C U B A 🇨🇺 2º dia – Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Cuba é um museu, diz-nos Carlos, o taxista. Sim, é verdade e Havana é o seu expoente máximo. Carlos di-lo com alguma amargura, sente-se. Nós intepretámo-lo com o coração e a alma. Sim, Cuba é mesmo como um museu a céu aberto e isso sente-se e vê-se a todo o instante. E não é só nos velhos carros americanos da década de 50.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

As ruas empedradas da Cidade Velha, com edifícios coloridos e ricamente decorados fazem de Havana uma das cidades coloniais mais bem preservadas do mundo. O jet lag não foi tão bem tratado com pensávamos; eram 6 horas da manhã e estávamos a levantar-nos.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Pequeno-almoço tomado, saímos para tratar de tudo o que precisávamos para percorrer o país nos dias seguintes. Depois de muito negociar o preço de um táxi até ao terminal de autocarro (que aqui têm preços de ouro), lá conseguimos um preço justo. Com bilhetes de autocarro comprados, era hora de tratar de uma viagem de avião até uma das ilhas mais belas do arquipélago, Cayo Largo. Depois de tudo tratado, era finalmente tempo de explorarmos Havana, essa cidade museu.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Começámos pela Praça da Revolução, palco dos comícios políticos do líder carismático Fidel Castro. Ali se aglomeraram milhares de cubanos, que festejaram a queda da ditadura de Flugêncio Batista, a tomada de Havana por Fidel, o aparecimento do Partido Comunista ou as comunicações de Fidel ao povo sobre as grandes políticas criadas para o desenvolvimento de Cuba. Ali, nasceu um país. Um país que ousou criar um ideal político distinto, em pleno período de Guerra Fria, fruto do sonho e dos ideais de um grupo de revolucionários que envergam a face de Fidel Castro, Che Guevara ou Camilo Cienfuegos. Na persecução de um sonho, a figura de José Marti, um eloquente poeta e pensador que desempenhou um papel importantíssimo na construção de uma nação. São estas figuras que hoje são homenageadas na Praça da Revolução. Dois dos edifícios da praça apresentam representações estilizadas da figura de Che Guevara, onde se pode ler “hasta la vitoria, sempre”, e de Camilo Cienfuegos. Do outro lado da praça, um memorial e uma torre de observação sobre Havana dedicado a José Marti com um museu sobre o seu papel na construção de uma Cuba livre.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Do lado oposto do memorial, um tapete vermelho conduz-nos até à sede do Partido Comunista Cubano. Mas hoje, Cuba vive do turismo crescente, e apesar do comunismo continuar a ser a política oficial do governo, o capitalismo já vive nas ruas. Dezenas de carros americanos, desde Chevrolet até Buick, pintados em cores vivas, fazem as delícias dos turistas. Uma fotografia em troca de uma “propina”. Um passeio de uma hora em troca de 40 dólares, que aqui se chamam CUC, uma moeda indexada ao dólar e criada apenas para os estrangeiros, a que os cubanos chamam Peso Convertível, já que os dólares foram praticamente banidos de Cuba e a sua transacção incorre no pagamento de fortes impostos. Assim vai o comunismo em Cuba.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Depois da Praça da Revolução rumámos ao Capitólio, antigo Congresso Cubano e actualmente Academia Nacional das Ciências,e à Fábrica de Tabaco de Havana, onde comprámos um “puro”.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Percorremos as ruas do Prado, uma das avenidas mais populares para passeios em Havana, até alcançar Malecón, onde bailámos com um grupo de “chicos”.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Com a fortaleza espanhola para trás, era hora de sentir o espírito da revolução cubana no Museu da Revolução, que exibe uma vasta exposição sobre a História da Revolução Cubana com fotografias e algumas relíquias como as calças que Fidel usou quando tomou Cuba ou a maca que transportou o corpo de Che Guevara quando este foi assassinado na Bolívia.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Mas a principal relíquia é o Granma, o barco que transportou Fidel e os revolucionários até Cuba em 1956, dando início à revolução.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Porém, Havana continua a sentir-se nas ruas, especialmente na parte velha, desde as “calles secundárias” cheias de homens e mulheres acolhedores e simpáticos, que nos abraçam e beijam, nos convidam para “tomar algo”, longe dos olhares atentos dos turistas, até às praças da Catedral, Velha ou das Armas, ao som de uma salsa e rumba. Tudo parece cenário do filme Buenavista Social Club.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Terminámos o dia bebendo um mojito e fumando um puro na Plaza Vieja, preparando-nos para “cenar” enquanto apreciávamos um espectáculo de Flamenco. Sim, Havana é mesmo um museu. Um museu vivo e cheio de vida.

C U B A 🇨🇺 Segundo dia - Havana | Crónicas de uma viagem a Cuba

Veja aqui o resto das crónicas da nossa viagem a Cuba

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

4 Comentários

  1. Carina diz: Responder

    Sendo eu uma apaixonada por Cuba (desde sempre), vocês ainda conseguem despertar mais em mim, a vontade de ir visitar, aquilo que para é uma viagem de sonho!
    Como tal, tenho algumas dúvidas:
    -Quantos dias é necessário (+/-) para visitar assim na totalidade;
    -Qual a melhor altura para a viagem (não querendo apanhar os ditos furacões);
    -Gastos (totalidade)
    Obrigada Carla e Rui 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Carina, veja o nosso artigo das Dicas para viajar em Cuba, a maioria das respostas estão lá. No entanto, os gastos dependem sempre do e como fizer a viagem. Tem lá algumas dicas preciosas para poupar dinheiro. O tempo de viagem depende do que quiser fazer. Nós fizemos duas semanas. Não deu para conhecer tudo mas um dia voltamos. 😀

  2. Marisa diz: Responder

    Vocês têm um talento para os retratos. 🙂
    Boa viagem!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Marisa. As pessoas é que são geniais.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.