Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Se pensar viajar para Cabo Verde saiba que tudo o que vai precisar para explorar este belo arquipélago vai encontrar aqui. Prepare a mala já porque no final de ler este artigo vai ficar mesmo convencido.

COMO IR

Viajar para Cabo Verde é fácil e económico. Há voos com a TAP e com a BINTER directos de Lisboa. Pode-se voar directo para o Sal, Praia, Boa Vista e Mindelo. O nosso voo, das duas vezes que fomos a Cabo Verde foi Porto – Lisboa – Praia, com a TAP, comprado com mais de seis meses de antecedência e ficou por pouco mais de 300€ (ida e volta).

O aeroporto da Praia está novo! Tem um marco dos correios; tem dois ATM para levantar dinheiro, um na parte da recepção das bagagens (pergunte porque está um pouco escondido) e outro no átrio principal.

DICA: Quando chegar ao aeroporto da Praia, no cimo das escadas rolantes, há duas empresas a dar cartões SIM gratuitos. Compre o da CV Mobil e carregue com 350 escudos (2 gb de internet) ou 1000 escudos (5 gb de internet) e chamadas no país.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas


VISTOS

Entrar em Cabo Verde exige um visto e um passaporte válido para um período mínimo de 6 meses. O visto de entrada única é válido por 180 dias, mas num máximo de 60 dias de permanência consecutiva em território cabo-verdiano, e custa 44,20€. O visto de múltiplas entradas é válido por 12 meses, sendo que só pode permanecer 90 dias consecutivos  no território. Custa 88,60€.

Veja aqui como tirar o seu VISTO PARA CABO VERDE

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas


Seguro de viagem

Não facilite. É importante viajar com seguro de viagem, ainda que para escapadinhas pequenas. Pode fazer um seguro de viagem simples para cobrir despesas médicas e hospitalares. Aconselhamos que faça também o seu seguro de viagem para Cabo Verde. Nós usamos a IATI Seguros. Se usar este link terá 5% de desconto. Não facilite.


COMO SE DESLOCAR NO ARQUIPÉLAGO

Viajar no arquipélago de Cabo Verde é fácil. Pode-se voar entre as principais ilhas, opção que não é muito barata, mas é prática. A companhia que opera estes voos é a BINTER. Há voos para o Sal, Santiago, Fogo, São Nicolau, Maio, São Vicente e Boa Vista. As ilhas de Santo Antão e Brava só são acessíveis por barco. Usando voos internos e barcos consegue-se visitar várias ilhas em Cabo Verde.

Pode ver o aqui o roteiro que fizemos em 15 dias em Cabo Verde.


1. Avião

Para preparar a deslocação entre ilhas, pode consultar o site da BINTER. Faça muitas simulações para poder encontrar os voos desejados. Há voos directos mas também há voos com escalas noutras ilhas o que pode ser interessante para conhecer algumas dessas ilhas. Nós usamos escalas para conhecer a ilha do Sal e a ilha de Santiago.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Mapa retirado do site da TACV

Nota: A TACV já não opera voos inter ilhas mas as rotas operadas pela Binter são as mesmas.


2. Barco

Para aceder à ilha de Santo Antão tem que voar para São Vicente e aí apanhar um barco. Há quatro barcos por dia, operados por duas companhias distintas e a viagem demora uma hora. Basta comparecer no porto e comprar o bilhete meia hora antes do barco partir. Pode também comprar o bilhete com antecedência no porto e um site recentemente criado promete marcar a diferença brevemente. O bilhete custa 800 escudos.

Mar de Canal

 Inter Ilhas 

São Vicente – Santo Antão

2ª a Sab. às 7 h e às 14 h; Dom. só às 7 h

Todos os dias às 8 h e às 15 h

Santo Antão – São Vicente

2ª a Sab. às 9 h e às 16 h; Dom. só às 16 h

Todos os dias às 10 h e às 17 h

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Veja aqui o nosso artigo sobre a ilha da Praia

Também há barcos que fazem a ligação entre Praia (ilha de Santiago) e o Fogo. O serviço é mais irregular e depende do estado do mar. Não fizemos esta viagem de barco porque a viagem demora 4 horas e há cancelamentos frequentes, assim como o mar parece ser bastante agitado. O bilhete custa 3350 escudos. Geralmente sai às segundas, quartas e sextas mas pode variar. Os horários são igualmente voláteis, pelo que preferimos voar. Consulte este site para preparar a sua viagem de barco.

Cabo Verde Fast Ferry

Praia – Fogo

Os horários são muito voláteis, geralmente às 15 h ou às 17 h mas também pode sair às 10 h manhã. Consulte horário aqui.

Fogo – Praia

Geralmente sai às 7 h da manhã da Praia mas pode também sair às 6 h ou às 16.30 h. Consulte horário aqui.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Veja aqui o nosso artigo sobre a ilha do Fogo

Há também barcos entre o Fogo e a ilha da Brava. A viagem do Fogo para a Brava demora 40 minutos e custa 1550 escudos. O barco, o Kriola, é o mesmo que vem da Praia para o Fogo. Os horários também variam muito e dependem do dia da semana. Geralmente sai do Fogo às 20h e da Brava de manhã. O mar é bastante agitado, daí o nome da ilha: Brava! Mas vale a pena a experiência.

 Cabo Verde Fast Ferry

Fogo – Brava

Os horários são muito voláteis, geralmente às 20 h ou às 21 h mas também pode sair às 12 h ou às 15 h. Veja horário aqui.

Brava – Fogo

Geralmente sai às 7 h da manhã da Brava mas pode também sair às 6 h ou às 16.30 h. Veja horário aqui.

Veja aqui o nosso artigo sobre a ilha da Brava

Também há barcos entre a Cidade da Praia e a Ilha do Maio. A agência Polar tem barcos, geralmente três vezes por semana. Para saber a que dias saem os barcos da Praia para a Ilha do Maio e vice-versa, o melhor é contactar a agência por telefone ou email. O telefone 232 56 41 / 85 75 / 232 31 75 ou 9946246 (Maio) ou 2673107 (Praia). Pode também entrar em contacto com a agência através da sua página do facebook. Este é o link.

Para saber qual a melhor maneira de chegar à ilha do Maio veja este nosso artigo


CLIMA

Cabo Verde é um destino adequado para todo o ano devido ao seu clima tropical árido e sub-árido. Existem duas estações, a estação das chuvas (de Agosto a Outubro) e a estação seca (de Novembro a Julho). A estação das chuvas é muito curta e afecta principalmente as ilhas de São Vicente e Santo Antão. A escassa precipitação é uma das características do clima, pelo que o sol está presente praticamente todos os dias do ano. As temperaturas médias variam entre os 22ºC, no Inverno, e 27ºC, no Verão. As temperaturas da água variam entre 22ºC e 25º C ao longo do ano. As ilhas têm algum vento, especialmente nos meses de Março e Abril, que trazem areias do deserto do Sahara para o arquipélago. Quem procura um bom destino de praia, cultura e aventura, poderá encontrá-lo durante todo o ano em Cabo Verde.


AS ILHAS

Cabo Verde é constituído por dez ilhas, das quais nove são habitadas: Santiago, São Vicente, Santo Antão, São Nicolau, Sal, Maio, Fogo, Brava e Boa Vista. A ilha de Santa Luzia é desabitada. Nas duas vezes que já estivemos em viagem para Cabo Verde visitámos oito das ilhas habitadas e é sobre essas que deixaremos aqui algumas dicas. Dentro das ilhas o transporte é feito em “alugueres”, carrinhas de 12 lugares, que servem de transporte público. Todas as ilhas têm este tipo de transporte mas, dependendo das localidades, há serviços que só existem da parte da manhã. Quando isso acontece, o táxi pode ser uma boa opção.


