Dia 24 – Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial|Volta ao Mundo

5h da manhã. O comboio pára na estação Tugu de Yogyakarta. Acordo sobressaltado, embora não tenha dormido nada bem uma vez que o ar condicionado na carruagem estava para uma temperatura que devia rondar os 10 graus. Era hora de sair e procurar um lugar para dormir um par de horas, para depois dedicarmos o dia a visitar Yogyakarta, aquela que é considerada a alma da Indonésia, a sua cidade mais histórica e com mais tradição nas artes.

Pode marcar aqui o seu transfer privado em Yogykarta.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Podíamos ter ficado na estação à espera de clarear mas a verdade é que já não temos muita paciência para noites mal dormidas, especialmente quando aqui um quarto custa 10€/noite, e por isso reservámos um quarto num hotel relativamente perto da estação. Assim, ainda noite cerrada, calcorreamos, carregados, os 900 metros que separavam a estação do hotel. Não foi fácil encontrá-lo, mas depois de algumas tentativas frustradas, lá conseguimos. O nosso quarto virava para um pátio interior, e a arquitectura do nosso hotel era bonita. No entanto, quase não tivemos tempo de a apreciar, uma vez que às 8h da manhã já estávamos a pé, prontos para visitar Yogyakarta.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Visitar Yogyakarta

Deixámos as mochilas no hotel, e partimos em direcção à avenida central de Yogyakarta, JL Malioboro, que liga a zona da estação à zona onde se encontra a grande atracção da cidade, o kraton, um complexo palacial muralhado, herança dos tempos áureos da fundação da cidade por um príncipe que se intitulou sultão e estabeleceu o estado mais poderoso em Java. No século XVIII, a cidade distinguiu-se pela resistência ao avanço do domínio colonial e, em particular, assumiu essa liderança no pós final da segunda guerra mundial, quando os holandeses procuravam manter algo que já não podia ser mantido.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Yogyakarta tem alguns pontos de interesse fora do centro, mas aquilo que atrai as atenções de quase todos encontra-se no centro da cidade, entre a estação de comboios e o bairro do Kraton. Resolvemos só dedicar um dia a visitar Yogyakarta, pois queríamos também visitar duas grandes atracções perto de Yogyakarta: Borobudur, o maior templo budista (inactivo) do mundo, e Prambanan, as ruínas do maior templo hindu da Indonésia.

Marque aqui os seus tours para Borobudur, Vulcão Merapi em ruínas de Prambanan

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

1. Kraton

Para chegar ao Kraton, aproveitámos o sistema de autocarros urbanos muito parecido com o de Jacarta, embora numa escala mais pequena. Ainda assim, tivemos de andar um pouco para chegar à entrada da parte muralhada da cidade, onde ainda vivem milhares de pessoas, e onde muitos ainda trabalham para a família real, sendo que Yogyakarta assegurou na independência um estatuto de região especial e o sultanato a continuação do seu status de monarquia regional.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

O kraton é constituído por uma série de edifícios, sendo alguns deles salões de recepção de convidados, e outros residência da família real, destacando-se o Bangsal Kencana (Pavilhão Dourado), com chão de mármore e com um soberbo telhado de madeira trabalhado. Alguns dos edifícios funcionam como pequenas sala de museu, com objectos e fotografias expostas relacionadas com a história da cidade e da família real, mas a informação em inglês é quase inexistente.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Outro grande ponto de interesse dentro do kraton é o facto de acontecerem vários espectáculos de artes performativas como o teatro de marionetas ou danças tradicionais. Infelizmente, visitámos o kraton numa Sexta-Feira, e neste dia santo muçulmano não há espectáculos.

