VISITAR MORONDAVA – O que fazer no oeste de Madagáscar

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

Morondava é uma das cidades mais importantes de Madagáscar, em particular da costa ocidental da grande ilha. Além de ter os seus próprios encantos, Morondava é uma excelente base para explorar a região em redor, no centro-oeste de Madagáscar, com atracções próximas como a “Avenida dos Baobás” e a Reserva Florestal de Kirindy e, um pouco mais longe, o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha, e ainda cidades culturalmente interessantes como Belo sur Tsiribihina. Finalmente, Morondava é também uma boa base para partir para a aventura da descida do rio Tsiribihina. Morondava é assim uma excelente base para explorar Madagáscar.

CONTEÚDOS DO ARTIGO

Visitar Morondava em Madagáscar

A cidade de Morondava fica localizada na costa ocidental de Madagáscar, banhada pelo Canal de Moçambique, tem um ambiente relaxado de cidade veraneante, com ruas percorridas por tuk tuks e riquexós, e tem como principal atracção as praias de Morondava e de Vezo. As praias de Morondava encontram-se na parte mais turística de Morondava, Nosy Kely, uma península que fica entre o mar e o canal Hellot, que atravessa a cidade de Morondava. É ali também onde se encontram mais hotéis e restaurantes em Morondava. Morondava é assim uma das cidades com mais vocação para receber turistas em Madagáscar.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar
VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

Explorar o oeste de Madagáscar a partir de Morondava

Para além da cidade, Morondava pode servir como base para visitar algumas das principais atracções do oeste de Madagáscar. Uma delas é a espectacular Avenida dos Baobás, onde se encontram dezenas das impressionantes e emblemáticas árvores de Madagáscar. Os baobás, considerados sagrados por muitos habitantes locais, não passaram incólumes à desflorestação de Madagáscar, mas hoje são preservados como património cultural e natural. É uma visita a não perder a partir de Morondava, especialmente ao pôr-do-sol.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

Um pouco mais longe, mas ainda assim perfeitamente ao alcance de quem está alojado em Morondava, encontra-se a reserva florestal de Kirindy, onde poderá ver de perto espécies locais de lémures, assim como plantas e outros animais, quem sabe talvez uma fossa! Na reserva florestal de Kirindy pode fazer um percurso a pé diurno e um nocturno, sendo que observará diferentes espécies, nomeadamente de lémures. Uma visita a não perder a partir de Morondava.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

Finalmente, uma das grandes atracções de Madagáscar, o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha, património mundial da UNESCO, está localizada a cerca de 150 km a norte de Morondava. A paisagem neste parque nacional é única, com formações rochosas de calcário finamente esculpidas pela água e vento, podendo ser explorada a pé, acompanhado de um guia do parque. É possível também observar lémures neste que é uma das mais importantes áreas naturais de Madagáscar, um dos parques nacionais mais visitados do país e uma visita a não perder a partir de Morondava.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

O QUE VER E FAZER A PARTIR DE MORONDAVA


Para explorar devidamente Morondava e a região central da costa ocidental de Madagáscar é necessário ter algum tempo. No mínimo, precisará de dois a três dias para visitar Morondava, a Avenida dos Baobás e a Reserva Florestal de Kirindy. Para visitar o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha a partir de Morondava, serão precisos mais 3 dias.

1. Desfrutar da praia de Morondava

As praias de Morondava e de Vezo são a grande atracção da cidade de Morondava, na pequena península de Nosy Kely. Vale a pena passear na areia de Morondava e aproveitar o mar do Canal de Moçambique.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

2. Relaxar num bungalow junto à praia de Morondava

Quer fique alojado num chalet ou num bungalow, por exemplo no Chez Maggie, não pode deixar de relaxar junto à praia de Morondava, com os olhos no mar ou os pés na piscina.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