PROCURE AQUI ALOJAMENTO EM CABO VERDE


1. SÃO VICENTE

São Vicente é uma das ilhas mais pequenas do arquipélago mas culturalmente é uma das principais já que é considerada a alma das mornas e da coladera, dois géneros musicais e de dança cabo-verdianos. Para além disso, a maioria dos escritores cabo-verdianos de renome têm ligações a São Vicente e ao Movimento Claridade, um movimento literário. Esta é a melhor ilha para se apreciar a cultura, arte, pintura e artesanato cabo-verdianos. O táxi entre o aeroporto e o Mindelo custa 1000 escudos e demora cerca de 15 minutos. Um táxi para ir à Baía das Gatas e ao Monte Verde custou-nos 3000 escudos.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

O que fazer 

  • Visitar Mindelo
  • Visitar o mercado de peixe de Mindelo
  • Ouvir uma morna num café típico da cidade de Mindelo
  • Descontrair na Baía das Gatas
  • Contemplar a paisagem no Monte Verde
  • Provar a lagosta cabo-verdiana
  • Provar cachupa
  • Provar o bife de atum
  • Veja um ensaio de Capoeira na praça principal
  • Beber uma caipirinha de maracujá no Elvis
  • Comprar vestidos, bijutaria tradicional no Lucys (em frente ao aparthotel Avenida)

Onde dormir 

  • Kiras Guest House: Localizada ao lado da Praça Amilcar Cabral, no centro de Mindelo, o Kiras Hotel é excelente, e provavelmente a melhor opção de alojamento em Mindelo. Os quartos duplos custam cerca de 65€. A sua localização permite aproveitar para explorar a vida nocturna mindelense. Cada quarto tem o nome de uma ilha cabo-verdiana. O ambiente é muito tranquilo e agradável e as funcionárias são incensáveis e super simpáticas.

.

O hotel, para além da localização excelente, tem um quarto grande e espaçoso e uma casa de banho maravilhosa com água quentinha e cheia de pressão. O quarto tem frigorífico. O terraço do hotel é lindo e acolhedor. Como só ficamos aqui um dia e saímos muito cedo não sabemos como é o pequeno-almoço servido no hotel, mas sabemos algo muito importante. Quando saímos bem cedo pela manhã (05.30), a funcionária preparou-nos um pequeno almoço fantástico com uma tosta mista quentinha, um sumo e fruta para levarmos para o aeroporto. Um gesto de delicadeza que não podemos esquecer.

Há outros alojamentos recomendados no Mindelo. O ideal é procurar alojamento no centro, pelo que pode optar por alguns destes:

    • Prassa 3 Boutique Hotel – Local recatado e com glamour. É um local romântico e uma bela escolha no centro da cidade.
    • Casa Senador – Mais um belo lugar para se alojar na cidade, cheio de carisma, no interior de um dos edifícios históricos do Mindelo. Muito central.
    • Casa Café Mindelo – Um dos hotéis mais típicos do Mindelo. Está no centro da movida. Um excelente opção para combinar boa cama com boa mesa.
    • Casa Colonial – Bela casa senhorial, recuperada e agora transformada numa unidade de alojamento tradicional e muito bonito. Tem piscina.
    • Blue Marlin Hotel – Em frente à marina e com uma magnífica vista. Tem piscina.
    • Apart Hotel Avenida – Muito central, simples e limpo. Uma opção económica.

2. SANTIAGO

Santiago é a maior ilha cabo-verdiana, resultando daí uma grande diversidade paisagística e cultural. Não basta conhecer a cidade da Praia, a ilha tem imensos encantos à espera para serem descobertos. Vale a pena explorar a ilha. Um táxi entre o aeroporto e a Praia varia entre 700 escudos (dia) e 1000 escudos (noite) e demora cerca de 15 minutos. Pelos “alugueres” até ao Tarrafal pagámos 1000 escudos/pessoa (500 escudos entre Praia e Assomada e 500 escudos entre Assomada e Tarrafal). A viagem demora duas horas. O aluguer entre a Praia e a Cidade Velha custa 200 escudos/pessoa e demora cerca de 30 minutos.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

O que fazer: 

Onde dormir: 

  • Hotel Oasis Praiamar: Ficamos alojados neste magnífico hotel na última viagem para Cabo Verde. Os quartos são magnícos, grandes, espaçosos, limpos com varanda e vista sobre o mar. Tem um belo restaurante com esplanada, magnífico para um jantar especial. O pequeno-almoço é muito bom e cheio de opções saudáveis. É uma opção de alojamento para gama média-alta, com tudo o que isso implica, nomeadamente uma bela piscina e um serviço soberbo. Reserve aqui.

.

    • Santiago Hotel: Optamos por ficar alojados num hotel fora do Plateau. A nossa opção foi ficar na Achada de Santo António porque nos pareceu um bom lugar para conhecer a verdadeira cidade da Praia, longe dos hotéis e restaurantes dos turistas. Foi uma boa opção porque mesmo ao lado haviam várias churrasqueiras com exceente ambinete noturno. O quarto duplo custa cerca de 70 €. Reserve aqui.
    • Hotel Escola da EHTCV: Numa das escalas que fizemos na Praia chegávamos tarde e voávamos cedo, pelo que escolhemos a opção mais barata para dormir. Ficamos no hotel da escola de turismo. O hotel é longe da cidade da Pria porque fica em Palmarejo Grande, a caminho da Cidade Velha. Para quem precisa de um lugar barato é bom porque os táxis e alugueres para lá são quase ao mesmo preço do que para a Praia. Para quem quer um hotel bem localizado no centro da Praia, esta não é uma boa opção. O quarto para duas pessoas custa 22€, com pequeno-almoço. Os quartos não têm casa de banho. Reserve aqui


3. SANTO ANTÃO

Santo Antão é um paraíso para os amantes dos treks. Preparar as caminhadas é fácil. Nós compramos o mapa dos trekkings numa lojinha dentro do porto (1750 escudos) em Porto Novo, quando o barco atracou na ilha. Resolvemos fazer dois treks. O aluguer entre Porto Novo (onde atraca o barco) e Vila das Pombas custou 300 escudos/pessoa e a viagem demorou cerca de uma hora e meia.

O que fazer: 

  • Explorar os vales magníficos da ilha de Santo Antão
  • Desfrutar da estrada da costa entre Porto Novo e Ribeira Grande
  • Trek da Ponta do Sol à Cruzinha da Graça
  • Trek da Ribeira do Paul
  • Visitar uma fábrica de produção de grogue
  • Provar o grogue e o delicioso ponche de mel
  • Visitar a formação do Delgadinho
  • Beber licor de maracujá ou de manga produzido na ilha
  • Comer uma refeição caseira numa das famílias que as preparam
  • Ver um concerto da Banda 7 sois 7 luas no Centrum da Ribeira Grande
  • Fazer a Rota da Arte de Rua na Ribeira Grande
  • Dê uma volta à ilha com o Galinha
  • Vá à povoação de Figueiras, a aldeia mais isolada da ilha

Como gerir os transportes nos treks: 

Para os dois treks foi fácil gerir os transportes. Como nos alojamos em Vila das Pombas, foi a partir daí organizaos todas as nossas visitas e treks à ilha.

  • No caso do trek da Ponta do Sol à Cruzinha da Garça, de manhã apanhámos transporte “aluguer” para Ponta do Sol. O aluguer custou  150 escudos/pessoa. No final do trek, em Cruzinha da Graça, arranjámos lá um taxista que nos trouxesse até à Ribeira Grande por 2500 escudos. Tivemos que negociar bem o preço. Não é necessário arranjar táxi antes porque há sempre alguém disponível. Encontramos pessoas que tinham negociado táxis antes mas quando isso acontece têm que marcar uma hora para estar na Cruzinha da Garça. Para o trajecto entre a Cruzinha da Garça e Ribeira Grande o transporte de aluguer é muito limitado e só há uma vez por dia, geralmente de manhã. Há no entanto uma residencial na povoação, o que pode ser uma opção para quem quiser regressar no aluguer do dia seguinte. Assim a opção do táxi foi para nós o mais conveniente. Para além disso, a estrada é magnífica e quando negociámos o táxi, pedimos-lhe que nos trouxesse em regime de tour, parando nos miradouros. O táxi deixou-nos na Ribeira Grande, onde voltámos a apanhar um “aluguer” de volta a Ponta do Sol, que custou 100 escudos/pessoa.
  • No caso do trek da Ribeira do Paul, o transporte é ainda mais limitado. O trajecto é feito por estrada de montanha desde a Ribeira Grande até à Cova, passando pela Corda, uma das estradas mais bonitas da ilha e do arquipélago. Como não conseguimos arranjar “alugueres”, fomos de táxi e negociamos com ele para fazer a viagem como se fosse um tour, teria que parar nos miradouros e sempre que lhe pedíssemos. O táxi custo 3000 escudos. Foi uma óptima opção porque nos permitiu conhecer bem os vales das ribeiras, vistas da Corda, um lugar lindo. Podíamos ter apanhado o “aluguer” até à Ribeira Grande e, depois, apanhar aí um táxi, mas optámos por negociar tudo em Vila das Pombas para poupar tempo.

