ROTA DOS KASBAHS – MARROCOS | De Ouarzazate a Ait Benhaddou

ROTA DOS KASBAHS - MARROCOS | De Ouarzazate a Ait Benhaddou

Uma das arquitecturas típicas do centro de Marrocos são os Kasbahs, uma espécie de casa senhorial fortificada de origem bérbere. As populações utilizavam os Kasbahs para se abrigarem, a si e aos seus animais, das intempéries do clima e de outras ameaças. Estes edifícios dos Kasbahs, bastante imponentes, apresentam uma planta quadrada em que os quatro cantos tem torres. Na construção dos Kasbahs utilizam-se tijolos de abobe (argila, estrume e palha) secos ao sol e são uma das imagens de marca de Marrocos.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi
KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

OS MELHORES KASBAHS DE MARROCOS

Nós visitámos vários Kasbahs numa viagem que fizemos de Marrakech até ao Erg Chebbi no deserto. No percurso que efectuamos na Rota dos Kasbahs a caminho do deserto pudemos (a muito custo porque o nosso guia não queria mas sobre isso falaremos mais abaixo) ver alguns bons exemplos de Kasbahs e de Ksour (plural de ksar), que são fortalezas ou aldeias fortificadas da população bérbere.  

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

Nós fizemos esta viagem da Rota dos kasbahs com uma agência local que contratamos em Marrakech. Era uma viagem de quatro dias que nos levaria pelos principais kasbahs de Marrocos, vales do centro do Atlas, Erg Chebbi e deserto de Marrocos. Foi uma viagem maravilhosa, ainda que o nosso guia fosse, talvez o pior que já tivemos em viagem. Sobre isso, podem ler mais a baixo, onde partilhámos toda a nossa experiência nos kasbahs e no resto do tour.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

1. Kasbahs de Ouarzazate

Um dos exemplos mais impressionantes de Kasbahs que vimos em Marrocos foi logo em Ouarzazate, o Kasbah Taourirt, o segundo melhor dos Kasbahs preservado do país. Este é um dos Kasbahs que foi extremamente importante porque era propriedade duma família, os Glaoui, que controlava o acesso ao médio Atlas e foram importantes no apoio que deram aos franceses aquando da sua incursão para o sul de Marrocos. O interior dos Kasbahs é um autêntico labirinto mas o mais impressionante e a imponente da arquitectura dos Kasbahs.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

2. Kasbahs do Vale de Draa

No vale do Draa, antes de chegar a Zagora, parámos em Tamnougalt, uma impressionante aldeia bérbere no oásis, o chamado Ksar. As populações sedentárias erguiam estas aldeias e Kasbahs fortificados com o intuito de se protegerem dos bandidos e tribos nómadas que frequentemente assaltavam os oásis no final das colheitas.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

3. Kasbahs do Vale de Todra

Já no vale do Todra, vimos o mais impressionante dos Ksour e Kasbahs que já vi, o Tinerhir, os Kasbahs numa aldeia no final do majestoso desfiladeiro do Todra. Com casas em tom de vermelho-ocre, a aldeia de Kasbahs desenvolve-se ao longo dum palmeiral e contem várias Kasbahs e Ksour. Só conseguimos uma paragem num miradouro para ver os Kasbahs mas a paisagem é deslumbrante e merecia uma visita aos Kasbahs, pelo menos ao seu vale e aos edifícios antigos.  

