Las Médulas (Ponferrada), visitar as terras vermelhas de El Bierzo pela Rota dos Conventos | Espanha

Las Médulas (Ponferrada), uma visita às cicatrizes de terra vermelha na Rota dos Conventos | Espanha

Las Médulas é uma paisagem surreal no norte de Espanha, na província de Léon. Terras vermelhas e laranjas, como cicatrizes saídas das entranhas da terra e que resultam de uma técnica de extracção de minério utilizada pelos romanos há mais de dois mil anos.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


COMO CHEGAR A LAS MÉDULAS

Las Médulas localizam-se bem próximo da cidade de Ponferrada, a cerca de 3 horas de carro do Porto. Para ali chegar o melhor é colocar a povoação de Las Médulas ou a cidade de Ponferrada no GPS. No entanto, para ter uma ideia, do Porto, o melhor é apanhar a autoestrada até Chaves e daí apanhar a A52, a OU-533 e a N-120, em Espanha.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


QUANDO VISITAR LAS MÉDULAS

Las Médulas é um óptimo local para explorar especialmente na Primavera e no Outono, quando as precipitações são raras e o calor ainda não aperta. No Verão também é bom mas pode estar demasiado calor para fazer os trilhos. O Inverno pode ser uma óptima opção mas terá que se preparar para o frio.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


QUANTOS DIAS PRECISA PARA VISITAR LAS MÉDULAS

Para visitar Las Médulas e ter uma ideia geral da natureza da paisagem basta um dia, ainda que longo. No entanto, toda a região é muito bonita e vale a pena dedicar-lhe no mínimo dois dias. Foi isso que nós fizemos. Dedicamos-lhe um fim-de-semana. Fomos na sexta-feira à noite e voltámos no domingo à noite.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


COMO ORGANIZAR A ROTA DOS CONVENTOS EM LAS MÉDULAS

A organização do dia em que vai explorar Las Médulas é importante de forma a optimizar bem o que vai ver e permitir, num dia de trilho, ver tudo sem grande esforço. A maioria das pessoas vai para a povoação de Las Médulas e de lá sobe ao miradouro. Má aposta e já lhe explicamos porquê!

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

A Rota dos Conventos é um trilho circular que permite explorar toda a região de Las Médulas com alguns pequenos desvios, totalizando cerca de 12 km, tornando-se ideal para fazer num dia. Pode ver um pdf dos trilhos aqui.

O ideal é começar o trilho da Rota dos Conventos em Orellán. Nós alojámo-nos precisamente aí, depois de pesquisar bem como queríamos organizar o nosso dia. Deixámos o carro estacionado na casa Louteiro, onde chegámos na noite anterior e, de manhã depois do pequeno-almoço, começámos logo a caminhar em direcção à aldeia de Orellán.

1. Aldeia de Orellán

Começámos o trilho na Aldeia, onde existe um painel informativo com o trajecto, a Rota dos Conventos. Como não tínhamos ainda mapa do trilho, tiramos fotografia ao painel e foi com esse mapa que fizemos o trilho.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

2. Paisagem rural de Orellán

Na aldeia seguimos o trilho que sai da estrada e entra na zona de cerejeiras (que nesta altura do ano estavam carregadas de cerejas) e sobe em direcção ao Mirador de Orellán. O trilho é um bocado exposto ao sol nesta secção mas é lindo. Pode-se ir pela estrada até ao mirador, mas perde-se uma parte do trilho muito bonita.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

3. Galerias de Las Médulas

Antes de chegar ao mirador de Orellán encontra-se uma cabana de madeira à esquerda e a seta “Galerias Las Médulas”. Esta é a entrada para visitar as galerias das antigas minas de Las Médulas. A entrada custa 3€/pessoa e é necessário usar uma touca e um capacete. Depois percorre-se um pouco das galeias escavadas pelos mineiros (escravos) romanos até alcançar uma abertura da cavidade. Esta varanda com vista sobre Las Médulas corresponde a uma das galerias que ruiu. Vale bem a pena a visita.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

4. Mirador de Orellán

O Mirador de Orellán garante as melhores vistas sobre as formações rochosas de Las Médulas. Dedique-lhe algum tempo e contemple bem a paisagem. Nunca terá uma perspectiva tão boa sobre Las Médulas como esta.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