3. Visitar a Avenida dos Baobás a partir de Morondava

O baobá (ou embondeiro) é a árvore mais emblemática de Madagáscar. Existem nove espécies de baobás, e seis são endémicas de Madagáscar. Hoje, são muito menos do que terão sido, devido à forte desflorestação do país, mas o facto de serem considerados sagrados por muitos habitantes, e de atrairem visitantes estrangeiros mas também malgaxes, está a contribuir para a sua preservação ali perto de Morondava.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

4. Assistir a um dos melhores pores-do-sol em África

A Avenida dos Baobás é particularmente bonita ao amanhecer e ao pôr-do-sol, quando a inclinação solar prolonga as sombras e a cor é mais pronunciada e o ar mais limpo. Nós passámos na Avenida dos Baobás por volta do meio dia, mas depois voltámos ao final da tarde. Assistir ao pôr-do-sol na Avenida dos Baobás foi um dos pontos altos da nossa viagem em Morondava e por Madagáscar.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

5. Visitar o baobá sagrado a partir de Morondava

Um pouco a norte da Avenida dos Baobás, na aldeia de Kirindy, é possível admirar um imponente baobá que é venerado pela população local que ali faz oferendas de bebidas, comida e dinheiro, e pede boa sorte e fertilidade. Este baobá tem uma história curiosa, sendo uma inspiração para a fertilidade dos jovens casais malgaxes que ainda hoje visitam o local. Deve entrar descalço no recinto pois é um local sagrado.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

6. Visitar os baobás enamorados a partir de Morondava

Um pouco a norte da Avenida dos Baobás, e fazendo um corte à esquerda na estrada principal que sai de Morondava, pode admirar-se os chamados “Baobás Enamorados”, mas que na realidade é um só baobá que tem dois grandes troncos entrelaçados, parecendo ser dois. É uma árvore impressionante que merece ser visitada e admirada.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7. Visitar o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha (Grande Tsingy) a partir de Morondava

O Parque Nacional Tsingy de Bemaraha está dividido em duas áreas, designadas por Grande Tsingy e Pequeno Tsingy, dadas as suas dimensões. É possível fazer um percurso no Grande Tsingy da parte da manhã de um dia. No entanto, precisa de um dia completo para chegar de Morondava lá.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.1. Fazer um percurso no Grande Tsingy

O maior prazer ao visitar o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha é simplesmente andar a pé e percorrer as maravilhosas formações rochosas denominadas “Tsingy de Bemaraha”, que na língua local quer dizer “pedras muito pontiagudas por onde se deve andar em bicos de pés”. É possível fazer vários percursos pedestres com diferente extensão e duração. Nós optámos pelo percurso mais popular no parque, uma caminhada de três horas com paragem para almoço. No início da visita ao Parque Nacional Tsingy de Bemaraha, deverá contratar os serviços de um guia (obrigatório). Este fornecerá o material necessário, nomeadamente o arnês, que irá utilizar na subida às rochas.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.2. Observar lémures no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

O Parque Nacional Tsingy de Bemaraha não é conhecido pela sua biodiversidade, mas a verdade é que também é possível observar ali lémures. Em particular, no início do trilho passa-se por uma zona de floresta onde tivemos a sorte de observar lémures brancos e lémures castanhos cinzentos (ainda que bem no alto das árvores) e um lémure rato (espécie nocturna) a dormir encaixado no tronco de uma árvore.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar
VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.3. Observar fósseis no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

Muitas das rochas do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha contêm testemunhos de um passado longínquo, quando a região estava debaixo de água. Os fósseis de coral impressos na rocha são verdadeiramente belos e, ao mesmo tempo que parecem completamente desenquadrados da paisagem actual, emprestam aonda mais diversidade geológica a um local já por si famoso pelas formações rochosas.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.4. Observar árvores estranguladas no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

As árvores estranguladas pelas lianas são um fenómeno muito curioso que se pode observar na floresta do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha. As lianas rodeiam uma árvore, estrangulando-a e sufocando-as, por assim dizer. A árvore acaba por secar por dentro e cair, e pode observar-se árvores caídas e árvores estranguladas ainda em pé.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.5. Percorrer grutas no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

