VISITAR BOROBUDUR – INDONÉSIA – O maior templo budista do mundo

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Hoje era dia de visitar Borobudur. Já ouviram falar de Borobudur? Dos templos de Borobudur? Dos maiores templos budistas do mundo? Sim, ficam em Borobudur, em Java, na Indonésia. E visitar Borobudur era o nosso objectivo.

Visitar Borobudur num lugar idílico

Porque estamos num alojamento de luxo como o Villa Borobudur Resort e não aproveitamos ao máximo o conforto da cama, preferindo levantar-nos às 4.00h da manhã? Porque valores mais altos se levantam, nomeadamente visitar Borobudur! Tínhamos planeado visitar Borobudur logo de madrugada, e assistir aí ao nascer do sol, no que pensávamos que iria ser uma experiência intimista, introspectiva e com poucas pessoas em Borobudur. Nada mais longe da realidade! Borobudur foi inundado por turistas.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Como chegar aos templos de Borobudur

Depois do transfer do resort de Borobudur para a entrada do Parque Arqueológico de Borobudur, o ponto de encontro é o Hotel Manohara e é ali em Borobudur que ficámos a saber que não poderíamos usar o drone e que o preço de entrada era bastante elevado, ou seja 475.000 rupias por pessoa (cerca de 35€). É o preço da História em Borobudur!

Compre aqui o seu bilhete para o templo de Borobudur. O valor do bilhete em Borobudur é o mesmo e não precisa de enfrentar as filas em Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Artigos no nosso blogue sobre locais em Java na Indonésia

  • CRATERA DE IJEN – Um artigo sobre a nossa experiência a viver uma semana na cratera de Ijen em Java para a realização de um documentário sobre os mineiros de enxofre de Ijen. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR BOROBUDUR – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar e chegar aos templos hindus de Borobudur em Java, Indonésia.
  • VISITAR YOGYAKARTA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar e chegar à cidade de Yogyakarta em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR PRAMBANAN – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar e chegar aos templos hindus de Prambanan em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR JACARTA – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na cidade e arredores de Jacarta, em Java, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a cidade. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR O KRAKATOA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar o vulcão Krakatoa, em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR BANYUWANGI – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar Banyuwangi, em Java na Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR MALANG – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar Malang, em Java na Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • SUBIR O VULCÃO SEMERU – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar o vulcão do Monte Semeru, em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR TUMPANG – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar a região de Tumpang, em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • SUBIR O VULCÃO BARTOK – JAVA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar o vulcão Bartok, em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR O MONTE BROMO – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar o vulcão do Monte Bromo, em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR CEMORO LAWANG – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar e chegar a Cemoro Lawang para visitar os Vulcões de Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISITAR CARITA – JAVA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar a zona dos arrozais de Carita, em Java, Indonésia. Ideal para combinar com Borobudur.
  • VISTO DA INDONÉSIA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para tirar o visto da Indonésia.
  • VIAJAR EM JAVA – Um artigo que é um guia de viagem, com roteiro, dicas para viajar, informação prática, ligações de transporte por terra, ar e barco, com horários e preços. Se procura de um artigo que o ajude a preparar a sua viagem de forma independente em Java, este é o artigo. Inclusive como ir a Borobudur.

Visitar Borobudur ao nascer do sol

No parque de estacionamento de Borobudur começámos a suspeitar que, pelo número de carros ali presentes, o templo de Borobudur estaria muito concorrido. E confirmou-se… Logo desde a entrada para Borobudur, e na caminhada até ao templo de Borobudur, eram já muitas as pessoas que nos acompanhavam a visitar Borobudur mesmo na alvorada. A noite era ainda cerrada em Borobudur, e as únicas luzes que se viam eram as das lanternas distribuídas à entrada. Mas quando chegámos ao topo é que tivemos noção da real dimensão do número de pessoas em Borobudur, pois centenas de pessoas acotovelavam-se para conseguir a melhor posição para a foto de Borobudur com o nascer do sol como pano de fundo.

