VISTO PARA A ÍNDIA | e-Visa ou Visto normal? Prós e contras de cada um deles

VISTO PARA A ÍNDIA | e-Visa ou Visto normal? Prós e contras de cada um deles

Todos os portugueses e brasileiros que se desloquem em turismo à Índia necessitam de um passaporte válido por um período de 6 meses, com pelo menos duas páginas em branco. Para além disso, precisam ainda do visto de entrada. O visto para a Índia tem de ser tratado previamente. Há duas opções de vistos: Visto Normal e o e-Visa. Se recorrer a um Visto Normal, tem que o tirar na embaixada. Se tratar do e-Visa, obtém o visto online. Se o visto for tratado na embaixada, quando chegar à Índia é só mostrá-lo no controle de imigração (geralmente estas filas são mais rápidas). Se o visto for tirado online (e-Visa), na realidade o que leva consigo é uma autorização para que o processamento do visto seja feito à chegada. Assim, apesar de ter feito o procedimento todo do Visto para a Índia, incluindo o pagamento online, o visto só é obtido à chegada ao aeroporto e os funcionários vão proceder à recolha dos seus dados biométricos. Os dois vistos têm vantagens e inconvenientes e, dependendo da viagem que vai fazer, deve escolher o visto para a Índia que mais lhe convém.

Durante o processo de pedido do Visto para a Índia (quer do e-Visa, quer do preenchimento do impresso para o Visto Normal), deve fazer o upload de uma fotografia recente e frontal do rosto, com fundo branco, assim como das páginas do passaporte em que estejam a foto e os dados pessoais.

Sendo assim, aqui ficam as vantagens e desvantagens dos Visto Normal e e-Visa. Para mais informações consulte o site oficial do visto da Índia.


VISTO NORMAL


O Visto Normal deve ser obtido na Embaixada da Índia em Lisboa. Primeiro deve preencher o impresso de requisição de visto online (através deste link), com toda a informação e uma fotografia (que deve estar digitalizada e redimensionada). Qualquer dúvida no preenchimento do impresso, consulte estas informações a Embaixada da Índia em Lisboa. Deve depois imprimir o impresso e levá-lo, juntamente com o passaporte e duas fotografias à embaixada. Deve ainda levar o seu itinerário impresso, assim como cópia dos seus voos. O visto demora geralmente uma a duas semanas e pode recolhe-lo na embaixada (ou recebe-lo pelo correio).  Deve ter em atenção que não pode ir à embaixada no próprio dia em que submeter o impresso online. Deve ir apenas a partir do dia seguinte. Para tal tem que marcar um dia e uma hora neste site.

A Embaixada da Índia em Lisboa fica na Rua Pero da Covilha, 16 – Restelo, 1400-297 Lisboa. Note que os pedidos de visto são aceites entre as 09h30 – 12h30 da segunda-feira à sexta-feira, excepto na quarta-feira. Os vistos são entregues das 10h00 às 12h00 da segunda-feira à sexta-feira, excepto na quarta-feira. O escritório de vistos permanece fechado às quartas-feiras. Se tiver dúvidas pode contactar a embaixada por telefone ou email, 21 304 1094 ou visa.lisbon@mea.gov.in.

O pedido do visto inclui uma taxa de 2 euros e encargos postais de 2,5 euros, no caso de estar interessado em que lhe devolvam o passaporte pelo correio.

Vantagens

– Dá para um período de permanência de 6 meses na Índia.

– Pode ser usado durante 1 ou até 5 anos (dependendo do visto).

– Custa 95€ (para um ano com entrada simples ou múltipla).

Desvantagens

– Implica (pelo menos) uma deslocação à embaixada de Lisboa.

– Tem que fazer o pedido do visto previamente online e só depois leva os impressos à embaixada indiana em Portugal.

– Custa 190€ (para um período de 1 a 5 anos com entradas múltiplas).

– Demora cerca de uma a duas semanas.

