Dias 157 e 158 – Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas | Austrália

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

Depois de termos explorado a cidade de Cairns, a Grande Barreira de Coral e a Floresta de Kuranda, estava na altura de iniciar a nossa viagem para sul, ao longo da costa leste da Austrália. A nossa primeira paragem seria a pequena cidade de Townsville, mas só para apanharmos um ferry para visitar Magnetic Island, uma pequena mas atraente ilha a poucos quilómetros de distância.

Veja o nosso artigo com roteiro e dicas para visitar a Costa Leste da Austrália e a Grande Barreira de Coral, desde Cairns a Brisbane.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas | Austrália

Magnetic Island atrai os visitantes pela sua fauna e flora características, belas baías com praias intimistas, recife acessível a snorkel a partir de algumas delas, e percursos pedestres que ligam os principais lugares de interesse. Magnetic Island é um dos lugares a não perder na costa leste da Austrália.

Veja aqui como tratar do visto para a Austrália.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

Ao longo da costa leste, com a Greyhound Australia

Quando planificámos a nossa viagem pela Austrália, pensámos na opção de alugar carro, ou até comprar carro e depois vendê-lo no fim da viagem. No entanto, estas opções eram caras, e acabámos por escolher fazer a longa viagem pela costa leste de autocarro. As distâncias envolvidas numa viagem pela Austrália, de norte a sul, e o consequente cansaço na condução também foi um factor que nos levou a optar pelo autocarro. Escolhemos a companhia “Greyhound Australia“, e em particular os passes de viagem “Whimit”, a maneira mais barata e relaxada de viajar na Austrália.

Com validade que vai desde os 15 até aos 365 dias, estes passes permitem usar a extensa rede de ligações da Greyhound Australia como se fosse um autocarro hop-on, hop-off, podendo viajar-se em todas as direcções, de forma ilimitada. Basta aceder ao site da companhia e fazer as reservas das viagens que se pretende fazer. A partir daí, é só relaxar e ver as longas rectas das estradas australianas passar diante dos nossos olhos.

Veja aqui os relatos da nossa viagem da Volta ao Mundo

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

De Cairns até Townsville

A nossa primeira etapa da viagem na Austrália seria a ligação entre Cairns e Townsville. As dimensões extraordinárias deste país fazem com que quase qualquer ligação entre cidades seja o equivalente a atravessar Portugal de norte a sul, e assim foi no caso desta primeira viagem de autocarro. Saímos às 8.15h da paragem de autocarros da Greyhound, junto à Cairns Esplanade, e só chegámos a Townsville às 14.30h.

No autocarro, não nos precisamos de preocupar com a condução e podemos dedicar-nos a rentabilizar o nosso tempo. Os autocarros da Greyhound têm wi-fi disponível, apesar de nós também termos o nosso próprio, pois comprámos um cartão SIM nacional com dados de navegação. Sendo assim, aproveitamos as horas na estrada para trabalhar na pesquisa de informação para os dias seguintes, actualizar as redes sociais, ler um livro, ou simplesmente reclinar o assento e descansar.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

Na região de Cairns, estamos em plena Austrália tropical, com uma vegetação luxuriante, mas conforme vamo-nos deslocando para sul a vegetação vai mudando, e o ar vai ficando um pouco mais seco. Aqui ainda não deparámos com incêndios, mas a falta de chuva e o calor extremo são problemas que também afectam Queensland, o “Sunshine State”.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

Chegar a Magnetic Island

Quando chegámos a Townsville, o calor apertava, e por isso o ar condicionado do terminal de ferries foi bem vindo. A paragem do autocarro era mesmo em frente ao terminal, por isso não perdemos tempo nenhum. Juntamente com o bilhete de ferry, comprámos um bilhete de 1 dia para os autocarros na Magnetic Island (teríamos de comprar outro, mas pode fazer-se isso nos autocarros). Outra opção, mas mais cara, era alugar carro.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

A viagem de ferry demora só meia hora, pois a Magnetic Island fica só a alguns quilómetros de Townville. A chegada é ao terminal que fica na Nelly Bay, na costa sul da ilha. É aí também que fica o principal núcleo urbano da ilha. A partir dali, apanhámos um autocarro que nos levou à ponta sul da ilha, Picnic Bay, onde ficava o nosso alojamento.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