Onde dormir: 

  • Aldeia Jerome: Esta foi um excelente opção. O lugar é muito calmo, tranquilo, limpo e organizado. Tínhamos um quarto duplo com wc, frigorífico e água quente, que custou 4000 escudos, com pequeno-almoço. O quarto é muito bom e o pequeno-almoço era delicioso.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Recordamos os bolinhos de limão e o maravilhoso queijo da ilha, para além do maravilhoso terraço. A vista do vale de Paul a partir do terraço é muito bonita. Os funcionários são super simpáticos e ajudam-nos em tudo o que é necessário, nomeadamente táxis ou “alugueres”. Reserve aqui.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Outras opções de alojamento na ilha de Santo Antão são:


4. SAL

O Sal é um destino para os amantes da praia, do mar, dos mergulhos, das esplanadas, dos bares à noite, dos resorts. O Sal não é Cabo Verde, mas o Sal também é Cabo Verde. Aqueles que aqui vêm em busca de descanso e praia ficarão agradavelmente surpreendidos. O Sal tem tudo para que passem belos dias, aproveitando o mar, observando os pescadores, com uma vasta gama de restaurantes, cafés e bares. Há pequenos passeios para se conhecer a ilha e actividades desportivas para fazer na praia. Um táxi entre o aeroporto e Santa Maria custa cerca de 1200 escudos. Um táxi para dar uma volta pela ilha durante meio dia custou-nos 3500 escudos.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

O que fazer: 

Onde dormir: 

    • Ocean Suites é uma óptima opção de alojamento em Santa Maria. Moderno, carismático, com ambiente fantástico é garantia de boas férias na ilha do Sal. Aproveite as magníficas tarifas que geralmente encontra através deste link do booking.
    • Melia Tortuga Beach Resort & Spa tem apartamentos disponíveis na ilha do Sal em regime de self catering, o que significa que aluga apenas o apartamento no resort. É uma optima opção de alojamento para umas férias em Cabo Verde. Não perca tempo, marque já através deste link do booking.
    • Porto Antigo 2 Bedroom Beachfront Apartment – Porto Antigo 2 – Este é um dos melhores apartamentos que poderá alugar na ilha do Sal. A vista sobre o mar é imbatível. Aprece-se e não perca tempo, marque já através deste link do booking.
    • Os apartamentos Villa ao Mar são uns dos preferidos dos turistas na ilha do Sal. Sem o glamour de outros locais, é bastante limpo e agradável e uma boa opção de alojamento. Pode marcar o hotel através deste link do booking.
    • Riu Hotel and Resort: Alojamo-nos no Riu Garopa, o que foi também um dos pontos altos da nossa viagem. Foi uma experiência diferente daquelas que habitualmente temos em viagem. Gostamos e recomendamos. a comida era fantástica, a piscina divinal e o quarto (maior que toda a nossa casa) deslumbrante.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

O nosso quarto era fabuloso. Tinha sala, com sofás e televisão. Uma grande varanda dava para a parte exterior do resort, com vista sobre o palmeiral e os bares e restaurantes. No entanto, aquilo que mais gostamos foi uma banheira de hidromassagem mesmo ao lado da cama. Maravilhoso!

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Antes de viajar para Cabo Verde nunca tínhamos experimentado resorts. A verdade é que descobrimos que parece uma cidade lá dentro. Há vários restaurantes, bares, lojas, locais de espectáculos, massagens, spa, praia, piscinas, etc. Experimentamos os restaurantes africano, cabo-verdiano e o buffet. O restaurante que mais gostamos foi o cabo-verdiano, onde comemos a melhor catchupa de Cabo Verde. O pequeno-almoço tem tudo aquilo que pode desejar (e muito mais ainda).

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

A área das piscinas é enorme, com várias piscinas e até um bar dentro de uma delas. Para arranjar uma espreguiçadeira de frente para a piscina e para o sol convém deixar a sua toalha e saco a guardar lugar antes de ir tomar pequeno-almoço. Aliás, nós fomos à piscina logo pela manhã cedo, antes do pequeno-almoço e tivemos o espaço todo para nós. É uma óptima opção para férias em família ou mesmo para relaxar um ou dois dias.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.


Marque aqui o seu alojamento na ilha do Sal

5. BOAVISTA

A ilha da Boavista é a mais próxima da costa africana. É a terceira maior ilha do arquipélago, mas com uma população diminuta devido à aridez e solo rochoso. As areias do deserto do Sahara chegam aqui trazidas pelo vento, e os seus 620 km2 são suficientes para a ilha albergar no seu centro um verdadeiro deserto de dunas. A Boa Vista tem praias fantásticas e lugares incríveis para descobrir. Um táxi entre o aeroporto e o Riu Touareg custa 2000 escudos. O táxi entre o aeroporto e Sal Rei custa 700 escudos. O táxi para dar uma volta pela ilha durante um dia custou-nos 8000 escudos.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

O que fazer: 

  • Visitar Sal Rei, a capital da ilha
  • Visitar o bairro de lata da Boa Esperança
  • Descontrair na praia de Chaves
  • Contemplar a paisagem no Cabo de Santa Maria
  • Conhecer o deserto de Viana
  • Fazer observação de baleias (Inverno)
  • Fazer observação de tartarugas (Verão)
  • Conhecer a Povoação Velha
  • Explorar Rabil
  • Contemplar as formações rochosas da praia da Varandinha
  • Correr na maior praia de Cabo Verde, a praia de Santa Mónica

Onde dormir: 

  • Riu Hotel and Resorts: Na ilha da Boa Vista o ficarmos alojados no Riu Touareg. Nunca tínhamos ficado num resort e a experiência não podia ter sido melhor. Fomos muito bem recebidos e, quando chegámos ao nosso quarto, tínhamos a oferta de uma massagem e spa (devem ter adivinhado que estávamos mesmo a precisar porque vínhamos dos treks de Santo Antão), assim como uma bela garrafa de champanhe.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

É maravilhoso descontrair e relaxar nas magníficas piscinas do hotel. Não poderíamos pedir mais. O Riu Touareg foi, definitivamente, o melhor alojamento onde já estivemos.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Luxo, uma praia fantástica, piscinas deslumbrantes e a perder de vista, bares, restaurantes temáticos e um quarto deslumbrante. A maioria dos turistas que aqui estavam eram nórdicos, noruegueses, suecos, alemães e ingleses. Portugueses, quase não vimos. Os portugueses ainda preferem a ilha do Sal.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

O bar na piscina é fantástico. Depois de uns mergulhos e jacuzzi, uma boa bebida para comemorar. Deve ser a isto que o pessoal chama férias!

