Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! | Volta ao Mundo

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Eu costumo dizer que nós nunca estamos de férias… Estamos sempre em viagem! E porquê? Por um lado trabalhamos bastante, todos os dias, no blogue. Por outro lado preferimos organizar o nosso tempo de forma a conseguir conhecer o máximo possível de cada lugar e estar sempre em actividade ou movimento, em detrimento de estar sem fazer nada. Dito de outra maneira, quando estamos em viagem descansamos pouco! Mas era hora de conhecer melhor Jacarta.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Mas o corpo de vez em quando pede uma pausa, nem que seja pequena, e quando as circunstâncias o permitem, também temos os nossos momentos de descanso e relaxamento. Este nosso dia, dedicado a conhecer melhor Jacarta foi um desses momentos. Como já tínhamos explorado Jacarta noutro dia, não precisávamos do dia todo, por isso decidimos que íamos dormir até mais tarde e sair do hotel apenas à hora do check-out obrigatório (12.00h). Coisa rara…

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Conhecer melhor Jacarta

Deixámos as mochilas guardadas no hotel até ao nosso regresso ao final da tarde e saímos em direcção a Kota, a zona histórica de Jacarta. Esta é uma zona da cidade inevitavelmente marcada pela presença holandesa, a potência colonial que governou Jacarta (então chamada Batávia) desde o início do século XVII até 1942, quando os japoneses tomaram o poder na sua expansão imperial durante a Segunda Guerra Mundial.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Após o fim da guerra, e ganha a independência para a Indonésia, Kota sofreu uma degradação considerável, da qual ainda hoje procura recuperar. As zonas de porto nunca são as mais recomendáveis, e Kota durante muito tempo fez juz a essa tradição. No entanto, recentemente, em particular alimentada pela indústria do turismo e pela vontade política, Kota tem-se assumido como ponto de encontro tanto de indonésios, como de estrangeiros, que querem conhecer melhor Jacarta e a sua história. Foi também isso que nós fizemos.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Kota

Depois de nos deslocarmos de autocarro para Kota, percorremos o canal Sungai Ciliwung, uma zona recuperada e que se tornou um símbolo do novo look de Kota. Nas margens do canal, existem vários exemplos de antigas casas ao estilo colonial, umas que serviam de armazéns do porto, outras que eram residências particulares. Por exemplo, pode admirar-se uma casa com uma fachada de tijolo vermelho que era a casa do Governador-Geral.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Dali seguimos para o centro da acção, a praça Taman Fatahillah, hoje com menos movimento do que no dia que tínhamos visitado anteriormente. No entanto, eram muitos os locais que tiravam fotos estilo Instagram, assim como os estrangeiros que percorriam os quatro cantos da praça. Os vários museus que se encontram, ou na praça, ou nas suas redondezas, atraem as atenções de todos.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Resolvemos visitar um desses edifícios históricos, que alberga agora o Café Batávia, uma instituição na cidade. O edifício é em madeira, incluindo os soalhos, e os acabamentos em estilo arte “deco” dão-lhe um ar distintamente colonial. Infelizmente, lá dentro nota-se uma clara desproporção na distribuição dos clientes, sendo quase exclusivamente estrangeiros. O menu é caro, mas vale a pena entrar e tomar uma bebida no primeiro andar, de onde se tem uma vista privilegiada da praça e da antiga câmara municipal.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Chinatown, ou Glodok

A seguir, para conhecer melhor Jacarta e as suas diferentes comunidades, fomos dar uma volta pela “Chinatown” de Jacarta, um bairro chamado Glodok. Como não podia deixar de ser, é um emaranhado de ruelas, mercados, riquexós e motos, numa confusão ainda maior do que no resto da cidade. Queríamos visitar um templo budista em Jacarta para sentir o pulso à comunidade chinesa e foi isso que fizemos.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Era já o final da tarde, e o templo tinha uma afluência considerável. O cheiro a incenso era intenso, pois as pessoas acendiam vários pauzinhos que iam distribuindo pelos diferentes altares, com representações de budas, bodhisattvas e outras divindades. A cor vermelha da pintura das paredes e colunas e das lanternas penduradas no tecto dava-lhe um ar ainda mais carregado de emoção e devoção.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo
Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Se quiser conhecer esta parte da cidade numa excursão guiada, marque aqui.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Depois de sairmos do templo, achámos que o objectivo de conhecer melhor Jacarta tinha sido cumprido e que estava na altura de regressarmos ao nosso hotel. O trânsito naquela hora era muito e não sabíamos quanto tempo íamos demorar. Tínhamos comboio marcado para 21.15h e por isso não nos podíamos desleixar. Ainda tivemos de fazer parte do percurso a pé, e cada vez mais compreendo as muitas pessoas que em Jacarta usam uma máscara para os proteger de alguma forma dos gases emitidos pelo tráfego. É impressionante a (falta de) qualidade do ar nesta cidade e, em tom de brincadeira (ou talvez não), brincámos que dois dias passados em Jacarta encurtam em dois anos a esperança média de vida de qualquer um!

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Seguir viagem

Apesar do hotel ser relativamente perto da estação Gambir, eram precisos cerca de 20 minutos a pé (as distâncias em Jacarta têm uma dimensão diferente daquela a que estamos habituado no quotidiano) por isso fomos de táxi. Na estação, fizemos o check-in, imprimindo os bilhetes a partir do código de barras na nossa reserva, e entrámos para a zona das plataformas. Comemos umas peças de fruta e esperámos que o nosso comboio chegasse.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Era tempo de seguir viagem em direcção a Yogyakarta, uma cidade histórica na ilha de Java, onde chegaríamos de madrugada.

Dia 23 – Conhecer melhor JACARTA, uma segunda oportunidade! |Volta ao Mundo

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.