Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

As ilhas Banda, esquecidas no Mar das Molucas, são uma das pérolas por descobrir na Indonésia. Antigas ilhas das especiarias, hoje começam a ser descobertas como destino de mergulho, mas a terra e o ar ainda cheiram a especiarias. Foi lá que encontrámos a história viva da noz-moscada, e de como ainda é importante para a população e seu modo de vida. Foi lá que descobrimos praias paradisíacas, e fizemos snorkel em recifes de coral lindíssimos. As lhas Banda são um lugar obrigatório a conhecer quando viajar nas Molucas.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Onde ficam as ilhas Banda e como lá chegar

As ilhas Banda fazem parte do arquipélago das Molucas, entre Sulawesi e Papua, e localizam-se a sul de Pulau Ambon, o centro administrativo das Molucas. É um pequeno arquipélago, constituído por dez ilhas, próximas umas das outras, sendo fácil viajar de barco entre elas.

No centro, há três ilhas, Pulau Gunung Api, com o vulcão Gunung Api Banda (activo, mas com a última erupção em 1988), Pulau Neira, onde se encontra a capital, Banda Neira, e Pulau Banda Besar, a ilha maior. A oeste, encontram-se as ilhas de Pulau Ai e Pulau Run, enquanto a sudeste encontra-se a ilha de Pulau Hatta.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Pulau Neira tem um pequeno aeródromo, mas as ligações são pouco frequentes, caras, e feitas numa avioneta. O barco é a melhor opção para chegar e sair das ilhas de Banda. Pode usar o ferry Pelni, ou o barco rápido, por exemplo o Bahari Express. De Ambon a Banda Neira são cerca de seis horas de viagem.

Para mais informações acerca de viajar no Pelni na Indonésia e nas Molucas, consulte o nosso artigo “Viajar nas Molucas”.

Pode pesquisar e comprar o seu voo para Ambon aqui.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

O comércio das especiarias

As ilhas Banda foram as primeiras ilhas das especiarias a ver chegar europeus, e os primeiros foram os portugueses, em 1512. Dali, partiram à descoberta das Molucas, estabelecendo-se em Ternate e Ambon. As ilhas Banda eram a fonte exclusiva de uma das especiarias mais valiosas, a noz-moscada, e os portugueses, seguidos dos holandeses, procuraram dominar o comércio deste cobiçado produto.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Após uma breve presença dos portugueses no arquipélago, os holandeses tomaram conta das ilhas Banda e estabeleceram-se na região durante séculos, permanecendo aí até à segunda metade do século XX, quando a Indonésia se tornou independente. O domínio colonial holandês nas ilhas Banda foi particularmente violento. Com o objectivo de controlar a produção do cravinho e noz-moscada, mantendo o seu preço nos mercados internacionais, os holandeses proibiam o cultivo em certas zonas e promoviam-no noutras. O comércio era monopolizado pelos holandeses, punindo severamente quem tentava negociar fora dos circuitos por eles dominados.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Nas ilhas Banda, os únicos que desafiaram o predomínio holandês foram os ingleses, com uma breve presença em Pulau Ai e Pulau Run. As escaramuças entre as duas partes incendiaram a região, mas quem acabava por sofrer mais era a população local, alvo das represálias de ambas as partes. Mas, em 1674, os ingleses cederam e a partir daí os holandeses tiveram domínio absoluto da região. Implementando o seu monopólio com violência, os holandeses destruíram a base da sociedade local, matando grande parte da população e forçando outra parte a fugir.

Mais tarde, as ilhas seriam repovoadas pelos holandeses usando escravos e habitantes de outros arquipélagos da Indonésia, e seria implementado um sistema de cedência da terra ao uso de colonos, que vinham da Holanda para estabelecer e gerir as plantações de moscadeira, a árvore da noz-moscada. Este sistema estaria em vigor quase durante 200 anos, mas com a perda de exclusividade de produção, e a diminuição de procura por especiarias, fez com que as ilhas Banda entrassem no esquecimento de todos a partir do século XIX.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Hoje, a calma e ritmo lento do quotidiano nas ilhas Banda estão em contraste absoluto com a sua história conturbada, e as ilhas assumem-se como destino de mergulho de renome mundial, devido à biodiversidade das suas águas, excelente visibilidade, e recifes de coral intocados.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Visitar as ilhas Banda

Depois de chegado às ilhas Banda, é fácil deslocar-se pelo arquipélago, montando base em Banda Neira. As ilhas Pulau Gunung Api e Pulau Banda Besar podem ser visitadas usando os barcos públicos que fazem essas ligações frequentemente (partem quando cheios).