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

A alimentação é muito boa, melhor ainda do que no Sal, e muito variada. Podíamos ter ficado cá duas semanas que tínhamos pratos para variar todos os dias. No restaurante africano experimentamos bife de serengueti e lombo com molho de amendoim, acompanhado por mandioca. Ao pequeno-almoço não resistimos às magníficas panquecas e ovos estrelados com bacon, acompanhado por deliciosos sumos naturais. A comida é realmente muito boa.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Se procura outros alojamentos para ficar na ilha da Boa Vista, saiba que estes são as melhores opções:


Marque aqui o seu alojamento na ilha da Boavista

6. FOGO

Há lugares únicos no mundo que têm um encanto particular, provocando assombro naqueles que o visitam. O vulcão Fogo, e a sua caldeira, é um desses locais. A ilha do Fogo é uma das ilhas mais bonitas do arquipélago mas apenas uma fracção muito reduzida de turistas a visitam. Um táxi do aeroporto para São Filipe custa 300 escudos. Um táxi para nos levar a Chã das Caldeiras e depois nos ir buscar a Mosteiros e trazer de volta a São Filipe, passado dois dias, custou 11000 escudos.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

O que fazer: 

  • Visitar os encantos coloniais de São Filpe
  • Descontrair nas praias de areia negra
  • Ouvir um concerto de música cabo-verdiana no Centrum 7 Sóis 7 Luas
  • Fazer uma prova de vinhos na Chã das Caldeiras (não perca o vinho passarinho e o vinho da Chã)
  • Almoce ao ar livre nas lavas e cinzas do vulcão, numa refeição preparada pela D. Rosa Avelino (marque através do 9871589)
  • Contemplar a paisagem de Chã das Caldeiras
  • Subir ao cume do vulcão do Fogo
  • Trek de Chã das Caldeiras a Mosteiros
  • Provar a lagosta cabo-verdiana (local mais barato de Cabo Verde para comer lagosta)
  • Provar o pudim de peixe típico da ilha em Mosteiros
  • Visitar a padaria/pastelara artesanal da Dona Maria, na praça baixa da cidade de São Filipe
  • Prove o fantástico vinho do Fogo

Onde dormir: 

  • Casa do Alcindo (Chã das Caldeiras): Ficámos hospedados na Casa do Alcindo, na Chã das Caldeiras durante duas noites. O Alcindo trabalha como guia e foi ele que nos acompanhou até ao cume do vulcão. A Casa ainda está em construção mas já tem boas condições. O quarto duplo custa 3500 escudos/noite com pequeno-almoço. O Alcindo serve também os jantares que custa 700 escudos/pessoa. Pode entrar em contacto com o Alcindo por este facebook. https://www.facebook.com/alcindo.montornd

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

  • Hotel Portas do Sol (São Filipe): Em São Filipe escolhemos um alojamento barato, embora um pouco longe do centro da cidade. Tínhamos que caminhar cerca de 15 minutos para chegar ao centro de São Filipe. O hotel tem uma vista privilegiada sobre a praia e uma bela piscina. Os quartos duplos são pequenos apartamentos com cozinha, casa-de-banho e varanda. Da piscina e da praia há para a ilha da Brava. Reserve aqui.

7. MAIO

A ilha do Maio é um local maravilhoso para quem gosta de praia. Longe das multidões do Sal ou da Boa Vista, a ilha não lhe fica nada a dever no que toca à beleza das suas praias.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Não perca o nosso artigo com dicas para viajar para a ilha do Maio

O que fazer:

  • ver um concerto da banda 7 Sois 7 Luas em frente ao mar
  • ver o pôr do sol em Porto Inglês
  • mergulhar na praiona, a praia cheia de búzios
  • ver a desova das tartarugas
  • experimentar a comida crioula da Su, no restaurante 7 Sois 7 luas
  • conviver com os pescadores em Porto Inglês
  • mergulhar na praia da Ribeira de São João
  • comer queijo na queijaria da D. Rosalina
  • comer carpaccio de atum no Big Game
  • dar um mergulho nas águas da praia de Ponta Preta
  • conhecer as aldeias pitorescas da ilha
  • distribuir sorrisos e material escolar às crianças da escola
  • deitar-se nas areias desertas das praias da ilha e não fazer nada
  • caminhar nas dunas da parte norte da ilha

Onde Dormir:

    • Nós ficamos alojados na bela guesthouse Big Game (pode marcar com este link no booking). É um excelente local, gerido por uma família italiana, mas que emprega muitos habitantes da ilha do Maio, contribuindo assim para a economia familiar da população local. Os quartos são arejados, com varanda e vista para o mar, ainda que a cerca de 200 metros da praia. A guesthouse situa-se na avenida principal da povoação mas não se precisa de preocupar com o trânsito… não há!
    • Outra opção de alojamento maravilhosa, mas apenas com um quarto disponível, é o Centrum 7 Sois 7 Luas. Fica mesmo em frente ao mar e à praia e é difícil arranjar um lugar com melhor vista e mais bem localizado na ilha. Para reservar este quarto deve entrar em contacto com a Suzy (representante do Festival SSSL na ilha do Maio) através do número: 00238.995.0601. Pode usar o Viber, uma aplicação do tipo whatsApp muito utilizada em Cabo Verde.
    • Kaza Tropikal – Por trás do Big Game, no centro da vila, e com óptimas vistas sobre a costa da ilha e a praia.
    • Apart Hotel Halcyone – Localizado no centro da vila de Porto Inglês, é uma óptima opção para se alojar na ilha do Maio.
    • Casa Évora – Se procura uma casa para se alojar bem no centro, perto da igreja e na praça principal, não vá mais longe. Fique na Casa Évora.
    • AH Maio – Outra opção, simples mas limpa, é a AH Maio. Localizado em Porto Inglês.
    • Bichi Rocha – É uma casa para alugar, em Porto Inglês, a 200 metros da praia. É uma bela opção de alojamento quando viaja em família.
    • Residência Inês – Uma residência tradicional na ilha do Maio. É um dos alojamentos mais antigos da ilha.
    • Se procura um pouco mais de glamour, a cerca de 1 km de Porto Inglês está a praia de Ponta Preta. Aí os alojamentos são mais ao estilo “villas”, um pouco mais turísticos. As melhores opções de alojamento são:
    • Stella Maris Villa – Em frente ao mar, com uma bela piscina infinita, vai fazer as suas delícias. Uma óptima opção de alojamento.
    • Stella Maris Villa – Tem o mesmo nome da anterior mas é outra das casas. Mais colorida e arejada, é outra excelente opção a caminho da Ponta Preta.
    • Maio Vancaze – Mais uma casa particular, com piscina e óptima localização.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.


8. BRAVA

A ilha Brava é uma das menos visitadas em Cabo Verde. No entanto não faltam motivos que justifiquem uma visita a esta pequena ilha e muitos motivos para se apaixonar por ela. A Fajã da Água é a principal atracção da ilha mas quem gosta de trilhos e caminhadas também não a pode perder.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

.

Não perca o nosso artigo com dicas sobre a ilha Brava.

O que fazer:

  • Tomar banho nas piscinas naturais da Fajã da Água
  • Ver um concerto da Banda 7 Sois 7 Luas
  • Provar o queijo da Dona Jaqueline na povoação do Cachaço
  • Dar uma volta à ilha e contemple a beleza da paisagem nos vários miradouros
  • Fazer o trilho pedestre entre Nossa Senhora do Monte e a Fajã da Água
  • Visitar Nova Sintra
  • Contemplar a vida dos pescadores na Furna
  • Subir ao ponto mais alto da ilha – Fontaínhas (976 m)
  • Fazer o trilho que liga Mato Grande à aldeia da Baleia
  • Levantar voo” no aeroporto abandonado da ilha Brava

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas

Onde dormir:

    • Uma boa opção de alojamento em Nova Sintra é o Hotel Cruz Grande, o melhor hotel da Brava. É limpo, numa casa tradicional e mesmo no centro da vila. Pode marcar no booking através deste link. Para além destes dois hotéis é possível ficar alojado no Centrum 7 Sóis 7 Luas, num dos dois quartos que existem no primeiro andar. A banda chama-lhe o quarto presidencial, porque o Presidente de Cabo Verde já dormiu ali. Para marcar estes quartos deve entrar em contacto com o Zé Duarte, representante do Festival SSSL na ilha Brava e também músico do grupo Brava7LuasBand, através do telefone: 00238.599.6115. Ali é possível reservar dois quartos com casa de banho privativa e água quente nas residências para artistas. O quarto custa 25€ por noite.
    • Se não conseguir alojamento nestes ou preferir marcar noutros, saiba que na Brava só existem mais duas opções de alojamento, são elas o Motel Brava Tur, outra boa opção, na vila de Nova Sintra, ou o Hotel Pousada Nova Sintra. Ambos podem ser marcados através do link do booking.