Pode também visitar Borobudur em tour, marque aqui o tour a Borobudur. Se preferir, faça como nós e vá assistir ao nascer do sol nos templos de Borobudur. Pode também assistir ao pôr-do-sol. Compre o seu tour ao por do sol em Borobudur aqui.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo
Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo
Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

A verdade é que nós fomos a Borobudur pela mesma razão que aquelas centenas de pessoas, por isso não nos podemos queixar, mas não estávamos á espera de tão elevada concentração de visitantes naquela hora matutina em Borobudur. O sol, esse, é que decidiu não aparecer em Borobudur. Uma intensa neblina matinal cobriu Borobudur e foto do nascer do sol, nada! Ainda assim, fizemos os possíveis para conseguir tirar fotos sem pessoas no background, mas não era uma tarefa nada fácil em Borobudur!

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo
Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

A melhor altura para visitar Borobudur

Muitas pessoas foram-se logo embora mal se concretizou o logro do nascer do sol radioso em Borobudur, mas alguns mais persistentes permaneceram no local a tirar fotografias e a aproveitar Borobudur. Por volta das oito da manhã, a neblina começou a dispersar e o sol a espreitar em Borobudur. As cores alteraram-se, e a bela paisagem verdejante à volta do templo de Borobudur começou a mostrar-se.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Depois de satisfeita a vontade de registar em fotografia o momento em Borobudur, era tempo de visitar Borobudur finalmente.

Borobudur é uma das principais atracções da Indonésia, e atrai todo o tipo de visitantes, desde visitas escolares até grupos organizados vindos de longe (por exemplo, Yogyakarta).

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo
Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Para se poder visitar Borobudur com alguma paz e sossego, há uma janela de oportunidade temporal entre o momento em que a maioria das pessoas que vieram para o sunrise já se foram embora, mas ainda não chegaram as grandes multidões das visitas do dia a Borobudur. Foi isso que fizemos em Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Visitar e perceber a estrutura dos templos de Borobudur

O templo de Borobudur é uma maravilha da arquitectura antiga. Os números das suas dimensões não enganam: 55.000 metros cúbicos de pedra, com mais de 2500 relevos gravados, mais de 500 estátuas de Buda, 35m de altura e 118m de lado da base. Mas os números de Borobudur não transparecem o mais importante em Borobudur, é um monumento extraordinariamente belo e com uma simbologia intimamente ligada à filosofia budista.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Visto do ar (perspectiva que nós  não conseguimos ter uma vez que não usámos o drone), Borobudur é como uma mandala gigante, ou seja, uma representação do universo budista. De acordo com a cosmologia budista, o universo é dividido em 3 regiões, sendo estas representadas na estrutura vertical do templo de Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

1. Secção de Kamadhatu em Borobudur

A primeira secção de Borobudur, a base quadrangular representa as vidas humanas dominadas pelos desejos e medos. Grande parte da fundação de Borobudur está escondida após a restauração. Podem, no entanto, ainda admirar-se alguns relevos que retratam as virtudes e os vícios inerentes a uma vida humana sem controle.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

2. Secção de Rupadhatu em Borobudur

A segunda secção de Borobudur, constituída por quatro níveis quadrangulares descreve as formas de vida que conseguiram controlar os desejos, mas que ainda assumem formas físicas. Aqui podem admirar-se os fabulosos relevos que retratam a vida de Buda e as estátuas dentro de nichos.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

3. Secção de Arupadhatu em Borobudur

A terceira secção de Borobudur, no topo, é circular e simboliza o nirvana, a libertação da forma e do sofrimento. Ali estão dezenas de stupas com estátuas de Buda dentro, sentado, mas com as mãos em diferentes posições, além, claro, da grande stupa no centro e que é o topo do templo de Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Borobudur foi praticamente abandonado no século VIII (pensa-se que um grande sismo terá contribuído para isso) e só voltou a ser redescoberto em 1814, sendo que ao longo destes dois últimos séculos foram feitas várias tentativas de restauração. A última e mais eficaz foi financiada pela UNESCO de 1968 a 1983, tendo Borobudur sido inscrito como Património Mundial em 1991.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Para além da beleza do topo do templo de Borobudur, com a série de stupas a criar um efeito hipnotizante, os relevos dos níveis inferiores são absolutamente fantásticos e é um verdadeiro prazer deambular à volta do templo a comtemplar os pormenores das representações em Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Visitar o Museu Arqueológico de Borobudur