5. Descida em direcção a Las Médulas

Depois de visitar o Mirador, o trilho segue em direcção a Las Médulas, mas antes de começar a descer pelo bosque ainda vai encontrar uma bifurcação do trilho. Se virar à esquerda vai em direcção a Pedrices, pela Senda Perimetral. Nós optámos por virar à direita, em direcção a Las Médulas. Foi indicação do nosso anfitrião. Acho que foi a melhor escolha. Nesta descida, percorremos o trilho pelo bosque de carvalhos, muitos milenares e centenários. O trilho é sempre a descer. Quem deixa ficar o carro em Las Médulas tem que fazer o trilho todo a subir, o que com o calor torna o trilho muito mais cansativo. Se começar em Orellán faz um percurso circular, sem precisar de subir e descer. Quando chegar à fonte de água, abastece de água fresca e potável. Aí não desce mais em direcção a Las Médulas.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

6. Senda de las Valiñas

Na fonte de água (na realidade uns metros antes) há um corte à direita em direcção a Cuevona e La Encantada. Esta Senda de las Valiñas é das partes mais belas do trilho e vale mesmo a pena percorrê-la.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

7. Cuevona

Cuevona é uma cova gigantesca que corresponde à entrada de uma galeria da mina de Ouro dos romanos. Esta entrada é enorme e, embora esteja encerrada, permitia entrar para um conjunto de galerias onde se fazia a exploração do ouro no interior da mina.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

8. La Encantada

Um pouco mais à frente aparece mais uma cavidade, uma galeria das minas, é La Encantada. Nesta galeria, ao contrário da anterior, é possível entrar e explorar as antigas galerias abandonadas, os canais que eram inundados de água para drenar as minas e levar os materiais em direcção aos rios e lagos que se encontravam a jusante. Veja o nosso video para perceber como era extraído o ouro das minas.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

9. Las Médulas

Depois de explorar La Encantada tem que voltar atrás cerca de 30 metros para apanhar um trilho (que não tem sinal) e que se situa entre a Cuevona e La Encantada e lhe permite descer em direcção à povoação de Las Médulas. A povoação de Las Médulas é o lugar ideal para almoçar. Foi isso que fizemos.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

10. Centro de Recepção de Visitantes

Em Las Médulas está o centro de recepção dos visitantes daí que a maioria das pessoas comece o trilho aqui. Nós só arranjámos o mapa do trilho neste momento do percurso. Não nos fez falta, já que o trilho está sempre marcado (e bem marcado), com sinalização e placas com os destinos. No entanto, quando chegámos ao centro aproveitámos para saber um bocadinho mais sobre a região e o que estávamos a ver.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

11. Lago Somido

Depois do almoço, seguimos em direcção ao Lago Somido, um dos lagos onde eram peneirados os sedimentos transportados pelos rios. Antes de chegar ao Lago Somido há mais dois lagos pequenos. Era ali que se fazia a extracção do ouro já que este lago fazia parte do cone de dejecção dos materiais das minas. Pode perceber mais sobre isto vendo o nosso vídeo.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

12. Mirador de Chao de Maseiros

Do lago Somido basta caminhar mais 500 metros para alcançar o mirador de Chao de Maseiros, com vista sobre o vale de Las Pedreras e Peñrrubia. A vista é magnífica e vale mesmo a pena caminhar mais este bocadinho. Depois há que regressar novamente para trás em direcção à povoação de Las Médulas.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

13. Aula Arqueológica

Na saída (ou entrada) da povoação de Las Médulas fica a Aula Arqueológica, um pequeno museu de arqueologia com uma explicação sobre as minas e os métodos de extracção nas galerias das minas romanas. É um bom local para visitar e para compreender melhor a exploração mineira que ali ocorria. A entrada individual custa 2€/pessoa.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

14. Senda dos Conventos

De seguida, deve-se seguir a estrada em direcção a Carucedo. No entanto, cerca de 500 metros depois de sair da povoação de Las Médulas há que apanhar um trilho à direita (cuja placa está completamente apagada pelo sol e pela chuva). A Rota dos Conventos recomeça ali, subindo ligeiramente em direcção a Orellán.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

15. Mirador de los Jardins del Rey

O Mirador de Los Jardins del Rey é o primeiro mirador que vai encontrar neste percurso. Marca o final da subida no trilho. Tem que se olhar para trás para ser as formações rochosas. É uma bela perspectiva de Las Médulas ao entardecer.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

16. Mirador da Frisga

Um pouco mais há frente há um corte à esquerda para o Mirador da Frisga. Vale a pena descer e percorrer os 700 metros de trilho para ter uma visão global do vale e do lago Carucedo. De seguida, há que voltar atrás e regressar à Rota dos Conventos, seguindo em direcção à Aldeia de Orellán, onde termina o trilho.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


ONDE DORMIR QUANDO VISITAR LAS MÉDULAS

Há várias opções de alojamento quando visitar Las Médulas. A primeira coisa a decidir é onde se alojar. A escolha do local depende do que quiser fazer e de como quiser fazer.