Viajar para CABO VERDE | Dicas de viagem, transportes, hotéis e lugares a visitar nas ilhas


Tem dúvidas? Pergunte-nos. Deixe ficar aqui o seu comentário pois a resposta às suas dúvidas pode ajudar outros. 

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

 Este blogue contém links de programas de afiliados.

120 Comentários

  1. Incrível como vocês respondem a todos os comentários de forma tão informativa. Parabéns! Gostaria de fazer uma pergunta meio subjetiva: para vocês, qual a praia mais bonita de Cabo Verde? Vi fotos de algumas, como Santa Maria (Sal), Laginha (Mindelo), Chaves (Boa Vista)… a de Laginha me pareceu mais azul. O que vocês acharam?

    1. Carla Mota diz: Responder

      A nossa preferida foi Chaves, na Boa Vista.

  2. ines diz: Responder

    Boa tarde, no final de outubro vou viajar para a ilha do maio e achei as dicas muito úteis mas fiquei com alguns dúvidas. Temos que fazer o cambio da moeda ou aceitam em qualquer lado o euro? A cidade da praia é segura? Podemos passear à vontade sem medos e receios?

    1. Carla Mota diz: Responder

      tem que fazer cambio nem todos os lugares aceitam euros. A cidade da Praia tem bairros inseguros, deve ter cuidados.

  3. Ana Reis diz: Responder

    Olá! Estamos a planear ir a Cabo Verde em finais de Novembro com a nossa filha de 3 anos, mas não somos aquele “tipo” de casal de ligar-mos muito a resorts. Gostamos muito de explorar, apesar de ao levar-mos uma criança connosco, saber-mos que este ponto se torna um pouco mais difícil de realizar.
    Pela sua experiência, qual será a melhor escolha para explorar, desfrutar das praias com a nossa menina e ao mesmo tempo ficarmos bem alojados por causa dela.
    Obrigada:)

    1. Carla Mota diz: Responder

      Se gostam de coisas mais tradicionais, a ilha do Maio. Se gostam de algo mais turístico, a ilha da Boa Vista.

  4. carlosc diz: Responder

    Olá!
    Obrigado por toda esta preciosa informação.
    Segundo a vossa experiência, acham que é viável ir decidindo e reservando os alojamentos e os transportes entre ilhas com pouco tempo de antecedência? Gostava de ter alguma flexibilidade para prolongar ou encurtar uma estadia e não ficar demasiado dependente do plano. Serão três semanas.
    Obrigado.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, é possível. Mas nessa opção corre sempre o risco de não ter disponibilidade naqueles que têm melhor relação preço-qualidade.

  5. Beatriz diz: Responder

    Ola!!
    Tenho uma duvida que talvez me possa esclarecer. Já sei que é aconselhável fazer sempre um seguro de viagem, mas para Cabo Verde é obrigatório ou não? Isto é vou ser impedida de entrar no pais caso não tenha um?
    Obrigada!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não é obrigatório.

  6. Helga diz: Responder

    Olá . Pretendemos fazer 7/8 dias em Cabo Verde com o objetivo de descanso, conhecer a parte cultural e boa comida a um custo médio. Quais as ilhas que recomendam. Não têm que ser todas visitadas… até porque se gostarmos, voltamos para visitar o resto :). Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Depende do que gosta. Eu adoro Santo Antão e Fogo.

  7. Susana Gil diz: Responder

    Olá Carla. Obrigado pelas dicas.
    Em Setembro vou 8 dias para o Sal e li num site que já não era necessário visto para entrar em Cabo Verde mas era necessário fazer um pré-registo na plataforma online http://www.ease.gov.cv, 5 dias antes da viagem. Que este pré-registo pode ser feito pelo passageiro ou pelo operador turístico/agência de viagens. Eu comprei a viagem de avião on-line (através da e-dreams) e depois fiz a reserva do hotel on-line também pelo booking. Será que eu tenho que fazer este pré-registo on-line. Tem conhecimento disto?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não tenho conhecimento deste registo, lamento. Nunca tinha ouvido falar.

  8. Gonçalo diz: Responder

    Boa tarde,

    Gostei muito do blog, informação completa e importante!

    Vou para a ilha do sal agora em Agosto de 2019 e gostaria de esclarecer dois pontos:

    1. É obrigatório alguma vacina para a ilha do Sal? Já li várias informações e não consegui ficar completamente esclarecido.
    2. Em relação ao visto; pelo que percebi a partir de Janeiro 2019 já não é necessário visto de entrada para cabo verde, correto?

    Obrigado pela atenção. Melhores cumprimentos!

    1. Carla Mota diz: Responder

      1. Só se vier de um país com febre amarela. Caso contrário não.
      2. Sim, se for português já não precisa de visto.

  9. Ana diz: Responder

    0lá Carla, vou no final do mês de férias para o Sal e gostaria de saber em relação ao dinheiro se ě melhor trocar cā ou se lā ě fácil trocar ou levantar e ainda se aceitam euros ? Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Penso que é melhor levantar lá ou trocar lá. Euros só aceitam nos hotéis. Se viajar de forma independente não tem qualquer interesse.

      1. Fatima Pinheiro diz: Responder

        Olá Carla o que queres dizer com se viajar de forma independente não tem qualquer interesse ?
        E já agora aproveito para perguntar vou para São Nicolau ao meeting das caminhadas em Novembro e gostava de conhecer outras ilhas . Existem guias para fazer os treks nas outras ilhas? é seguro ir sozinha?
        Obrigada

        1. Carla Mota diz: Responder

          Olá Fátima, São Nicolau não conheço. No Fogo e Santo Antão há muitos trilhos e tem muitas dicas aqui no blogue para os fazer. Cabo Verde é um lugar seguro, basta as precauções habituais.

          1. Juliana diz:

            Oii! Qual hotel da rede Riu tem praia azul e calma?

          2. Carla Mota diz:

            sim, tem.

  10. Daniel Agostinho Pimpão diz: Responder

    eu sou presidente da ONG Brigada Jovem Cultural de Angola,
    gostaria fazer parceria com organizações do Cabo Verde, espero melhor informação da vossa parte.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Lamento mas não tenho como ajudar.

  11. Carla Silva diz: Responder

    Ola Bom dia
    Estou a pensar viajar para cabo verde – ilha do sal – em novembro de 2019, tenho tudo mais ou menos planeado, mas tenho uma duvida, será fácil ir do Aeroporto Amílcar Cabral para o Hotel em Santa Maria de táxi, ou outro tipo de transporte, ou é mais vantajoso adquiri os transferes (48 euros ida e vota para duas pessoas)
    Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Se quiser estar confortável deve adquirir os transfers. Mas há táxis no aeroporto. Não terá problema em apanhar no local.

  12. Gabriela diz: Responder

    Boa noite!
    Admirada por vocês responderem todos os comentários. Parabéns pelo blog!
    Gostaria de saber, em média, quantos escudos custa a alimentação p/ dia (café da manhã + almoço + jantar + 1 lanche). Agradecida desde já! <3

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Gabriela. Não sei bem quanto será em escudos, mas eu contaria com cerca de 20 a 30 euros por pessoa. Mas depende da ilha também. Boa Vista e Sal são mais caras. As outras bem mais económicas.

    2. Liege Martins diz: Responder

      Boa tarde
      Olhando num site vi que eles falam de aumento de assaltos à mão armada..Como é a segurança em Cabo verde? Como vocês se sentiram em relação à segurança?

      1. Carla Mota diz: Responder

        Liege, não sentimos nada disso. A cidade da Praia tem alguns problemas, principalmente em determinados bairros mas a situação tem melhorado. Também há bairros no Mindelo mais complicados. Porém, no dia à dia, nos locais por onde se anda normalmente não há grandes problemas.

  13. Barbara diz: Responder

    Boa noite!
    Eu e meu namorado estamos pensando em passar 15 dias em cabo verde. Tirando o valor da passagem aerea, quanto seria o orcamento economico para confortavel por pessoa? (Hotel, viagem entre as ilhas, alimentacao, transporte e passeio)

    1. Carla Mota diz: Responder

      O orçamento confortável depende muito do tipo de alojamento que escolher. Para ter uma ideia, o nível de vida em Cabo Verde é mais baixo do que em Portugal, mesmo nas ilhas mais turísticas. Se for para o Sal é mais caro do que as outras ilhas. Para o tipo de viagens que faço, que é usando transporte público, comendo em restaurantes locais e procurando alojamentos médios (sem resort), eu diria que cerca de 30€ – 35€ / dia.