Depois de descermos do templo de Borobudur, visitámos ainda o Museu Arqueológico de Borobudur, dentro do mesmo complexo. O museu de Borobudur é dedicado à importância das rotas marítimas ao longo da história da Indonésia, que se estendiam até à Índia e à costa africana oriental, em particular as rotas marítimas das especiarias como a canela (também representadas na figura de barcos nos relevos de Borobudur).

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Visitar o Templo de Mendut em Borobudur

Depois de termos saído do complexo de Borobudur, já não pudemos desfrutar do pequeno-almoço incluído na entrada para o nascer do sol, por isso decidimos sair logo e ir visitar outro templo nas redondezas, chamado Mendut, ao qual chegámos de boleia de moto desde Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo
Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

É um templo pequeno em Borobudur, com poucas representações no exterior, mas que no seu interior contém uma estátua extraordinária de Buda sentado à maneira ocidental, flanqueado por dois bodhisattvas. Vale a pena visitar em Borobudur este pequeno templo só para admirar a sua câmara interior.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Visitar o Mosteiro budista de Mendut

Ao lado do templo, existe um mosteiro budista com o mesmo nome. Não visitámos por dentro, mas os jardins circundantes são muito bonitos e parecem transmitir paz de espírito ali em Borobudur. Algumas estátuas estão espalhadas pelos jardins, e uma pouco vulgar atraiu as nossas atenções, representando um Buda cadavérico, correspondendo à fase da sua vida em que fez jejum quase até à morte.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo
Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

A seguir almoçámos em Borobudur, já tarde, num pequeno restaurante de beira de estrada. Foi uma refeição barata e simples, mas que deu para retemperar energias, pois ainda não tínhamos comido quase nada ao longo do dia em Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

A seguir ao almoço tardio, tínhamos de regressar à cidade de Borobudur, mas não era nada fácil. Os transportes eram muito escassos e queríamos arranjar alguém de moto que nos trouxesse de volta ao centro de Borobudur. Passado pouco tempo, um jovem parou ao nosso lado e perguntou para onde íamos. Levou-nos para Borobudur. Depois de chegarmos ao centro de Borobudur, a simpatia do rapaz convenceu-nos a combinar com ele para o dia seguinte para nos levar a algumas aldeias em redor de Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

O regresso ao hotel em Borobudur

Era tempo de regressarmos à nossa piscina no Villa Borobudur Resort, o local onde ficamos a dormir em Borobudur. Queríamos tomar um banhito, apanhar um pouco de sol, mas também tirar fotos e gravar vídeo com o drone, que nos permitia ter uma perspectiva global do nosso alojamento e do espaço circundante em Borobudur.

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Jantámos à beira da piscina, já a pensar o que visitar Borobudur e seus arredores nos reservaria no dia seguinte. Mas não resistimos a um mergulho nocturno ali em Borobudur…

Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo | Volta ao Mundo

Este artigo foi realizado durante a nossa viagem de Volta ao Mundo em 2019/2020. Dia 25 – VISITAR BOROBUDUR, o maior templo budista do mundo – Java – Indonésia (Agosto 2019)

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo
Dia 26 – Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Os rostos e aldeias esquecidas de Borobudur – Java – Indonésia

Mas no dia seguinte havia muito mais para descobrir em Borobudur.

Olhando para aquelas mulheres em Borobudur senti o peso da tradição e do trabalho feminino, ali tão longe da igualdade do género. Tão longe de tudo e de todos. São elas que trabalham de sol a sol, nos campos, nas fábricas artesanais, nas lojas… são os rostos esquecidos das aldeias de Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Em todas as aldeias de Borobudur vi sorrisos rasgados mas olhos amargurados pelo tempo de trabalho, pelo peso da responsabilidade de alimentar uma família, pela necessidade de comida. Tudo ali em Borobudur parecia real. E ao mesmo tempo, tudo ali em Borobudur parecia distante. O problema ali em Borobudur era eu. Ainda estava longe da realidade destas mulheres. Precisava de tempo para me ajustar. Precisava de saber indonésio para encetar uma conversa. Precisava de mais. Mas eram elas que realmente precisavam de muito mais.

