Visitar as GRUTAS MOGAO – À descoberta das do maior segredo budista da China | China

Visitar as GRUTAS MOGAO - À descoberta das do maior segredo budista da China | China

As grutas de Mogao são um dos testemunhos mais espectaculares da importância histórica do budismo na Rota da Seda e na China. A sua construção estendeu-se entre os séculos IV e XI d.C., graças aos donativos de mercadores e governantes, que desejavam associar o seu nome à veneração das divindades budistas, e ao trabalho incansável de monges e artesãos que viviam no local. A sua localização remota, nas franjas do deserto de Taklamakan, contribuiu para a sua preservação ao longo de séculos de esquecimento, até ser redescoberto em 1907 por um arqueólogo alemão, sendo hoje um dos principais sítios arqueológicos da China e uma grande atracção turística.

A cerca de 25 km da cidade-oásis de Dunhuang, as Grutas de Mogao são hoje facilmente acessíveis por uma estrada asfaltada percorrida por autocarros locais que fazem a viagem de ida e volta do centro da cidade (8 yuan). Quando nos aproximamos, as dunas do deserto dominam a paisagem e temos uma noção do que seria este local nos seus tempos áureos. Mas quando nos acercamos do local, vemos que os chineses estão a modificar a paisagem como nunca foi feito.  As encostas onde se encontram as cerca de 600 grutas de Mogao foram redesenhadas na forma de apartamentos, com varandas e passadiços, sendo que a maioria das grutas de Mogao não se encontra aberta ao público. O leito seco de um curso de água está a ser alvo de profundas obras,  aparentando que no futuro irá correr um rio por aqui… Tal como o resto, as atracções turísticas na China estão em permanente mutação.

Visitar as GRUTAS MOGAO - À descoberta das do maior segredo budista da China | China

Antes de entrarmos no complexo das grutas de Mogao, decidimos visitar o Centro de Pesquisa e Exposições, onde se pode encontrar a história detalhada da descoberta do local e restauro das grutas (com fotos), uma colecção de objectos recolhidos no local (embora a cópia, manuscrita em pergaminho, do Sutra de Diamante, e que se pensa ser o livro impresso mais antigo do mundo, não esteja aqui…) e uma reconstituição minuciosa de 7 grutas em tamanho real. Apesar de ser proibido, foram nestas que recolhemos todas as fotos de esculturas e pinturas que apresentamos nesta crónica, uma vez que descobriríamos depois que não é permitida a entrada de máquinas fotográficas no interior das grutas. Apesar de serem uma cópia, são impressionantes e muito mais fáceis de observar e admirar do que as originais, uma vez que o interior destas não é iluminado, excepto pela lanterna do guia ou pelo frontal de algum turista ocidental como nós.

Visitar as GRUTAS MOGAO - À descoberta das do maior segredo budista da China | China

Gostamos tanto das grutas de Mogao reconstituídas que, quando nos dirigimos à bilheteira, já tínhamos perdido a tour com um guia inglês. Assim, juntamo-nos a um grupo de turistas chineses e lá fomos. A visita normalmente demora cerca de 2 horas, com direito a visitar cerca de 10 grutas, escolhidas pelo guia de entre aquelas que estão disponíveis. Claro está que não pudemos desfrutar da explicação do guia (uma vez que foi em mandarim!), mas complementávamos a visita com a leitura dos guias.

Visitar as GRUTAS MOGAO - À descoberta das do maior segredo budista da China | China

Algumas das grutas que visitámos (nenhuma das quais coincidia com as reconstituídas no museu) impressionavam pela sua grandeza, como aquela que tem um buda sentado gigantesco, com cerca de 25m de altura. Outras destacavam-se pela beleza das pinturas ou pelo detalhe das esculturas.

Algo que aprendemos no museu foi que as esculturas não são esculpidas na rocha, mas sim em madeira, revestidas de palha e finalmente de adobe, permitindo assim uma riqueza de detalhe e naturalidade que não seria possível esculpindo a rocha de arenito local, que facilmente se desagrega. Finalmente, todas as esculturas eram pintadas, usando pigmentos extraídos de rochas minerais.

Visitar as GRUTAS MOGAO - À descoberta das do maior segredo budista da China | China

Como sempre, os turistas chineses ficavam satisfeitos com uma breve visita e explicação em cada gruta, por isso o tempo disponível para cada uma não era muito. No entanto, fazíamos sempre por ser os primeiros a entrar e os últimos a sair… E com a ajuda do nosso frontal (embora não muito potente), conseguíamos ver alguns pormenores não iluminados pela lanterna do guia.

No cômputo geral fica um certo amargo de boca por só podermos visitar 10 grutas quando sabemos que existem muito mais no local. Ainda que, compreensivelmente, seja quase impossível exigir a visita das 600 grutas (e o seu restauro), pensamos que seria benéfico para o turismo e a divulgação do local e da cultura budista que fosse possível visitar as cerca de 30 grutas que estão disponíveis e, não menos importante, a captação de imagens. Claro que a utilização de flash não deverá ser permitida, mas a iluminação (fraca) com luz natural que vem do exterior permite a obtenção de fotos na maioria das grutas (com a ajuda de tripés). Infelizmente o governo chinês não pensa da mesma forma e exige uma licença caríssima para a captação de imagens. Por isso, se desejam ver os originais, têm de imitar os antigos viajantes e calcorrear a Rota da Seda para aqui chegar. Vão ver que não se arrependerão…

Visitar as GRUTAS MOGAO - À descoberta das do maior segredo budista da China | China

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.