VISITAR O LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

O lago Malawi, também conhecido por lago Niasa (em Moçambique e na Tanzânia) é um dos maiores lagos africanos, divido entre três países: Moçambique, Malawi e Tanzânia. O lago tem uma extensão de 560 km de comprimento e chega a atingir 80 km de largura, fazendo com que sempre que o observamos tenhamos a sensação de estar de frente para o mar. A massa de água do lago é verdadeiramente impressionante já que, graças ao facto deste se localizar no Grande Vale de Rift, o lago atinge uma profundidade de cerca de 750 metros.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Uma vez chegados a Nkhata Bay e instalados no Mayokas Village, era hora de preparar as aventuras para os próximos dias. Tínhamos imensos planos mas pouco tempo. Decidimos passar um dia a explorar a povoação de Nkhata Bay e o Lago Malawi, aproveitando as canoas e paddle boards que existiam ao dispor dos hóspedes do Mayokas Village. O outro dia seria dedicado a um trekking pelas aldeias e praias da região.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

No primeiro dia fizemos o trekking e pudemos conhecer um bocadinho melhor  a cultura e hábitos da população. No segundo dia decidimos descansar um pouco e desfrutar do Lago Malawi. Porém o dia foi tudo menos descansado…

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Decidimos aproveitar um tour gratuito em canoa pelo Lago Malawi para visitar um spot de snorkelling. O tour devia ter começado às 10h mas como o guia não apareceu, foi adiado para a parte da tarde. Aproveitámos a manhã livre para passear pela povoação de Nkhata Bay, explorando o mercado de peixe e a zona do porto. Queríamos comprar alguma comida para levar connosco, já que nessa noite íamos apanhar um autocarro para a Tanzânia. Um dos maiores obstáculos em viajar no Malawi é a falta de mercearias ou supermercados onde se possa comprar comida. Descobrimos uma loja com algumas bolachas e abastecemos. Aproveitámos que estávamos na vila para comer num pequeno restaurante com uma varanda no primeiro andar. Tinha vista sobre o mercado e podia-se apreciar o bulício das transacções comerciais e humanas que aconteciam mesmo à nossa frente.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

O mercado de peixe é o retrato de Nkhata Bay. Como o lago reúne mais de 400 espécies distintas de peixe, nomeadamente ciclídeos, uma família de peixes de água doce, há uma grande diversidade de peixe à venda. A maioria são usitas, um peixe pequenino e muito fino, uma das muitas espécies únicas no lago. O lago Malawi reúne 30%  dos ciclídeos conhecidos no mundo. Os vendedores exibem os peixes com orgulho. Esta é a base da alimentação da população local. Chamam-lhe usita e são vendidos em baldes por todo o lado. Os pescadores trazem-nos para Nkhata Bay de piroga, as tradicionais canoas de madeira, e depois vendem-nos por todo o lado. As mulheres carregam os baldes cheios à cabeça até às suas casas. É a vida nas margens do lago Malawi.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

De regresso ao Mayokas Village, aguardámos a chegada do guia que… não chegou. Optámos por pegar numa canoa e explorar o lago sozinhos. Levámos o material de snorkel do hostel e lançámo-nos à aventura. E foi mesmo uma aventura. Pouco depois de começarmos a remar, a canoa começou a encher de água na parte traseira. O lugar onde o Rui ia sentado (atrás) começou a afundar-se e quando demos por nós já estávamos a ficar completamente cheios de água. Não tivemos tempo de reagir porque a canoa afundou-se. Havaianas, pagaias, material de snorkel, GoPro, tudo ficou espalhado no Lago Malawi. Conseguimos agarrar a GoPro, as pagaias e as havaianas do Rui e tentámos tirar a água da canoa. Tarefa infrutífera, agravada pelo facto de estarmos sem pé. Comecei a sentir-me muito aflita e disse ao Rui que não aguentava mais, tínhamos que nadar para a margem. Tentámos a muito custo puxar a canoa. Conseguimos trazê-la para uma zona onde tínhamos pé. As minhas havaianas dirigiam-se agora para o interior do lago. Decidi que estava muito cansada para as ir buscar, abdicaria delas. Poderiam ser úteis para alguém! O material de snorkel estava agora afundado no lago.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Estava tensa e tremia. Só me apetecia chorar. Não era de frio mas sim porque tenho fobia a água, especialmente quando estou em situações desconfortáveis. Tento combater esta fobia mas estas situações deixam-me em choque. Sentei-me na margem, enquanto o Rui (sem óculos de ver) tentava encontrar o material perdido. O problema é que sem óculos o Rui vê mal!