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi
KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

4. Kasbahs do Vale de Dades

O vale do Dades e o palmeiral de Skoura também apresentam inúmeros exemplos de Kasbahs e Ksour mas, face a especificidade do nosso guia, só vislumbrávamos os Kasbahs pelo vidro do jipe. Sempre que tentava tirar uma foto ele acelerava a grande velocidade. Chegou a um ponto que eu desisti das fotos dos Kasbahs e concentrei-me só na paisagem.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

5. Ait Benhaddou e o Kashbah mais belo de Marrocos

O Ksar mais bem preservado de Marrocos é o Ait Benhaddou. Este é também o mais conhecido dos Kasbahs e Ksar de Marrocos, já que foram ali rodados filmes bastante conceituados, desde o Gladiador, Um Chá no Deserto, Babel, etc. Este Ksar fica na margem do rio Mellah, no sopé de uma colina de arenito. O Ksar tem vários Kasbahs, e assemelha-se a um labirinto com casas recentemente restauradas, um celeiro comunitário e diversos utensílios típicos dos povos que habitam estas aldeias e Kasbahs. Os Kasbahs apresentam torres com ameias decoradas com arcos cegos e designs geométricos. O ksar foi restaurado porque hoje está classificado como Património Mundial da UNESCO, no entanto só menos de 10 famílias o habitam os Kasbahs e o Ksar.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

Fazer a Rota dos kasbahs

A rota dos Kasbahs é uma das paisagens mais bonitas e ímpares de Marrocos e vale a pena percorrê-la. Apesar de termos tido azar com o motorista/guia, a paisagem e o Kasbahs foi devidamente observada e adorámos. Poderia e deveria e ter sido explorada muito mais, o que não foi possível. Quem sabe um dia voltaremos outra vez a Marrocos para tirar mais partido deste local e dos Kasbahs de Marrocos.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

A nossa experiência no tour organizado desde Marrakech até ao deserto de Marrocos pela Rota dos Kasbahs

Nesta viagem a Marrocos, decidimos contratar os serviços de duas agências turísticas marroquinas, uma para um tour no Sul desértico de Marrocos, e a outra para a ascensão ao Jebel Toubkal. Embora seja sempre preferível visitar os lugares de uma forma independente, com mais autonomia e muito mais barato, por vezes e inevitável recorrer a “visitas guiadas”. No primeiro caso, na Rota dos Kasbahs e até ao deserto de Marrocos, as zonas que queríamos visitar eram muito extensas, os transportes públicos quase inexistentes e só tínhamos alguns dias para essa parte do país. No segundo caso, no Toubkal, como não somos alpinistas profissionais, nem inconscientes, teríamos de ter a ajuda de um guia de montanha.

