Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar – XINJIANG | China

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

O deserto de Taklamakan é o segundo maior deserto arenoso do mundo. Estende-se por 370.000  km2 (4 vezes a área de Portugal!) e forma uma enorme depressão no extremo noroeste da China, salientando-se ainda mais devido ao carácter extremamente montanhoso do terreno circundante. Não fazia parte do nosso plano explorar a fundo o deserto, nem sequer percorrer a estrada que passa pelo seu meio. No entanto, e uma vez que as antigas rotas de caravanas o circundavam, quer pelo norte, quer pelo sul, era obrigatório passar pelas cidades oásis na orla do deserto de Taklamakan e daí era impensável não fazer uma breve incursão às areias do deserto.

Pode aceder-se ao deserto de Taklamakan a partir de várias cidades, mas há que não perder a oportunidade logo de início por isso decidimos fazê-lo a partir de Kashgar. Não tínhamos muito tempo pois os dias em Kashgar estavam bem preenchidos com a estrada de Caracórum, o mercado de animais e as preocupações em comprar bilhetes de comboio para o resto da viagem, por isso optámos por uma incursão num só dia. O problema era que não se podia ir de forma independente e as agências locais só o faziam para dois dias, com pernoita no deserto…

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

Uma vez por ano, durante as férias de verão, de uma forma um pouco masoquista, decidimos que queremos fazer uma tour organizada para turistas acidentais. Libertamo-nos de todas as preocupações e deixamo-nos ir com a corrente… Claro está que também perdemos toda a autonomia e capacidade de escolha, mas aí é que entra a parte dolorosa da experiência (e o nosso lado masoquista…). Chateamo-nos, aborrecemo-nos, arrependemo-nos no final, mas… é uma experiência a recordar! Mais que não seja, para nunca mais repetir… Este ano estava decidido. Iríamos numa tour do CITS, a agência governamental de turismo chinês, juntamente com um grupo integralmente constituído por turistas chineses, com uma guia que só falava chinês. O resto, logo se veria…

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

Combinou-se que a guia nos iria buscar à entrada da mesquita, por volta das 9.00h. À hora marcada lá apareceu. Cheia de pressa, pediu que a acompanhássemos. Rapidamente atravessámos a estrada e entramos no autocarro. A guia, de etnia han, até parecia que estava incomodada por ter de vir à parte muçulmana da cidade… Começamos depois a ronda de ir buscar o resto dos elementos do grupo aos respectivos hotéis. Lenta, muito lentamente… Estamos numa tour turística ao Taklamakan, mas não há pressas em partir, muito menos em chegar… O último homem demora muito mais do que os outros e quando chega envolve-se numa discussão acesa com a guia. Finalmente deixamos Kashgar por volta das 10.30h.

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

A viagem demora cerca de 2 horas e meia. O nosso destino era o lago Davakul , situado numa zona onde já se podem observar dunas do Taklamakan. Quando chegamos, cheirou-nos logo a armadilha para turistas. Entramos por um portão, depois do qual temos direito a escolher entre um transporte tradicional (carroça puxado por um cavalo) ou mais moderno (carro tipo de golfe) para percorrer cerca de um quilómetro, aproximando-nos um pouco mais do nosso objectivo. Lá escolhemos o mais tradicional, embora durante a curta viagem o animal expeliu matéria gasosa e sólida suficiente para ser considerado uma arma química… Os americanos que saibam disto! Depois de descermos da carroça, percorremos uns metros a pé até chegarmos a um restaurante.

