VALE DE TLACOLULA – Tule, Mitla e Hierva el Agua (Oaxaca) | México

Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
“Ouro sobre azul” é a expressão que entoa na minha cabeça quando chego a Hierva el Agua, no vale de Tlacolula, a Este da cidade de Oaxaca.
Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
Quando viajamos sentimos que o tempo nunca é suficiente. Chegamos a uma localidade, programamos conhecer alguma coisa mas ficam sempre tantas por visitar. Quando se viaja sem itinerário é mais fácil contornar este problema mas quando se viaja, como nós, com um roteiro delineado e uma centena de lugares obrigatórios, sabemos que muitos lugares fantásticos irão ficar para trás. Desde que começámos a viajar decidimos sempre fazer um itinerário que tentamos manter. Para que não sejam muitos os lugares que nos façam tremer e querer alterá-lo passamos semanas em frente aos mapas, aos livros, aos atlas e a internet, tentando encontrar todos os lugares singulares. Quando colocamos todas as opções no mapa descobrimos que precisaríamos de meses só para cada país. É aí que começa a difícil tarefa de decidir o que vai ficar para trás. Ficam sempre lugares incríveis, que por si só justificariam outra viagem (que um dia esperamos fazer), mas avançamos com lugares que para nós são “ouro sobre azul”.
Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México

Na região de Oaxaca elegemos o Vale de Tlacolula, com ocupação humana há mais de 2500 anos, como um lugar obrigatório. Neste vale, repleto de pequenas povoações que albergam minorias étnicas, esperávamos encontrar um património cultural diversificado. As nossas expectativas foram amplamente superadas.

Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
Saindo de Oaxaca, a nossa primeira paragem foi em Santa Maria del Tule, uma pequena aldeia que virou atracção turística graças ao ser vivo mais velho do mundo. É a árvore de Tule, um espécime de Taxodium mucronatum com 14 m de diâmetro e 42 m de altura.  A velha árvore tem mais de 2000 anos e é gigantesca. Já viu passar por aqui Olmecas, Zapotecas, Mixtecas, Aztecas e espanhóis. A árvore de Tule viu crescer e ruir impérios de civilizações que nós só conhecemos as ruínas. Foram os espanhóis que construíram o recinto onde ela hoje se encontra, ao lado do mosteiro e igreja de Tule.
Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
A viagem prossegue e paramos na aldeia de Teotitlan del Valle, a povoação zapoteca mais antiga do vale de Tlacolula. A herança dos zapotecas perdurou, mesmo depois da conquista espanhola e aqui vivem alguns dos sobreviventes deste grupo étnico. Tal como a maioria dos povos indígenas do México, viram as suas cidades saqueadas e destruídas pelos homens de Cortez mas, apesar de se converterem ao Cristianismo, conseguiram preservar muitas das suas tradições e culturas, nomeadamente a língua  (amplamente difundida na comunidade local) e a tecelagem. Os Zapotecas são artesãos exímios na tecelagem de tapetes coloridos, recorrendo a corantes naturais como insectos, musgos e plantas autóctones. Visitamos uma cooperativa onde uma jovem zapoteca nos explicou o dia-a-dia dos artesãos e o processo de tecelagem.
O povo Zapoteca perdura nos vales de Oaxaca, especialmente em pequenas comunidades. As outrora cidades-estados foram arrasadas e uma delas foi a paragem seguinte: Mitla. Aquando da chegada dos espanhóis, em 1521, a cidade florescia e contava com mais de 10 mil habitantes. Tinha uma arquitectura e decoração dos edifícios distinta de tudo aquilo que até hoje foi descoberto na Mesoamérica: vastos frisos com motivos geométricos decoravam as fachadas dos templos e palácios. Do esplendor de outrora pouco resta. Os “conquistadores” conquistaram a cidade e destruíram os seus edifícios para construir a igreja de San Pablo por cima. Do pouco que restou ainda é possível ter uma ideia da magnificência do local ou descer a um túmulo subterrâneo.
A nossa viagem prossegue pelo vale ladeado por vertentes mais ou menos íngremes onde os desabamentos e deslizamentos frequentes lembram o poder da natureza. O poder da natureza foi aquele que criou Hierva el Agua, uma formação cársica muito semelhante ao que existe em Pamukkale, na Turquia. A estrada asfaltada termina alguns quilómetros antes. Depois é preciso seguir por uma caminho de terra-batida e no final descer um trilho rochoso com cerca de 1 km.
Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
Hierva el Agua é também conhecida por “Cascadas Petrificadas de Oaxaca” pois a sua aparência lembra quedas de água fossilizadas. A verdade é que o processo que está na origem da sua formação tem directamente a ver com a formação da rocha calcária e a precipitação do carbonato de cálcio devido ao escoamento de água superficial. O resultado é a formação de pequenos diques naturais de variadíssimas formas que permitem o aparecimento de piscinas naturais.
Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
No tempo que tínhamos disponível conseguimos visitar duas “cascatas petrificadas” e ainda tomar banho numa piscina dos deuses. Infelizmente não deu para mais mas pareceu-nos que haviam mais cascadas, algumas delas escondidas pela vegetação luxuriante (especialmente se pensarmos que estamos a 2500 m de altitude). De regresso ao vale, voltamos em direcção a Oaxaca. O dia tinha sido longo mas ainda não tínhamos provado o elixir da região: o Mezkal. Paramos numa exploração local e artesanal onde aprendemos todo o processo de produção do Mezkal, desde o agave (planta a partir da qual é feito) até a garrafa com o lagarto no interior. No final havia que provar mais de 30 variedades da bebida, muitas delas aromatizadas e deliciosas. É pena a mochila não ser como o saco do Sport Billy!
Visitar o VALE DE TLACOLULA - Tule, Mitla e a deslumbrante Hierva el Agua, desde Oaxaca | México
Terminamos o nosso dia no Vale de Tlacolula com um elixir, esperando que também ele a nós nos traga juventude. Nao ambicionamos viver 2000 anos, como a árvore de Tule, mas ambicionamos viver os suficientes para continuar a caminhar pelo mundo e a descobrir lugares “ouro sobre azul”.

