São (guias) marroquinos… e basta! Parte II | Marrocos

São (guias) marroquinos... e basta! Parte II - Uma aventura no Toubkal | Marrocos

Nos dois dias seguintes, fomos para a montanha… Queríamos escalar o Toubkal, cume mais alto do Norte de África, com 4167 m de altitude. No Inverno, tarefa só possível para alpinistas profissionais; no Verão acessível a qualquer pessoa com boa preparação física; na Primavera (com ainda alguma neve na montanha) acessível a alpinistas amadores… Como nos! Quando vimos o guia, já seria de esperar que vinha aí coisa… Um rapaz (de nome Omar) de 20 aninhos, que tirou o curso de guia de montanha o ano passado… No primeiro dia fizemos um trek de 6 horas entre a aldeia de Imlil e o refúgio de montanha, ja a 3200 m de altitude. O guia teimava em ir sempre bem a nossa frente… Talvez seja tímido! Marroquinos!

No refúgio, o cozinheiro Ibrahim esmerava-se (a serio!) com o nosso jantar. Então, em resposta a uma pergunta da Carla (sempre curiosa…) ficamos a saber que o nosso guia tinha estado UMA VEZ no cume… Começamos a ficar preocupados! A seguir era hora de experimentar os crampons (acessórios que se põem na sola das botas, INDISPENSÁVEIS na progressão em neve), pois a montanha tinha muita neve, muito mais do que esperávamos. Queremos ajuda a ajusta-los, e não e que o guia vai chamar o cozinheiro! Aqui ficamos mesmo preocupados… Dia D, ataque ao cume. Eu aperto os meus crampons, o cozinheiro aperta os da Carla… e os do guia! Começamos a subir, e quando a inclinação era maior, la ia o guia por ali acima e nos no nosso ritmo… O guia parava, bebia a sua agua, descansava e quando nos estávamos quase a chegar a ele… Recomeçava a subir! As vezes a dezenas de metros dele, outras sem contacto visual(!), assim foi a ajuda do nosso guia numa subida extenuante e, por natureza da alta montanha, sempre potencialmente perigosa. Com o nosso guia, o conceito de distancia de segurança (em montanha) adquiriu um novo significado: se nos acontecesse alguma coisa, de certeza que a ele não o afectaria! Na parte superior da subida, em rocha e sem neve, ninguém ousou tirar os crampons pois o cozinheiro tinha ficado no refugio! Mas la chegamos ao topo… Na descida, o guia só não ia mais a frente porque começou a ter problemas com os crampons… Nas ultimas centenas de metros, os crampons desapertaram-se por completo e, pura e simplesmente, tirou-os e veio a escorregar pela vertente, enfiando as botas na neve e encharcando-as completamente! Inacreditável… Salvou-se o cozinheiro, que para alem de preparar refeições saborosas e de nos permitir subir a montanha (impossível sem crampons), recebeu-nos com um abraço (e com mais alegria do que o guia) quando lhe dissemos que tínhamos conseguido! Conclusão: quando quiserem um guia em Marrocos, dirijam-se a cozinha mais próxima! Marroquinos!

MARQUE AQUI OS SEUS TOURS E PASSEIOS

 

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.