VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

Bali é a ilha dos Deuses, a ilha onde o caos do trânsito se combina com a espiritualidade hindu. A ilha onde o sagrado e o profano parecem ter encontrado uma harmonia. Bali é uma ilha dos extremos e viajar em Bali pode ser um de dois extremos, maravilhoso ou uma desilusão. A ilha onde o turismo de massa ameaça destruir um paraíso e onde os desafios para manter a sustentabilidade ambiental e social são fortíssimos.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

VALE A PENA VIAJAR EM BALI?

Vale a pena viajar em Bali e visitar esta ilha (ou ilhas) maravilhosa(s), mas é preciso ir bem preparado para aquilo que se vai encontrar ali. Bali está longe dos cartões postais e das imagens de instagram. Bali é muito menos e muito mais do que isso! Bali é muito menos do que as fotografias que circulam no instagram, a maioria tiradas em locais construídos para o efeito, com filas enormes (que demoram horas) e custos exorbitantes (uma fotografia num baloiço pode custar 15€). Quem vem a Bali à procura dessas imagens ficará certamente desiludido. Bali é um “flop” de marketing.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

Bali é, para nós, um caso de marketing turístico que devia ser estudado. Um destino que vive da fama do “spots” de fotos para instagram e onde, na actualidade, a maioria dos visitantes desvaloriza a cultura local e as tradições milenares. Mas Bali também pode ser muito mais do isso, felizmente.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

Bali ainda é uma ilha genuína, cheia de gente boa e hospitaleira, crente e afectiva. Basta, para a encontrar, dizer não aos circuitos turísticos habituais e explorar locais menos prováveis. E claro, conviver com os locais em vez de apenas “tirar uma fotografia instagramavel”. Vale a pena visitar Bali? A resposta é claramente sim, mas saiba o que vai encontrar nesta ilha.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

COMO IR PARA BALI

Para viajar para Bali o melhor é voar para Kuta, o aeroporto internacional, com ligações a quase todo o mundo. Pode pesquisar os melhores preços e horários no skyscanner e depois escolher um voo que lhe agrade. Geralmente é possível voar para Bali, ida e volta, por cerca de 400€ – 500€/pessoa.


PASSAPORTE E VISTO PARA VIAJAR EM BALI E NA INDONÉSIA

O visto da Indonésia é fácil de obter, especialmente se quiser permanecer no país por um curto período de tempo – 30 dias. No entanto, se desejar prolongar a sua estadia, é mais caro e dá mais trabalho.

Veja este nosso artigo para saber como pode tratar do visto para a Indonésia para 60 dias ou mais.


SEGURO DE VIAGEM PARA BALI E INDONÉSIA

As autoridades indonésias não exigem, para entrar ao país, ter um seguro de viagem para cobrir despesas médicas e hospitalares. Deve, no entanto, adquirir o seguro no seu país de origem, antes da viagem. Nós fizemos o seguro em Portugal, mas não nos exigiram nada à entrada. É altamente recomendado que faça seguro. Nunca viaje para a Indonésia sem seguro!  Nós usamos e recomendamos que faça o seguro IATI EstrelaSe usar este link terá 5% de desconto. Não facilite.


DINHEIRO E CUSTO DE VIDA EM BALI NA INDONÉSIA

Viajar na Indonésia pode ser bastante económico mas Bali é definitivamente o local do país mais caro. Prepare-se, Bali já não é assim tão barato quanto isso, no entanto, ainda assim, é um destino económico. A moeda em Bali e na Indonésia é a rupia sendo que 1€ é equivalente a aproximadamente 15 000 rupias. Para ter uma ideia dos preços médios praticados em Bali:

  • Uma garrafa de água – 10 000 rupias (só nos supermercados encontrará valores de 5 000 rupias)
  • Refeição de Mie Goreng na rua – 40 000 rupias
  • Dormida numa homestay básica – 200 000 rupias
  • Viagem de táxi de duas horas – 300 000 rupias
  • Refeição num restaurante médio – 150 000 rupias/pessoa
  • Hotel ou guesthouse com algum glamour – 400 000 rupias

Em Bali não consegue andar com muito dinheiro já que as caixas multibanco só permitem fazer levantamentos pequenos, geralmente não mais de 2 000 000 rupias (135€) no mesmo levantamento. E só dão notas de 50 000 ou 100 000 rupias, o que significa que vai sair de lá cheio de notas. O ideal, para evitar taxas bancárias, é fazer como nós e usar o cartão Revolut. Com este cartão até 200€/mês não paga taxas, e mais de 200€/mês paga taxas mas são mais baixas do que no banco (no nosso caso mais baixas que no BPI e na CGD). Se ainda não tem o seu cartão Revolut pode pedi-lo aqui .