A nossa viagem pelo deserto e rota dos Kasbahs era de quatro dias, com um guia/condutor pelo sul de Marrocos desde os kasbahs até ao deserto. Recebemos da agência um programa detalhado dos locais e Kasbahs que visitaríamos nesses quatro dias do tour e ficamos agradados, pelo que foi por isso que escolhemos aquela agência. Mas rapidamente demo-nos conta que o guia não estava para aí virado. Não pretendia cumprir nem visitar todos os lugares que estavam no roteiro nem na Rota dos Kasbahs. Logo no primeiro dia da Rota dos Kasbahs, Amine recreou-se e ao final do dia e decidiu que não valia a pena visitar a aldeia de Tamgroute nem ver as dunas de Tifou pois “a aldeia e só para quem gosta de potes e cerâmica e as dunas são muito pequenas”. Ficamos em estado de choque! Reclamamos mas não adiantou nada. No dia seguinte, quando deveríamos ter parado numa aldeia conhecida pelos vendedores de fósseis (famosos nestas bandas) e onde teríamos a hipótese de ter um guia especializado em Geologia, Amine não parou e disse que o verdadeiro local “com os originais” era mais à frente. Acabou por nos levar a uma fábrica artesanal onde se transformavam as pedras com fósseis em tudo o que podemos imaginar, desde mesas até bancas de cozinha. Não queríamos acreditar. Claro está que também tivemos direito a ronda das compras. A Carla até subia pelas paredes! A seguir vieram as dunas do Erg Chebbi. Aqui o nosso guia Amine não foi connosco e tudo correu muito bem. No terceiro dia, a Carla insistiu que queria visitar um mausoléu famoso na cidade de Rissani (que tínhamos saltado no dia anterior por iniciativa de Amine mas que constava no itinerário). “Sim senhora”, disse o guia. Mas passamos a cidade e nada! E mais à frente, o condutor pára a porta de um museu de minerais. “Ai era MAUSOLÉU?… Pensei que era o MUSEU! Peço imensa desculpa. Quer que volte para trás?” As palavras até são parecidas, pode ter sido um engano, pensei. Não voltamos. Em frente. Em direcção as gargantas de Dadres e Todra. Percurso espectacular, com aldeias com construções antigas de kasbahs (as famosas kasbahs) mas, onde deveríamos ter uma oportunidade de fazer um percurso a pé. O condutor deixou-nos a dois minutos do restaurante onde íamos almoçar (em plena garganta de Todra). Quase que chegamos ao mesmo tempo que o jipe. Percurso a pé feito, diz ele. Quando dissemos que queríamos visitar a parte antiga de uma cidade (tal como explicitado no programa) com Kasbahs, perguntou-nos se queríamos um guia da agência (perfeitamente desnecessário e de certeza com custos extra) e quando respondemos que não era necessário, que apenas queríamos dar uma volta, levou-nos para a parte mais recente da cidade onde não havia nada para ver excepto paragens de autocarro! “Não quiseram guia, assim não conseguem encontrar o que querem, diz-nos.” Escusado será dizer que por esta altura já estávamos a ficar em estado de choque e bem arrependidos de ter feito o tour pela Rota dos Kasbahs e o deserto com esta agência. Nunca nos tinha acontecido uma coisa destas em viagem. E já fizemos muitas! Ao mesmo tempo tínhamos por companheiros de viagem um casal inglês que nem ai, nem ui. Se calhar éramos nós que estávamos a criar problemas, pensamos. O dia não acabou sem um percurso feito a alta velocidade, quando deveríamos parar frequentemente para tirar fotos à paisagem belíssima e com kasbahs. Finalmente, no último dia parámos sem razão nenhuma (pela segunda vez) na cidade de Ourzazate (que por acaso era a cidade onde o guia morava com a família) onde aproveitámos para comprar comida para o almoço enquanto esperámos uma hora pelo regresso do guia. Na única atracção turística que vimos nesse dia (sem ser do jipe em movimento) foi a aldeia de Ait Benhaddou (local emblemático e cenário de muitos filmes de Hollywood). O guia “deu-nos” meia hora para visitar o Ksar e kasbahs. Claro está que transformamos isso em uma hora mas ainda assim foi pouco e andamos sempre a correr. Quando chegámos a Marrakech, ao final desta tour, o guia e a Carla nem se podiam olhar. Do que cabia à organização da agência, salvaram-se os hotéis em que ficamos, com boa comida e quartos confortáveis. O resto do serviço era mesmo muito mau, não pelo itinerário, mas pelo guia que não o cumpriu. Não faço ideia como seria com outro guia porque não foi essa experiência que tivemos.

KASBAHS - MARROCOS | Numa rota de Marrakech a Erg Chebbi

SEGURO DE VIAGEM PARA VIAJAR EM MARROCOS (cobre Covid-19 e teste positivo)

Marrocos não faz parte integrante da União Europeia, sendo assim, é altamente recomendável fazer seguro de viagem para viajar em Marrocos, já que o Cartão Europeu de Saúde não funciona. Nós fizemos o seguro de viagem da IATI ESTRELA, pelo qual pagamos 57€, para os dois, para 14 dias. Faça também o seu seguro com 5% de desconto usando este link.