Marque aqui os seus passeios e compre aqui os seus bilhetes

Se vais viajar para o México estes são alguns artigos que te podem interessar

  • RUÍNAS DO MÉXICO – Um artigo com as melhores ruínas pré-colombianas do México, nomeadamente maias, astecas, olmecas, etc.
  • ROTEIRO PELA ROTA DOS MAIAS – O roteiro da nossa viagem pelo México, Belize, Guatemala e Honduras.
  • VISITAR TULUM – Um artigo com a nossa experiência e dicas para visitar Tulum, no México, com a visita às ruínas e à praia.
  • VISITAR COBA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar as ruínas de Coba no México.
  • MERGULHAR EM COZUMEL – Um artigo sobre a nossa experiência em fazer mergulho em Cozumel, no México.
  • VISITAR COZUMEL – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar Cozumel, a ilha maravilha no México.
  • VISITAR ISLA MUJERES – Um dos lugares mais belos para explorar as praias do Iucatão no México. Este é um artigo cheio de dicas para o fazer.
  • ILHA HOLBOX – Tudo o que precisa de saber para explorar e desfrutar da ilha Holbox no México está aqui.
  • VISITAR CHICHÉN ITZA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar as ruínas mais importantes do México, património mundial da Humanidade.
  • VISITAR PALENQUE – Um artigo cheio de dicas para visitar um dos lugares mais extraordinários do México, Palenque e os seus arredores, com tudo o que não pode perder.
  • VISITAR UXMAL – Um artigo cheio de dicas para visitar as maravilhosas ruínas maias de Uxmal, no México.
  • VISITAR MÉRIDA – Mérida, no Iucatão, no México, é uma cidade colonial maravilhosa e que vale a pena a visita. Neste artigo encontrará as nossas dicas.
  • RUÍNAS DE YAXCHILAN E BONAMPAK – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar algumas das melhores ruínas do México e mais inacessíveis.
  • VISITAR OAXACA – um artigo com todas as nossas dicas de lugares a não perder quando visitar Oaxaca, no México.
  • VISITAR MONTE ALBAN – O nosso artigo cheio de dicas para visitar as ruínas zatopecas em Monte Albán, no México.
  • VISITAR SAN CRISTOBAL DE LAS CASAS – O nosso artigo sobre a visita a San Cristobal de las Casas, com as dicas de viagem e tudo o que não pode perder no México.
  • CASCATA HIERVA EL ÁGUA – Um artigo cheio de dicas para visitar o Vale de Tlacolula, perto de Oaxaca, onde se pode visitar imensas maravilhas naturais e arquitectónicas.
  • VISITAR XOCHICALCO – Um artigo cheio de dicas para visitar as ruínas de Xochicalco desde a Cidade do México.
  • VISITAR TEOTIHUACAN – Um artigo cheio de dias para visitar as ruínas de Teotihuacan desde a Cidade do México.
  • VISITAR PUERTO ESCONDIDO – Um artigo cheio de dicas para visitar Puerto Escondido, uma meca do surf no México e uma das praias mais famosas do Pacífico.
  • VISITAR EL TAJIN – Um artigo cheio de dias para visitar as ruínas de El Tajin desde a Cidade do México.
  • VISITAR HUASCA DEL CAMPO – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar os prismas basálticos de Huasca del Campo, no México.
  • VISITAR TULA – Um artigo cheio de dias para visitar as ruínas de Tula desde a Cidade do México.
  • VISITAR A CIDADE DO MÉXICO – Tudo o que precisa de saber para visitar a Cidade do México. Segurança, museus, transportes e a realidade que ninguém lhe conta sobre a cidade.
  • VISITAR AS CIVILIZAÇÕES PRÉ-COLOMBIANAS – Tudo o que precisa de saber visitar o México e conhecer os lugares mais emblemáticos das civilizações pré-colombianas, como os Maias, Aztecas, Olmecas, Toltecas, etc.
  • CALENDÁRIO MAIA – Tudo o que precisa de saber sobre o calendário Maia e a profecia Maia do fim do mundo no ano de 2012.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.