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

O homem que tinha sido o último a chegar falava inglês (era de Hong Kong) e meteu conversa connosco. Primeiro, o atraso não tinha sido culpa dele, pois a agência tinha apontado mal o seu número de telefone. Depois, explicou-nos que tínhamos de pedir o almoço com antecedência se quiséssemos comer cabrito. Ok, dissemos nós… Depois de o grupo ter discutido quanta carne se deveria pedir, lá nos dirigimos então ao deserto. Parecia que o objectivo era o almoço, e o deserto de Taklamakan era um bónus…

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

Perto do lago, mais uma vez, duas alternativas. E mais uma vez, uma tradicional, outra moderna. Um passeio de camelo ou de buggy no Taklamakan. Escolhemos o camelo, imaginem o que escolheram os chineses… O preço era à parte da tour: 70 yuan (cerca de 9 euros) por pessoa, por uma hora de camelo. Eu avisei a Carla: uma hora demoram os camelos a chegar às dunas… Mas lá fomos. O guia dos camelos a pé, parecendo que ia dar um passeio já ali ao lado… E assim foi! A zona das dunas no Taklamakan era relativamente de pequena extensão, necessariamente com dunas de pequena dimensão. Demoramos cerca de 15 minutos a chegar às dunas e subimos a uma delas. Ao chegar ao cimo, o rapaz faz sinal para descermos e andarmos a pé. Mas então não era uma hora de camelo?! Estava visto: ou esquecíamos a barraca de andar em camelo e apreciávamos o que pudéssemos nas dunas a andar um pouco e a tirar fotos, ou preferíamos a chatice. Eu queria a primeira, até porque o deserto é sempre o deserto (mesmo quando é mais fraquinho…), mas a Carla escolheu a segunda…

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

Claro que a comunicação não foi fácil… A Carla desenhou relógios na areia, fez gestos, tentou articular palavras em chinês, e claro está que o rapaz percebia o que estávamos a dizer. Mas se queríamos mais tempo em camelo, tínhamos de pagar mais. Ainda tentei demover a Carla e apreciarmos um pouco as dunas, mas a trafulhice do esquema era demais para ela… Entretanto estava connosco na duna outro grupo de turistas chineses que olhavam para nós com olhares curiosos. Para eles, bastava uma pose no cimo da duna e a correspondente foto e já estavam prontos para voltar ao restaurante… Só estes estrangeiros esquisitos é que pareciam querer inexplicavelmente mais…

Regressamos de camelo, completando de facto uma hora depois de termos saído, mas menos de metade de camelo… Já nos esperavam os chineses e a guia (mas onde é que andaram de carro?!). Seguiu-se uma conversa com vários interlocutores: a Carla falava para o senhor de HK, este traduzia para a guia, que por sua vez traduzia para o homem dos camelos, que era de etnia uighur e pareceu-nos que não falava chinês… A seguir a resposta seguia o circuito em sentido contrário! Tentámos deixar a mensagem que esta maneira de proceder era “bad for business” mas nem isso creio que eles o entendam assim, pois a esmagadora maioria dos turistas que por aqui aparecem são chineses e aparentemente ficam muito satisfeitos com o que vêem e com o serviço prestado.

Visitar o DESERTO DE TAKLAMAKAN desde Kashgar - XINJIANG | China

Esta troca de palavras em várias línguas deve ter sido boa para abrir o apetite pois rapidamente todos nos dirigimos para o restaurante, onde nos esperava um almoço em conjunto. De entrada, pedaços de abóbora grelhados, seguidos de pedaços de cabrito grelhados, que se retiravam ainda dos ferros usados no forno. A carne já era temperada, mas para os chineses vieram mais umas taças com ervas aromáticas e piripiri… Para beber, um chazinho quente. Em suma, uma delícia! 😉 E tudo pela módica quantia de 50 yuan por pessoa. Depois da barriguinha cheia, estava na altura de voltar. Fim do tour? Não… Faltava a “shopping time”! Queríamos chegar o mais rapidamente possível a Kashgar pois ainda não tínhamos bilhete de autocarro para Turpan no dia seguinte, mas tínhamos de ser pacientes e visitar uma loja de pedras e joalharia em jade. Dizem que dá sorte e é bom para a saúde… Será que há alguma pedra que nos lembre como são as tours organizadas? Se calhar devíamos comprar e usar uma ao pescoço nas próximas férias…

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€.   Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.