– Good morning, diz-nos Busro logo pela manhã em Borobudur! Exibindo um sorriso envergonhado e tímido.

– Good morning, respondemos.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Busro esperava-nos no local combinado em Borobudur com uma mota. Prontamente nos disse, no seu inglês pobre, que o irmão mais novo vinha ter connosco e que andariam os dois connosco pelas aldeias de Borobudur. Busro é um rapaz novo, não aparenta ter mais do que 30 anos, envergonhado e muito simples. O seu parco inglês limita algumas conversas mas ao longo do dia vai ganhado confiança e vai falando cada vez mais e melhor. Entretanto chega Whendi, o irmão mais novo. Deve ter cerca de 20 anos e só arranha o inglês. Tem um sorriso igualmente bonito, genuíno e sincero.

Compre aqui o seu bilhete para o templo de Borobudur. Pode também visitar Borobudur em tour, marque aqui. Se preferir, faça como nós e vá assistir ao nascer do sol nos templos de Borobudur. Pode também assistir ao pôr-do-sol em Borobudur. Compre o seu tour para Borobudur aqui.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Tanto Busro como Whendi tem olhos negros bem escuros, da cor da terra e dos templos de Borubudur. Olhos daqueles que se vêm logo que são gente muito boa e de confiança. Foi pelas suas mãos que conhecemos as aldeias de Borobudur. Não podíamos ter tido experiência melhor em Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo
Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

VISITAR AS ALDEIAS DE BOROBUDUR


1. VISITAR A ALDEIA DE CANDIREJO EM BOROBUDUR

Candirejo é uma das aldeias mais belas de Borobudur. Rodeada de campos de arroz, as mulheres começam bem cedo a trabalhar nos campos de Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Os homens também ajudam mas a verdade é que são elas que estão dobradas sobre arrozais, apanhando o feno seco que restou da última cultura e que serve agora para alimentar o gado. Os homens param para conversar connosco mas elas não. Elas continuam a trabalhar ali em Borobudur, sobre o nosso olhar atento e apesar das minhas tentativas para encetar conversa.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo
Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

2. VISITAR A ALDEIA DE JUNKYARD

Busro leva-nos a medo até ao JunkYard, um parque logo ao lado criado por um artista local e que reutiliza a sucata automóvel abandonada à volta de Borobudur. Com restos de carros, motos, carrinhas e até riquexós, criou um parque de diversões que atrai a criançada local, especialmente ao final de semana. Não resistimos e entramos.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

A entrada é paga, custa 20 000 rupias/pessoa, cerca de 1,5€. O Rui ficou encantado e até parecia uma criança pequena!

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

3. VISITAR A ALDEIA DE TUKSONGO

Dali seguimos para Tuksongo, uma aldeia que nunca tínhamos ouvido falar em Borobudur mas, quando estávamos a passar reparamos numas mulheres a trabalhar no campo puxando a água. Parámos.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Logo ao lado encontramos a descoberta do dia em Borobudur. Estavam duas mulheres, uma nova e outra mais idosa, sentadas na soleira da entrada de uma garagem a escolher fios muito finos.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Ficamos tão intrigados que fomos ver. Busro não conhecia. Nunca tinha visto aquilo em Borobudur. Quantas coisas acontecem ao lado de nossa casa sem que nunca tenhamos reparado nelas? Porém, Busro meteu conversa com o dono da casa que lhe explicou que as senhoras estavam a escolher “noodles de vidro”, noodles muito finos, feitos a partir de uma palmeira de Borobudur. Ficamos encantados ali em Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

