DIA 74 – Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Logo pela manhã, a Carla dava conta que o nosso site estava em baixo, e estava dado o mote de um dia que ia ser muito agitado. Estávamos ainda na ilha das Flores, em Ende, mas íamos apanhar um voo para Kupang, capital de Timor Ocidental, a metade da ilha de Timor pertencente à Indonésia. Aí, teríamos de tratar da viagem do dia seguinte, entre Kupang e Dili, em Timor-Leste.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

O nosso primeiro voo interno

Idealmente, a nossa volta ao mundo deveria ser feita unicamente por terra e por mar, mas para isso era preciso muito mais tempo do que aquele que temos disponível. Seria, se calhar, uma coisa para três anos, como a viagem de Fernão de Magalhães!

Sendo assim, iremos fazer alguns voos, e o primeiro era a curta ligação entre as ilhas das Flores e Timor Ocidental, cerca de 40 minutos de voo. As nossas mochilas pesam um pouco mais do que o admitido no voo, mas no check-in os funcionários foram porreiros e deixaram passar sem problemas. Mas este aspecto é algo com que nos vamos ter de preocupar no futuro, pois poderão haver voos onde isso seja um problema. A verdade é que as mochilas estão muito pesadas, mas não vemos o que poderemos deixar para trás!

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Chegada a Kupang, Timor Ocidental

O aeroporto de Ende tem uma localização espectacular, mesmo junto ao mar e a pista é ao lado de um dos cones vulcânicos que dominam em altura a cidade. A vista do avião a descolar é muito boa!

Após um curto voo, avistamos Timor Ocidental e chegamos ao nosso destino. Na chegada a Kupang, apanhámos um táxi para o nosso hotel. Reservámos perto do aeroporto, mas longe do centro de Kupang, e um pouco mais caro. Acabou por não ser a melhor opção para estar perto do centro, mas é um típico hotel de negócios, o quarto é confortável e até tem uma pequena piscina, mas nós não a experimentámos.

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Em socorro do Viajar entre Viagens

Tínhamos duas prioridades: resolver o problema do crash do nosso site, e comprar bilhetes de autocarro para Dili. Quanto à primeira, já tínhamos contactado, antes de sair de Ende, o atendimento ao cliente do nosso servidor e pedido ajuda. Grande parte da manhã em Kupang foi passada a trocar emails com eles para resolver o problema.

Aparentemente o site do Viajar entre Viagens foi alvo de um ataque e aparecia como vazio! Felizmente, existem cópias de segurança que são feitas automaticamente e regularmente no servidor e por isso acabámos por não perder nada do nosso trabalho. Uff…

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Preparar a viagem para Dili

Quanto à viagem para Dili, pesquisámos na net e escolhemos uma companhia que faz a ligação directa entre Kupang e Dili, com troca de autocarro na fronteira. Fomos ao escritório deles (a alguns quilómetros do nosso hotel!) e reservámos os nossos lugares.

Vêem buscar-nos ao nosso hotel às cinco da manhã e está previsto chegarmos a Dili por volta das seis da tarde (hora de Timor-Leste, +1 hora do que na Indonésia). Seria assim um dia inteiro para a viagem entre Timor Ocidental e Timor-Leste.

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Explorar Kupang, em Timor Ocidental

Acabámos por ter muito pouco tempo do dia para explorar Kupang, a capital de Timor Ocidental. É uma cidade relativamente grande, com uma população que excede os 300.000 habitantes, e muito espalhada em termos de distâncias, sendo necessário usar a rede de transportes da cidade, ou seja, os bemos (carrinhas) ou ojeks (motos).

Kupang não tem grandes atracções, funcionando como base de exploração de Timor Ocidental, na qual não vamos ter tempo de viajar (excepto cruzar a ilha a caminho de Timor-Leste) e como pólo de ligações aéreas e marítimas da região.

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

A zona mais interessante de Kupang é a marginal, onde se concentram alguns hotéis mais baratos (num dos quais já reservámos noite para quando regressarmos a Kupang), restaurantes, lojas e o mercado nocturno.

Demos uma volta pela marginal, comprámos fruta fresca que era vendida em bancas junto à estrada, mas os restaurantes locais pareciam estar fechados (permanentemente, em alguns casos), por isso acabámos por comer um almoço tardio no (legítimo!) KFC.

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Já que tínhamos pago mais do que o costume pelo quarto, resolvemos regressar ao nosso hotel, e certificarmo-nos que o Viajar entre Viagens já estava online.

Jantámos no restaurante do nosso hotel, que acabou por ser uma agradável surpresa, com pratos muito saborosos.

Mas estava na altura de ir dormir, pois no dia seguinte a alvorada ia ser mesmo cedo. Estava na hora de viajarmos de Timor Ocidental para Timor-Leste.

DIA 74 - Sentir Kupang, a capital de TIMOR OCIDENTAL

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. AMEI <3 Fotografias linda. Parabéns pelo vosso blog. Continuem ***

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.