VIAJAR NOS BALCÃS – Roteiro e lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

Viajar nos Balcãs no Inverno pode não parecer boa ideia mas a nós soou-nos maravilhoso. Tínhamos ideia de conhecer esta parte da Europa mas no Verão e Primavera quase nunca tínhamos tempo. Assim, pensamos que o Inverno podia ser uma boa altura já que é época baixa, existem poucos turistas nas praias e poderíamos testemunhar melhor os modos de vida tradicionais das populações. Não só pensamos como marcamos a viagem.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


O QUE SÃO OS BALCÃS

Os Balcãs são a região da Europa situada na Península Balcânica e inclui os países da ex-Jugoslávia e os países circundantes. Viajar nos Balcãs implica chegar aos países da ex-Jugoslávia, já que frequentemente os Balcãs são usados para designar o conjunto desses países. No entanto, esta área é apenas os Balcãs Ocidentais, já que o termo Balcãs é mais vasto. Fazem parte dos Balcãs Ocidentais:

  • Eslovénia
  • Croácia
  • Sérvia
  • Bósnia Herzegovina
  • Montenegro
  • Kosovo
  • Macedónia
  • Albânia

Embora os Balcãs sejam uma área geográfica maior, definida entre o Mar Adriático e o Mar Negro, quando decidimos viajar para o Balcãs era para conhecer os países da ex-Jugoslávia. Porém, fazem ainda parte dos Balcãs os seguintes países:

  • Grécia
  • Bulgária
  • Roménia
  • Parte europeia da Turquia

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


COMO CHEGAR AOS BALCÃS

Os aeroportos de Zagreb, Sarajevo, Skopje e Belgrado são aqueles que têm melhores preços e mais opções de voos para explorar os Balcãs Ocidentais e assim viajar nos Balcãs Nós voámos para os Balcãs num voo de ida do Porto para Sarajevo e regresso de Skopje para o Porto. Viajámos na época alta, férias do Natal e para conseguir voos mais baratos usámos os seguintes truques:

  • Voámos no dia 25 de Dezembro (dia de Natal) de madrugada (ninguém gosta de viajar nesta altura por isso os voos são mais baratos)
  • Voámos de regresso no dia 6 Dezembro, Natal Ortodoxo na Macedónia, altura em que também ninguém destes países gosta de voar.
  • Usámos a pesquisa da Skyscanner para pesquisar os voos mais baratos, com as melhores combinações. Muitas escalas, mas pouco tempo de voo, e conseguimos voos de ida e volta por 300€/pessoa.
  • O ideal é marcar os voos com antecedência de pelo menos 4 a 5 meses. No nosso caso, porque estávamos sem passaporte, só conseguimos marcar os voos com um mês de antecedência. Sendo assim, ainda pode conseguir viajar nos Balcãs de forma mais económica.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


QUANDO IR

A melhor altura para viajar nos Balcãs é no Verão, de forma a aproveitar as suas magníficas praias. No entanto, porque não era isso que procurávamos, decidimos ir no Inverno. No entanto, o clima típico mediterrâneo fazem dos países dos Balcãs um destino de férias maravilhoso em todas as estações do ano, especialmente na Primavera e no Outono, quando as multidões de turistas esvaziam as cidades. Se procura praia, de Maio a Setembro é a altura ideal para viajar nos Balcãs. 

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


COMO SE DESLOCAR NOS BALCÃS

CARRO ALUGADO – A forma mais fácil de se deslocar nos países dos Balcãs é alugando carro. No entanto, é necessário preparar bem esta viagem. A maioria das companhias não permite alugar carro num país e depois cruzar a fronteira para outro, especialmente se esse outro for a Albânia, a Macedónia ou o Kosovo. Assim, se alugar carro quando for viajar nos Balcãs, envie um email para a companhia a perguntar em que países pode circular e os preços. Geralmente para viajar na Bósnia, Croácia e Montenegro, mediante o pagamento de uma taxa extra, é possível usar o mesmo carro. Fica muito mais caro recolher o carro num local e entregar noutro. Tenha isso em consideração quando viajar nos Balcãs. Não use carros com matrícula Sérvia no Kosovo. Mesmo na Bósnia pode não ser uma boa opção. As feridas da guerra ainda são muito recentes.