As mulheres, sentadas no chão, quase não falavam, apesar de eu tentar meter-me com elas várias vezes. Só a mais velha me retribuía um sorriso ocasional. A mais nova estava vexada, submissa e até, diria, desencantada.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Passam ali os dias, sentadas no chão, a escolher noodles em Borobudur. Mais tarde, estes são embalados e vendidos no bazar local de Borobudur. O dono da casa estava encantado com a nossa presença e explicava a Busro todo o processo. Estava visivelmente orgulhoso no reconhecimento do seu trabalho, trabalho este que herdou há várias gerações.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Porém a nossa curiosidade era muita. Como se faz noodles a partir de uma palmeira ali em Borobudur? Busro foi incansável e tratou de descobrir junto do dono da casa. Dali, Busro e Whendi levaram-nos até ao local onde as mulheres extraem o material das palmeiras, juntam-lhe água e o transformam numa pasta que posteriormente será transformada nos noodles de Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo
Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Entramos nas traseiras de um pequeno kapung, um bairro local e típico das aldeias de Borobudur. Quase uma dezena de mulheres trabalhavam a amassar a pasta dos noodles, ora criando uma pasta aquosa, ora batendo a pasta para a tornar mais sólida. Os sorrisos, as piadas e as gargalhadas das mulheres eram contagiantes. Ficamos ali uns bons minutos, aprendendo tanto sobre algo que não sabíamos nada.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

4. VISITAR NGLIPOH

Busro percebeu que nós gostávamos de aprender mais sobre a cultura local e os hábitos da população e da vida rural de Borobudur. Disse-nos “vou-vos mostrar a aldeia da cerâmica”. E foi. Voltámos às motas e fomos ver como vive uma pequena família que depende desta actividade para viver ali em Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

A mulher é a oleira da família. Estava agarrada ao seu torno, movido à força do pé, e fazia algumas das peças de barro que vai levar para a aldeia para vender aos locais e aos turistas. Atrás da casa, o marido, coberto de faúlhas coloca as peças para cozer num forno improvisado. Na realidade mais não é do que um monte de feno a arder com potes no interior.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

5. VISITAR A ALDEIA DE KARANG

Logo ao lado, está a aldeia de Karang, onde Busro nos levou a conhecer uma fábrica artesanal de fazer tofu. Muito interessante, especialmente porque nunca tinha pensado como seria feito este alimento. Um jovem rapaz trabalha praticamente sozinho numa garagem escura e esquecida pelo tempo nas aldeias de Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

A soja vem dos EUA, plantada em extensos campos de cultura intensiva e usando enormes quantidades de fertilizantes e adubos químicos. O rapaz está longe de imaginar que, aqui onde se cultiva o arroz e a chuva é abundante, aquela soja venha de terras onde as famílias mais pobres são privadas de água do domínio público para as industrias agro-alimentares produzirem monocultura de soja. O dono mostra orgulhosamente o saco que vem dos EUA e não esconde que a Indonésia não consegue produzir soja suficiente para alimentar o quarto país mais populoso do mundo.

6. VISITAR SINAR SEMAR

Whendi não fala muito inglês mas quando fala brilha! Virou-se para o Rui e disse-lhe: vou-vos levar a um lugar lindo. Chama-se Sinar Semar e é a casa de um amigo meu aqui em Borobudur. Fomos, claro! O que não fazíamos ideia é que essa casa era uma autêntica obra de arte, onde cada edifício estava pintado com passagens históricas, culturais e religiosas de Java.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo
Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Esta casa faria as delícias de qualquer instagrammer em Borobudur! E nós também não resistimos a várias fotografias.

7. VISITAR A IGREJA GALINHA

O dia nas aldeias de Borobudur já estava a chegar ao fim mas Busro disse-nos que não podíamos ir embora de Borobudur sem subir à Igreja Galinha. Igreja Galinha? WHAT? Seria mesmo? E era! A poucos quilómetros de Borobudur está uma igreja cristã em forma de pombo (uma alusão à Paz) mas cujo arquitecto não terá sido bem conseguido… É demasiado estranho para ser verdade mas é ali em Borobudur!