A IATI tem um seguro que é especial para viagens nesta altura e ideal para viajar em Marrocos. Este novo seguro cobre actividades como cicloturismo, trilhos, roadtrips, autocaravana, campers, etc. O cancelamento da viagem por conta do Covid-19 não está coberto (se fizer apenas o seguro simples) por se tratar de uma pandemia, mas todos os seguros da IATI cobrem tratamento por contágio por coronavírus e essa informação consta no certificado da apólice, já que alguns países pedem um seguro obrigatório com esta cobertura. Porém, se fizer o seguro do pack de seguro de viagem + seguro de cancelamento opcional, este cobre o cancelamento da viagem caso o segurado, seus pais ou filhos, testem positivo para COVID-19. E além disso, o seguro IATI Cancelamento também tem esta causa coberta. Sendo assim, este é claramente, o melhor seguro do mercado neste momento para viajar em Marrocos.  Pode fazer o teu seguro IATI ESCAPADINHAS para viajar para Marrocos aqui com 5% de desconto.

Se está a pensar viajar para Marrocos e procura as melhores dicas, estes são artigos que lhe podem interessar

  • VIAJAR EM MARROCOS – Um roteiro para 15 dias a viajar em Marrocos, no norte do país, de Tanger a Fez, permitindo descobrir o melhor do país, com dicas de alojamento, transporte, locais a visitar, Kasbahs, etc.
  • VISITAR FEZ – Um artigo cheio de dicas de tudo o que ver e fazer quando visitar Fez, nomeadamente dicas de alojamento, tours e locais especiais para conhecer quando viajar em Marrocos.
  • VISITAR CHEFCHAOUEN – Um artigo cheio de dicas de tudo o que ver e fazer quando visitar Chefchaouen, nomeadamente dicas de alojamento, tours e locais especiais para conhecer.
  • VISITAR MARRAKECH – Um artigo cheio de dicas de tudo o que ver e fazer quando visitar Marrakech, nomeadamente dicas de alojamento, tours e locais especiais para conhecer, incluindo Kasbahs.
  • VISITAR O ERG CHEBBI – Um artigo para o ajudar a preparar a sua viagem de exploração do deserto de Marrocos em Erg Chebbi, incluindo Kasbahs.
  • VISITAR MEKNES – Um artigo cheio de dicas de tudo o que ver e fazer quando visitar Meknes, nomeadamente dicas de alojamento, tours e locais especiais para conhecer.
  • MEDINA DE FEZ – Um artigo sobre os segredos escondidos na Medina de Fez em Marrocos.
  • VISITAR CASABLANCA – Um artigo cheio de dicas de tudo o que ver e fazer quando visitar Casablanca, nomeadamente dicas de alojamento, tours e locais especiais para conhecer.
  • VISITAR VOLUBILIS – Volubilis são as mais bem preservadas ruínas romanas de Marrocos e aqui contamos-lhe tudo para poder visitar o local.
  • VISITAR TANGER – Um artigo cheio de dicas de tudo o que ver e fazer quando visitar Tanger, nomeadamente dicas de alojamento, tours e locais especiais para conhecer.
  • RIADS EM MARROCOS – Um artigo onde partilhamos as melhores riads e Kasbahs que conhecemos em Marrocos.
  • DICAS PARA VISITAR MARROCOS – Um artigo cheio de dicas e curiosidades para conhecer antes de viajar para Marrocos.
  • COMIDA EM MARROCOS – Um artigo com dicas sobre o que comer e a comida nas cidades de Marrocos.
  • GEOGRAFIA DE MARROCOS – Um artigo para conhecer a geomorfologia e geografia de Marrocos.
  • ROTA DOS KASBAHS EM MARROCOS – Um artigo com a Rota dos kasbahs no sul de Marrocos, desde Marrakech, pelos melhores Kasbahs.
  • SUBIR O TOUBKAL – Um artigo onde partilhamos a nossa experiência a subir a montanha mais alta do norte de África, o Toubkal em Marrocos.
  • AGRICULTURA DE OÁSIS – Um artigo sobre a Agricultura de oásis em Marrocos, uma agricultura tradicional no norte de África.
  • CURTUMES DE FEZ – Um artigo sobre o espetacular local em Fez, os curtumes de Fez, em Marrocos.

MARQUE AQUI OS SEUS TOURS E PASSEIOS

 

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

DSLR Camera free icon  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão TRANSFERWISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão. . Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.