Pode fazer uma visita guiada à cidade de Yogyakarta. Marque aqui antecipadamente.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

2. Ruelas do bairro histórico

Fora do kraton existe um bairro característico e vale a pena deambular pelas ruelas e descobrir alguas surpresas escondidas quando visitar Yogyakarta. Ou então encontrar um indonésio sempre pronto a levar os turistas a ver uma loja ou uma oficina. Nós visitámos uma oficina de fabrico das marionetas clássicas (wayang kulit), feitas de pele de búfalo, com um desenho inspirado em personagens de épicos clássicos como o Ramayana, e finalmente pintadas à mão.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

3. Taman Sari

A sul do kraton, fomos conhecer o complexo Taman Sari, um conjunto de palácios, piscinas e canais construídos para o prazer da família real e cujo arquitecto foi um português, que se diz ter sido morto após a conclusão da obra para não repetir nada tão belo. Apesar do complexo ter estado em ruínas durante muito tempo, está em progresso um esforço de reconstrução e já se podem admirar algumas piscinas.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

4. Mesquita Subterrânea

O maior ponto de interesse é, no entanto, uma mesquita subterrânea, construída em torno de um pátio interior aberto.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo
Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

5. Mercado Tradicional de Pasar Ngasem

Dali seguimos para norte, onde visitámos um mercado tradicional, onde a Carla comprou um chapéu de palha, imagem de marca do sudeste asiático. Continuámos então a pé pela cidade fazendo o percurso contrário, em direcção à estação de comboios. Aproveitámos e percorremos a pé a avenida principal onde as lojas e os vendedores de rua se sucedem.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Em direcção a Borobudur

Podíamos continuar a visitar Yogyakarta, mas tínhamos um outro destino para o final do dia, e voltaríamos a Yogyakarta noutro dia. Regressámos ao hotel, pegámos nas mochilas e percorremos um quilómetro até uma paragem de autocarro, que nos levaria ao terminal de autocarros de Jombor. Depois de muito esperar, lá conseguimos e, em Jombor, foi fácil encontrar outro autocarro que partiria em direcção a Borobudur. A viagem é curta em quilómetros, mas ainda demora mais de uma hora, pois o trânsito é muito e o autocarro pára frequentemente.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Finalmente, já ao final da tarde, chegámos ao terminal de autocarros de Borobudur, uma pequena cidade construída em volta do famoso templo. Dali, apanhámos a boleia de duas motos, que nos levariam ao Villa Borobudur Resort, onde no estragaríamos com mimos nos dias seguintes.

Se pretender visitar Borobudur ao nascer do sol a partir de Yogyakarta pode marcar aqui o seu tour. Esgotam rápido porque são muito populares. Se quiser pode combinar esta visita com o templo de Prambanan. Marque esse tour aqui.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Dormir em Yogyakarta – Um luxo de vez em quando nunca fez mal a ninguém

Não deve ser comum chegarem clientes para este resort a bordo de duas motocicletas pois, primeiro, os homens enganaram-se e levaram-nos para uma homestay com um nome parecido (sem a parte do resort…) e, depois, quando depois de percorridos alguns quilómetros fora do centro de Borobudur, e subindo uma encosta das montanhas que circundam a cidade, chegámos à portaria do resort e o rapaz da recepção perguntou o que queríamos!

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Esclarecidos os pormenores, lá fizemos o check-in e fomos transportados para a nossa villa, com uma piscina privada com vista para o vale de Borobudur. Fabuloso! É por isto que nós vamos poupando na maioria dos alojamentos. Assim, podemos de vez em quando dar-nos a um pouco de luxo. E, neste capítulo, o Villa Borobudur Resort é a opção certa para quando visitar Yogyakarta e Borobudur.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Nos dias seguintes, iríamos explorar a região e descobrir os seus encantos, enquanto desfrutávamos do conforto e privacidade do nosso alojamento. Nestas ocasiões, costumamos olhar um para o outro e dizer: “Vamos pagar isto tão caro…”, referindo-nos a que rapidamente passaremos do oitenta para o oito em termos de qualidade de alojamento.

Dia 24 - Visitar YOGYAKARTA, a cidade imperial | Volta ao Mundo

Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Mas não vale a pena preocupar-nos com algo que ainda não aconteceu; devemos, sim, apreciar o presente e desfrutar da melhor forma.

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.