A odisseia dos VISTOS para a Rota da Seda

A odisseia dos VISTOS para a Rota da Seda

Não é segredo para ninguém que nos conheça que é a Carla o corpo, mente e alma do projecto Viajar entre Viagens (uma entre muitas das vantagens de viajar com uma geógrafa). A preparação meticulosa as viagens, a dinamização da página do facebook e a elaboração dos roteiros a seguir são exclusivamente obra dela. Participo na escolha dos destinos, e ocasionalmente na preparação de locais a visitar, enquanto que nas crónicas de viagem procuro ter uma participação equitativa. Mas a Rota da Seda é, como sempre foi, uma viagem de preparação exigente! Nomeadamente no que toca a vistos…

Como mesmo a Carla não dá conta de tudo, fiquei responsável por esta parte da preparação da viagem, algo que começou já em Janeiro deste ano! Como não temos dias disponíveis para esperar por vistos durante a viagem, o objectivo era conseguir todos os vistos necessários antes de partirmos… A missão aparentava-se como hercúlea! Apenas o Quirguistão não exige visto prévio para cidadãos portugueses (desde há 1 ano). A Turquia era o elo mais fraco (leia-se fácil!): pode tirar-se o visto à chegada ao aeroporto e sem problemas. Os restantes países são um bico de obra: idas obrigatórias a Lisboa para os vistos do Irão (neste caso, duas, uma vez que se enganaram nas datas de entrada e tivemos de pedir outro) e China, e passaportes a viajar até Paris (acompanhados de uma carta de recomendação elaborada por uma agência) para o visto do Uzbequistão.

A odisseia dos VISTOS para a Rota da Seda

Mas é o Turquemenistão a cereja no topo do bolo… Claro que não há representação diplomática em Portugal, e uma vez que o pedido de visto de turismo é extremamente difícil, moroso e caro, rapidamente nos decidimos pelo visto de trânsito: 5 dias com datas marcadas limites de entrada e saída do país. Muita pesquisa na net limitou as alternativas às embaixadas no Reino Unido e Áustria. Ambas aceitam pedidos com os habituais requisitos, mas também a prova de que já possuímos os vistos do país antes (Irão) e depois (Uzbequistão). O tempo corria, e já foi no mês de Junho que iniciei o processo com a embaixada na Áustria. Não precisávamos de mandar os passaportes, apenas os documentos e podíamos levantar o visto numa embaixada à escolha. Primeiro mandámos tudo por correio tradicional, mas depois foi preciso mandar tudo por correio electrónico. Entretanto o início da nossa viagem aproximava-se… Pedimos para levantar o visto em Teerão, mas não obtivemos resposta até sairmos de Portugal. Durante a estadia na Turquia, nada… Até que chegamos a Teerão e, numa Segunda, lá nos dirigimos à embaixada do Turquemenistão, apreensivos mas com alguma esperança.

Se as coisas corressem mal (isto é, se tivéssemos de iniciar o processo novamente), poderia demorar 1 semana o que poderia alterar radicalmente os nossos planos no Irão. No longo percurso de metro, e depois de táxi, não falámos, mas ambos pensávamos que se iria passar… Chegados à embaixada, fomos recebidos num guichet exterior por um funcionário mal encarado que nos olha de lado… Não fala inglês e nós, nem farsi, nem russo! Isto prometia… Mas uma senhora iraniana salvou o dia e traduziu o que eu dizia: “Já fiz o pedido, já mandei os documentos, veja lá se isso está no computador…”

Após alguns minutos de espera, veio a confirmação: sim, o visto pode ser emitido ainda hoje, só têm de pagar e esperar. Que alívio! Só não saltamos e nos abraçamos porque estávamos no Irão… Terminou assim a odisseia dos vistos da Rota da Seda, com um final feliz. THE END!

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.