TRANSPORTES PÚBLICOS – Os transportes públicos são frequentes e eficazes para viajar nos Balcãs. Não são muito rápidos mas o que se perde em comodidade, ganha-se em adrenalina, contacto com a população local e em perceber melhor como funcionam os países. Há autocarros que fazem a ligação entre os diferentes países, param nas fronteiras e tratam de todas as burocracias fronteiriças. É super tranquilo. Foi por estas razões que decidimos que íamos viajar nos Balcãs usando sempre transportes públicos. Para descobrir os horários dos autocarros pode usar o site Balcan Viator. É o site mais credível para saber horários nos países dos Balcãs, especialmente Bósnia, Croácia, Montenegro, Macedónia e Kosovo. Para a Albânia use o site Gijrafa

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


SEGURO DE VIAGEM

Nenhum dos países que visitámos nesta viagem faz parte integrante da União Europeia, com excepção da Croácia, sendo assim, é altamente recomendável fazer seguro de viagem, já que o Cartão Europeu de Saúde não funciona. Nós fizemos o seguro de viagem da IATI, pelo qual pagamos 57€, para os dois, para 14 dias. Faça também o seu seguro com 5% de desconto usando este link.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


DINHEIRO NUMA VIAGEM PELOS BALCÃS

A questão do dinheiro para viajar nos Balcãs é mais simples do que parece. Apesar da viagem cruzar muitos países, levantar dinheiro é simples e seguro. Os ATM são frequentes, mesmo em povoações pequenas, estações de autocarros e aeroportos. Os euros são amplamente aceites e é conveniente que leve euros consigo para ter sempre um plano B. Também nos países onde a moeda oficial não é o euro, pode compensar pagar nesta moeda, especialmente porque muitos dos preços são apresentados em euros, como é o caso dos hotéis, museus, etc. Pode pagar em todos estes países com MB ou Cartão de Crédito português. As moedas nacionais são muito distintas mas convém utiliza-las para manter um orçamento baixo.

  • Bósnia Herzegovina – Marco Bósnio (KM), 1€ = 2 KM.
  • Croácia – Kuna croata (Kn), 1€ = 7 Kn.
  • Montenegro – Euro
  • Albânia – Lek albanes (Lek), 1€ = 123 Lek
  • Macedónia – Dinar macedónio (MKD), 1€ = 62 Dinares
  • Kosovo – Euro

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


ROTEIRO  PARA VIAJAR NOS BALCÃS

O nosso roteiro para viajar nos Balcãs envolveu um voo de ida para Sarajevo, na Bósnia Herzegovina, e um voo de regresso de Sokpje, na Macedónia. Pelo meio exploramos a Bósnia Herzegovina, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo, numa viagem de 13 dias.


1º DIA – Sarajevo (Bósnia Herzegovina) 🇧🇦

Aproveitámos o dia de Natal para voar para Sarajevo. Chegamos a Sarajevo já era noite, mas ainda eram 18h. Aproveitámos o final da tarde para dar uma volta pela cidade e para, depois de nos alojarmos, ir jantar num local com ambiente requintado pois era noite de Natal.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – SARAJEVO

  • Precisa de passaporte para viajar na Bósnia. Em teoria pode viajar só com o Cartão do Cidadão, mas desde a crise dos refugiados que o controle é cada vez maior.
  • Apanhámos um táxi do aeroporto para o centro de Sarajevo. Custou 35 KM.
  • A moeda local na Bósnia Herzegovina é o Marco Bósnio (KM), sendo que na altura em que viajamos a taxa de câmbio era aproximadamente 1€ = 2 KM.
  • Ficámos alojados no magnífico boutique hotel – Hostel Kod Keme – Não se deixe enganar pelo nome. Não é um hostel, é um boutique hotel lindo, limpo e muito quentinho. Adorámos! Localiza-se mesmo no centro da parte velha da cidade, junto da sua praça principal, e nas ruas cheias de restaurantes, bares e lojas típicas. É ideal para explorar a cidade a pé.
  • Outras opções de alojamento no centro histórico de Sarajevo são:


2º DIA – Sarajevo e Mostar (Bósnia Herzegovina) 🇧🇦

Visitámos Sarajevo de parte da manhã, nomeadamente a parte Velha da Cidade, as suas mesquitas, caravanserais,  o Museu da Guerra e do Genocídio 1992 – 1995 (10 KM/pessoa) e a Galeria 11-07-95 sobre o massacre de Srebrenica (12 KM/pessoa).

Pode ver o nosso artigo sobre o que visitar em Sarajevo aqui. 

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

Saímos de Sarajevo à hora almoço, num autocarro para Mostar. Chegamos a Mostar às 16h30 mas já era noite. Acabamos por visitar a cidade apenas de noite, sempre iluminada, mas maravilhosa. Parecia um presépio.

Veja o nosso artigo com dicas e lugares obrigatórios para visitar na Bósnia e Herzegovina

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – MOSTAR

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


3º DIA – Dubrovnik (Croácia) 🇭🇷

De manhã cedo apanhámos um autocarro de Mostar para Dubrovnik. Fizemos a passagem da fronteira, tranquila, e chegamos a Dubrovnik antes da hora do almoço. A viagem é muito bonita, especialmente quando se começa a subir para a fronteira.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

Da parte da tarde, visitámos Dubrovnik, explorando a muralha e os diferentes lugares utilizados como cenários na série Game of Thrones.