Pulau Banda Besar é a ilha maior, e a principal fonte de noz-moscada, ainda hoje. Pode atravessar de barco público para vários pontos da ilha, por exemplo, Biao. Uma vez lá, a melhor forma de explorar a ilha é de mota. Pode alugar lá, mas nós alugamos através do Maulana Hotel e estava à nossa espera quando lá chegámos (200.000 rupias/dia).

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Para visitar Pulau Ai, pode fazê-lo em barco público, e ir e vir no mesmo dia. Para visitar Pulau Run e Pulau Hatta, se for de barco público terá de pernoitar nessas ilhas, pois as ligações são pouco frequentes. Mas em todos os casos, a melhor opção, mais cara mas que lhe dará mais autonomia, é alugar um barco ou ir numa tour organizada a partir do seu alojamento, como no Maulana Hotel.

NOTA: Quando viajar de moto na Indonésia, não se esqueça de se fazer acompanhar da sua carta de condução (e se tiver a carta de condução internacional, melhor) e da sua apólice de seguro de viagens

Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Para mais informações acerca de como se deslocar nas ilhas Banda, consulte o nosso artigo “Viajar nas Molucas”.


Viajar nas ilhas Banda em liveaboard

Se é praticante de mergulho, a melhor forma de viajar nas ilhas Banda é na modalidade de liveaboard, ou seja, barcos em regime de tudo incluído (dormida, comida e 2-3 mergulhos por dia).

Se quiser experimentar um liveaboard no Mar de Banda, pode pesquisar e fazer a sua escolha aqui.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Onde ficar alojado em Banda Neira

Nós ficámos alojados no Maulana Hotel, uma referência na cidade, quer pela sua história, quer pela sua localização. Mesmo ao lado do porto, o Maulana Hotel ocupa um edifício histórico, de arquitectura colonial, junto à água e virado para o vulcão Gunung Api Banda. A localização é excelente, o cenário envolvente é lindo, mas o melhor é o ambiente que se lá vive, sendo os donos muito simpáticos, sempre prestáveis e muito conhecedores das ilhas Banda e da sua história. Os quartos são simples, mas confortáveis.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

O Maulana Hotel é uma óptima base para explorar as ilhas Banda, pois lá conseguirá organizar transporte ou tours para as outras ilhas, e não será difícil partilhar despesas com outros viajantes que queiram fazer o mesmo.

Pode reservar a sua estadia no Maulana Hotel aqui.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

LUGARES E EXPERIÊNCIAS OBRIGATÓRIAS QUANDO VISITAR AS ILHAS BANDA


Aqui ficam as nossas sugestões de lugares e experiências a não perder quando visitar as ilhas Banda, explorando o arquipélago a partir de Banda Neira.

1. Percorrer as ruas históricas de Bandaneira

Banda Neira tem um ambiente que parece saído do século XIX. Os edifícios mais resistentes são os que permaneceram da época colonial, as ruas têm uma planta ortogonal, e percorrê-las é como viajar no tempo.

Não perca o forte Benteng Belgica que, apesar do nome, era holandês, e é um dos mais bem preservados e bonitos das Molucas. Mais junto ao mar, encontra-se outro forte holandês, Benteng Nassau (construído sobre um forte português mais antigo), mas muito destruído. Estavam a decorrer obras de restauro quando o visitámos.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Algo a não perder quando visitar Banda Neira é o percurso da marginal, aproveitando para interagir com a população local, e apreciar o seu modo de vida. O mercado, junto ao porto, é uma zona interessante, onde poderá comprar especiarias, e onde há alguns restaurantes com boa comida.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

2. Visitar Pulau Banda Besar

Aproveite um dos seus dias nas ilhas Banda para visitar a ilha de Pulau Banda Besar, a grande ilha da noz-moscada. Ali sentir-se-á mesmo nas ilhas das especiarias, pois o cheiro destas enche o ar. A população concentra-se na costa norte, mas há uma estrada que circunda toda a ilha, que tem alguns troços ainda em construção, por isso é preciso algum cuidado. Em Pulau Banda Besar, não perca as ruínas dos fortes holandeses, o forte Hollandia e o forte Concordia, não deixe de visitar as plantações de noz-moscada e relaxe numa das praias da ilha.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