Visto para a Índia


E-VISA


O visto online chama-se e-Visa e pode ser pedido num período não inferior a 4 dias antes da viagem, até uma janela de 120 antes. O pedido do visto online obedece a um impresso praticamente igual ao do anterior. Deve ter consigo uma fotografia e o passaporte. Depois do pedido do visto ser feito, deve aguardar a confirmação do pedido (que demora geralmente 24 horas mas pode ter um prazo maior) e posteriormente a autorização para obter o visto à chegada. É esta autorização que tem que levar consigo. Pode imprimi-la (pode levar no telemóvel). Deve mostrá-la no voo de embarque para a Índia e depois no controle de imigração à chegada. O pagamento é feito online.

O e-Visa é válido em 24 aeroportos ou 3 portos marítimos:

Aeroportos: NovaDéli, Mumbai, Chennai, Kolkatá, Trivandrum, Bangalore, Hyderabad, Cochin, Goa, Ahmedabad, Amritsar, Gaya, Jaipur, Lucknow, Trichy, Varanasi, Calicut, Mangalore, Pune, Nagpur, Coimbatore, Bagdogra, Guwahati, Chandigarh.

Portos Marítimos: Mangalore, Cochin e Marmagao.

Vantagens

– Pode pedir o visto até quatro dias antes de viajar. Se a aplicação for feita com uma antecedência superior a 120 dias, receberá o e-visa por email 110 dias antes da data de chegada prevista. Se a aplicação for feita com uma antecedência inferior a 120 dias, receberá um email entre 4 a 7 dias úteis após a data de submissão.  Se a aplicação for feita com uma antecedência de 4 dias úteis, demorará entre um a dois dias úteis.

– Pedido do visto é online.

– Respondem normalmente num prazo de 48 horas.

– Pedido de visto é rápido e seguro.

– Permite dupla entrada no país ou tripla entrada em caso de necessidade médica.

– O visto custa 50 USD.

Desvantagens

– Só dá para permanecer no país 60 dias.

– Não permite extensão do visto.

– O visto é um carimbo obtido no aeroporto de entrada na Índia.

– Este visto só pode ser requerido duas vezes por ano.

– Este visto não é válido para visitar áreas restritas e protegidas, como por exemplo Sikkim, Andaman, Vale de Spiti (entre Sundo e Rekong Peo), etc.

Depois de submeter o seu pedido, efectuar o pagamento e receber a confirmação, deve imprimir e levar consigo a Autorização Electrónica de Viagem (ETA), que lhe será enviada por e-mail. Esse papel deve ser entregue às autoridades competentes no aeroporto indiano de chegada. Aí receberá um carimbo no passaporte que funciona como Visto para a Índia.

Este é o site onde faz o pedido do e-Visa.


SEGURO DE VIAGEM ÍNDIA

As autoridades indianas não exigem, para entrar ao país, ter um seguro de viagem para cobrir despesas médicas e hospitalares. Deve, no entanto, adquirir o seguro no seu país de origem, antes da viagem. Nós fizemos o seguro normal em Portugal, mas não nos exigiram nada à entrada. É altamente recomendado que faça seguro. Nunca viaje para a Índia sem seguro!

Aconselhamos que faça também o seu seguro e viagem para a Índia. Nós usamos a IATI Seguros. Se usar este link terá 5% de desconto. Não facilite.

BOA VIAGEM!

VISTO PARA A ÍNDIA | e-Visa ou Visto normal? Prós e contras de cada um deles

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

79 Comentários

  1. Ralph diz: Responder

    Olá! Já me informei que o e-visa de turismo para a Índia só me dá direito a duas entradas. Gostaria de saber se fizer um voo com escala na Índia (por exemplo: Kathmandu – Colombo, com trocar de aeronave em Nova Délhi) eu teria uma entrada debitada?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não lhe sei responder, lamento. Eu penso que não mas terá que confirmar isso com a companhia aérea ou na embaixada.

