VIAJAR NA GRONELÂNDIA – Dicas e roteiro para viajar a Groenlândia

Exploração do Árctico - VIAJAR NA GRONELÂNDIA (vídeo) | Gronelândia

Tudo o que precisa de saber para viajar na Gronelândia está neste artigo. Visitar a Gronelândia é uma das viagens mais fantásticas a fazer.

Se vai viajar na Gronelândia, estes são alguns dos artigos no nosso blogue que lhe podem interessar

Exploração do Árctico – VIAJAR NA GRONELÂNDIA (vídeo) | Gronelândia

No ano de 2014 resolvemos fazer uma viagem de Exploração do Árctico. Começamos por viajar para a Islândia, onde fizemos uma viagem de 15 dias à volta da ilha, explorando recantos escondidos mas também lugares mais turísticos. Ficamos apaixonados pelo país e prometemos voltar um dia. Especialmente no Inverno.

De seguida, fomos para a Gronelândia, onde passamos quase um mês, percorrendo a ilha a pé e de barco. Fizemos trilhos maravilhosos, sempre em autonomia. É dessa viagem da Gronelândia, na Exploração do Árctico, que fizemos este pequeno vídeo.

De seguida seguimos para as ilhas Svalbard, a pouco mais de 1000 km do pólo norte. Um lugar extraordinário que nos seduz cada vez mais na Exploração do Árctico. Destas aventuras, partilhámos todas as dicas aqui no blogue.

SEGURO DE VIAGEM PARA VIAJAR NA GRONELÂNDIA (cobre Covid-19 e teste positivo)

A IATI tem um seguro que é especial para viagens na Europa. Este novo seguro cobre actividades como cicloturismo, trilhos, roadtrips, autocaravana, campers, etc. O cancelamento da viagem por conta do Covid-19 não está coberto (se fizer apenas o seguro simples) por se tratar de uma pandemia, mas todos os seguros da IATI cobrem tratamento por contágio por coronavírus e essa informação consta no certificado da apólice, já que alguns países pedem um seguro obrigatório com esta cobertura. Porém, se fizer o seguro do pack de seguro de viagem + seguro de cancelamento opcional, este cobre o cancelamento da viagem caso o segurado, seus pais ou filhos testem positivo para COVID-19. E além disso, o seguro IATI Cancelamento também tem esta causa coberta. Sendo assim, este é claramente, o melhor seguro do mercado neste momento.  Pode fazer o teu seguro IATI ESCAPADINHAS aqui com 5% de desconto.

Viajar no ÁRCTICO - O que é o Árctico e o que o caracteriza
Viajar no ÁRCTICO – O que é o Árctico e o que o caracteriza

Viajar no ÁRCTICO – O que é o Árctico e o que o caracteriza

O Árctico é a designação atribuída à região em torno do Pólo Norte que é composta por um grande oceano cercado por terra. Este oceano, o Oceano Glacial Árctico, é distinto de qualquer outro na Terra  devido à sua localização e características climáticas. O Árctico é assim constituído pela parte do oceano e partes do Canadá, Rússia, Estados Unidos (Alaska), Dinamarca (Gronelândia), Noruega, Svalbard, Suécia, Finlândia e Islândia.

Marque aqui um tour barato para ver Auroras Boreais na Islândia

Viajar no ÁRCTICO - O que é o Árctico e o que o caracteriza

Os cientistas definem-no como a região acima do Círculo Polar Árctico, uma linha imaginária que circunda o globo em 66º33 “N. O Círculo Polar marca a latitude acima da qual o sol não se põe no solstício de verão, e não sobe no horizonte no solstício de inverno.  No Pólo Norte, o sol nasce uma vez a cada ano e põe-se uma vez por ano, havendo seis meses de dia contínuo e seis meses de noite contínua. Nas latitudes mais baixas, mas a norte do Círculo Polar Árctico, a duração de dia e de noite contínua é progressivamente mais curta. Estes fenómenos são o resultado do movimento de translação da Terra e da inclinação do eixo terrestre. 