A natureza da rocha calcária do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha é sofrer a erosão, lenta mas inexorável, da água ao longo dos séculos. Uma das formas resultantes são as inúmeras grutas que compõem a paisagem. Uma das actividades a não perder no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha é percorrer algumas das enormes grutas. Convém levar lanterna ou frontal.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.6. Fazer a subida dos Tsingy

A parte mais emocionante do trilho pelo Parque Nacional Tsingy de Bemaraha é a subida dos Tsingy, percurso que é ajudado pela existência de escadas metálicas e degraus em pedra estrategicamente colocados. Há também alguns cabos de aço por onde se deve prender o arnês. Embora estes na realidade não sejam essenciais à subida, é melhor jogar pelo seguro (e os guias insistem).

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.7. Admirar as vistas do primeiro miradouro do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

Após a subida dos Tsingy, chega-se ao primeiro miradouro do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha. Dali tem-se vistas privilegiadas sobre o conjunto das formações rochosas, que adquiriram uma forma digna de um quadro de Dalí, tal a sua fineza e distorção. A paisagem rochosa estende-se em todas as direcções e é verdadeiramente hipnotizante.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.8. Atravessar a ponte suspensa do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

Depois de descer do primeiro miradouro, irá encontrar outra passagem emocionante do trilho no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha, a ponte suspensa. Esta atravessa um pequeno canhão e, sendo suspensa, abana bastante quando se atravessa. É o momento “Indiana Jones” do trilho no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha!

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.9. Admirar as vistas do segundo miradouro do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

De seguida, chegará ao segundo miradouro do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha, onde as vistas são também impressionantes, embora de um local um pouco menos alto.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.10. Percorrer o labirinto do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

As formações rochosas no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha formam um tal emaranhado que os canais entre elas formam um verdadeiro labirinto, em que seria fácil perder-se (não fosse o guia ou as indicações) e onde por vezes não se consegue adivinhar o que aparecerá ao virar da esquina.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.11. Descansar na catedral do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

A chamada “catedral” do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha é uma cavidade rodeada de altas formações rochosas de todos os lados. Foi ali que nós almoçámos e descansámos um pouco.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

7.12. Percorrer o Grande Labirinto do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

O Grande Labirinto é a última atracção do trilho no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha, sendo uma encruzilhada de corredores entre as formações rochosas e por onde se passa, algumas vezes com alguma dificuldade e tendo de fazer alguma ginástica!

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

8. Visitar o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha (Pequeno Tsingy) a partir de Morondava

É possível visitar o Pequeno Tsingy no mesmo dia em que explorar o Grande Tsingy quando vier de Morondava. Deixe o Pequeno Tsingy para a parte da tarde, logo a seguir ao almoço ou ao final da tarde.

8.1. Fazer o percurso no Pequeno Tsingy

No Pequeno Tsingy, também é possível fazer vários percursos pedestres com diferente extensão e duração. Nós optámos pelo percurso mais popular no parque, uma caminhada de uma hora e meia.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

8.2. Admirar o rio Manambolo

O início do trilho no Pequeno Tsingy leva à margem do rio Manambolo, com vistas de belas formações rochosas e do magnífico rio.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

8.3. Percorrer o Labirinto do Pequeno Tsingy

No Pequeno Tsingy, as formações rochosas também constituem, à semelhança do Grande Tsingy, um verdadeiro labirinto, com altas paredes e corredores estreitos.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar
VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

8.4. Admirar as vistas do primeiro miradouro do Pequeno Tsingy

As vistas do primeiro miradouro do Pequeno Tsingy são fabulosas. Chega-se lá subindo algumas escadas e escalando algumas rochas.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

8.5. Admirar a garganta com água

A região do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha tem, como Madagáscar, duas estações no ano, a seca e a das chuvas. Mesmo na época seca (Abril a Novembro), a chuva cai ocasionalmente, e em algumas gargantas do Pequeno Tsingy pode observar-se água à superfície, emprestando um ambiente ainda mais misterioso às formações rochosas.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