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

INTERNET EM BALI

O acesso à internet em Bali é fácil e rápido. Quase todos os hotéis, homestays, guesthouses, restaurantes e cafés têm wifi livre. No entanto, se quiser, pode fazer como nós e comprar um SIM Card indonésio à chegada ao aeroporto. Custam 300 000 rupias com 12G de internet para um mês, recarregável com vários Gb, por exemplo 30 Gb por 160 000 rupias. A validade da internet é sempre de 30 dias.

Este é o tour mais popular em Bali e esgota rapidamente. É um dia para visitar os locais mais famosos para tirar fotos no instagram. Marque rapidamente aqui se é isso que pretende. A agência leva-o aos locais certos nos momentos certos.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

QUANDO VIAJAR EM BALI

A melhor altura para viajar em Bali é na estação seca, entre Maio e Outubro. Entre Novembro e Abril é a estação das chuvas e a é mais difícil para visitar a ilha. No entanto, prepare-se para as multidões, especialmente em Julho e Agosto. Pode ser um pesadelo! Filas para tudo e preços mais elevados. O ideal, é visitar Bali em Setembro e Outubro, ou em Maio e Junho. Se viajar nos meses de Julho e Agosto, prepare-se bem para encontrar a ilha completamente apinhada de turistas e mais descaracterizada.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

ROTEIRO PARA VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA – DURANTE 15 DIAS


Nós visitamos Bali depois de estar três semanas em Java, por isso, entramos em Bali de autocarro, vindo de ferry através do porto de Gilimanuk. Sendo assim, ou através do aeroporto, considere o dia de chegada a Bali como dia 0.


0º Dia – Viagem e Ubud

Aproveite a chegada ao aeroporto (ou porto) e arranje um tranfer directamente para Ubud. A melhor maneira de chegar a Ubud é tratar previamente de um tranfer. Pode marcar aqui. A viagem é curta e ainda vai ter tempo de dar uma voltinha na povoação no dia de chegada. Para começar, jante nas ruas movimentadas da cidade e sinta o pulso a esta bela localidade. Para conhecer bem as imediações vai necessitar de 4 dias completos.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

ONDE DORMIR EM UBUD

Em Ubud há imensos locais magníficos para ficar alojado. Nós preferimos ficar no centro da povoação para ver os espectáculos nocturnos e aproveitar os restaurantes e bares à noite. Ficamos em dois sítios distintos, ambos casas familiares com templos no interior e que custaram cerca de 12€/noite com casa de banho, pequeno-almoço e wifi. Ficámos alojados no Umah Dauh e no Sedana Jaya. É preciso marcar com muita antecedência.

NOTA – Com este roteiro vai precisar de 4 noites em Ubud.

Se procura glamour fora de Ubud em locais rodeados por campos de arroz, aqui ficam alguns dos mais famosos e mais bem localizados:

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

1º Dia – Ubud

Aproveite o primeiro dia em Ubud para conhecer a povoação e os locais próximos. Pode explorar estes locais a pé e não precisa de alugar moto ou carro. Neste dia faça:

  • Mercado de Ubud – Gratuito
  • Palácio de Ubud (Puri Saren Agung) – Gratuito
  • Templo da Água (Pura Taman Sarawasti) – (Preço: 15 000 rupias/pessoa)
  • Museu Blanco Renaissance
  • Passeio pelo Campuhan Ridge (fique aqui até ao pôr do sol) – Gratuito
  • Veja um espectáculo de danças Lengog no Palácio de Ubud (100 000 rupias/pessoa, às 19h30)

Pode explorar Ubud na companhia de um guia local. Marque aqui.

