Chebika, um oásis nas montanhas | Tunísia

DCIM100GOPROGOPR0836.JPG

A 55 km de Tozeur, o oásis de Chebika é o oásis de montanha mais acessível na Tunísia. A fronteira com a Argélia está logo ali ao lado, a cerca de 10 km. A proximidade da Argélia foi determinante no florescimento do oásis de Chebika, uma vez que ali passaram rotas comerciais que ligavam a parte ocidental e oriental do norte de África e do Magrebe. Estima-se que o oásis de Chebika seja tão antigo que terá sido ali que foi edificada a cidade romana de Ad Speculum.

Chebika

A aldeia de Chebika, que floresceu durante séculos nas imediações da fonte de água natural que brota nestas montanhas desérticas, está hoje em ruínas. A aldeia, paredes meias com o palmeiral, foi abandonada em 1969, aquando de fortes cheias no país. Chebika mudou-se para uma cota inferior, mais perto do palmeiral, mas mais afastada da fonte de água.

Chebika

As cheias foram tão violentas que 80% da superfície do país ficou debaixo de água, depois de chover 38 dias sem parar (em Setembro e Outubro), e estima-se que morreram 542 habitantes, destruindo 70 mil habitações e provocando cerca de 300 mil refugiados (as imagens do vídeo abaixo não deixam dúvidas quanto à gravidade do desastre natural).

Hoje, para além da água, as populações dependem de outros recursos naturais, tais como os fosfatos. A agricultura perdeu importância na economia local já que os homens passaram a trabalhar nas minas de fosfato que existem nas proximidades e que são agora um dos principais empregadores da região. A Tunísia passou a ser o quinto maior produtor de fosfatos do mundo, fornecendo a industria química, alimentar, agrícola e fotográfica de todo o mundo.

Chebika

Chebika

O oásis de Chebika é realmente maravilhoso, provavelmente o mais belo oásis de montanha da Tunísia. Uma rede de linhas de água subterrâneas alimentam os poços que irrigam os palmeirais e oásis de montanha, mas ali, uma das linhas de água dá origem a uma pequena queda de água com uma pequena lagoa que faz as delícias dos mais jovens nos meses de Verão.

Chebika

Chebika

Chebika

O palmeiral ainda é utilizado para produzir damascos, tâmaras, romãs, pêssegos, laranjas, bananas, tabaco e diversos produtos hortícolas que são a base da alimentação das populações locais.

Quando o turismo inundava a região de visitantes, na década de 90 e primeira década do século XXI, os autocarros e jipes aglomeravam-se no parque de estacionamento e estradas próximo das ruínas da velha povoação. Hoje, há alguns turistas asiáticos e tunisinos, mas muito poucos. Caminhámos no percurso criado para os turistas que visitam o oásis na companhia de meia dúzia de japoneses. A queda de água é pequena mas o lugar é lindo e tem uma magia difícil de descrever.

Chebika

Chebika

Chebika é um dos oásis que merece ser visitado, tal como Tamerza e Midès, para onde seguimos.

mapa-oasis-tunisia

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

Deixar uma resposta