8.6. Admirar as vistas do segundo miradouro do Pequeno Tsingy

O segundo miradouro do Pequeno Tsingy permite ter vistas privilegiadas sobre o maior conjunto de formações rochosas do complexo, sendo de realçar a fineza das esculturas realizadas pela água.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

9. Visitar a Reserva Florestal de Kirindy a partir de Morondava

Quando visitar Morondava, não pode deixar de visitar a Reserva Florestal de Kirindy, a cerca de 60 km de distância. Ali, deverá fazer o trilho nocturno e o trilho diurno (manhã cedo).

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

9.1. Fazer trilho nocturno na Reserva Florestal de Kirindy

O trilho nocturno na reserva Florestal de Kirindy é feito entre as 18.00h e as 20.30h, aproximadamente, com a companhia de um guia local. Nesse trilho é possível observar espécies que não se consegue ver durante o dia, em particular espécies nocturnas de lémures, como o lémure rato.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

9.2. Fazer o trilho dos lémures no Kirindy

O trilho diurno na reserva Florestal de Kirindy é feito entre as 7.00h e as 9.30h, aproximadamente, com a companhia de um guia local. Nesse trilho é possível observar espécies diurnas, em particular de lémures que se encontram normalmente bastante activos durante o início da manhã, por exemplo a alimentar-se.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

Nós não tivemos muita sorte, pois os únicos lémures que vimos foi um conjunto de lémures brancos, mas estavam muito no alto das árvores, dificultando a visão e a obtenção de fotos. No entanto, a Reserva Florestal de Kirindy é um dos melhores locais para a observação desta espécie de lémures.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

DICAS PRÁTICAS PARA VISITAR MORONDAVA E ARREDORES


Para poder desfrutar da sua viagem a Madagáscar e a Morondava, é essencial planear a sua visita antecipadamente, pois os pormenores logísticos fazem a diferença. Deixamos algumas dicas práticas para visitar Morondava, a Avenida dos Baobabs, o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha e a Reserva Florestal de Kirindy no nosso guia de viagem de Madagáscar.

Consulte também o nosso guia de Madagáscar com todas as informações sobre viajar em Madagáscar e em Morondava.

1. Como chegar a Morondava

Uma das questões fundamentais de uma viagem bem sucedida em Madagáscar é planear antecipadamente as deslocações no terreno nos arredores de Morondava, pois estas são muitas vezes difíceis e morosas. A opção mais confortável e rápida é voar para Morondava. Para deslocações por terra, consulte o nosso guia de viagem para Madagáscar.

Reserve aqui o seu voo para Morondava.

2. Onde dormir em Morondava

Para visitar a Reserva Florestal de Kirindy ou a Avenida dos Baobás pode dormir em Morondava, mas para visitar o Parque Nacional Tsingy de Bemaraha terá de se deslocar e dormir lá perto pelo menos duas noites.

Em Morondava, ficámos alojados (no final da nossa tour pelo rio Tsiribihina) no hotel Chez Maggie, uma excelente opção situada em Nosy Kely, a língua de areia a sul do centro de Morondava, e onde se encontra a praia de Morondava. Os bungalows são muito confortáveis, o restaurante serve boa comida, tem-se acesso à praia de Morondava e ainda se pode conversar com o dono, Gary, que é um contador de histórias de África fenomenal.

Outras boas opções para dormir em Morondava são o Select Hôtel e o Kimony Resort.

3. Onde dormir perto do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha

A melhor opção para dormir perto do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha é ficar alojado no OLYMPE DE BEMARAHA, uma excelente opção a poucos quilómetros da entrada do parque e bom para quem vem de Morondava. Com bungalows confortáveis, um restaurante e uma piscina exterior, é ideal para descansar de uma caminhada no Parque Nacional Tsingy de Bemaraha.