Para saber mais sobre Ubud, nomeadamente como organizamos o nosso roteiro por lá, veja este nosso artigo sobre todos os lugares que não deve perder em Ubud.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

DICAS EXTRA: Para almoçar e jantar em Ubud podemos recomendar alguns dos lugares onde comemos. Gostámos muito do ambiente da Rua Goutama. Aí jantámos no Restaurante Bonito (comida excelente) e na Pizzaria Dolce Arancia (com uma excelente pizza quatro queijos). Comemos também no Warung Lokal, um local com comida barata, na mesma rua, mas muito saborosa. Experimentamos também Babi Guling, uma espécie de porco assado como leitão no Restaurante Ibu Oka, em frente ao Palácio de Ubud. Não achamos nada de especial. Um pouco mais à frente, em direcção ao Ridge, comemos no Rococo Warung, comidas leves mas também saborosas.


2º Dia – Ubud

No segundo dia em Ubud alugue mota. Se não tiver prática ou quiser outra opção pode ser alugar carro com motorista. Pode ser boa opção e para 10 horas o carro custa cerca de 650 000 rupias (cerca de 30€) . Pode marcar aqui e personalizar a sua visita. Alugar mota ronda os 70 000 rupias por dia (cerca de 5€) e é a forma mais económica de conhecer a área. Aproveite este dia e vá conhecer:

  • Templo e floresta dos Macacos (Preço: 80 000 rupias/pessoa)
  • Pura Gunung Kawi (Preço: 50 000 rupias/pessoa)
  • Templo da Água – Pura Tirta Empull (e faça a cerimónia aqui). (Preço: 50 000 rupias/pessoa + 40 000 pela cerimónia)
  • Terraços de arroz de Tegallalang (Preço: 10 000 rupias/pessoa)
  • Veja um espectáculo de danças no templo da água, é memorável (80 000 rupias/pessoa).

Uma opção para evitar pagar bilhete pelas danças no templo é jantar no restaurante Lótus, numa mesa em frente ao templo. Marque mesa com antecedência para as 19h30, hora do espectáculo.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

3º Dia – Ubud

Neste terceiro dia em Ubud levante-se bem cedo e faça o trekking do Monte Batur. Este é um trilho para ver o nascer do sol por isso certifique-se que a empresa que escolhe chega lá a tempo. Nós compramos o nosso trekking na rua, numa agência local e chegamos bem tarde ao nascer do sol. Tivemos que nos separar do grupo para conseguir chegar a tempo. A tour na rua custa 350 000 rupias/pessoa e sai de Ubud às 2h30 da manhã.

Para que tal não aconteça, recomendamos que marque o seu tour com as fontes termais por aqui. Se quiser só mesmo o trekking, marque este. É o mais popular e esgota rápido. Se quiser pode associar rafting a esta experiência. Marque aqui.

No final do maravilhoso nascer do sol no monte Batur a tour ainda vai ver uma plantação de Café Luwak, que vale bem a pena pois é o café mais caro do mundo e resulta das fezes de uma animal local que se chama luwak.

Pegue depois numa moto (ou carro) e vá conhecer estes magníficos locais a oriente de Ubud. São maravilhosos.

  • Goa Gajah (Templo do Elefante) – (Preço: 50 000 rupias/pessoa)
  • Templo Yeh Pulu – (Preço: 30 000 rupias/pessoa)
  • Queda de Água de Tegenungan – (Preço: 20 000 rupias/pessoa)

DICA EXTRA – Neste dia almoçamos no Café Yeh Pulu. A comida e os sumos naturais são deliciosos e a vista e ambiente é ímpar. Altamente recomendado e com preços muito justos.


4º Dia – Ubud

No quarto e último dia em Udub alugue carro (ou vá em tour) a alguns locais muito interessantes mas mais distantes e com acessos difíceis. Para este dia, nós alugámos um carro com motorista e pagámos 750 000 rupias para o carro, desde as 4h da manhã até às 17h da tarde. Saia bem cedo para garantir que espera pouco tempo nos locais. Este é um passeio em que vai conhecer alguns dos lugares mais icónicos de Bali, nomeadamente o templo com as portas famosas.