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

Pagamos 30 000 rupias para entrar e não resistimos a subir à coroa do “pombo”, embora tivessemos que esperar mais de 40 minutos e só termos 5 minutos para poder lá permanecer. As vistas são muito bonitas mas o espaço é claramente um invenção com muita falta de gosto em Borobudur.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

O ADEUS ÀS ALDEIAS DE BOROBUDUR

A hora de deixar os nossos amigos para trás chegou. Trocamos abraços, contactos e até fotografias. A boleia do Busro no dia anterior nunca poderia prever que sairíamos amigos desta aventura. É por isso que viajar é muito mais do que conhecer locais. Viajar é quando nos deitamos na cama, fechamos os olhos e pensamos, o dia foi extraordinário. E no entanto, não vimos monumentos de renome mas passamos o dia nas aldeias de Borobudur rodeados da simplicidade da vida das mulheres e destes amigos.

Dia 26 - Os rostos das aldeias de Borobudur | Volta ao Mundo

DICA DE ALOJAMENTO: Durante a nossa viagem a Borobudur ficamos alojados no magnífico Villa Borobudur Resort. Não deixem de espreitar quando visitar Borobudur.

Este artigo foi realizado durante a nossa viagem de Volta ao Mundo em 2019/2020. Dia 26 – Os rostos esquecidos das aldeias de Borobudur – Java – Indonésia (Agosto 2019)

Se está a pensar viajar na Indonésia estes são os artigos que temos no blogue e que lhe podem interessar