Pode ver os melhores locais para visitar em Dubrovnik neste nosso artigo.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – DUBROVNIK

  • Há autocarros de Mostar para Dubrovnik três vezes por dia, 7h, 10h15 e 14h. Nós apanhámos o autocarro das 7h da manhã. A viagem demora 4h30 e custa cerca de 16€/pessoa (32 KM/pessoa). A viagem demora bastante tempo porque passa por um enclave croata na Bósnia. É preciso passar três fronteiras. Não é necessário sair do autocarro. Os guardas fronteiriços entram no autocarro, levam os documentos e fazem os registos. No fundo, repete-se este procedimento seis vezes.
  • A moeda na Croácia é o Kuna croata (Kn) sendo que 1€ corresponde a aproximadamente 7 Kn. Os euros são amplamente aceites no país.
  • Táxi da estação de autocarros de Dubrovnik para o centro custa 10€.
  • Caminhar nas muralhas da cidade custa 20€/pessoa (150 Kn). Cuidado, no Inverno, fecha às 15h. É caro mas vale a pena. Pode fazer um excursão guiada a pé pela cidade velha (marque aqui) ou ainda incluir neste tour guiado a visita às muralhas (marque aqui).
  • Não perca um roteiro pelos lugares da série Game of Thrones. Pode fazer um tour privado (marque aqui) ou em grupo (marque aqui). Outra opção é incluir um cruzeiro neste tour (marque aqui).
  • Dormirmos em Dubrovnik, num boutique aparthotel maravilhoso – Scalini Palace – custou cerca de 70€/noite mas achamos que valeu a pena. É na parte velha, a 30 passos da praça principal da cidade, a torre do relógio. É maravilhoso para aproveitar a noite na cidade. Não tem preço, acreditem. É altamente recomendado ficar alojado no centro histórico.
  • Se procura alojamento mais barato, também na Cidade Velha, experimente o Hostel Angelina Old Town.
  • Outras opções de alojamento no interior da cidade velha de Dubrovnik são:
  • Fora da cidade velha, mas a uma distância curta, há alojamentos mais baratos. Podem ser boas opções:
  • Uma boa opção para jantar, bem diferente do habitual, é num barco enquanto assiste ao pôr-do-sol. Marque aqui porque é muito popular. O pôr-do-sol de Dubrovnik foi o mais belo que vimos nos Balcãs.
  • Pode visitar vários locais e fazer diversas excursões a partir de Dubrovnik. Os mais populares são:
    • Visitar a Bósnia, nomedamente Mostar num dia. Marque aqui.
    • Visitar Perast, Kotor e Budva num dia. Marque aqui.  Pode também fazer este tour de forma privada (marque aqui).
    • Excursão panorâmica para ver o pôr-do-sol. Marque aqui.
    • Tour de kayak na baía de Dubrovnik. Marque aqui.
    • Se tiver tempo, faça um cruzeiro de barco à ilha Elafiti. Marque aqui.
    • Excursão a Ston, Korcula e Potomje, descobrindo muralhas, ilhas e provando vinhos croatas. Marque aqui.
    • Os mais religiosos podem gostar este tour a Međugorje. Marque aqui.
    • Os mais aventureiros podem gostar de fazer mergulho nas águas cristalinas croatas. Marque aqui.
    • Se é um apaixonado pela História, não perca este tour.
    • Pode ainda visitar o Montenegro e a Albânia numa excursão de dois dias desde Dubrovnik. Pode marcar aqui.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


4º DIA –  Kotor  (Montenegro) 🇲🇪

Saímos de Dubrovnik de manhã cedo num autocarro para Kotor, no Montenegro. O autocarro demorou cerca de 3h30. Quando chegámos a Kotor alojámo-nos no nosso belíssimo hotel, que já tinha o nosso quarto pronto embora ainda fosse de manhã. Como é temporada baixa ainda nos fizeram um upgrade e deram-nos o quarto melhor do hotel. Lindo demais! Demos uma volta pela cidade a pé e almoçámos e, depois, resolvemos subir o trilho das muralhas. A ideia era fazer apenas os 572 degraus que levam até à Igreja de Nossa Senhora dos Remédios mas depois acabamos por subir até ao topo do castelo, ou seja 1350 degraus. Vale mesmo a pena. O trilho que, nas traseiras do castelo leva a uma igrejinha pequenina, é magnífico, vale a pena fazer o desvio e sair por uma das janelas da muralha.

