFORMAÇÃO ACTUALIZADA EM MAIO DE 2018

Portugal não tem embaixada da Mongólia. Este ano, durante o Rally Mongol, precisamos novamente do Visto da Mongólia. Para tratar do visto da Mongólia em Portugal tens várias opções e nós usamos esta primeira:

1ª opção: Através da embaixada da Mongólia em França

Esta foi a opção que nós usamos quer em 2009, quer em 2018. Recolhemos o material todo necessário, colocámos num envelope e enviámos pelo correio. Em 2009, o visto demorou 10 dias úteis. Este ano, o visto demorou 30 dias, e porque telefonamos várias vezes a pressionar a embaixada.

Terá que enviar pelo correio o seguinte:

  • Passaporte original com validade superior a 6 meses,
  • Formulário para obtenção de visto (disponível online em inglês e francês),
  • 1 fotografia,
  • Justificação da viagem ou Itinerário da viagem
  • Certificado de repatriação de seguro emitido por companhia de seguros global com o seu nome, as datas exactas da sua estadia na Mongólia e o número da apólice.
  • Dinheiro do visto – 90€ (entrada simples) 120€ (entrada dupla) – Este valor inclui os portes de envio dos passaportes novamente para Portugal.

Embaixada da Mongólia em França

2ª opção: Através de uma agência na internet

A agência Real Russia trata do visto da Mongólia, assim como outras agências portuguesas. Pode ser uma boa opção mas nós nunca usamos os seus serviços.

3ª opção: Tirar o visto em Moscovo. Com sorte pode sair no mesmo dia!

-O visto custa 100$ para recolher no próprio dia, 70$ para 3 dias úteis e 50$ para 5 dias úteis.

-1 Fotografia

– Convém ter reserva de hotel e comboios mas se não tiver pode sempre tentar explicar a sua viagem. A reserva de hotel é importante que tenha. Leve o itinerário imprimido para facilitar a comunicação.

-Impresso próprio

– Passaporte com validade de 6 meses.


SEGURO DE VIAGEM PARA A MONGÓLIA

As autoridades da Mongólia não exigem, para entrar ao país, ter um seguro de viagem para cobrir despesas médicas e hospitalares. Deve, no entanto, adquirir o seguro no seu país de origem, antes da viagem. Nós fizemos o seguro normal em Portugal, mas não nos exigiram nada à entrada. 

Aconselhamos que faça também o seu seguro de viagem para a Mongólia. Nós usamos a IATI Seguros. Se usar este link terá 5% de desconto. Não facilite.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

8 Comentários

  1. Teresa Cyrne diz: Responder

    Olá boa tarde,
    Gostava que me dessem umas dicas acerca da obtenção do visto para a Mongólia.
    – Qual a empresa a que recorreram para enviar o passaporte?
    – Conseguiram pagar o visto através de transferência bancária? Liguei para a Embaixada e eles referiram o pagamento em numerário….
    – Quanto ao seguro (que é um dos documentos que solicitam) podemos enviar com as condições em Poruguês? A empresa por onde vou viajar enviou-me a apólice com as condições em português, devo pedir para traduzirem para inglês?
    Desde já grata pela V/atenção.
    Cumprimentos
    Teresa Cyrne

    1. Carla Mota diz: Responder

      Usamos os CTT para enviar os passaportes. Penso que pagámos por transferência bancária. Não enviamos dinheiro nenhum pelo correio. Nós enviamos o seguro de viagem em português. Não teve problema. Boa viagem.

  2. Humberto Caldas diz: Responder

    Olá Carla muito boa noite.
    Pergunta:
    O envio dos documentos e dinheiro foi feito por transportadora , DHL e afins ou CTT ?
    Muito obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Humberto, enviamos pelos CTT com carta registada e aviso de recepção.

    2. Teresa Cyrne diz: Responder

      Obrigada pela V/atenção, já fico um pouco mais tranquila, isto de enviar o original do passaporte é um pouco stressante, sempre consegui obter vistos via net é a minha estreia neste tipo de situação (algum dia tinha de acontecer)
      Cumprimentos

      1. Carla Mota diz: Responder

        Boa viagem, Teresa.

  3. Pedro diz: Responder

    Estou na região de Dornod province, leste Mongólia perto da China e da Russia. Os padrões são incomuns, o nivelado sem fim, uma só paisagem 360º. Magnífica a coisa. Vegetação rasteira não fechada inarredavelmente a mesma alternada entre o verde e o cinza de presença única e absoluta açambarcando a vastidão. Solo silto arenoso mais arenoso que siltoso. Os caminhos implantados o são pelos pneus que simplesmente sulcam o solo e mudam para rotas paralelas conforme se aprofundam. Não se vê nada ao derredor sendo que o nada é o tudo soberano e magnífico. A magnitude de Deus nos confunde no desenho da superfície variadíssima do planeta onde fomos colocados provisórios. Se assim, colados e presos ao solo de um imenso globo ficamos extasiados, quanto mais não ficaremos quando desprendidos navegaremos na eternidade de terceiros Céus para cujas visões os humildes outrora incorporados serão contemplados…:)

    1. Carla Mota diz: Responder

      Tanta emoção… bela descrição.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.