Onde ficar alojado quando visitar Magnetic Island

Apesar de ser uma ilha pequena, a economia de Magnetic Island é direccionada para o turismo, existindo muitas opções de alojamento, desde as mais económicas até as mais caras. Nós ficámos alojados em Picnic Bay, a poucos metros da praia, no CStay, um pequeno hotel, com cozinha, piscina, e quartos pequenos mas confortáveis. Nós ficámos num quarto duplo, com frigorífico, mas casa de banho partilhada (mas com uma bacia no quarto que dava para lavar a cara e os dentes).

Pode marcar a sua estadia no CStay aqui.

Se procura praia os melhores locais para ficar alojado são Picnic Bay e Horseshoe Bay. Nelly Bay é a zona mais central da ilha e a melhor servida de transportes, restaurantes e supermercados. Outras opções de alojamento em Magnetic Island são:

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

LUGARES E EXPERIÊNCIAS A NÃO PERDER QUANDO VISITAR MAGNETIC ISLAND


Para poder usufruir da ilha com tempo e qualidade, aconselhamos que dedique pelo menos dois dias completos a visitar Magnetic Island. Se quiser relaxar num dos dias numa das muitas baías da ilha, acrescente mais um dia ao seu itinerário.

Dicas práticas para visitar Magnetic Island

  • Uma das melhores actividades que pode fazer em Magnetic Island é percorrer alguns dos trilhos que exploram as diferentes baías da ilha. Não se esqueça que o sol da Austrália é muito forte e o índice de UV (ultravioleta) é muito elevado, por isso previna-se sempre com protector solar e um chapéu de aba larga. Leve sempre muita água.
  • Quando for à água não se esqueça que de Novembro a Abril é a época das alforrecas. Tenha algum cuidado. Para estar completamente seguro, nade em baías que tenham uma rede de protecção.

Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Deixamos então aqui as nossas sugestões de lugares e experiências a não perder quando visitar Magnetic Island.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

1. Relaxar em Picnic Bay

Picnic Bay tem uma bela praia e um longo pontão, de onde se pode tirar belas fotos. Há uma rede de protecção de alforrecas. É um óptimo lugar para relaxar durante uma manhã ou final de tarde.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

2. Fazer o trilho de Hawkings Point (W2)

Este trilho (1,2km ida e volta), com início e fim em Picnic Bay, tem grau de dificuldade baixo e tem óptimas vistas no seu cimo, tanto para o lado de Picnic Bay, assim como para o lado de Nelly Bay e Geoffrey Bay. É um bom lugar para assistir ao pôr-do-sol.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

3. Geoffrey Bay

Esta baía é uma das maiores de Magnetic Island e tem uma bela praia, com um extenso areal. É um bom lugar para fazer snorkel no recife. Perto, tem um restaurante de um hotel, e uma pizzaria.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

4. Ver os Rock Wallabies

Na extremidade de Geoffrey Bay (Bremner Point), há umas formações rochosas onde poderá observar os adoráveis wallabies, especialmente ao final do dia quando eles começam a sair da sombra e a procurar comida. São animais curiosos e pode alimentá-los, mas tem informação no local sobre a comida que pode, ou não pode, dar. Sugere-se, por exemplo, cenouras, mas não pão.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

5. Assistir ao pôr-do-sol no Bremner Point

Antes ou depois de se deliciar com os rock wallabies, assista a um magnífico pôr-do-sol em Bremner Point, sentado numa das rochas graníticas junto ao mar.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

6. Fazer o trilho de Arthur Bay a Radical Bay (W7)

Este trilho (6km ida e volta) tem um grau de dificuldade baixo pois não envolve declives acentuados nem terreno difícil. Passa por algumas das mais belas baías de Magnetic Island, mas também das mais sossegadas. Nós fizemo-lo num só sentido como parte integrante de uma caminhada entre Arthur Bay e Horseshoe Bay.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