Pode ver o nosso artigo com os melhores lugares para visitar em Kotor.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – KOTOR

  • O autocarro de Dubrovnik para Kotor demora entre 3 a 4 horas, dependendo do tempo da travessia da fronteira (a nossa demorou 1h30). A passagem da fronteira é tranquila, os guardas não entram dentro do autocarro, há que sair, levar os documentos para registo e voltar a entrar no autocarro. Há vários autocarros por dia no Verão. No Inverno são mais raros e havia às 7h15, 11h, 15h e 17h30. O bilhete custa cerca de 18€/pessoa (135 Kn). A estrada é de cortar a respiração, maravilhosa.
  • Se preferir um tranfer privado entre Dubrovnik e Kotor, pode marcar aqui.
  • O nosso passaporte foi carimbado à entrada e saída do Montenegro, sendo assim precisa de passaporte para viajar para no Montenegro.
  • Subir às muralhas de Kotor custa 8€/pessoa no Verão. No Inverno é grátis.
  • Também pode visitar Perast, Kotor e Budva num dia a partir de Dubrovnik. Marque aqui.  Pode também fazer este tour de forma privada (marque aqui).
  • Pode fazer um passeio de barco na baía de Kotor. Pode marcar aqui. Outra opção é passar um dia num cruzeiro a explorar a baía de Kotor. Pode marcar aqui.
  • Se procura a melhor pizza da cidade vá ao Pizza Pronto, cada fatia custa 2€ e é deliciosa. Também dá para comer no restaurante.
  • O melhor restaurante de Kotor é o Astória. Não é barato mas é certamente o lugar mais bonito, com melhor ambiente, mais distinto e mais romântico para jantar. Acredite em nós! E a lista de vinhos é magnífica.
  • Em Kotor alojámo-nos no magnífico Hotel Monte Cristo, localizado no centro da cidade velha, no coração de Kotor. Pagámos cerca de 60€/noite, num quarto duplo maravilhoso. Para nós, a localização do alojamento em cidades históricas, muralhadas, é um factor determinante. Consideramos que vale a pena pagar um bocadinho mais e desfrutar das noites perto do hotel, com passeios a pé, sair para beber um copo ou apenas acordar e abrir a janela com um ambiente medieval. É por isso que privilegiamos esta localização nas nossas escolhas.
  • Outras boas opções de alojamento dentro da cidade histórico de Kotor são:

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


5º DIA – Budva – Sveti Stefan – Virpasar (lago Skadar) – Podgorica (Montenegro) 🇲🇪 – Skhoder (Albânia) 🇦🇱

De manhã cedo apanhámos um autocarro de Kotor para Budva, aproveitando para visitar a cidade velha. Daí apanhámos um táxi para Sveti Stefan, e fizemos um percurso a pé magnífico desde a Praia da Rainha até à ilha. De Sveti Stefan apanhámos um táxi para Virpasar, na margem do lago Skadar, onde démos um pequeno passeio. E daí, novamente um táxi para Podgorica. O nosso objectivo era chegar neste dia a Skhoder, já na Albânia, onde ainda fomos dormir. Este foi um dia cheio a viajar nos Balcãs.

Veja o nosso artigo com dicas e lugares obrigatórios para visitar no Montenegro

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – MONTENEGRO

  • Este foi um daqueles dias em que os transportes públicos não eram tão frequentes e que nos compensava alugar carro. No entanto, era apenas um dia dentro do contexto da viagem, por isso optámos por não o fazer e usar o táxi. Viajar nos Balcãs de forma independente e de transportes públicos tem muitas vantagens mas neste dia não compensou. Se fosse Verão, as ligações de autocarros eram mais frequentes e quase não seria preciso táxi, mas como era Inverno, e o autocarro de Podgorica para Skhoder saía cedo, o táxi foi a melhor opção.
  • O nosso objectivo era visitar Budva, Sveti Stefan, o lago Skadar e chegar nesse dia a Skhoder, na Albânia. Ponderamos várias opções:
    • Ida e volta de Bursa a Virpasar. Depois apanhar bus para Podgorica e de lá para Skhoder.
    • Ida e volta de Bursa a Virpasar. Apanhar bus depois de Bursa para Shkoder.
    • Ida de Kotor para Budva, depois Sveti Stefan, depois táxi para Virpasar, táxi para Podgorica e autocarro para Skhoder. Esta foi a opção que fizemos.
  • Autocarro de Kotor para Budva há muitos, de meia em meia hora, desde as 5h da manhã. A viagem demora 40 minutos e custa 3€/pessoa.
  • O Táxi de Budva para Sveti Stefan custou 5€. Negociamos bem e pedimos para nos deixar na praia da Rainha, para fazermos o percurso pedestre.
  • O taxista que nos levou para Sveti Stefan foi o mesmo que nos levou de Sveti Stefan para Virpasar, no lago Skadar. Pagamos 20€ por esta viagem, parando várias vezes pelo caminho para tirar fotografias.
  • O táxi de Virpasar para a estação de autocarro de Podgorica custou 20€. A viagem demorou cerca de 40 minutos.
  • Pode conhecer todos estes locais em excursão a partir de Kotor. Pode marcar o seu tour aqui.
  • Inicialmente tínhamos pensado dormir em Podgorica mas depois, a construir o nosso roteiro, decidimos que não valia a pena. A cidade não parece ter lugares de interesse que justifiquem a pernoita. Se o pretender fazer, o Montenegro Hostel B&B Podgorica é uma boa opção. Tinha sido a nossa escolha.
  • Em Budva também há boas opções de alojamento, nomeadamente:
  • Se quiser alojar-se em Sveti Stefan, as melhores opções são:

