TRILHO DA PONTA DO SOL | Das Fontainhas à alma de Santo Antão

TRILHO DA PONTA DO SOL | Das Fontainhas à alma de Santo Antão

Santo Antão é a segunda maior ilha do arquipélago e é um paraíso para trilhos em paisagem montanhosa. O Trilho da Ponta do Sol é, para nós, o mais belo da ilha. É imperdível fazer o Trilho da Ponta do Sol.

Porque é Santo Antão um paraíso para os trilhos

Os ventos secos e húmidos que varrem a ilha de Santo Antão dividem a ilha em diferentes zonas climáticas. O norte da ilha tem vales verdejantes percorridos por linhas de água temporárias ou permanentes, que são designados pelo nome dessas linhas, ou seja Ribeiras. O sul da ilha é árido e exibe uma paisagem desértica rochosa. Pode passar-se semanas a explorar os recantos da ilha e os seus percursos pedestres mas, como só tínhamos dois dias, tivemos de optar pelo nordeste da ilha. Para o nosso primeiro dia, dedicamo-nos ao percurso costeiro entre a cidade de Ponta do Sol e a aldeia da Cruzinha da Garça (trilho da Ponta do Sol). O trilho da Ponta do Sol era apenas o primeiro mas, o mais belo de Santo Antão.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Preparação do trilho da Ponta do Sol

Começámos o dia por tomar o nosso pequeno-almoço no terraço do Aldeia Jerome, onde estávamos alojados em Paúl (também conhecido como a Cidade das Pombas) e nos prepararmos para o Trilho da Ponta do Sol, e por volta das 8.00h dirigimo-nos ao ponto de encontro com os alugueres (serviços de transporte colectivo popular em carrinhas Hiace) que angariavam clientes com destino às cidades de Ponta do Sol e Ribeira Grande. Para chegar ao trilho da Ponta do Sol, depois de alguma espera, pois o transporte só segue viagem depois de completo, lá prosseguimos. A estrada costeira é fenomenal, permitindo vistas panorâmicas das localidades que íamos passando. Na Ribeira Grande, ficamos impressionados pelo tamanho da cidade e pelo movimento de pessoas, o que não será de estranhar pois estávamos sediados em Paúl, uma pequena e sossegada vila.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

TRILHO DA PONTA DO SOL À CRUZINHA DA GARÇA


Ponta do Sol

Descemos na Ponta do Sol, estabelecida numa fajã, ou seja, um terreno plano de pequena extensão junto ao mar, resultante de desprendimentos de arribas ou de escoadas de lava que penetram no mar. A cidade já exibe um carácter mais urbano, com alguns prédios de apartamentos. Iniciámos o trilho da Ponta do Sol junto ao cemitério, iluminados pelo sol brilhante da manhã.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Começámos o trilho da Ponta do Sol logo a subir, ora mais gradualmente, ora mais acentuadamente. Passámos por alguns locais, que percorrem este primeiro troço do caminho, entre a Ponta do Sol e a aldeia das Fontainhas. À saída da cidade, no Trilho da Ponta do Sol, encontramos algumas pocilgas construídas nas vertentes inclinadas, onde cada porco tinha direito a uma «habitação» individual.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

O trilho da Ponta do Sol, inicialmente mais junto ao mar, vai inflectindo um pouco para o interior, serpenteando enquanto sobe e desce pelas ravinas escarpadas.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

As Fontainhas

Após aproximadamente uma hora de caminho, chegámos a um dos pontos altos do trilho da Ponta do Sol: a visão sobre a Ribeira das Fontainhas e a aldeia homónima, pendurada numa crista na vertente inclinada.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