7. Arthur Bay

Foi ali que começámos a nossa caminhada que nos levaria pelas baías da costa norte de Magnetic Island, até à Horseshoe Bay. Arhtur Bay é uma pequena baía, mas bonita, enquadrada por belas formações rochosas graníticas.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

8. Fazer snorkel em Florence Bay

Esta baía é um dos melhores lugares de Magnetic Island para se fazer snorkel, pois o recife é acessível a partir da praia.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

9. Fazer um piquenique na Radical Bay

Esta baía tem rochas graníticas nas suas extremidades e uma água límpida com uma bela cor. No mato que existe junto à areia pode encontrar sítio para um piquenique e até um piano (!) para animar a malta…

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

10. Fazer o trilho de Radical Bay a Horseshoe Bay (W8)

Este trilho (3,2km ida e volta) tem um grau de dificuldade médio pois envolve subidas e descidas. Pode ser feito a partir de Horseshoe Bay, acabando na bela baía de Radical Bay, mas nós fizemo-lo no sentido contrário (com passagem ainda pela Balding Bay), sem voltar para trás, como parte integrante de uma caminhada entre Arthur Bay e Horseshoe Bay.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

11. Desfrutar sozinho da Balding Bay

Esta pequena baía é um canto super sossegado de Magnetic Island, e em alguns momentos do dia poderá ser mesmo a única pessoa na praia. O acesso custa um pouco pois tem de se descer a partir do caminho que vem de Horseshoe Bay (e que segue para Radical Bay) e depois voltar a subir! Mas vale a pena…

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

12. Descansar na Horseshoe Bay

É a principal baía da costa norte de Magnetic Island, com uma bela praia (com rede de protecção de alforrecas), e uma marginal com cafés, restaurantes e gelatarias. É um dos melhores lugares para acabar um trilho e relaxar com um gelado na mão.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

13. Fazer o trilho de Picnic Bay até West Point (W3)

Nós não tivemos tempo de fazer este trilho (16km ida e volta), mas deve ser interessante pois liga as duas pontas da costa oeste de Magnetic Island, passando por paisagem diferente da costa leste, nomeadamente por floresta de mangal.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

14. Observar a vida selvagem no trilho Forts Walk

É quase um dado adquirido que, quando visitar Magnetic Island, assim como no resto da Austrália, irá entrar em contacto com a vida selvagem. São várias as espécies que poderá (se tiver sorte) observar durante a sua estadia em Magnetic Island. Para além dos wallabies, poderá ter a sorte de ver, na água, tartarugas e golfinhos, no ar, imponentes águias e curiosas cacatuas, e no cimo das árvores, os adoráveis koalas.

Visitar MAGNETIC ISLAND, um refúgio de cangurus e koalas

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

.

PROGRAME A SUA VIAGEM

  Faça as suas reservas através das parcerias do nosso blogue. Você NÃO PAGA MAIS, nós ganhamos uma pequena comissão. Assim conseguimos manter o blogue com opiniões isentas.

Resultado de imagem para hotel icon Reserve o hotel no Booking.com e encontre as melhores promoções. Reserve e cancele sempre que necessitar.

Resultado de imagem para tourism iconMarque os seus bilhetes nos monumentos e tours, evitando filas usando o Get Your Guide.

Imagem relacionada  Reserve os seus voos com a Skyscanner. Garanta os melhores preços.

Resultado de imagem para car icon  Alugue carro usando o RentalCars, comparando e escolhendo o melhor preço antes de viajar.

Resultado de imagem para saúde icon  Faça seguro de viagem na Iati Seguros ao menor preço do mercado e com seguros especializados para viajantes. Se usar este link gozará de 5% de desconto.

Resultado de imagem para livro icon  Usamos os guias de viagem da Lonely Planet para preparar as nossas viagens. Se faz o mesmo, pode comprá-los online. Sai mais barato e os portes são grátis a partir dos 35€.

Resultado de imagem para dinheiro icon Use o cartão REVOLUT para levantar dinheiro em viagem. Se usar este link, não terá custo com o envio do cartão, poupando assim 5,99€.   Este blogue contém links de programas de afiliados.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.