ORELLÁN – Para quem quiser fazer trilhos na região de Las Médulas, nomeadamente como nós fizemos, esta é a melhor opção. Melhor ainda do que ficar na povoação de Las Médulas, já que não precisa de fazer uma subida extenuante a pé para chegar ao mirador de Orellán. Nós alojámo-nos na Casa Louteiro, uma casa muito alternativa, toda construída de forma ecológica, com recurso a energias alternativas, com tudo feito em madeira pelo proprietário.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

Na realidade a Casa Louteiro é uma pequena aldeia com casas convertidas em pequenos “apartamentos” e adequado para famílias. Os quartos têm direito a pequeno-almoço servido no bar, com uma vista incrível sobre o vale. A aldeia é magnífica e tem um ambiente fantástico. Nós marcámos a casa no booking (que lá aparece como Louteiro de Las Médulas) alguns dias antes da viagem. Outra opção na aldeia é o El Lagar De Las Medulas, mesmo no início do trilho. O O Palleiro do Pe do Forno é também uma excelente opção e, embora não tivemos ficado lá alojados fomos lá jantar. O rabo de ternera com puré de castanhas é delicioso. Se estiver já tudo esgotado, ainda pode alojar-se em Os Feleitos.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

LAS MÉDULAS – Muitas pessoas optam por ficar alojadas mesmo em Las Médulas. É uma boa opção mas prepare-se para um trilho mais limitado e mais exigente em termos físicos para chegar ao Mirador de Orellán. Em Las Médulas, há algumas opções, sendo que a mais económica é o Hotel Medulio, mas a mais popular e, provavelmente a melhor, é o Complejo Rural Agoga de Las Médulas. Outra opção muito procurada e que esgota rapidamente são as cabanas de madeira de Lares · Cabañas Rurales.

CARUCEDO – A aldeia de Carucedo é também uma excelente opção para alojamento mas menos rural do que as anteriores. Dito isto, tem mais opções de alojamentos e restaurantes, mas não deixa de ser uma aldeia. Desde o Hotel Rural La Peregrina até ao aluguer de casas particulares como a Casa Magosto, a Casa do Eiró (que fica junto ao lago), ou a Casa Rural El Cabo

BORRENES – Se preferir uma aldeia mais tranquila tem Borrenes, a poucos quilómetros de Las Médulas e perto de Orellán. Ali tem o belo Cornatel Médulas, uma quinta tradicional ecológica que disponibiliza bicicletas aos seus clientes.

PONTE DE DOMINGO FLOREZ – Apesar de o principal centro de interpretação ser nesta localidade, esta fca um pouco longe de Las Médulas e não tem grandes atractivos nas redondezas. Sendo assim, não nos parece uma boa escolha para alojamento. O centro está fechado ao fim-de-semana por isso não visitámos.

PONFERRADA – Apesar de já ser a 25 km de Las Médulas, Ponferrada pode ser uma boa opção de alojamento já que é uma cidade com belas atracções, nomeadamente o castelo dos templários. No início estávamos indecisos em alojar-nos ali ou em Orellán, acabando por nos decidir pelo segundo. Como visitámos Las Médulas e Ponferrada, para nós teria sido igual. No entanto, a escolha de alojamento em Orellán permitiu-nos no dia de trilho não precisarmos de pegar no carro e fazer tudo a pé. Só no domingo é que pegámos no carro para visitar Ponferrada e os arredores.

Se optar por alojar-se em Ponferrada, o ideal é ficar na zona histórica (muito bonita). A parte nova da cidade é bastante descaracterizada. O Hotel El Castillo, de frente para o castelo, o Piso em Casco Antiguo, um apartamento na praça principal da zona antiga, o Hostal Virgem de la Ensina,  o Hotel Aroi Bierzo Plaza ou o Albergue Guiana são as melhores opções na cidade.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


O QUE NÃO PERDER QUANDO VISITAR LAS MÉDULAS

Quando visitar Las Médulas não deixe de visitar também:

1. Ponferrada

A cidade de Ponferrada é uma bela cidade com um centro histórico medieval com um castelo que data do século XIII do período em que os templários ocuparam esta região do Bierzo. As praças da cidade são encantadoras e cheias de belos locais para beber um copo e jantar. Ponferrada fica no Caminho de Santiago e por isso as referências ao Caminho são frequentes.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