  2. Celia diz: Responder

    Olá Carla
    Tenho um voo de Male a Dubai, mas farei uma escala na Índia de 7h você sabe se preciso de visa mesmo sendo uma escala e não saindo do aeroporto?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Se não sair do aeroporto acho que não precisa mas confirme com a companhia. É mais seguro.

  3. Miguel Almeida diz: Responder

    O valor do e-visa é 80 usd neste momento.

    1. Carla Mota diz: Responder

      obrigada pela informação.

  4. Miguel Almeida diz: Responder

    Boa tarde,
    Pergunta talvez bastante idiota, mas no meu nome tenho acentos circunflexos no Angelo e cedilhas no Gonçalves.
    Quando inseri os dados nao me foi possivel por esse tipo de caracteres, (no passaporte esta escrito com o acento e cedilha) acham que posso ter problemas.
    Algum de vos teve a mesma situaçao?

    Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não terá problema. É comum.

      1. Miguel Almeida diz: Responder

        obrigado

  5. Carlos Joia diz: Responder

    Ola Carla.. Irei agora em Novembro para India.. Porem tenho uma grande duvida.. quando vou fazer o visa ele pergunta onde vamos aterrar..
    Bem eu parto de Colombo na Sri Lanka com destino a Deli.. mas.. tem escala em Bangalore.. Ou seja meto para onde? que chego a Bangalore porque vai ser a minha primeira terra na India ou meto delhi?
    Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Carlos, eu acho que deve colocar o aeroporto onde aterra primeiro, neste caso Bangalore. Provavelmente é lá que fará o visto. Quantas horas tem de escala em Bangalore? Se for pouco tempo, o melhor é pedir informação na embaixada.

      1. Carlos Joia diz: Responder

        Ola Carla, tenho o voo de Colombo as 12:30 a chegar a Bangalore as 14:00 e depois parte de Bangalore as 16:55 e chega a deli as 19:55

        O que achas melhor?

        Obrigado

        1. Carla Mota diz: Responder

          Se fosse eu colocava Bangalore. Essa é a porta de entrada.

  6. Ana Oliveira diz: Responder

    gostava de saber se quem pede o visto online recebe um email para pagar ou se tenho que pagar logo online utilizando somente o cartão de crédito ou cartão visa, porque eu só tenho cartão de débito normal, e é complicado pedir o visto pela embaixada e eu já tenho a viagem comprada para 31-8-2018 até 07-09-2018 porque vi que quem faz o pedido online que bastava pedir 4 dias antes da viagem e eu estou a pedir antes, as se tiver que pedir pela embaixada estou com receio de perder o dinheiro da viagem

    1. Carla Mota diz: Responder

      Só vi agora a sua mensagem. Desculpe não ter ajudado.

  7. Ruth diz: Responder

    Olá,

    Estou a tentar fazer o e-visa à dois dias e ñ estou a conseguir. Quando acabo de preencher e salvo para passar para o passo seguinte, tudo o que preenchi desaparece e tenho de voltar a fazer tudo outra vez. É normal?

    Obrigada!
    Ruth

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não é normal. Talvez tenha algum problema no site ou no browser.

  8. Ricardo diz: Responder

    Ola Carla,
    o E-visa funciona se quiser utilizar uma fronteira terreste? Estava a planear descer o Nepal e entrar na India por terra, mas não sei se este tipo de visto é possivél nessa situação.

    Obrigado pela partilha

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não consigo ajudar porque não sei.

  9. Ricardo diz: Responder

    OLá Carla,obrigado pela partilha.

    Tenho uma questão simples, com o E-visa posso entrar na India por terra do Nepal? tem algum checkPoint onde me autorizem apenas com o tal ETA?

    Obrigado,

    Cumprimentos e boas viagens

    1. Carla Mota diz: Responder

      Ricardo, não sei responder. É melhor enviar email para a embaixada.