Quando retirámos a canoa do Lago Malawi, apareceu uma rapariga e um rapaz estrangeiros que estavam numa esplanada de um alojamento local, e dois rapazes malawis. Os rapazes ofereceram-se logo para mergulhar no lago e tentar descobrir o material de snorkel. O rapaz estrangeiro, munido de óculos de snorkel, encontrou quase logo a primeira máscara e, um pouco depois, o outro rapaz malawi encontrou a segunda.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Quando pegámos na canoa descobrimos que tinha dois buracos por onde a água entrava e não saia. Assim, de cada vez que a água entrava na canoa, enchia-a por dentro e tornava-a demasiado pesada para flutuar. Afinal era tudo uma questão de física! Era por isso que não conseguimos tirar a água da canoa quando ela virou. Era impossível remar de volta para o hostel, pelo que a rapariga estrangeira telefonou para a recepção e pediu para eles enviarem alguém para vir buscar a canoa. Em cerca de 15 minutos apareceu logo um rapaz. Trouxe-nos outra canoa e explicou-nos que aquela estava furada. Pediu-nos desculpa por não terem reparado que tínhamos pegado na canoa errada. Agora não havia nada a fazer.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Optámos por usar a nova canoa para regressar pelo lago até ao Mayokas. Mas não estávamos com vontade de remar e explorar o Lago Malawi. Eu estava nervosa e não me apetecia fazer snorkel naquelas condições. Desistimos da ideia e regressámos ao hostel. Optámos por nos sentar a apreciar a beleza do lago. Depois de estabilizar o ritmo cardíaco, optámos por explorar o lago com a paddle board. 

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Terminaríamos o dia no Lago Malawi com um pôr-do-sol maravilhoso e um mojito na mão, contemplando o sol a esconder-se por trás das águas, as mesmas onde nessa tarde quase me senti afogar.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

O sol escondeu-se mas o dia e as aventuras no Lago Malawi não terminariam por aí. A pior viagem de autocarro que já tivemos, ainda viria nessa noite.

Explorando o LAGO MALAWI (lago Niasa) em Nkhata Bay e vivendo a experiência de África | Malawi

PROCURE AQUI ALOJAMENTO NO MALAWI

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI – Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi

O nosso primeiro dia no Lago Malawi foi escolhido para conhecer as pessoas e a cultura das aldeias que circundam a povoação de Nkhata Bay. Depois do pequeno-almoço, saímos de Nkhata Bay para o trekking até à praia Lusungwi. O caminho não está marcado mas no Mayokas Village havia um esboço, desenhado numa folha de papel e sem escala, que serviu perfeitamente.  O caminho segue a estrada que liga o Mayokas à aldeia de Bwelero. Juntámo-nos às dezenas de mulheres e crianças que subiam por uma estrada de terra batida e enlameada até alcançar a aldeia.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Pelo caminho havia várias habitações, onde as mulheres preparavam sementes, escolhiam os cereais ou cuidavam das crianças. Estas corriam na nossa direcção quando nos viam. Foi o dia ideal para eu trazer a minha polaróide e alguns balões. Não era muito mas pelo menos distribuíam-se alguns sorrisos. Os mais novos ficavam encantados com os balões e os mais velhos com as fotografias. Soltavam-se sorrisos e gargalhadas.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Antes de chegar à aldeia passámos por uma casa onde uma criança, talvez com cerca de 14 anos, deficiente mental, se encontrava amarrado a uma caixa de plástico junto à estrada. Ficámos petrificados. Não sabíamos o que havíamos de fazer. Resolvemos não fazer nada, já que no fundo, não podíamos fazer mesmo nada. Chocou-me muito. Era demasiado forte.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Seguimos caminho em direcção à praia, que depois da aldeia de Bwelero era sempre a descer por um trilho no meio dos campos agrícolas. Parámos várias vezes pelo caminho, junto a poços de água comunitários e até com uma família que nos ensinou a moer os cereais com um pilão construído com um tronco de madeira escavado. O pilão é um utensílio essencial na cozinha africana e as mulheres passam horas a esmagar a farinha de milho, o alimento base do Malawi.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Juntámo-nos a uma menina, que juntamente com a sua avó, se abrigavam do calor debaixo das árvores a moer o milho. Depois de uma ou duas fotografias com a polaróide, acabámos por conhecer toda a família e privar um bocadinho com os miúdos e as mulheres.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Quando começámos a ver a praia de Lusungwi ficámos deslumbrados. As águas transparentes e a areia amarela clara convidavam a um mergulho. Estivemos quase a fazê-lo mas antes olhámos em volta. Na praia havia várias pirogas, canoas tradicionais de madeira, organizadas e viradas para o lago. Duas mulheres e três crianças estavam deitadas debaixo das redes de pesca estendidas em estacas na praia.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Na outra extremidade da praia, a cerca de 200 metros, estavam vários pescadores sentados. Um aproximou-se rapidamente. Começou a meter conversa connosco e aproveitámos para lhe perguntar se seria possível alguém nos levar de barco até Nkhata Bay. Esta parecia-nos a melhor opção porque o trekking de volta seguia o mesmo caminho que tínhamos feito e se apanhássemos um barco, poderíamos aproveitar e ver o lago noutra perspectiva. Tentámos negociar um preço mas de repente aproximaram-se outros homens. Estavam visivelmente embriagados e começou a ficar um ambiente estranho, já que alguns mostravam sinais de hostilidade. Antes que se tornassem violentos, porque não conseguíamos chegar a um acordo (eles queriam demasiado dinheiro e nós não estávamos interessados em pagar muito nem sequer em entrar num barco com homens embriagados), resolvemos desistir da ideia de apanhar o barco de volta.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Optámos por regressar a pé pelo mesmo caminho. Tentámos ficar sozinhos na praia mas não conseguimos. Havia sempre algum pescador bêbado a chegar-se a nós e a ideia de ir a banhos estava agora fora de questão. Optámos por regressar a Bwelero, tendo sempre por companhia um jovem embriagado que só a muito custo nos deixou. O rapaz tresandava e estava sempre a pedir-nos dinheiro para comprar sabão para lavar a roupa. Era mesmo uma necessidade pública! 😉

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Como ainda tínhamos tempo, resolvemos caminhar até Chikale Beach, a praia mais conhecida de Nkhata Bay. A praia estava cheia de africanos que dançavam e comiam. Era domingo à tarde e havia pessoas a fazer piqueniques e braais, os tradicionais grelhados africanos, nas areias da praia. O bar em frente ao lago, com um ar completamente decrépito, vendia cervejas e estava cheio de jovens a jogar snooker. Poucos turistas se viam por aqui, apenas alguns chineses e indianos.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

Era hora de regressar ao Mayokas Village, em Nkhata Bay, para aproveitar a pizza night e o pôr-do-sol da varanda sobre o lago. Tinha sido um dia bem passado mas o lago ainda tinha muito mais para nos mostrar.

LAGO MALAWI - Explorar a margem do lago no trilho de Nkhata Bay a Lusungwi | Malawi

PROCURE AQUI ALOJAMENTO NO MALAWI

Se vai viajar no Malawi, estes são alguns artigos que lhe podem interessar

  • VIAJAR NO MALAWI – Tudo o que precisa de saber para preparar a sua viagem ao Malawi. Um artigo cheio de dicas de viagem para visitar o Malawi.
  • VISITAR O LAGO MALAWI – Um artigo cheio de dicas práticas sobre o que ver e fazer quando visitar o Lago Malawi.
  • DO LAGO MALAWI A MBEYA NA TANZÂNIA – Um artigo sobre a nossa experiência a cruzar a fronteira entre o Lago Malawi e a Tanzânia, alcançando a povoação de Mbeya.
  • ILALA FERRY NO LAGO MALAWI – Tudo o que precisa de saber para navegar o lago Malawi a bordo do Ilala Ferry.
  • AVENTURAS NAS ESTRADAS DO MALAWI – Um artigo em forma de crónica de viagem sobre a nossa aventura a percorrer o Malawi em transportes públicos.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.