Viajar no ÁRCTICO - O que é o Árctico e o que o caracteriza

  Alguns cientistas definem o Árctico como sendo a área a norte da linha das árvores, onde o solo está gelado e a paisagem é pontilhada por arbustos e líquenes. Outros investigadores definem o Árctico com base na temperatura. Usando esta definição, o Árctico inclui quaisquer locais em altas latitudes, onde a temperatura média diária de verão não sobe acima de 10 graus centígrados (50 graus Fahrenheit).   Marque aqui um tour para o Golden Circle a partir de Reykjavik.

VIAJAR NA GRONELÂNDIA (Groenlândia) - Roteiro de Viagem
VIAJAR NA GRONELÂNDIA (Groenlândia) – Roteiro de Viagem

VIAJAR NA GRONELÂNDIA – Dicas e roteiro para viajar a Groenlândia

Todas as viagens começam com um sonho. Um dos nossos sonhos era conhecer o Árctico, explorando Gronelândia e Islândia. O sonho iniciou-se há muito tempo, mas a viagem começou quando reservamos os vôos. Marcamos um voo de Portugal para a Islândia. Vamos passar alguns dias no país e depois disso vamos voar para Narsarsuaq, na Gronelândia.

VIAJAR NA GRONELÂNDIA (Groenlândia) - Roteiro de Viagem

O nosso roteiro na Gronelândia está dividido em 7 partes, sendo que cada uma delas representa uma fase da viagem. 


1. Narsasuaq e Nasaq

No sul da Gronelândia, iremos passar 10 dias, entre Narsarsuaq e Narsaq, explorando os fiordes, as montanhas e os povoados, fazendo trekking e kayak.

2. Ferry durante 5 dias nos fiordes

Em Narsaq iremos apanhar um ferry para Aasiaat. A viagem demora 5 dias cruzando os fiordes da Gronelândia. O ferry pára em localidades como Nuuk, a capital da Gronelândia. Vamos atravessar o Circulo Polar Árctico durante esta viagem. Esperamos encontrar baleias, glaciares e icebergs pelo caminho.

3. Aasiaat

Chegaremos a Aasiaat e aí passaremos 2 dias, explorando o povoado e a área circundante.

4. Ilulissat

Apanharemos um ferry de Aasiaat para Qasigiannguit, a capital da observação de baleias, e daí para Ilulissat, a capital dos icebergs. Em Ilulissat iremos fazer caminhadas, explorar os glaciares e os fiordes durante 3 dias.

5. Disco Bay Island

Vamos atravessar Disco Bay de ferry, cruzando de Ilulissat para Qeqertarsuaq, na ilha de Disco Bay. Aí permaneceremos 3 dias, explorando a ilha e tentando fazer percursos de trenó puxado a cães.

6. Eqi Glacier

Regressaremos a Ilulissat de ferry e aí apanharemos um barco para o glaciar Eqi mais a norte. Esta será a latitude mais a norte que alcançaremos.

7. Kangerlussuaq

De Eqi regressaremos a Ilullissat de barco e apanharemos o avião para Kangerlussuaq, onde passaremos um dia. Aí diremos adeus à Gronelândia e apanharemos um voo de regresso a Copenhaga e a casa.


Seguro de viagem para a Gronelândia

Não facilite. É importante viajar com seguro de viagem, ainda que para escapadinhas pequenas. Pode fazer um seguro de viagem simples para cobrir despesas médicas e hospitalares. Aconselhamos que faça também o seu seguro de viagem para a Gronelândia. Nós usamos a IATI Seguros. Se usar este link terá 5% de desconto. Não facilite.


Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

20 Comentários

  1. Jose Cardoso diz: Responder

    Olá Carla,
    Em Maio de 5 a 12, tenciono visitar a Islandia. Queria aproveitar e visitar a Gronelandia. estive a ler o vosso roteiro. pode indicar me se nesta altura dá para fazer alguma coisa do que voçês fizeram.
    obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Em Maio, especialmente no início será muito frio. Eu só iria a Ilulissat para ver os icebergs e o fiorde gelado. Para trilhos é muito frio ainda, acho eu.