  10. Alessandra diz: Responder

    Olá Carla! Tens alguma informação quanto as regras para entrada de animais de estimação na Índia?
    Tenho a buscar pela internet mas quase não há nada ou se há divergem muito.
    Obrigada.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não faço ideia, lamento.

  11. Olá Carla!
    Também dá para pedir o Visto Consular de Turismo pelo correio, para quem não precise de tirar os dados biométricos, por já ter tirado um Visto antes (aparece no final do formulário essa informação).
    Nesse caso é preciso enviar pelo correio para a Embaixada da Índia de Lisboa, o formulário preenchido e assinado + 2 fotografias + passaporte + vale postal de 100,50€ em nome da Embaixada da Índia.
    É muito útil para quem não vive em Lisboa e precisa de um visto de maior duração do que o e-Visa.
    Bjs! 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pela informação, Diana. Muito útil sim. 😀

  12. SIMONE diz: Responder

    Olá Carla
    Estou indo para Ìndia em agosto. Já preenchi meus dados no e-visa, já tenho um número de protocolo. Mas não sei em que item faço o pagamento da taxa.
    Tem como saber se está válido os meus dados de pedido do visto, ou se tenho que fazer novamente a inserção dos dados.
    Como posso saber?
    Obrigada
    Simone

    1. Carla Mota diz: Responder

      O pagamento é logo no site do e-visa. Não lhe apareceu o link para pagar?

  13. Ana Santos diz: Responder

    Olá Carla, boa noite!
    Obrigada pelo post, super esclarecedor. Gostaria de tirar uma dúvida.
    Vamos ficar uma temporada na Ásia, viajando entre diversos países, o destino inicial será a Índia. A dúvida é: é necessário comprar passagem de ida e volta? Corremos o risco de termos problemas na imigração por isso?
    Pelo que lemos aqui, achamos super interessante o E-visa e se optarmos por esta opção, iremos solicitar o visto diretamente lá e por isso veio a dúvida.

    Obrigada

    Ana

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não é preciso voo de ida e volta.

  14. Andei recentemente por Spiti, bem como Nubra, e todos os estrangeiros têm de pedir o inner permit, independentemente do tipo de visto.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, têm, é para todos. Mas os turistas têm que ter visto normal. Ou conseguiste permissão com um evisa? A informação que temos é que o evisa não dá para depois pedir permissões.

      1. O e-Visa é uma Electronic Travel Autorization. À entrada na Índia, na emigração, fica-se com um Visto no passaporte, semelhante ao que é colocado cá, no Consulado. Com o Visto (quer seja através do e-Visa ou Consulado) é possível obter os permits nas áreas reservadas, como é o caso de algumas partes dos Himalaias. 🙂

        1. Carla Mota diz: Responder

          Não foi essa a informação que nos foi dada pela embaixada em Lisboa.

  15. Inês diz: Responder

    Ola! Sabem se é possível obter o visa sem ter o voo de ida comprado? E já agora… O que significa levar o itinerário impresso? Obrigada!!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Teoricamente sim. O itinerário imprimido é o seu plano, faz um documento em word e mostra-lhes. Não precisa de ser nada de nenhuma agência.

  16. Juliana Peçanha de oliveira diz: Responder

    Obrigada pelo seu post, foi muito válido. Mais uma vez. Obrigada
    Att: Juliana Peçanha.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pela feedback, Juliana.

  17. Ondina Rabaldinho diz: Responder

    Olá Carla! Tenho uma dúvida sobre o e-visa, se me pudesse esclarecer.
    Pretendemos fazer o triangulo dourado e depois uma extensão até Havelock para mergulho. Entraremos e sairemos da Índia pelo aeroporto de Nova Délhi. Sendo as Andaman uma area protegida, sei que temos que fazer um registo à chegada a Port Blair… A minha questão é: o e-visa permite -nos ir a ilha de Havelock tendo nós entrado por Nova Délhi, ou vamos ter que pedir um visa à embaixada?
    Obrigada, Ondina

    1. Rui Pinto diz: Responder

      Não pode visitar as ilhas Andaman com e-visa. Só com visa normal.