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – SKHODER

  • Há autocarro de Podgorica para Skhoder, na Albânia, ou de Kotor e Budva. Optámos por ir de Podgorica. No Inverno há autocarro às 11h, 13h e ocasionalmente às 16h de Podgorica. Das outras cidades só de manhã.
  • Para entrar na Albânia por terra exigiram-nos passaporte. Em teoria pode-se entrar com Cartão do Cidadão mas não o podemos confirmar.
  • Para saber os horários dos autocarros entre Montenegro e Albânia pode usar o site do Bus Ticket 4 Me, ou o Kotor Tirana.
  • Como seguimos para Skhoder, optámos por alojar-nos no Hostel Legjenda, um camping e hostel, com cabines de madeira, ao lado do castelo de Skhoder. Foi o local ideal para ficarmos alojados porque a Laura arranjou-nos os transportes todos para o dia seguinte, para visitar o lago e o ferry para Valboma. Para além disso, a cabana era linda, e mesmo no Inverno, não era fria. Ficamos rodeados por um bosque de amoreiras.
  • Outras opções de alojamento em Skhoder são:

6º DIA – Skhoder – Ferry pelo lago Koman – Valbona (Albânia) 🇦🇱

Neste dia a viajar nos Balcãs decidimos conhecer as belezas do interior da Albânia. Saímos de Skhoder para Koman, a cidade onde se apanha o ferry ao longo do lago Koman, até Fierze. A viagem é maravilhosa e permite ver algumas das povoações mais isoladas da Albânia. Ali, apanhámos um táxi para Valbona, nas montanhas albaneses, aquilo que a população local chama de Alpes Albaneses. Valbona é maravilhosa e as montanhas são de cortar a respiração. Estava tudo cheio de neve mas o céu limpo permitiu-nos fazer um belo passeio.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – ALPES ALBANESES

  • Autocarro de Skhoder para Koman custa 500 Lek/pessoa e demora 2h. Veio buscar-nos à cabana porque a Laura, do Hostel Legjenda , tratou disso no dia anterior.
  • Ferry no lago Koman custa 400 Lek por pessoa. O ferry de Inverno só anda uma vez por dia, às 9h de Koman para Fierze e às 6h de Fierze para Koman. A viagem demora 3 horas. Para saber o horário certo do ferry, consulte este site.
  • De Fierze para Valbona tem que se ir de táxi partilhado. Cada pessoa paga 5€.
  • Para quem fizer esta viagem de Verão, o ideal é depois fazer o trilho de Valbona para Theth (11 km a pé que fazem parte dos Balcan Trails) mas no Inverno é muito arriscado devido ao risco de avalanches, trilho com mais de um metro de neve e número reduzido de horas de sol.
  • Em Valbona alojamo-nos no Hotel Margjeka, na montanha e num lugar idílico. Maravilhoso.
  • Um bom local para conhecer estrangeiros e viajantes e, para aquecer no Inverno, é o Tradita, um bar/restaurante no centro da povoação. A comida é boa e a preços justos.
  • Outras opções de alojamento em Valbona são:
  • Se for para Theth aconselhamos o Villa Gjeçaj Folk & Design. Teria sido a nossa escolha se tivessemos conseguido fazer o trilho.
  • Pode visitar Skhoder a partir de Tirana em tour. Marque aqui.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


