AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

Na nossa viagem pelo deserto de Marrocos, pudemos observar a agricultura ancestral praticada um pouco por toda esta região que medeia o Sahara profundo e o médio Atlas, a Agricultura de oásis. Entre as cidades de Agdz e Zagora, acompanhamos o vale do Draa, uma extensa área de palmeirais e oásis.

A existência de agricultura de oásis depende da presença de água, normalmente fornecida através dos lençóis freáticos. Estes permitem a captação de água através de poços, que posteriormente permitem a sua canalização com um sistema eficaz de irrigação.
AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

O sistema de canais artesanais (designado por khettaras) está praticamente em desuso já que havia muita perda de água. O governo criou um sistema com comportas que permite irrigar vastas áreas, sendo que cada aldeia dispõe de aproximadamente duas horas de água por dia. Ao longo do vale de Draa, este sistema está presente numa extensão de aproximadamente 100 km.

AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

As khettaras artesanais já não existem aqui, apenas as vimos no vale de Ziz, muito degradadas. Este sistema permitia captar a água através de um poço cavado na rocha a mais de 40 metros de profundidade. Depois da água ser bombada e distribuída pelas wadis, canais construídos artificialmente em barro que permitem aos populares fechar e criar barragens (pode, no entanto, servir apenas de tampão e fazer circular a água para o local que pretendem).
A agricultura de oásis e policultural e extremamente intensiva, já que as terras aráveis são diminutas por aqui. A principal cultura é a tamareira, que permite vastas colheitas nos meses de Setembro e Outubro. Este fruto é muito apreciado pelos muçulmanos, especialmente no Ramadão. Cada tamareira pode chegar a dar 200 kg de tâmaras. No entanto, existem aqui outras culturas hortícolas, nomeadamente tomates, cenouras, alfaces e árvores de fruto como damasqueiro, figueira ou oliveira.
Tal como na Índia, também aqui o trabalho agrícola é feito, essencialmente, pela mulher. O homem está reservado para os trabalhos comerciais nos souqs e artesanais nas medinas. Dizem as más línguas… não podem ser boa gente!!!!!
AGRICULTURA DE OÁSIS | A agricultura tradicional vista nos oásis de Marrocos

MARQUE AQUI OS SEUS TOURS E PASSEIOS

 

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

2 Comentários

  1. anonimo diz: Responder

    bom me ajudou mt no meu trabalho

  2. Anónimo diz: Responder

    Trés interessant!
    As coisas que se sabem são sempre tão infimas…
    e as viagens?
    -O que nos chega nunca sobra e jamais vai embora
    esta ansia de partir
    duas vidas não chegariam para guardar o Mundo

    Bem hajam!
    Pedro Domingos

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.