  18. Rosanny Roncetti diz: Responder

    Carla , muito bom o blog. Tenho tb o passaporte europeu , tem alguma vantagem usar italiano ou brasileiro , sao as mesmas regras?

    Bjus

    Rosanny

    1. Rui Pinto diz: Responder

      Não lhe sei dizer. Não queria comprometer-me mas acho que é igual.

  19. carla morais diz: Responder

    Ola boa tarde, vou para a India disa 23 Fevereiro fiz o pedido do ETA (visto on line) e já se passaram 3 dias e ainda não me responderam. Contudo no meu cartão de credito ja caiu um debito de 113euros.
    sabem me dizer se é normal demorar assim tanto tempo a dar resposta e se o preço do visto é esse?
    Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Carla. Normalmente demora entre 1 a 3 dias. Aguarde até ao fim de semana e depois envie um email para lá. Não percebi, pagou 113€ por um e-visa normal? O preço devia ser 50€ ou 60USD. Entrou no site oficial do E-visa ou no de uma companhia? O oficial é o que está no link do artigo. É este: https://indianvisaonline.gov.in/evisa/Registration

  20. Lory Boscaini diz: Responder

    Muito obrigada pelas dicas, querida.
    Adorei que tenha incluído informações para nós brasileiros também.
    Este foi, sem dúvida, o post mais completo que li sobre o assunto.
    Beijinhos 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada 😀

  21. Mafalda Oliveira diz: Responder

    Olá, com os horários apertados da embaixada não vou poder pedir o visto através deles, e tenho viagem organizada para 3 meses. Estou a ponderar ir ao Nepal e voltar a entrar, mas a questão é: é possível que me concedam dois vistos seguidos. Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      À partida penso que sim.

  22. Inês Martins diz: Responder

    Olá!
    Não sei quando é que perguntaram essa informação na Embaixada da Índia mas as regras para os vistos mudaram a 1 de Abril de 2017 e por isso há muita informação que têm no artigo que já está desactualizada (ex. pode-se pedir o e-visa até 120 dias antes, custa 50€, tem validade de 60 dias, etc). Essa informação consta no site oficial da Embaixada da Índia em Portugal e no site onde se faz o e-visa.
    É melhor referirem no artigo que as informações já estão desactualizadas ou actualizarem com os novos dados para não induzirem as pessoas em erro.
    Obrigada pelos maravilhosos artigos sobre a Índia que têm partilhado!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Inês, obrigada pela informação e por nos alertar para este facto. Já procedemos a todas as actualizações. O artigo é de 7 de Abril e na altura era esta a informação que tínhamos. No entanto, quando em Junho fomos à Embaixada tirar o visto para o Verão, disseram-nos que ainda não estavam a emitir e-visas com as novas regras. No site oficial o preço do e-visa não é aquele que aqui nos deixou, mas um preço em rupias (que é muito mais caro). Onde viu que era 50€?

      1. Inês Martins diz: Responder

        Olá Carla! Penso que o site que vocês postaram no artigo (https://indiantouristvisa.org.in/) não é o site oficial mas o site de uma agência muito parecido com o oficial para tentar enganar as pessoas (é .org.in em vez de .gov.in e no rodapé diz “We are not affiliated to any government body. We act as agents for your visa application. You can apply for a visa at the official government source instead of our website.”).
        O site que eu estou a usar é https://indianvisaonline.gov.in/evisa/tvoa.html, que diz que é do governo (espero bem que sim). Se clicar em “Instructions for Applicant”, no ponto #4 diz que para Portugal o preço do e-visa é 50USD (desculpem, não era €) + taxas de transferência bancária (2,5%).
        Os malandros já nos estão a tentar enganar até antes de chegarmos à Índia!