  • Pura Lembuyang – As portas mais famosas de Bali com o monte Batur como pano de fundo, se tiver sorte. (chegue o mais cedo possível e tire um número para a fotografia mais famosa de Bali). Nós esperamos cerca de duas horas e chegamos às 6h da manhã. Deve chegar às 5h da manhã.
  • Taman Tirta Gangga – Templo com peixes na água de uma piscina. – Preço: 50 000 rupias/pessoa.
  • Cemitério e rituais funebres de Trunyan – Local muito interessante onde as tradições de Bali ainda estão longe dos olhares turísticos. Um barco para lá chegar, desde a aldeia, custa 600 000 rupias. Pode também ir em tour, marque aqui.

Ao final do dia, apanhe um transporte para Munduk, a zona das montanhas de Bali e longe dos turistas e das multidões.

ONDE DORMIR EM MUNDUK

Em Munduk aloje-se no magnífico Melanting Cottages, localizado mesmo antes de chegar ao centro da vila de Munduk, a meia encosta das montanha e com vistas espectaculares sobre o vale. O nosso chalé, de arquitectura tradicional balisesa, era todo feito em madeira escura, inclusive as janelas, que dão acesso directo ao exterior, sem vidro. Já chegámos a Munduk de noite, mas ainda deu tempo de nos sentarmos na varanda do nosso chalé. Faça o mesmo. É inesquecível. Nós jantamos sempre no restaurante do hotel, o Restaurante Waterfall. A comida é muito boa.

NOTA – Vai precisar de duas noites em Munduk.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses
VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

5º Dia – Munduk

Em Munduk alugue moto e visite de forma independente a zona das montanhas e os lagos. Veja o nosso artigo sobre Munduk para não perder nada. Não perca:

  • Queda de água de Munduk – Preço: 15 000 rupias/pessoa.
  • Os lagos Danau Buyan e Danau Tamblingan
  • Instagram spots – Preço: desde 25 000 rupias/pessoa.
  • Quedas de água gémeas de Banyumala – Preço: 30 000 rupias/pessoa.
  • Portas do céu – Preço: 30 000 rupias/pessoa.
  • Pura Ulun Danu Bratau – Preço: 50 000 rupias/pessoa.

Também pode visitar estes locais em Munduk em tour desde Ubud. É um tour também bastante popular. Marque antecipadamente aqui.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses
VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

6º Dia – Munduk – Nusa Lembogan

De manhã apanhe um transporte Nusa Lembogan. Marque o seu transfer pela internet, através deste link e tenha incluído o transporte por terra com pick up no seu hotel e o barco para Nusa Lembogan. Não se vai arrepender. É o mais barato que vai conseguir encontrar.

Aproveite o resto do dia para desfrutar da praia em Nusa Lembogan. É ideal alugar mota aqui para dois dias para conseguir explorar bem as duas ilhas.

Pode fazer um tour de snorkel a Nusa Lembogan a partir de Bali. É muito popular também, marque aqui.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

ONDE DORMIR EM NUSA LEMBOGAN E NUSA CENINGAN

Pode encontrar lugares fantásticos nas duas ilhas. Nusa Lembogan está ligada por uma ponte a Nusa Ceningan e os dois sao lugares maravilhosos para se alojar. Se procura mais tranquilidade aconselhamos Nusa Ceningan. Se procura mais restaurantes e um lugar tranquilo para sair, o melhor é alojar-se em Nusa Lembogan.

NOTA – Vai precisar de duas noites em Nusa Lembogan ou Ceningan.

NUSA LEMBOGAN – Nós alojamo-nos em Nusa Lembogan no Walet’s Paradise, na Mushroom Bay. O hotel fica mesmo ao lado da praia e perto de uimensos restaurantes e com um ambiente fantástico. Super recomendamos. Pagámos 22€/noite e tínhamos piscina fantástica. Outras opções são o Lembongan Cempaka Villa & Restaurant, o The Tamarind Resort – Nusa Lembongan, o Pondok Lembongan ou o Sea Bridge Villa Ceningan.

NUSA CENINGAN – Se preferir mais tranquilidade e algum glamour, opte por Nusa Ceningan, nomeadamente pelo Kastilla Sunset, o Nusa Veranda Sunset Villas & Restaurant ou o Villa Genta Ceningan.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

7º Dia – Nusa Ceningan

Alugue bicicleta e vá percorrer a ilha de Nusa Ceningan e aproveite para fazer alguma praia.

