Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas | Israel

Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas | Israel
Entre Haifa e Telavive, a cidade romana de Cesareia debruça-se sobre o Mar Mediterrâneo. Considerada as maiores ruínas arqueológicas de Israel, as escavações que ocorreram nas décadas de 50 e 60 deixaram a descoberto um património ímpar neste país. A cidade foi fundada por Hérodes, no século I a.C., em homenagem ao imperador romano César Augusto, no que outrora tinha sido um porto fenício. As descrições dos historiadores falam numa mega cidade e durante muito tempo foram tidas como exageradas. No entanto, as últimas escavações mostram que poderá não ser assim.
Diz a lenda que S. Paulo terá partido de Cesareia para a sua viagem pelo mediterrâneo oriental e terá sido aqui que foi aprisionado e enviado para Roma.
Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas  | Israel
A cidade apresenta uma muralha romana que circunda o porto marítimo e onde se localiza um templo virado para o mar – o palácio do rei Heródes, um anfiteatro, um hipódromo, um teatro e várias casas e edifícios públicos. O templo que outrora estava num promontório virado para o mar está praticamente desfeito e as ondas embatem no que resta do edifício. O teatro encontra-se bastante bem preservado e acolhe vários espectáculos de Verão como demonstram as infraestruturas modernas. Neste teatro escavado foi encontrada uma pedra, com partes de uma inscrição mencionando Pôncio Pilatos, Procurador da Judéia e o Tiberium (edifício em homenagem ao Imperador Tibério), que ele construiu.
Um pouco ao lado, um anfiteatro cujos lados oriental e setentrional estão bem preservados. O lado ocidental foi destruído pelo mar. Outrora, recebeu cerca de 8.000 espectadores e no século I ainda lhe foram acrescentados mais lugares, aumentando sua capacidade para 15.000. Os espectadores que se sentaram nesta arena puderam assistir a corridas de cavalo. Fora das muralhas e depois de termos caminhado um bom bocado para norte chegamos ao aqueduto romano que assegurava o abastecimento de água da cidade trazendo-a de fontes que se localizam a 9 km, perto do Monte Carmelo em Haifa. Hoje o aqueduto está praticamente enterrado pelas areias mas nalgumas secções expõem-se magnificamente no meio das praias.
Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas  | Israel
A cidade romana terá caído em declínio e durante o período bizantino voltou a reflorescer. Terá por esta altura albergado uma biblioteca cristã com 30 mil manuscritos e sido um importante centro de estudos geográfico-histórico da Terra Santa. A Cesareia bizantina cresceu para fora das muralhas com habitações, igrejas e sinagogas.
Em 639, Cesareia foi conquistada pelos árabes e a cidade foi transformada numa área agrícola com uma muralha de 3 m de espessura.
Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas  | Israel
Em 1101, os cruzados conquistaram a cidade. Aqui encontraram um relíquia… um vaso em vidro verde que consideraram ser o Santo Graal, o cálice usado por Jesus na Última Ceia. Levaram-no para Génova e colocaram-no na Igreja de S. Lourenço.
Depois de capturada por Saladino em 1187, reconquistada em 1191 por Ricardo Coração de Leão, Rei da Inglaterra, a cidade não parou de passar de mãos em mãos e, Luís IX, Rei da França, restaurou e fortificou Cesareia, em 1251, com uma muralha de 4 m da espessura e um fosso com 10 m de profundidade e 15 m de largura. Caindo às mãos dos Mamelucos em 1265, estes destruíram as fortificações e destruíram muitos dos edíficios da cidade.
Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas  | Israel
O passado de Cesareia está marcado nas suas ruínas e testemunham uma história de guerrilha e prosperidade. Hoje, uma área de lazer floresce em torno das ruínas. Bares, restaurantes e salões de chá de luxo estão aí construídos. O local está cuidado mas o parque de estacionamento construído no meio das ruínas é, no mínimo, um atentado paisagístico.
Visitar CESAREIA e as mais belas ruínas romanas  | Israel
Hoje começa o Shabbat e os transportes públicos terminam ao inicio da tarde. Pedimos aos empregados de um dos restaurantes para nos guardarem as mochilas e exploramos as ruínas e as praias circundantes durante a manhã de sexta-feira. Estava na hora de vir embora e apanhar o comboio a caminho de Telavive. À saída ainda descobrimos o local onde foi tirada a fotografia da capa do guia da Lonely Planet!

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. Ola, este roteiro que vocês fizeram em Cesareia foi todo com atrações abertas? Estou pensando em passar por Cesareia no sábado, descendo do norte, shabbat portanto, estou com receio do que poderemos visitar. Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, foi. Era só entrar e passear. Cesareia é muito bonito, vale a pena visitar.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.