7º DIA – Valbona – Tirana (Albânia) 🇦🇱

Depois de explorar os Alpes Albaneses no Inverno, que infelizmente não deu para fazer trilhos, era hora de voltar a Tirana a tempo da passagem do ano. Viajar nos Balcãs tinha que continuar! Apanhámos um táxi de manhã para Bajram Curri e de lá um autocarro para Tirana. O autocarro faz o seu percurso pelo Kosovo e é bastante interessante. Chegámos a Tirana ao início da tarde, mas como era véspera de passagem de ano as coisas estavam todas a encerrar por isso decidimos passear apenas um pouco pela cidade para apreciar o momento. Ao jantar não conseguimos arranjar nenhum restaurante aberto, pelo que tivemos que jantar no quarto de hotel. O melhor local para ver a Passagem de Ano em Tirana é na praça principal dedicada a Sheshi Skënderbej, onde há um fogo de artificio que atrai milhares de albaneses que começam a chegar apenas minutos antes de começar.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – ALPES ALBANESES E TIRANA

  • Autocarro de Bajram Curri para Tirana custou 1000 Lek / pessoa (cerca de 8€)
  • Para saber os horários dos autocarros na Albânia utilize o site Gijrafa
  • Na Passagem de Ano, na Albânia, todas as lojas fecham, inclusive bares, cafés, restaurantes, hotéis, etc. Toda a gente passa em família e não há lugares para jantar. Encontramos alguns estrangeiros que, tal como nós, não sabiam e passaram a noite à procura de um lugar para comer. Felizmente tínhamos alguma comida na mochila e fizemos uma ceia no quarto do hotel.
  • Na primeira noite em Tirana ficámos alojados num quarto económico mas muito central, mesmo na praça Sheshi Skënderbej. – Guesthouse London – o que nos permitiu ver o fogo de artificio até da janela do quarto. No dia seguinte mudámo-nos para um hotel melhor, mas menos central – Areela Boutique Hotel – onde tínhamos mais comodidade porque estes seriam os dias mais tranquilos da viagem. Gostámos dos dois hotéis e recomendamos. O primeiro é mais básico mas ganha em localização.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


8º DIA – Berat (Albânia) 🇦🇱

Resolvemos visitar Berat, cidade Património Mundial da Humanidade, durante a nossa viagem pela Albânia. Como os transportes públicos entre Tirana e Berat são frequentes resolvemos ir de manhã para Berat, visitar a cidade, e regressar da parte da tarde. Deu tempo para fazermos e vermos tudo o que queríamos na cidade. Vale a pena, mas para quem tiver tempo, é melhor dormir em Berat, a cidade é mais bonita e tranquila do que Tirana.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – BERAT


9º DIA – Tirana (Albânia) 🇦🇱

Aproveitámos este dia a viajar nos Balcãs para visitar Tirana, nomeadamente os museus, andar de teleférico, principais locais de interesse e jantar fora. Foi um dia tranquilo mas muito interessante, especialmente os museus de Bunk’art.

Para saber o que fazer na cidade de Tirana veja o nosso artigo.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – TIRANA

  • Na primeira noite em Tirana ficamos alojados num quarto económico mas muito central, mesmo na praça Sheshi Skënderbej. – Guesthouse London – o que nos permitiu ver o fogo de artificio até da janela do quarto. No dia seguinte mudámo-nos para um hotel melhor, mas menos central – Areela Boutique Hotel – onde tínhamos mais comodidade porque estes seriam os dias mais tranquilos da viagem. Gostamos dos dois hotéis e recomendamos. O primeiro é mais básico mas ganha em localização.
  • Outras opções de alojamento em Tirana são:
  • Autocarros urbanos em Tirana custam 40 lek/viagem.
  • Pode ver este nosso artigo sobre os melhores lugares para visitar em Tirana.
  • Pode fazer um walking tour por Tirana para conhecer os melhores locais de interesse da cidade. Marque aqui.
  • Experimentamos dois restaurantes em Tirana. O Spaghetti Western é um restaurante especializado em bifes e comida mexicana. Foi o melhor restaurante que comemos nesta viagem. Tudo era divinal e o ambiente também. O outro foi o Oda, um restaurante numa casa particular, especialista em comida tradicional albanesa. Muito bom também para conhecer a gastronomia albanesa.
  • A partir de Tirana pode conhecer em tour as ruínas de Ardência e Apolónia (marque aqui), Kruja e Tirana (marque aqui) ou Durres (marque aqui).