Reserve aqui a sua estadia no Olympe de Bemaraha perto do Parque Nacional Tsingy de Bemaraha.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

4. Seguro de viagem para visitar Madagáscar e Morondava

A IATI tem um seguro que é ideal para viajar para Madagáscar e Morondava. Todos os seguros da IATI cobrem tratamento por contágio por coronavírus e essa informação consta no certificado da apólice, já que alguns países pedem um seguro obrigatório com esta cobertura. Porém, se fizer o seguro do pack de seguro de viagem + seguro de cancelamento opcional, este cobre o cancelamento da viagem caso o segurado, seus pais ou filhos testem positivo para COVID-19 antes de ir para Morondava. E além disso, o seguro IATI Cancelamento também tem esta causa coberta. Sendo assim, este é, claramente, o melhor seguro do mercado neste momento para viajar para Madagáscar e Morondava.  

Faça aqui o seu seguro IATI aqui com 5% de desconto.

VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

GUIA DE VIAGEM PARA MADAGÁSCAR

GUIA DE VIAGEM PARA MADAGÁSCAR
GUIA DE VIAGEM PARA MADAGÁSCAR

Se procura um guia em pdf, prático e sintético, sobre viajar em Madagáscar este é o melhor que vai encontrar em português para levar consigo na sua viagem a Madagáscar e Morondava. Madagáscar é um país maravilhoso para viajar e vai encontrar aqui todas as dicas que necessita para aproveitar o melhor do país e a região de Morondava. Um guia de viagem com a qualidade do Viajar entre Viagens. Estas páginas vão dar-lhe condições para viajar em Madagáscar de forma independente, em segurança, quer em carro alugado como com transportes públicos.

PODE COMPRAR O NOSSO GUIA DE VIAGEM DE MADAGÁSCAR AQUI

O que pode encontrar no nosso guia de Madagáscar sobre a região de Morondava

  • Como chegar a Morondava
  • Como chegar à Avenida dos Baobás a partir de Morondava
  • Como chegar à Reserva Florestal de Kirindy a partir de Morondava
  • Como chegar ao Parque Nacional Tsingy de Bemaraha a partir de Morondava
VISITAR MORONDAVA - O que fazer no oeste de Madagáscar

Se for viajar para Madagáscar e Morondava estes são os nossos artigos que não pode perder

  • VIAJAR EM MADAGÁSCAR – Tudo o que precisa de saber para viajar em Madagáscar este neste artigo em forma de guia de viagem. Tem informações detalhadas de como chegar, se deslocar, visto de entrada, condições de entrada, roteiro de viagem, transportes, hotéis, tours, o que visitar e o que ver e fazer nos diferentes locais de Madagáscar. Essencial para preparar a visita a Morondava.
  • VISITAR ANTANANARIVO – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para visitar Antananarivo, a capital de Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • VISITAR FIANARANTSOA – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para visitar a cidade de Fianarantsoa com informação detalhada para visitar o parque de Ranomafana e a a reserva de Anja em Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • VISITAR ANTSIRABE E VER UM FAMADIHANA – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para visitar a cidade de Antsirabe com informação detalhada para tentar ver um ritual de Famadihana em Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • VISITAR ISALO – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para visitar o Parque Nacional de Isalo em Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • VISITAR ANAKAO – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para visitar as praias de Anakao e a ilha de Nosi Ve, em Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • DESCER O RIO TSIRIBIHINA – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para fazer a descida do rio Tsiribihina, em Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • VISITAR MORONDAVA – Um artigo com todas as dicas e tudo o que precisa de saber para visitar a cidade de Morondava com informação detalhada para visitar a Avenida dos Baobabs, Kirindy e o Parque Nacional Tsingy, em Madagáscar.
  • VISITAR A ILHA DE SAINTE MARIE – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar a ilha de Sainte Marie com informação detalhada para explorar este paraíso em Madagáscar. Ideal para combinar com a visita a Morondava.
  • VISITAR A ÎLE AUX NATTES – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar a Île aux Nattes com informação detalhada para explorar este paraíso em Madagáscar.

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.