Pode ver o nosso artigo sobre o que fizemos neste dia em Nusa Lembogan e Nusa Ceningan.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses
VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

8º Dia – Nusa Penida

De manhã apanhe um barco na Yellow Bridge para Nusa Penida. O barco custa 50 000 rupias e demora cerca de meia hora a chegar a Nusa Penida. Uma vez em Nusa Penida, dirija-se para o seu alojamento e aproveite este dia para desfrutar da praia e da tranquilidade do seu alojamento. Recomendamos que se aloje na parte norte da ilha, perto da capital.

Pode aproveitar também a tarde deste dia para fazer snorkel em Crystal Bay. Vale a pena. Para não perder nada em Nusa Penida, veja o nosso artigo sobre a ilha.

Se procura um tour de um dia a Nusa Penida, esta é uma excelente opção. É um dos tours mais populares e vale a pena marcar com antecedência.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

ONDE DORMIR EM NUSA PENIDA

Nós ficámos alojados em Nusa Penida no Kubu Ganesh Guesthouse e percorremos a ilha de moto, sendo as outras alternativas alugar um carro com motorista ou fazer em tour. O hotel só tem quatro quartos e são divinais. O atendimento é soberbo, muito intimista e quase como se fossemos amigos de longa data. O Phillippe é francês e conhece Nusa Penida como ninguém. Vai ter imensos segredos e lugares maravilhosos para lhe contar. As suas histórias são também muito boas. O quarto é maravilhoso e a casa de banho divinal. Tem o melhor banho de água quente de Bali! O pequeno-almoço também é muito bom. Para além disso, tem um alpendre em frente ao mar que fez as nossas delícias. E tudo com preocupações ambientais. Há água potável gratuita para encher todos os dias. É o melhor local para se alojar em Nusa Penida.

NOTA – Vai precisar de três noites em Nusa Penida.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

9º Dia – Nusa Penida

Dedique pelo menos dois dias completos para desfrutar da ilha. Para saber o que o que não pode perder nestes dias veja o nosso artigos sobre Nusa Penida. O ideal é alugar moto mas se tem pouca prática ou não se sente à vontade, alugue carro com motorista. Neste dia concentre-se na parte ocidental da ilha, nomeadamente:

  • Templo e gruta de Pura Goa Giri Putri – Donativo
  • Atuh Beach
  • Diamond Beach
  • Miradouro de Pulau Seribu (ou das Mil Ilhas)
  • Rumah Pohon (Casa na árvore)
  • Queda de água de Peguyangan
  • Observatório de Peguyangan

DICA EXTRA – Em Nusa Penida jantámos em dois restaurantes que recomendamos. O primeiro foi o Warung Pondok, um restaurante local com produtos frescos. O que gostámos mais foi o Warung Beach Corner, com bela vista sobre o mar e um ambiente muito giro. A comida era razoável.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

10º Dia – Nusa Penida

Neste dia a viajar em Bali explore a parte mais turística de Nusa Penida, nomeadamente:

  • Crystal Bay
  • Angel’s Bilabong
  • Broken Beach
  • Kelingking Beach
  • Miradouro e queda de água de Seganing
  • Banah Cliff
  • Floresta e piscinas naturais de Tembeling
VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

11º Dia – Nusa Penida

No último dia em Nusa Penida faça uma das experiências mais fantásticas que pode fazer: nadar com mantas gigantes. Sim, é maravilhoso e não se vai arrepender. Nós contratámos os serviços da Monkey Activities, sediada em Nusa Lembongan, e combinámos para nos apanharem no porto de Toyapakeh às sete da manhã. Fomos com o Simon e o capitão do barco. Como era cedo, fomos os primeiros a chegar a Manta Bay, e nadámos com várias mantas gigantes e pudemos ter a sensação de estar a ver a vida no Planeta Terra. Na nossa viagem com a Monkey Activities, fizemos também snorkelling em “The Wall”, em Nusa Penida, e no “Mangrove Point”, este ao largo de Nusa Lembongan, e em ambos os corais são muito belos e coloridos, e muito pouco degradados, apesar do movimento de barcos e presença de pessoas na água.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

Depois desta actividade apanhe um barco para Sanur e para a Península de Bukit, onde terminará de viajar em Bali.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

ONDE DORMIR NA PENÍNSULA DE BUKIT

Para conhecer a Península de Bukit pode alojar-se em vários locais mas, quanto a nós, fuja de Kuta! Nós optámos por nos alojarmos na praia de Benoa, que é uma excelente opção para quem procura alojamentos de qualidade média e superior, mas longe do caos de Kuta.