  14. Daniela diz: Responder

    Boa noite,
    Estou a pensar visitar cabo verde em junho e fiquei muito interessada em visitar a ilha do fogo depois de ver o vosso blog. Gostaria de saber o que aconselham fazer, quantos dias ficar, como organizar as visitas ao vulcão… Estou a ter alguma dificuldade porque não se encontra muita informação sobre a ilha.
    Obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Temos aqui vários artigos sobre a Ilha do Fogo, com bons contactos. Já viu?

  15. Marta diz: Responder

    Obrigada pela resposta Carla.
    Última pergunta: entre Sal e Boavista (viagem com crianças pequeninas) qual delas com as praias mais bonitas/mar calmo e onde também possamos tirar partido de alguma cultura genuína? O que aconselha mais? Boavista pareceu-me mais indicado é menos turístico (como gostamos), só não sei se as praias (do RiU TOuareg e dos outros hotéis que destacou) são tão bonitas quanto Santa Maria.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Nas duas o mar é calmo e bom. O Sal é mais turístico, tem mais vida fora do resort. A Boa Vista é mais calma. Sim, as praias da Boa Vista são mesmo de morrer, especialmente a praia de Chaves. Não se vai arrepender.

  16. Marta diz: Responder

    Olá Carla! Magnífico relato sobre Cabo Verde!!
    Umas perguntinhas: é boa ideia ir com crianças pequeninas (bebé+2anos) para a ilha de Maio? A praia tem mar calmo?
    Ou é melhor ir para a mais óbvia, Sal? Obrigada pela opinião

    1. Carla Mota diz: Responder

      Si, é boa ideia. Não tem tantas infraestruturas mas é seguro e vais gostar. Se prefere resort e todas as comodidades, aí Sal ou Boa Vista será mais adequado.

    2. Marta diz: Responder

      Entretanto Carla já estive a estudar tudo melhor e cheguei à conclusão que prefiro arriscar ir para o Sal fazer praia. O mar à partida é mesmo mais calmo e esse aspecto é relevante para mim porque levo bebés. Ir só para o Sal é que tenho pena porque já percebi que não é tão genuíno. Adoraria poder ir a outra ilha para complementar: aconselha mais São Vicente ou Santiago para visitar por poucos dias? Muito obrigada

      1. Carla Mota diz: Responder

        Ok. Tanto uma como outra são boas. Pessoalmente gosto mais de São Vicente e do Mindelo. Veja qual tem o voo mais barato. Para a próxima visita outra. 😉

  17. Adorei suas dicas e informações. Um post super completo, obrigada. Faz anos que tenho vontade de conhecer Cabo Verde e fazer um voluntariado lá. Você conheceu alguma ONG ou tem algum contato de ONGs em Cabo Verde pra me passar? Obrigada desde já!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Lucila, infelizmente não conheço. Lamento.

  18. Raquel Dinis diz: Responder

    Olá Carla.viajar para Sto Antão e Sal de 27/09 e 06/10 será arriscar muito o tempo de chuvas?e o que não podemos perder em Sto Antão em 3 dias?obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Raquel, não acho arriscado. Cabo Verde não tem grande variação interanual. A maior é em Santo Antão, que é um bocadinho como os Açores. Agora está bom tempo, daqui a um bocado não. Vale a pena. Vê dicas para Santo Antão nos artigos que escrevi aqui no blogue. Eu considero obrigatórios os dois trekkings, Paul da Serra e Fontaínhas.

  19. Marcelo Goulart diz: Responder

    Olá Carla. Sou geógrafo também. Tenho interesse em ir a este belo país realizar uma pesquisa. Estou com uma dúvida: quais as opções de deslocamento entre a ilha do sol e a ilha de santiago? Obrigado. Parabéns pelo blog.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Só avião. Podem haver barcos mas, que eu saiba, só de mercadorias.

      1. Daniel Semedo diz: Responder

        Olá Carla excelente resumo que fizeste sobre as ilhas de Cabo Verde!O meu unico senão foi a tua estadia na Ilha de Santiago,esta ilha tem muita historia a nivel cultural e tradicional e pelo que relataste no teu blog acho que não chegaste a conhecer ao promenor os encantos e a história da Ilha de Santiago…mas também sei perfeitamente que é complicado devido á tua maratona sobre as 8/9 ilhas que visitaste,da próxima vez se for possivel regressares a Cabo Verde tenta passar mais uns dias em Santiago e descobrirás um pouco mais sobre a história dessa ilha…em termos de música e dança Santiago nada fica a dever á Ilha de Sao Vicente!

        São Vicente tem a morna e a coladera e Santiago tem o Funaná,Batuku e etc…
        Não te esqueças que a Ilha de Santiago das 10 ilhas que formam Cabo Verde é a mais africana de todas e foge um pouco ao estilismo europeu das outras ilhas e acho que da próxima vez deves explorar isso melhor…e não mencionaste a feira da sucupira,não sei se passaste por lá mas todo o turista obrigatoriamente tem que passar por essa feira onde aí encontras tudo sobre Santiago e as restantes 9 ilhas!

        Parabéns pelo trabalho

        1. Carla Mota diz: Responder

          Obrigada pelo comentário, Daniel. O nosso blogue é feito de experiências pessoais, umas mais turisticas do que outras. O que partilhamos é o que fazemos, o que gostamos o que experimentamos. Gostamos muito de Cabo Verde mas nunca dá para ver tudo. Ser viajante é assim. O nosso blogue é feito com base na nossa experiência de viajante, só isso. Imagino que quem vive aí conheça muito muito mais. Talvez numa próxima oportunidade.

  20. Ola Carla, obrigada pelo artigo! Gosto muito de ver turistas como voce a gostarem e partilharem as suas aventuras em Cabo Verde. Isso ajuda muito na divulgacao das actividades simples mas interessantes que podem ser feitas em CV, mas que por falta the informacao/ divulgacao e devido ao turismo focado em resorts (pensao completa), os turistas acabam por nem vir a CV ou sair do hotel caso vierem.

    Eu sou caboverdiana mas ja ha 10 anos que nao volto a CV. Por isso, nao estou completamente familiarizada com as condicoes ai, contudo, veja bem pois penso que ou ainda esta em processamento ou ja esta em vigor e isencao de vistos para cidadaos Europeus! Tudo de bom!

    bjs

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Andrea. Para já ainda é obrigatório mas acredito que possa mudar brevemente sim.

  21. Pedro jose diz: Responder

    Boa tarde !!Meu nome e Pedro Jose e estou querendo morar no cabo verde mais o menos 90 dias.Meu presupuesto e pequenho e por isso gostaria saber sim 600 Euros mais ou menos da para viver la uma vida simple?Alugar um quarto podese por menos de 225 Euros? Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, penso que sim. É mediano mas bom.

  22. MARIA DA GLORIA DE PAULA diz: Responder

    Olá, gostaria de algumas dicas:
    Pretendo passar 12 dias em CV. Acho que, com meu orçamento, consigo visitar 03 ou 04 ilhas. Qual roteiro seria mais interessante, por onde começar? penso ir a praia, sal, boa vista, qual outra ilha sugerem? há como transitar entre estas ilhas de barco? quanto tempo ficar em cada ilha, de modo a não se aborrecer?

    obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Tem toda a informação sobre os barcos aqui no blogue. Eu ia para o Fogo. Ou então, em vez da Praia, pode ir a São Vicente e Santo Antão.

  23. Pedro Henrique diz: Responder

    ola Carla Mota parabens pelo site , gostaria de saber qual ou quais as ilhas com o custo de vida mais baixo.

    Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      O custo de vida por ilha? O custo de vida em Cabo Verde é muito semelhante em todas as ilhas. Basta sair dos lugares mais turísticos. É mais baixo do que em Portugal.

  24. Marina G Mota diz: Responder

    Adorei o post… estamos com planos de ir em dezembro, 10 dias. Há necessidade de visto?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim.