O trilho da Ponta do Sol começa então a descer acentuadamente, levando-nos até à aldeia das Fontainhas, rodeada de campos cultivados em socalcos. Alguns trekkers passam por nós; o nosso ritmo é lento, pois paramos muitas vezes para tirar fotos à paisagem magnífica no Trilho da Ponta do Sol. Há pouca gente na aldeia à vista, que nos cumprimentam enquanto passamos. Este é um dor troços mais belos do trilho da Ponta do Sol.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Deixando a aldeia para trás, o trilho da Ponta do Sol volta a subir, e novamente em direcção ao mar. Atingimos um local cimeiro no Trilho da Ponta do Sol, de onde se voltam a ter vistas panorâmicas espectaculares. Para trás, as Fontainhas e a sua localização que realmente nos impressionou, assim como a necessidade de água e terreno cultivável que levou as pessoas a estabelecerem-se num local tão isolado.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Aldeia do Corvo

Para a frente, uma descida serpenteante e acentuada no Trilho da Ponta do Sol, terminando na aldeia do Corvo, aninhada no fundo da Ribeira homónima. Pelo caminho, alguns locais passam por nós no sentido contrário, e reparámos nas Estações (ou Passos) da Via Crúcis de Cristo, representadas em curvas da descida, e recordamo-nos que estamos a fazer este trilho da Ponta do Sol na Sexta-Feira Santa, uma curiosa coincidência.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Mas estávamos a descer, por isso a Via Dolorosa era ao contrário, começando por Jesus ser sepultado e acabando em Jesus a ser condenado à morte. O esforço nos nossos músculos era, no entanto, igualmente intenso no Trilho da Ponta do Sol.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

A partir do Corvo, o trilho da Ponta do Sol seria sempre junto ao mar, ora encravado na base das ravinas escarpadas, com o mar aos nossos pés, ora abrindo os nossos horizontes, quando o caminho cruza alguma ribeira. Pelo caminho no Trilho da Ponta do Sol, encontrámos o António, um rapaz que estava a fazer um peditório para o transporte de alunos, mas contribuímos com alguns cadernos e marcadores que tínhamos trazido de Portugal.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Aldeia das Formiguinhas

Almoçámos no Trilho da Ponta do Sol na localidade de Formiguinhas, onde conhecemos uma linda menina, Alice, com a qual conversamos um pouco e à qual também arrancamos um sorriso com a oferta de um caderno e lápis de pintar.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Aqui foi também onde vimos a maior concentração de trekkers no Trilho da Ponta do Sol, na sua maioria franceses, e a percorrerem o trilho da Ponta do Sol em sentido contrário ao nosso. Inicialmente era esse o nosso propósito, mas o conselho de uns amigos cabo-verdianos que nos aconselharam a fazer no sentido a favor da luz da manhã. E tinham razão, pois não só a exposição à luz era mais favorável para as fotografias, como ter feito a Ribeira das Fontainhas logo no início foi claramente a opção correcta no Trilho da Ponta do Sol.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Da Ribeira de Aranhas à Cruzinha da Garça

O trilho da Ponta do Sol continuou aos altos e baixos pouco acentuados, até chegarmos à Ribeira de Aranhas e a Chã de Mar. Aí confrontamo-nos com uma subida em ziguezagues extenuante, que nos levou ao último troço do Trilho da Ponta do Sol, passando pela Praia da Ribeira Seca, de areia vulcânica, e chegando, por fim, após cerca de seis horas de caminhada, à aldeia de Cruzinha da Garça.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

O regresso à Ribeira Grande no fim do trilho da Ponta do Sol

Aí, depois de uma bebida fresca e um pratinho de lapas no Trilho da Ponta do Sol, negociámos um transporte que nos levaria à Ribeira Grande, num percurso que é também verdadeiramente espectacular, e que pode ser feito a pé por aqueles que tenham mais tempo na ilha, passando pela Chã da Igreja, descendo o magnífico vale da Ribeira Grande, e passando pela Boca de Ambas Ribeiras e Coculi, terminando na cidade de Ribeira Grande. Daí regressamos noutro aluguer ao sossego do nosso lar em Santo Antão, a Vila das Pombas, ou Paúl. Era o final do nosso trilho da Ponta do Sol.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde
Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Tínhamos acabado de fazer um dos trilhos mais bonitos da nossa vida, o trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Graça.

Trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, Santo Antão | Cabo Verde

Outras opções de alojamento na ilha de Santo Antão são:

Se vai viajar para Cabo Verde estes são os nossos artigos que lhe podem interessar

  • CABO VERDE – Como ir para Cabo Verde? Preciso de visto? Como me desloco entre as ilhas? Onde ficar alojado? O que ver ou fazer em cada ilha? Está tudo aqui. Com dicas para combinar com o Trilho da Ponta do Sol.
  • ILHA DA BOA VISTA – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha da Boa Vista, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de praia.
  • ILHA DA BRAVA – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha da Brava, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de cultura, tranquilidade e modo de vida tradicional em Cabo Verde.
  • ILHA DO FOGO – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha do Pico, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, trilhos, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de trilhos, natureza e aventura. Também tem praias de areia negra.
  • ILHA DO SAL – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha do Sal, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de praia.
  • ILHA DE SANTO ANTÃO – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha de Santo Antão, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de trilhos, natureza, cultura e muita ruralidade no modo de vida. Com dicas para combinar com o Trilho da Ponta do Sol.
  • ILHA DO MAIO – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha do Maio, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de praias tranquilas e pouca gente. Tem um ambiente muito local.
  • ILHA DE SÃO VICENTE – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha do São Vicente, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de praias tranquilas, cultura, música e vida urbana. Tem um ambiente muito cultural.
  • ILHA DE SANTIAGO – Um artigo cheio de dicas sobre tudo o que deve ver e fazer quando visitar a ilha do Santiago, em Cabo Verde. Tem dicas de transporte, alojamento, lugares a visitar, etc. É uma ilha obrigatória para quem gosta de praias (no Tarrafal), cultura, música e vida urbana.
  • ROTEIRO PARA CABO VERDE – Este é um artigo com o roteiro que nós fizemos na nossa primeira viagem a Cabo Verde, em que num total de 15 dias visitámos 6 ilhas. Com dicas para combinar com o Trilho da Ponta do Sol.
  • VISITAR MINDELO – Mindelo á a cidade mais importante da ilha de São Vicente e este artigo vai permitir-lhe preparar a sua viagem e saber tudo o que não pode deixar de ver e fazer na maior cidade cultural de Cabo Verde.
  • SUBIR AO CUME DO VULCÃO DO FOGO – Um artigo onde partilhamos a nosso experiência de subida ao cume do maior vulcão do Cabo Verde, na ilha do Fogo, a ilha vulcão.
  • VISITAR A CIDADE VELHA – Um artigo com todas as nossas dicas e experiências quando visitámos a Cidade Velha portuguesa na ilha de Santiago em Cabo Verde.
  • CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DO TARRAFAL – Um artigo sobre a nossa experiência e dicas de viagem ao campo de concentração do Tarrafal, na ilha de Santiago em Cabo Verde.
  • TRILHO DA RIBEIRA DO PAÚL – Um artigo com tudo o que precisa de saber para preparar o trilho da Ribeira de Paúl na ilha de Santo Antão, em Cabo Verde. Com dicas para combinar com o Trilho da Ponta do Sol.
  • TRILHO DA PONTA DO SOL ÀS FONTAINHAS – Um artigo com tudo o que precisa de saber para preparar o trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Graça, passando pela maravilhosa povoação das Fontainhas, na ilha de Santo Antão, em Cabo Verde.
  • VISITAR A CIDADE DA PRAIA – A cidade da Praia é a capital de Cabo Verde e um dos seus centros culturais. É um local ideal para começar qualquer viagem pelo arquipélago. Pode ver as nossas dicas neste artigo.
  • TRILHO DE CHÃ DAS CALDEIRAS A MOSTEIROS – Este é um artigo para o auxiliar a preparar o trilho que vai de Chã das Caldeiras, na ilha do Fogo em Cabo Verde, até à povoação de Mosteiros.
  • CIDADE DE SÃO FILIPE – São Filipe é a maior cidade da ilha do Pico e uma bela cidade para descobrir e apaixonar-se por Cabo Verde. Neste artigo encontrará as nossas melhores dicas sobre São Filipe.
  • TRATADO DE TORDESILHAS – Este é um artigo sobre uma das curiosidades de Cabo Verde. Sabias que Santo Antão, em Cabo Verde, foi determinante no Tratado de Tordesilhas? Está tudo explicado aqui.
  • 7 SÓIS 7 LUAS – Este é o artigo em que partilhamos a nossa experiência em Cobo Verde quando fomos ver o Festival 7 Sóis 7 Luas nas ilhas da Brava, Fogo e Maio.
  • RIU HOTELS & RESORTS – Um artigo onde partilhamos a nossa experiência nos hotéis da cadeia RIU em Cabo Verde, na ilha do Sal e na ilha da Boa Vista.
  • VISTO PARA CABO VERDE – Este artigo tem a informação sobre o registo de entrada em Cabo Verde.