        1. Carla Mota diz: Responder

          Sim , Inês tens razão. Já alterei. Obrigada.

  23. Ssana diz: Responder

    Boa tarde!

    Legal o post. Só uma dúvida: no site ad embaixada está escrito: “O e-Tourist Visa permite estada de no máximo 60 dias na Índia”. Será essa uma atualização dos 30 que tu escreveste?

    1. Rui Pinto diz: Responder

      Não sei, mas não tenho essa informação. Isso será para Portugal ou para o Brasil? Porque para Portugal penso que continua os 30 dias.

  24. Maria Rosario diz: Responder

    Ola Carla.
    Faço escala em Bombaim por 12h na ida e outras tantas na volta 25 dias depois.
    Que tipo de visa preciso?
    Obrigada

    1. Rui Pinto diz: Responder

      Deve perguntar na Embaixada.

  25. Carla,
    Excelente Post!
    Mas depois dê uma olhada nessas duas informações que estão no post:
    1. O e-visa ser para 30 dias: Consta no site do consulado a informação do visto ser válido por 60 dias.
    1. Não poder sair do país: O e-visa ele permite duas entradas no país.

    Viajo para India em um mês e preciso saber como funciona essa reentrada. Exemplo: Se eu tiver um visto de 60 dias válido entre 22/09 à 22/11. Se eu decidir viajar por 15 dias em Nepal no período de 01/10 à 15/10 e depois voltar para India. Meu visto indiano continua valendo até o dia 22/11 ou o prazo se extende por mais 15 dias, uma vez que eu não estava no país? Você sabe sobre essa informação?

    1. Rui Pinto diz: Responder

      Joana, a informação que aqui tenho foi a que me foi dada na embaixada da India em Lisboa, presencialmente. É válida para cidadãos portugueses.

  26. Teresa diz: Responder

    Olá Carla. Passei por aqui porque tenho a seguinte dúvida. Vou a Goa e fico cinco dias, depois vou para Delhi de avião mais cinco dias e volto a Goa via Jaipur. O e-visa dá?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Dá, não tem qualquer problema. Não podes é sair do país.

    2. Teresa diz: Responder

      Obrigada pela informação.

      1. Carla Mota diz: Responder

        Boa viagem, Teresa. 😀 Aproveite bem, a Índia é fenomenal.

  27. Katarina Holanda diz: Responder

    Que legal, post completo e informativo! Eu não sabia como funcionava essa questão do visto pra Índia, bom saber. 😀

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada.

  28. por Brasil tb funciona mais ou menos assim! acho q vc precisa saber bem o roteiro no pais antes pra pedir o visto certo!!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Só precisa de dar o nome de algumas cidades. Nada muito completo.

  29. Muito bom e bem informativo o post. É importante ter sempre esse tipo de informação para saber qual o melhor meio de se entrar em um país sem ter muitos problemas.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada

  30. E eu nem sabia que precisava de visto para a Índia! Seu post está muito completo e é uma ótima ajuda para quem está pensando em ir para lá.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada

  31. Opa, muito obrigada pelas dicas. =D

    Um post super completo 😉

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada

  32. Obrigada Carla! Já tirei apontamentos!
    No caso de fazer um voo interno entre Udaipur e Mumbai já não posso utilizar o E-Visa?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Podes, o aeroporto de entrada é que conta. Não voas directo para Udaipur. O voo deve fazer escala em Mumbai ou Deli. Confirma.

  33. Adorei o post!!! Muito útil pra quem pretende viajar à Índia… Com certeza vou utilisá-lo o dia que resolver ir pra lá…

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada.

  34. Que legal! Post super útil com dicas rápidas e importantes para quem quer viajar para índia!
    Parabéns!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Ana Paula.

  35. Excelente seu passo a passo! Já favoritei pra quando for pra índia saber o que fazer!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Marianne.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.