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


10º DIA – Ohrid (Macedônia) 🇲🇰

De manhã apanhámos um autocarro de Tirana para Struga, já na Macedónia. Daí a apanhámos um táxi e chegámos a Ohrid, nas margens do lago homónimo. Pelo caminho começou a nevar imenso e quando chegámos a Ohrid estava tudo coberto de neve e muito frio. Viajar nos Balcãs no Inverno é assim. Há sempre a possibilidade de se apanhar neve. Aproveitámos a tarde para conhecer o Mosteiro de Sveti Naum (100 dinares/pessoa), um mosteiro magnífico, parando pelo caminho na Baía dos Ossos.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – OHRID

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


11º DIA – Ohrid – Skopje (Macedónia) 🇲🇰

Este dia a viajar nos Balcãs foi dedicado a explorar a cidade de Ohrid, nas margens do lago homónimo, nomeadamente o seu centro histórico. A cidade velha é belíssima, embora tivéssemos apanhado um frio de rachar! Depois do almoço apanhámos um autocarro para Skopje.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – SKOPJE


12º DIA – Kosovo 🇽🇰

Resolvemos incluir o Kosovo no nosso roteiro a viajar nos Balcãs. Porém, visitamos o Kosovo a partir de Skopje. Fomos de manhã para Pristina e regressámos ao final da tarde. Para quem quer conhecer apenas Pristina chega, mas muita coisa ficou por ver no Kosovo e gostávamos de ter tido mais tempo para explorar outras cidades. Teremos que voltar a viajar nos Balcãs para colmatar algumas destas falhas.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – KOSOVO E PRISTINA

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


13º DIA – Skopje (Macedónia) 🇲🇰

O último dia a viajar nos Balcãs foi dedicado a visitar Skopje, a capital da Macedónia. Aproveitámos a manhã de Inverno, em que nevou continuamente, para explorar a parte nova e velha da cidade de Skopje. Da parte da tarde apanhámos um táxi para o aeroporto e regressámos a Portugal.

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

DICAS PARA VIAJAR NOS BALCÃS – SKOPJE

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro de lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo


QUANTO GASTAMOS A VIAJAR NOS BALCÃS

Viajar nos Balcãs é relativamente económico. A maioria dos países não são caros e, especialmente no que toca a alojamento e alimentação, é possível viajar com um orçamento de cerca de 40€/dia por pessoa. Os países mais baratos são Kosovo, Albânia, Macedónia e Bósnia Herzegovina. Croácia e Montenegro são mais caros, especialmente a Croácia. Embora os custos de uma viagem dependam muito das opções que se fazem, especialmente no local de dormir e de comer, resolvemos partilhar convosco quanto gastámos nesta viagem. Referir que, no que toca à refeições, para quem viajar nos Balcãs de forma independente pode poupar mais dinheiro, já que nós apreciamos jantar com um bom vinho e isso encarece bastante as refeições (cada garrafa de vinho ficou no mínimo por 15€). No entanto, os nossos custos podem servir de indicação para quem queira viajar nos Balcãs. Os preços apresentados são por pessoa.

  • Alojamento – 221€ (hotéis, hostels e cabanas)
  • Alimentação – 247€ (pequenos-almoços, almoços, jantares e comida e bebidas ao longo do dia)
  • Transportes – 202€ (táxis, autocarros, ferries)

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro e lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro e lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro e lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

VIAJAR NOS BALCÃS - Roteiro e lugares obrigatórios a visitar | Bósnia, Croácia, Montenegro, Albânia, Macedónia e Kosovo

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

32 Comentários

  1. Lilian diz: Responder

    Parabens! Suas dicas são fantasticas, principalmente para quem quer viajar no inverno como eu!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Muito obrigada, Lilian. Viajar nos Balcãs no Inverno é muito bom.

  2. pedro diz: Responder

    Muito bacana seu relato sobre a viagem.
    Em 2015 eu e meus amigos fizemos uma viagem por aquela região….
    Passamos por Tirana, Berat, Skopje e Pristina….
    Tudo muito interessante e diferente….
    Agora estou pensando em conhecer os demais países dos balcãs….Vamos ver se vai dar certo

    1. Carla Mota diz: Responder

      Viajar nos Balcãs é fantástico. Para além de ser surpreendente ainda é barato. Boa viagem.

  3. sonia ramos diz: Responder

    Muito obrigada pelos horarios de Kotor para Ohrid. Como só indica uma hora ( 19:40) fiquei na duvida qual será a duração da viagem
    Sónia

    1. Carla Mota diz: Responder

      isso não sei. Experimente o link do site que permite marcar as viagens. Está partilhado neste artigo. Aí tem o tempo da viagem.

  4. Sónia diz: Responder

    Bom dia

    sabem dizer se há transporte entre Kotor e ohrid ou entre Kotor e Skopje?

    muito obrigada
    Sónia

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, há. Vou acrescentar umas fotografias com os horários ao artigo de Kotor. Já está pronto. Veja aqui:
      https://www.viajarentreviagens.pt/balcas/visitar-kotor-adriatico-montenegro/

  5. Raquel Ribeiro diz: Responder

    Gostei muito deste roteiro e parece-me uma boa opção para o próximo verão. Há boas praias neste trajeto? Se puderem, dêem algumas dicas 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, há. Em Dubrovnik as praias são óptimas mas mais maravilhosas ainda são no Montenegro. Vale bem a pena viajar nos Balcãs.