  25. Vitor Teigão diz: Responder

    olá, estou a pensar ir a CV 7 dias em junho de 2019, dois adultos e duas crianças 5 e 11 anos, a nossa vontade é conhecer, fazer alguma praia e actividades para crianças, se houver, se puder dar-me algumas indicações agradeço.
    Como é a questão da segurança?
    Parabéns pela forma como descreve tudo, obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Vitor, a segurança é boa, o mais complicado pode ser a Cidade da Praia, em algumas zonas. O resto do país é seguro. Todas as indicações que tenho estão nos artigos do blogue. Tem muitos para ler. Boa viagem. 😀

  26. Nair Ferreira diz: Responder

    Olá Carla e Rui,
    Muito obrigada pela vossa partilha. Ao ler o vosso blogue fica-se logo com vontade de viajar.
    Eu e o meu marido estamos a planear ir a Cabo Verde agora em Dezembro. Queremos ficar em Santiago uns dias, num dos dias visitar Fogo, e ainda passar uns dias em Boavista. No total só temos disponíveis 7 dias.
    Apesar do vosso entusiasmo pela ilha do Fogo, será que dá para conhecer a ilha num só dia, incluindo viagem em avião?
    Qual é a vossa opinião sobre alugar carro em vez de andar sempre a apanhar taxi? A diferença de preço é muita?
    Obrigada e boas viagens!
    Nair

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Nair. Não dá para conhecer a ilha num dia, mas dá para ir à Caldeira e voltar. Sempre a correr. Não aconselho, mas se acha que vale a pena, é melhor do que nada. Tenha cuidado que os voos internos em Cabo Verde tendem a atrasar. Alugar carro em Cabo Verde não averiguei mas do que pude perceber não há muitos sítios onde o fazer.

  27. Nathalie diz: Responder

    Muito informativo, adorei esse post e estou louca pra visitar. Vamos ao Cabo Verde daqui a 2 semanas. Gostava de fazer um passeio de caiaque, e encontrei este aqui. Acha que vale a pena? Me parece muito fixe. A agua é agradável?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não a consigo ajudar porque nunca o fiz mas se é isso que procura acho que é de experimentar.

    2. Liliana diz: Responder

      Olá vamos em julho para Santa Maria o que me diz a segurança?

      1. Carla Mota diz: Responder

        Cabo Verde, especialmente a ilha do Sal, é muito tranquilo. Vai sem problema.

  28. Teresa Gonçalves diz: Responder

    O meu agradecimento pela excelência do vosso site, é precioso para planear uma viagem.
    Eu e uns amigos estamos a organizar uma viagem de uma semana à cidades da Praia e Mindelo no início de março.
    Disseram-me que a capacidade dos táxis é de quatro pessoas incluindo o condutor. Será assim?
    Muito obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não, os táxis são normais. São para o condutor mais 4 pessoas. Às vezes consegue arranjar carrinhas de 7 lugares também no aeroporto.

  29. Andreia diz: Responder

    Ola. Qual a ilha que mais me aconselham para desfrutar de praia ? E de mais segurança..

    1. Carla Mota diz: Responder

      Seguras são todas. Se gosta de poucos turistas e turismo mais relaxado, o melhor é o Maio. Se gosta de resorts, os melhores estão na Boa Vista. Se prefere animação de dia e de noite, então o Sal é o melhor.

  30. Sónia diz: Responder

    Ola,
    Obrigada pelas vossas dicas, são muito úteis e maravilhosas! 🙂
    Estou a planear a minha viagem para este destino que parece ser de sonho e como vou ter pouquinho tempo, queria aproveitá-lo ao máximo entre passeios e praia, por isso gostaria de saber +/- a que horas começa a anoitecer e +/- até que horas conseguimos ir a banhos na praia.
    obrigada!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Depende da estação do ano, mas geralmente anoitece por volta das 19h.

  31. Tânia diz: Responder

    Ola.
    Ainda andamos a escolher o destino de ferias para o ano, estamos a pensar em Cabo Verde, ilha de Santiago, Praia, no entanto não sabemos se haveremos de escolher estadia com pensão completa ou não, tendo uma criança que na altura terá 4 anos acha que compensa pensão completa ou ha restaurantes nas redondezas em conta? Também não tencionamos alugar carro, ha sempre taxis e autocarros pela ilha certo? Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Depende muito de si. Eu normalmente não uso pensão completa. Vai para fazer praia? Se vai, Praia não é a melhor opção em Cabo Verde.

  32. Diogo Rey Fialho diz: Responder

    Boa noite,
    Importa se de me explicar bem como você planeou a viagem pelas ilhas todas de cabo verde? Estou a planear visitar o país todo

    1. Carla Mota diz: Responder

      Usei o site da companhia aérea de Cabo Verde e marquei as viagens.

  33. Catia Matos diz: Responder

    Boa Tarde . Em Setembro vou viajar para Santa Maria , eu ainda não tenho transfer do aeroporto Amilcar Cabral para o Hotel , eu chego por volta das 23 horas sabe me dizer se existem lá táxis á qualquer hora ou seria melhor reservar um transfer ? Sabe me dizer mais ou menos quanto fica o táxi do aeroporto até ponta preta para duas pessoas ?

    Muito obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Santa Maria na ilha do Sal? Se for, penso que tem táxi a toda a hora a que chegam voos. Podem não ser muitos por isso, pode também combinar transfer com o hotel. Não ficará muito mais caro. O preço actual não sei.

  34. Helena diz: Responder

    Bom dia,
    Vou viajar para Ilha Santiago (Tarrafal), não comprei qualquer tipo de pacote turistico. Por isso, não tenho transfers incluidos, será que alguém me sabe dizer, se existe alguma companhia que faça transfers da Praia para Tarrafal? ou teremos de ir de taxi? e em média quanto se paga, para uma ida ou devemos negociar ida e regresso?.
    Obrigada.
    Helena

    1. Carla Mota diz: Responder

      Helena, pode ir de táxi ou de autocarro. O preço do táxi não sabemos, mas o do autocarro está aqui no blogue. Não conheço nenhuma empresa que faça o transfer.

  35. Pedro Veludo diz: Responder

    Olá Carla, as vossas informações são excelentes.
    Na tua opinião qual a ilha mais cultural (música, dança,…)?
    A cachupa deverá existir em todas as ilhas, certo?
    Tencionamos ir a Santiago e Maio ou Fogo, mas antes queríamos a tua opinião.
    Muito obrigado.

    1. Carla Mota diz: Responder

      As mais culturais são São Vicente, Santiago e Santo Antão. Sim, cachupa há por todo o lado, se quiseres ver a fazer, Santo Antão é a melhor. Se puderem, não percam Santo Antão e Fogo. Foi as que gostamos mais.

  36. Olá Carla,
    Para entrar na Ilha do Sal é obrigatório seguro de viagem?
    Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não.

  37. Raquel Laranjeira de Faria Pais diz: Responder

    Boa tarde Carla, a nossa dúvida é em relação aos ferrys, queremos ir da boa vista para o sal e não consigo encontrar companhias que façam esse trajecto. Em geral é fiavel esse tipo de transporte? obrigada

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não há ferrys entre essas duas ilhas. Tem que voar.

  38. José Norte diz: Responder

    Boa tarde, digam me uma coisa a comer todos os dias fora na ilha do sal gaste se mais ó menos quanto??

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá José, depende dos locais onde come, mas consegue comer com cerca de 15€/dia.

  39. beatriz diz: Responder

    Olá!
    Estou a planear viagem para Dezembro para a ilha de Santiago com mais uma amiga. O que me está a preocupar mais é a questão de segurança. Consideram seguro para duas raparigas de 22 anos ?

    muito obrigada, gostei muito do vosso post!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Beatriz, na generalidade é seguro mas devem ter alguns cuidados. Na cidade da Praia, à noite, há zonas perigosas. Deve ter alguns cuidados. Não saiam à noite sozinha. De dia é tranquilo. Fora da cidade da Praia a ilha é muito mais segura.