  • MELHORES PRAIAS DA INDONÉSIA – Um artigo com a lista exaustiva sobre as melhores praias da indonésia, desde Lombok às Molucas, passando pela Papua Ocidental, Java, Bali, Sulawesi ou Komodo e Flores.
  • VIAJAR EM SULAWESI – Um artigo que é um guia de viagem para Sulawesi, com roteiro, dicas para viajar, informação prática, ligações de transporte por terra, ar e barco, com horários e preços em Sulawesi. Se procura de um artigo que o ajude a preparar a sua viagem de forma independente em Sulawesi, este é o artigo.
  • VIAJAR EM BALI – Um artigo que é um guia de viagem, com roteiro, dicas para viajar, informação prática, ligações de transporte por terra, ar e barco, com horários e preços. Se procura de um artigo que o ajude a preparar a sua viagem de forma independente em Bali, este é o artigo.
  • VIAJAR EM LOMBOK – Um artigo que é um guia de viagem, com roteiro, dicas para viajar, informação prática, ligações de transporte por terra, ar e barco, com horários e preços. Se procura de um artigo que o ajude a preparar a sua viagem de forma independente em Lombok, este é o artigo.
  • VIAJAR NAS FLORES – Um artigo que é um guia de viagem, com roteiro, dicas para viajar, informação prática, ligações de transporte por terra, ar e barco, com horários e preços. Se procura de um artigo que o ajude a preparar a sua viagem de forma independente na ilha das Flores, este é o artigo.
  • VISITAR UBUD – BALI – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na cidade e arredores de Ubud, em Bali, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a cidade.
  • VISITAR MUNDUK – BALI – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na cidade e arredores de Munduk e das montanhas, em Bali, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a cidade.
  • VISITAR NUSA PENIDA – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na ilha de Nusa Penida, em Bali, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a ilha.
  • VISITAR NUSA LEMBONGAN – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na ilha de Nusa Lembongan e Nusa Ceningan, em Bali, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a ilha.
  • VISITAR KUTA BALI – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na cidade e arredores de Kuta e Benoa, em Bali, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a cidade.
  • PENÍNSULA DE BUTIK – Um artigo cheio de dicas sobre alojamento, tours, transportes, lugares a visitar, etc. na zona de Butik, em Bali, na Indonésia, com muitas dicas para explorar e visitar a região.
  • VISITAR AS ILHAS PADAIDO – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar as ilhas Padaido, um arquipélago cheio de ilhas deslumbrantes na Papua Ocidental, Indonésia.
  • VISITAR BIAK – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar as ilhas Biak, um arquipélago cheio de ilhas deslumbrantes na Papua Ocidental, Indonésia.
  • VISITAR WAMENA E VALE DE BALIEM – Um artigo sobre a nossa experiência a tentar visitar Wamena e o Vale de Baliem na Papua Ocidental.
  • VISITAR RAJA AMPAT – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar para Raja Ampat, um arquipélago cheio de ilhas deslumbrantes na Papua Ocidental, Indonésia.
  • VISITAR AS ILHAS KEI NAS MOLUCAS – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar as ilhas Kei, um arquipélago cheio de ilhas deslumbrantes nas Molucas, na Indonésia.
  • VISITAR AS ILHAS BANDA NAS MOLUCAS – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar as ilhas Banda, um arquipélago cheio de ilhas deslumbrantes nas Molucas, na Indonésia.
  • VISITAR ORA BEACH NAS MOLUCAS – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar Ora Beach e as ilhas deslumbrantes nas Molucas, na Indonésia.
  • MOLUCAS, AS ILHAS DAS ESPECIARIAS – Um artigo sobre os cheiros e sabores da nossa viagem pelas Molucas, o local mais belo da Indonésia.
  • VISITAR TIDORE – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar a ilha de Tidore nas ilhas deslumbrantes das Molucas, na Indonésia.
  • VISITAR TERNATE – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar a ilha de Ternate nas ilhas deslumbrantes das Molucas, na Indonésia.
  • VISITAR AS ILHAS TONGEAN – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar as incríveis ilhas Tongean, um arquipélago em Sulawesi com os ciganos do mar.
  • VISITAR TANA TORAJA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar em Tana Toraja, uma região única do ponto de vista cultural em Sulawesi.
  • CULTO DOS MORTOS EM TANA TORAJA – Um artigo que é a partilha da nossa experiência em Tana Toraja para fazer um documentário sobre o culto dos mortos na região de Toraja em Sulawesi, na Indonésia.
  • VISITAR KUPANG – Um artigo sobre a cidade de Kupang, a capital de Timor Ocidental na Indonésia, com dicas para explorar e visitar a cidade.
  • VISITAR O VULCÃO KELIMUTU – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar o vulcão Kelimutu, nas Flores, Indonésia.
  • VISITAR AS ALDEIAS DE BAJAWA – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar as aldeias de Bajawa e a cultura local, nas Flores, Indonésia.
  • VISITAR WAE REBO – Um artigo com tudo o que precisa de saber para visitar a aldeia de Wae Rebo e a cultura local, nas Flores, Indonésia.
  • BARCO DE LOMBOK ÀS FLORES – Um artigo com tudo o que precisa de saber para preparar a sua viagem desde Lombok até às Flores, na Indonésia, passando por Komodo e Sumbawa.
  • VISITAR AS GILI SECRETAS DE LOMBOK – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar as ilhas Gili Secretas de Lombok, na Indonésia.
  • VISITAR KUTA LOMBOK – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar em Kuta Lombok, na Indonésia.
  • NIKKO BALI BENOA BEACH HOTEL – O hotel que ficamos alojados no sul de Bali para explorar esta região da ilha. Um resort maravilhoso.
  • MONTE RINJANI – Um artigo com tudo o que precisa de saber para subir e visitar o vulcão do Monte Rinjani, em Lombok, Indonésia.
  • VISITAR GILI AIR – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar as ilhas Gili em Lombok, na Indonésia.
  • VISITAR GILI TRAWANGAN – Um artigo com tudo o que precisa de saber para viajar e visitar as ilhas Gili em Lombok, na Indonésia.

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. carla diz: Responder

    ola

    na leitura entusiasmada do vosso blog em especial textos da indonésia vejo que apanham muitas vezes boleia de moto. essas boleias tem custo certo ?
    não é possível o turista alugar moto como se faz no camboja ?
    grata

    1. Carla Mota diz: Responder

      Se apanhar um oljek tem que pagar pelo serviço, é táxi moto. Mas pode alugar moto. Nós temos alugado moto aqui na Indonésia. Só não alugamos em Java.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.