  2. vitor loureiro diz: Responder

    ola carla,
    uma questão se me souber responder.
    viajo muito de moto e estava a pensar, arrancar de miami ate canada, e no canada atravessar para gronelandia. sabe se existe algum tipo de ferry que atravesse do canada para groenlandia? a ideia seria atravessar, conhecer um pouco e depois seguir de ferry para a islandia. a minha duvida persiste se existe ferry do canada para groenlandia e se consigo circular ate local onde apanhe novamente ferry, mas para a islandia.
    sabe reponder-me?
    obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Desculpe mas não sei ajudar.

  3. Joao Gabriel diz: Responder

    Viva Carla!
    Não consegui perceber quanto tempo estiveram na Gronelândia, pelas minhas contas estiveram +/- 23 dias, certo? Acha que 2 semanas são suficientes?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Foram cerca de 3 semanas. Já não me lembro bem mas penso que possam ter sido esses 23 dias. Duas semanas é bom mas não dá para fazer tudo.

  4. SOLANGE DE FATIMA ARAUJO diz: Responder

    Como faço para saber os valores?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Para viajar de forma independente? É preciso pesquisar nos sites do booking para o alojamento, skyscanner, por exemplo, para os voos, e o IAL para os transportes de barco na Gronelândia.

  5. Valeria diz: Responder

    Oi Carla,
    Estou planejando uma escapada até a Groenlândia partindo da Islândia, mas terei pouco tempo – 3 dias. O que me recomenda? Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não sei se valerá a pena por tão pouco tempo. Mas só com 3 dias, definitivamente Ilulissat.

  6. Yolanda diz: Responder

    Mais uma questão…vale a pena a pena ir de ferry de Narsaq até Aasiaat (com visita também a Qasigiannguit) como vocês fizeram ou ir directamente até Ilulissat?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Nós achamos que vale a pena, mas depende muito do tempo que tens disponível.

      1. Yolanda diz: Responder

        Mais uma vez obrigada pelas dicas!

  7. Yolanda diz: Responder

    Olá. Qual a melhor época para ir à Gronelândia para poder desfrutar todos esses lugares e experiências…Setembro ainda é bom ou melhor no início do Verão, Junho/Julho? Obrigada.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Setembro é muito tarde. Os hostels podem até ja estar fechados. O período é de Junho a Agosto, bem curtinho. 😀

      1. Yolanda diz: Responder

        Obrigada! Existe diferença de preços entre os meses? Junho será mais barato que Julho ou Agosto ou tudo a mesma coisa? E já agora, para fazer os trekkings são fáceis de fazer sem guia em termos de orientação? Agradeço.

        1. Carla Mota diz: Responder

          Não. É sempre época alta porque a janela de turistas é muito reduzida. Os trekkings depende da experiência que tiver. Se tiver bastante experiência dá para fazer sozinha (sem guia mas nunca sozinha porque a Gronelândia é muito inóspita), caso contrário não.

          1. Yolanda diz:

            Obrigada pela respostas! Bem, eu não queria fazer todos os trekkings que apresentam aqui no itinerário…seria mais entre Qassiarsuk e Tasiusaq, de Itilek até Igaliku (mas os 4km em terra batida e não o percurso que fizeram) e depois daí até ao Blue Ice Camp (só este é que pensei que fosse mais complicado de fazer sozinha). Os restantes passeios seriam sempre pelos fiordes junto das localidades. Mas se percebi bem não é aconselhável andar por lá sozinha…então como fazer, contratar guia/tours? não se existem agências locais para poder conhecer a Gronelândia….

          2. Carla Mota diz:

            Esses treks não tem problema. Podes fazer sozinha. Outra opção, porque os guias são muito caros, é juntar-te a alguém que esteja no hostel e ir com essas pessoas. No Verão há sempre alguém. uma ou duas pessoas. 😉

          3. Yolanda diz:

            Hummm…agora já fiquei mais animada…obrigada uma vez mais!

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.