  40. João Lopes diz: Responder

    Excelente Blog. Grande ajuda
    Aproveito para deixar uma informação mais actualizada
    A TACV deixou de realizar os voos inter ilhas desde o dia 1 de Agosto de 2017.
    Ficou a BINTER CABO VERDE que tem site próprio.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada pela informação, João.

  41. Alberto diz: Responder

    Estarei em CV de 22 de Jan a 2 de Fev. Voo para a Praia. Estou a pensar dividir a estadia pelas ilhas de Santiago, S.Vicente, Santo Antão e, talvez, Fogo (como não me interessa praia excluí Sal e Boavista). Primeira dúvida: como repartir a estadia?
    Os percursos em Santo Antão dão para se fazerem sozinho, pois é nessa condição que vou viajar?
    Parabéns pelo vosso blogue e pelas boas fotos.

    1. Carla Mota diz: Responder

      O tempo depende do que gosta. Eu ficava mais tempo no Fogo e em Santo Antão. Sim, é tudo exequível para fazer sozinho. Não há problema. São Vicente é pequeno, precisa de pouco tempo, diria que um, no máximo dois dias chega. Depois depende do que gosta, eu ficava apenas um dia em Santiago e de lá seguia para o Fogo, que para mim é uma ilha muito mais bonita.

      1. Marco diz: Responder

        Olá. Parabéns pelo blog!
        Tenho algumas dúvidas em relação ao uso de internet, vi a dica que há empresas a oferecerem cartões no aeroporto, mas como fazem para os carregar? Tal como aqui numa ATM? Obrigado

        1. Carla Mota diz: Responder

          Penso que têm que ser carregados nos quiosques. Não carregamos os nossos mas penso que era assim.

  42. Mauro diz: Responder

    Boa tarde,

    tenciono viajar na primeira semana de outubro para cabo verde. relativamente ao tempo tenho algum receio. podem por favor dar-me alguma dica?
    obrigado

    1. Rui Pinto diz: Responder

      À partida será uma boa altura para ir.

  43. Rita diz: Responder

    Antes de mais, obrigada pelo vosso post, e’ muito informativo!
    Estou a programar uma viagem de uma semana a Cabo Verde (voo para o Sal) e estou com dificuldade de, no meio de tantos locais incriveis, escolher 2/3 ilhas para visitar… Queria perguntar-vos se tem alguma sugestao? (queria aproveitar um bocadinho a praia, mas conhecer a cultura, fazer caminhadas, etc).

    Muito obrigada!
    Rita

    1. Rui Pinto diz: Responder

      As ilhas que gostámos mais foi Santo Antão e Fogo. Se juntar essas a uma com praia, por exemplo Sal ou Boavista, é perfeito.

  44. Soraia diz: Responder

    Olá, vou a Cabo Verde no mês de Setembro e tenho dúvidas se será necessário levar algum tipo de vacina?
    Agredecia se pudesse esclarecer essa minha dúvida. Obrigado 😃😃

    1. Rui Pinto diz: Responder

      O melhor é ir à consulta do viajante. As situações estão sempre a mudar.

  45. Monica diz: Responder

    Olá
    O valor dos voos que referem no artigo foi por pessoa ou para o casal?
    A diferença de valor do visto entre tirar em Portugal ou diretamente na ilha é enorme. Será arriscado tirar apenas na chegada ao aeroporto?
    No meu caso irei para a ilha de Boavista
    Obrigado

    1. Carla Mota diz: Responder

      O preço do voo que aqui deixamos é por pessoa. Não acho que seja arriscado tirar o visto lá. Se decidir fazê-lo, desembarque rápido e vá logo tirá-lo. O problema do visto tirado no aeroporto é o risco de passar lá duas horas na fila. Se chegar à noite e cansada, pode valer a pena pagar mais um bocadinho e entrar logo.

  46. Anderson de Souza Araújo diz: Responder

    Boa noite, sou brasileiro da cidade do Rio de Janeiro, Estou programando uma viagem de 10 dias em Cabo Verde, qual melhor cidade para ficar mais tempo, Praia ou Mindelo? Existe violência nos níveis que infelizmente temos aqui no Brasil? Excelente post de vocês, mandem dicas de Cabo Verde!!!!! Abraços!!!

    1. Stephan Koer diz: Responder

      Se só quiser fazer praia a primeira, se quiser uma visita com mais cultura Mindelo sem dúvida. Não existe violência como a que existe no Brasil em muitos lugares do mundo, o Brasil é infelizmente um dos piores países nesse aspecto. Cabo Verde é de forma geral muito seguro, o pior que existe são assaltos durante a noite, de dia todos os locais são seguros.

      1. Carla Mota diz: Responder

        Confirmo, Cabo Verde é bastante seguro. É o melhor e tudo, sentimo-nos bem vindos.

    2. Sérgio diz: Responder

      Olá Anderson, sou carioca também e planejo ir em breve. Você já foi ou ainda pretende? Poderíamos trocar informações? Estou confuso quanto mandar os documentos para receber o visto via Correios em Brasília ou ir e lá em I. de Sal pagar o visto… Se puder entrar em contato: sergiohizidio@hotmail.com

  47. cristiane diz: Responder

    Ola!
    Quanto tempo é necessário para conhecer bem Cabo Verde?
    Cristiane

    1. Carla Mota diz: Responder

      Olá Depende, mas se quiser conhecer todas as ilhas eu diria que no mínimo um mês.

  48. Inés diz: Responder

    Boa noite!
    Será que têm o contato da casa do Alcindo? email, facebook… para poder lhe perguntar pela disponhibilidade no mes de novembro. Obrigada!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Não temos o contacto da casa mas temos o contacto do facebook do Alcindo. É este: https://www.facebook.com/alcindo.montornd

      1. Fatima Pinheiro diz: Responder

        O Alcindo é de que ilha.? Vou em Novembro ao festival das caminhadas em são nicolau e fora os dias do festival tenho 7 dias para conhecer outras ilhas que me aconselham não quero praia.
        E de lisboa para são nicolau é melhor fazer escala onde ?

        1. Carla Mota diz: Responder

          O Alcindo é do Fogo. Leu o post? Está tudo lá explicado, Fátima.

  49. Paula Costa diz: Responder

    Olá Carla
    Acabei de marcar viagem a Cabo verde ida e volta para o Sal de 28 a 4 Janeiro, fim de ano pelo meio.
    Embora vá uma semana com voo e alojamento tou decidida a querer conhecer S. Vicente e até ficar alojada no Kira’s talvez 1 noite…
    Será que aconselhas a passagem de ano em S Vicente ??ou escolho outra noite para ficar por lá?
    Será que numa semana da para conhecer mais de Cabo Verde?

    1. Carla Mota diz: Responder

      Penso que São Vicente é óptimo para a passagem de ano. Mindelo deve ser o lugar mais animado.

  50. Ana Berta diz: Responder

    Olá!!

    Já há bastante tempo que ando a tentar planear uma ida à ilha do Fogo, Gostaria de ir em Janeiro.
    Provavelmente só disporei de uma semana no máximo dos máximos. Como me aconselham a fazer? 3 dias em Santiago e 4 no Fogo?

    Obrigada!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, parece-me óptimo. Dá para ter uma ideia da ilha de Santiago e para usufruir do Fogo, que é magnífico.

  51. Josean diz: Responder

    Hola,

    gracias por este blog!!
    Estabamos pensando en ir a Cabo Verde en Diciembre. Por unos 10-12 dias
    Solo hay vuelos baratos a Praia o Sal, y no he leido comentarios muy atrayentes de Sal, asi que volaremos a Praia.
    Mi duda es:
    Para 10 – 12 dias nos aburriremos? Merece la pena visitar Fogo y/o Maio? Como ir a estas islas?
    Nos gusta cultura el comer y hacer snorkel.

    Gracias

    Josean

    1. Rui Pinto diz: Responder

      Hola Josean,
      10 dias na ilha Santiago é muito tempo. Para 5 dias é fácil arranjar coisas para fazer, como a praia na zona do Tarrafal. Eu aconselhava a ir ao Fogo. Se os voos forem caros há barco. Pode ser uma opção mais em conta. Com tantos dias, eu ia mesmo ao Fogo. É obrigatório.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.