2. Castelo de Cornatel

O Castelo de Cornatel, do século XIV, localiza-se num promontório rochoso magnífico e a sua localização é deslumbrante. A visita ao interior é paga (3€/pessoa) e tem painéis informativos. Uma vez no exterior não deixe de se sentar naquele que é considerado o mais belo banco de El Bierzo.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

3. Castro de Borrenes

O castro de Borrenes corresponde a um povoado castrejo em que as casas são rodeadas por uma muralha. O Castro nunca chegou a ser ocupado por isso não há muitos restos das habitações, apenas das muralhas. Para lá chegar é possível levar o carro através de uma estrada de terra batida, mas depois encontrará um sinal a partir do qual só poderá prosseguir a pé.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

4. Canais de irrigação romanos de Lhamas de Cabrera

Já bastante distante de Las Médulas fica Llamas de Cabrera, uma aldeia perdida nas serras. Não fosse um trilho magnífico para apreciar os canais de irrigação criados pelos romanos e que levavam a água até Las Médulas e nunca teríamos ali ido. A aldeia é muito bonita e está bem preservada, mas infelizmente praticamente deserta. Há um painel informativo à entrada, com indicação do trilho. O trilho que permite ver os canais pode ser feito de forma circular, começando-se pelo canal 3 e depois, na intercepção, virar à direita e percorrer o canal 1. A junção destes dois tramos distintos perfaz cerca de 6 km de trilho, muitas vezes dentro dos próprios canais romanos. Estes eram os canais que transportavam a água até às minas de ouro de Las Médulas e que depois iam inundar as galerias das minas.

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha


ONDE COMER EM LAS MÉDULAS

Estes foram os restaurantes onde comemos na nossa viagem a Las Médulas e que gostamos, por isso recomendamos.

  • Restaurante Palheiro (Orellán) – Excelente rabo de ternera
  • Restaurante Bodegán (Ponferrada) – Bons pinchos e muito popular entre os locais
  • Restaurante e pizzaria Caprichosa (Ponferrada) – Excelente cabrito
  • Restaurante Agoga (Las Médulas) – Bem localizado na descida do mirador de Orellán
  • Bar Torreón (Ponferrada) – Bom para tapear

Las Médulas (Ponferrada), visitar as terra vermelha na jóia de El Bierzo na Rota dos Conventos | Espanha

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

      Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

 Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Alugue carro usando o Rent a Car, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar. Tudo na comodidade de sua casa.

      Faça seguro de viagem na World Nomads ao menor preço do mercado.

     Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

15 Comentários

  1. Essas fotos estão DI-VI-NAS! Que sol absurdo! Já quero conhecer!

  2. Eu que vou tantas e tantas vezes à Galiza tenho mesmo que começar a explorar outros sítios no Norte de Espanha… Estas fotos abriram-me o apetite para conhecer León… Parabéns pelo trabalho e dedicação! … E ótimas viagens :)

  3. Nunca tinha ouvido falar dessa região, é de uma beleza incrível, dá muita vontade de conhecer! As fotos também ficaram maravilhosas!

  4. nunca tinha ouvido falar desse lugar, adorei as formações, especialmente por causa da cor laranja! muito diferente no meio desse verde todo!

  5. Adoro ler sobre lugares que não conheço. Muito bom o texto, aprendi muito. O visual é realmente muito diferente! A terra vermelha com a vegetação faz uma combinação linda. Bom que o passeio é possível ser feito também a partir de Portugal.

  6. Que lugar incrível. Adorei conhecer um pouco do lugar através do seu texto e fotos.

  7. Que lugar magnífico. Nunca tinha ouvido falar. Adorei assistir ao vídeo. E o post está bem completinho, o que é ótimo!

  8. Que show de trilha essa! A Rota dos Conventos é muito linda, hein? Uma parada mais legal do que a outra. A parte que parece ser mais legal é as galerias de Las Médulas! Deve dar um medinho andar por elas né? São super estreitas! haha! :)
    A Mirador de Orellán é bem linda também!
    Nunca tinha ouvido falar desse trekking, mas já fiquei com muita vontade de fazer! =)

    1. Carla Mota diz: Responder

      É lindo demais, Luiza. Tem que experimentar. 😀

  9. Fico chocada como tem lugar lindo que a gente. (Pelo menos eu) nao faz ideia que existe!! Adorei!!!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada

  10. Apontado! Quando for já tenho todas as dicas

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada 😀

  11. Lusa Pinto diz: Responder

    Gostei muito do texto e, fotos e videos.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada 😀

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.