NOTA – Vai precisar de 3 noites na península de Bukit.

Se procura algo mais alternativo, ligado ao surf, sugerimos a parte a sul de Kuta, nomeadamente as praias de Banlagan e Uluwatu. 

Estas são as melhores opções de alojamento:

BENOA – Nós ficámos hospedados num magnífico hotel, o Hotel Nikko Bali Benoa Beach. O hotel tem um excelente pequeno-almoço e uma magnífica piscina com areia da praia. Os restaurantes são fantásticos e o quarto uma maravilha. Este é o melhor local para se alojar em Benoa. Não perca a pizza quatro queijos no restaurante Georgios.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses
VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

ULUWATU – Se procura alojamento mais intimista e barato, e está numa onda de surf, Uluwatu pode ser um bom local para ficar alojado. Se procura luxo pode ficar aqui, no Bulgari Resort Bali ou o The Ungasan Clifftop Resort. Se procura alojamento mais básico e barato, mas com boa relação preço qualidade, veja o Yoga Searcher Bali, 100%Bali ou o Dreamsea Bali.

BANLAGAN – Se gosta de surf, recomendamos que se aloje aqui. Há guesthouses baratas e boas opções, tais como Balangan Sea View Bungalow, o Brothers Bungalows Balangan, o La Joya Balangan Resort ou o Hang Five Canggu Hostel.


12º Dia – Península de Bukit

Aproveite a proximidade do aeroporto ou do transporte público para Dempasar, para ir nos últimos dias a viajar em Bali para a Península de Bukit. Esta é uma das zonas mais descaracterísticas de Bali, mas achamos que vale a pena conhecer, especialmente de quer uns dias de descanso ou se gosta de surf. Para não ficar desiludido com o que vai ver ali, há algumas coisas que deve saber:

  • Não há boas praias na ilha de Bali.
  • Esta ilha não é um destino de praias tropicais.
  • Escolha um hotel com boa piscina, nós recomendamos em Benoa.
  • Há boas praias para surf e se é um amante da modalidade vale a pena dedicar aqui alguns dias, especialmente perto de Uluvatu.
  • Esta zona de Bali está cheia de turistas, restaurantes, hotéis, resorts, lojas, trânsito caótico e preços inflacionados.
  • Mas também tem boas infrastruturas de apoio ao turismo.

Aproveite o dia para fazer piscina no hotel e descansar.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

13º Dia – Península de Bukit

Aproveite este dia a viajar em Bali para conhecer as praias e costa da península de Bukit. Não perca os seguintes locais e termine o seu dia com um espectáculo de danças kecak no templo de Uluwatu. Para ver o que fizemos na Península de Butik, veja este nosso artigo.

  • Praia de Jimbaran
  • Praia de Balangan
  • Praia de Bingin
  • Praia de Padang Padang
  • Praia de Ulu Watu
  • Templo de Ulu Watu (pode marcar a visita a este templo aqui) – Preço: 150 000 rupias/pessoa.

Pode fazer este passeio em tour, marque aqui.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

14º Dia – Kuta

Aproveite o final da viagem para ir a Kuta, o local mais turístico de Bali. Vale a pena conhecer quando viajar em Bali e é um óptimo local para fazer compras de última hora para levar para casa. O pôr-do-sol na praia é magistral.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

15º Dia – Praia e Piscina

Aproveite o seu último dia a viajar em Bali para fazer praia ou piscina no seu local favorito e preparar o voo de regresso a casa.

VIAJAR EM BALI – INDONÉSIA | Dicas, roteiro de viagem (dia-à-dia) e o que visitar em Bali, a ilha dos Deuses

DICA EXTRA PARA VIAJAR EM BALI

Se tiver tempo, deve ir para as ilhas Gili, que embora sejam já em Lombok, são as melhores praias para viajar em Bali. Pode ver o nosso artigo sobre as Ilhas Gili para preparar a sua viagem. Se não tiver tempo, substitua a Península de Bukit pelas ilhas Gili. Não se vai arrepender.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€.   Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.