  6. Nós estamos com bastante vontade de conhecer a Albânia, realmente falam muito bem das praias. E esses países dos Bálcãs são realmente lindas.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Edson, viajar nos Balcãs foi fantástico mas não posso negar que a Albânia foi um dos países que mais nos surpreendeu. Vale bem a pena.

  7. maria cristina diz: Responder

    Bósnia, Croácia, Montenegro e Albânia estão na minha listinha faz um tempoooo! Eu estou simplesmente babando com esse roteiro! Estou simplesmente encantada pela paisagem do lago Koman!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Sim, Maria, é de babar mesmo. Viajar nos Balcãs é maravilhoso e foi uma autentica maravilha esta nossa aventura de Inverno.

  8. Lidiane Costa diz: Responder

    Adorei o roteiro de vocês, quero fazer algo parecido! Vou ler os outros posts para pegar mais dicas!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Lidiane. Qualquer dúvida sobre viajar nos Balcãs é só perguntar.

  9. Tharsila Fernanda Santos Costa diz: Responder

    Tenho muita vontade de fazer esses roteiros nos Balcãs. Totalmente fora da muvuca dos lados europeus mas cheios de lugares incríveis. Amei as dicas e já salvei teu roteiro.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Tharsila. Vocês ia adorar viajar nos Balcãs. É lindo demais.

  10. Que viagem massa! Esta é sem dúvida uma região que eu quero muito explorar com calma um dia, assim que possível! Quantos lugares lindos!
    Importante para mim desde já saber sobre os transportes públicos e que vale viajar no outono, minha estação favorita sempre.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Viajar nos Balcãs é mesmo uma boa aposta em qualquer altura do ano, mas no Outono também deve ser incrível com todos os tons de cores.

  11. Que super guia, Carla, amei! Salvei na minha pasta de lugares para conhecer. Adorei esta ideia de ir no inverno, tudo tão vazio e dias lindos. Esta foto do cachorrinho em primeiro plano e vocês se beijando ao fundo ficou muito fofa!

    1. Carla Mota diz: Responder

      Ficou mesmo, Marcia. Tínhamos o tripé com a máquina e o cachorro apareceu e tornou a foto ainda mais mágica.

  12. Uau, este roteiro pelos Bálcãs está incrível! Adoro viagens de carro, e tenho bastante vontade de fazer uma por essa região e conhecer esses países diferentes. Adorei as dicas! 🙂

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Laura. Nós fizemos a viagem pelos Balcãs de transportes públicos. Achamos que alugar carro não compensava para o que queríamos fazer.

  13. Os Balcãs são das minhas regiões favoritas na Europa, com tantos lugares fantásticos para explorar… O roteiro está fantástico. Ficou uma bela vontade de redescobrir essa região. Penso regularmente em Mostar, Kotor, Budva, Dubrovnik… e na surpreendente Albânia.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Rui, quando decidimos viajar nos Balcãs não tínhamos muitas expectativas, queríamos mais perceber a guerra e os conflitos internos. Foi uma autentica maravilha a viagem e superou em muito as nossas expectativas.

  14. É aproveitar enquanto o custo de vida não alcança os níveis da Europa mais ocidental. Foi uma viagem com muitos contrastes, do nevão na Macedónia aos céus rosados (que lindo) de Dubrovnik. Trajecto bem interessante

    1. Carla Mota diz: Responder

      Verdade. Foi mesmo uma viagem super diversificada. Mas a neve e o frio foi em maior quantidade. Bom tempo, sol e algum calor só conseguimos apanhar em Dubrovnik e em Kotor. O pôr-do-sol de Kotor foi genial. O melhor dos Balcãs.

  15. Olá bom dia!Fantástica viagem!Em junho estamos a pensar em ir com as crianças fazer este trajecto de transportes públicos!Muito bom artigo. Tirei dicas essenciais.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Obrigada, Vitor. Viajar nos Balcãs é maravilhoso e mesmo com crianças e transportes públicos.

  16. Mariana Menezes diz: Responder

    Adorei a dica desse roteiro nos Balcãs. Essa é uma viagem que nunca fiz, mas tenho vontade de conhecer muitos desses países há tempos. As paisagens são belíssimas! Fiquei super interessada no Ferry pelo lago Koman. Legal saber que não se gasta muito nessa viagem.

    1. Carla Mota diz: Responder

      Mariana, o ferry no lago Koman foi mesmo um dos pontos altos de viajar nos Balcãs. Foi maravilhoso mas toda a Albânia é fantástica.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.