3. Visitar as plantações de noz-moscada

Em Pulau Banda Besar, as plantações da árvore de noz-moscada sobreviveram aos séculos, e ainda hoje a população recolhe o fruto da moscadeira, e descasca-o (usando a parte exterior para fazer compotas, por exemplo) para chegar ao caroço. Este está envolvido por uma membrana vermelha, que é também uma especiaria, chamada macis (ou maça), usada na cozinha (e, dizem, na produção de Coca-Cola). Dentro do caroço, que depois de seco ao sol será partido, encontra-se a noz-moscada.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Ao contrário das outras ilhas das Molucas, em Pulau Banda Besar, sente-se que as especiarias fazem ainda parte importante no rendimento das famílias e podem observar-se os métodos de recolha do fruto (os homens sobem às árvores e varejam; as mulheres recolhem a partir do chão, usando um pau com um cesto na ponta), assim como de secagem dos caroços. É a única ilha onde sentimos que a história das especiarias não se perdeu e continua viva.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

4. Visitar Pulau Ai

Pulau Ai foi alvo de acesas disputas entre ingleses e holandeses, mas hoje o seu ritmo e ambiente calmo não deixa transparecer a sua história conturbada. O snorkel ali é espectacular, tem boas praias, e a povoação de Ai é simplesmente adorável. Pode aí visitar as ruínas de um forte holandês, o Benteng Revenge (“Forte Vingança”), com uma história de violência sobre a população local.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

5. Visitar Pulau Run

Pulau Run é a ilha mais afastada do arquipélago, e o seu auge histórico foi quando os ingleses, que aí se tinham estabelecido, a trocaram pela ilha Manhattan com os holandeses. Enquanto Manhattan mudou radicalmente entretanto, Run deve ser muito semelhante ao que era há mais de 300 anos. A pequena povoação sobe a encosta e, no cimo, tem-se belas vistas sobre o mar azul-turquesa e a zona do porto. Pode ainda visitar-se plantações de noz-moscada, ainda com ruínas de edifícios da administração colonial holandesa.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

6. Relaxar em Pulau Nailaka

Este pequeno ilhéu é, simplesmente, um dos lugares mais paradisíacos que nós visitámos em toda a Indonésia.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

O banco de areia é absolutamente divinal e a água é cristalina. Não deixe de passar por aqui, e relaxar um pouco, quando visitar Pulau Run.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

7. Subir o vulcão Gunung Api Banda

Para além de fazer snorkel ou mergulho junto à costa de Pulau Gunung Api, o melhor da ilha é a subida ao vulcão. Nós não tivemos tempo de o fazer, mas a vista para Banda Neira e as ilhas em redor deve ser espectacular. As encostas do vulcão são densamente florestadas, por isso é melhor arranjar a ajuda de alguém que conheça o terreno.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

8. Visitar Pulau Hatta

Nós não tivemos tempo de visitar a ilha de Pulau Hatta (ou Pulau Rozengain), mas dizem que ali o snorkel e o mergulho são do melhor nas ilhas Banda, assim como as praias.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

9. Assistir a uma corrida de Kora Kora

As Kora Kora são canoas tradicionais, compridas e estreitas, construídas a partir de um tronco de árvore e eram usadas pelos povos indígenas das Banda e Molucas. Hoje, só são usadas em festivais ou em competições. Se puder, não deixe de assistir a uma corrida destas e sentir-se transportado no tempo.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

10. Deslumbrar-se com a biodiversidade das águas das ilhas Banda

Mesmo em frente ao Maulana Hotel encontra-se uma zona onde se pode fotografar o peixe mandarim, muito colorido mas difícil de observar.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

A melhor altura é ao fim da tarde, no lusco-fusco. Se tiver uma lanterna subaquática, é melhor. Se não, pode sempre aproveitar-se das luzes dos muitos mergulhadores que por ali aparecem ao final da tarde. Se estiver alojado no Maulana Hotel, só tem de mergulhar em frente à esplanada do hotel.

Visitar as ILHAS BANDA, o paraíso da noz-moscada, nas Molucas

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€.   Este blogue contém links de programas de afiliados.

2 Comentários

  1. linda diz: Responder

    brutalissimo!!!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada. <3

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.