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus


SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bem-vindos ao Viajar entre Viagens! Junte-se a esta comunidade e subscreva a nossa newsletter mensal. Uma vez por mês irá receber um email com todas as novidades do blogue e das redes sociais, tais como novos artigos, viagens, projectos e vídeos no youtube.

Irá receber um email com um link para confirmar a sua subscrição.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. É uma forma de valorizar o nosso trabalho.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Local Tourism Svg Png Icon Free Download (#343998 ...  Marque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide. Para tours use também o a Civitatis ou o Viator.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o AutoEurope  ou o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Se procura viagens de mergulho, encontre as melhores opções no LiveAboard.

Resultado de imagem para dinheiro icon Usamos o cartão WISE para levantar dinheiro em viagem sem taxas. Se usar este link, poderá pedir o seu cartão Camera Icon - Free Icons  Veja todo o equipamento fotográfico e gadjets que usamos no nosso perfil no site da Amazon. A lista individual do equipamento que levamos em viagem pode consultar aqui. . Material de fotografia do Viajar entre Viagens.

Este blogue contém links de programas de afiliados.

14 Comentários

  1. Jose Ayres diz: Responder

    Fiz na segunda feira Fontainhas-Cruzinha e foi excelente!!!

    Irei voltar!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Ainda bem que gostou. 😀

  2. Carlos Saraiva diz: Responder

    Belíssimas fotos e belíssimo relato!
    Parabéns!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada 🙂

  3. Valdmiro Segredo diz: Responder

    Santo Antão no seu todo é uma maravilha pese embora o “cereja em cima do bolo” fica no Paul…

    1. Valdmiro Segredo diz: Responder

      Queria dizer …*a “cereja em cima do bolo”. Fica a correção. Aproveito para vos desafiar a fazerem a serpentina “Cova a Cabo de Ribeira”. Simplesmente fantástico!!!

      1. Carla Mota diz: Responder

        Quem sabe um dia voltamos e fazemos. Ficou muita vontade de voltar a Cabo Verde e a Santo Antão. Adorámos. Verdadeiramente lindo, genuíno e deslumbrante.

  4. Benito diz: Responder

    Para aqueles que gostaram da Aldeia de Fontainhas, tentam fazer ess treck depois das chuvas, garanto-vos será ainda mais arrebatador.

  5. Homero Fonseca diz: Responder

    Uma informação adicional:
    A aldeia das Fontaínha foi eleita pela National Geographic como “a segunda vista mais bonita do Mundo”.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pelo apontamento, Homero. Muito bom.

  6. Maria diz: Responder

    Fontaínhas, o meu berço! A aldeia onde nasci e vivi durante os meus primeiros 20 anos de vida, Saudades…

  7. Imagino a calma destes sítios, sem ruídos “urbanos”…verdadeiros locais para relaxar a mente.
    Obrigado pela sugestão, já agora e que tal um passeio pela serra da gardunha? https://www.yup.pt/turismo-rural/pt-pt/percursos/azenhas-e-levadas

  8. Que caminhada fantástica! Mais um sítio para acrescentar à minha imensa lista de lugares a visitar por este mundo fora. Adorei particularmente a aldeia das Fontainhas.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, Levine, é realmente fantástico e a aldeia das Fontaínhas é um lugar verdadeiramente mágico. Vale a pena.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.