Dicas para mulheres que viajam sozinhas

Picture 294
És mulher e queres viajar? Estás cheia de dúvidas? Tens receio daquilo que vais encontrar quando pegares na tua mochila e enfrentares o mundo? Este post é para as mulheres que viajam ou querem viajar. És assim? Então estas dicas são para ti.

1. És principiante? 

Escolhe um destino onde seja fácil viajar. O sudeste asiático é, provavelmente, a melhor opção. É barato, é seguro e é fácil. Os transportes públicos são baratos, com horários fixos, muitas ligações e informações em inglês. É fácil marcar alojamento e há imensa oferta. A comida é acessível e não há grande choque cultural. Podes ver aqui quais são os países mais baratos para viajar.

2. Tens pouco dinheiro? 

A questão económica é incontornável. A maioria dos viajantes gostava de conhecer países e lugares que não consegue. Acabam por passar para segunda opção devido ao seu elevado custo de vida. Se tens pouco dinheiro disponível, não podes pensar em viajar para Nova Iorque ou fazer safaris em África. Deixa isso para quando tiveres uma independência económica maior. Mas há muito mundo para além disso. A América Central e a América do Sul (com excepção da Argentina, Chile e Brasil) têm países muito económicos para viajar. A Bolívia, o Peru, a Guatemala são alguns dos países mais baratos do mundo. No entanto, mais barato do que a Índia não encontrarás. Não deves, no entanto, partir para a Índia numa primeira viagem. A Índia é um país duro de viajar. Requer alguma experiência e traquejo. Mas é definitivamente económico. Se te agrada a cultura hindu, o Nepal é outra excelente opção económica. Os países do sudeste asiático são também países muito económicos, especialmente Cambodja, Laos e Tailândia.

3. Tens receio de ficar num dormitório? 

Uma das preocupações que assola as mulheres é a questão de dividir quarto com desconhecidos. Caso não tenhas um orçamento muito folgado, vais acabar por ter que dividir quarto com estranhos, já que os quartos individuais são caros. Os dormitórios nos hostels e nas pousadas da juventude são os mais usados pelos viajantes com orçamentos apertados. A maioria dos hostels têm dormitórios mistos, onde terás que partilhar quarto com homens e mulheres, mas já há muitos hostels que têm dormitórios só para mulheres. Se te sentires desconfortável em partilhar quarto com o sexo oposto, procura hostels com esta opção. Quando partilhas o quarto, a grande maioria tem cacifos mas é conveniente levares um aloquete para encerrares o teu cacifo e, no caso deste não existir, fechar a tua mochila. Se vais ficar num quarto partilhado deves ter atenção e não deixar os teus valores expostos. Não deixes telemóvel, câmara fotográfica, computador ou ipad, em cima da cama enquanto vais tomar banho ou quando não estás no quarto. A maioria dos roubos nos dormitórios acontecem nestas situações. Se tiveres estes cuidados não terás problemas. Podes ver aqui como marcar um alojamento na internet.

4. Temes sentir-te só e triste?

É legitimo ter estas dúvidas. Antes de mais, precisas conhecer-te. Se és uma pessoa sociável, que faz amigos com facilidade, viajar sozinha é para ti. Só estarás só nos primeiros minutos do dia. À medida que a viagem vai decorrendo vais conhecendo pessoas nos hostels, nos lugares onde dormes, no bar onde paraste para beber um copo refrescante, etc. Vais fazer imensos amigos em viagem e irás, com certeza, encontrar muitos que te acompanharão alguns dias da viagem. Mas, nem todos têm esta personalidade. Há pessoas mais fechadas e mais introvertidas. Se és assim e lidas bem com a solidão, viajar sozinha também é para ti. Vais ter essa privacidade sempre que desejares e, o tempo em  que viajas também te vai moldar e irás aumentar as tuas capacidades de interacção social. Provavelmente chegarás uma mulher diferente daquela que partiu. Se és uma mulher que precisa de ter um amigo sempre próximo, precisas de partilhar os momentos bons e maus do dia, procuras um ombro amigo com frequência, então, se calhar, viajar sozinha não é para ti. Junta uma amiga ou amigo e vai.

5. Deves ter medo do assédio sexual?

O assédio sexual não é um grande problema em viagem. Não quer isto dizer que ele não exista, mas é tão raro em viagem quanto no nosso próprio país. As mulheres que têm medo de viajar sozinhas podem estar descansadas, não serão nem mais, nem menos assediadas nos outros países do que o são nos trajectos casa-trabalho em qualquer país da Europa. Há, no entanto, que tomar alguns cuidados para evitá-lo. Ser prudente em viagem é muito bom. Aqui ficam alguns conselhos:
– Evita beber demais.
– Veste-te de forma discreta.
– Vê se te vestes muito diferente das raparigas locais. Se sim, ajusta a tua vestimenta. Isso permite-te andar mais segura, de forma discreta e até ganhar mais proximidade com a população local.
– Respeita as regras de vestimenta (Dress Code) dos países que visitas. Ex. Irão.
– Leva sempre um lenço. Servir-te-á para templos budistas, mesquitas, lugares sagrados cristãos, hindus e judeus.
– Não andes à boleia sozinha.
– Evita lugares vazios em carruagens de comboio, autocarros, ruas, bares, etc.
– Se te deixa mais confortável usa uma aliança no dedo e quando for necessário diz que estás acompanhada.
Podes ver mais dicas sobre segurança em viagem aqui.

6. O que deves levar na bagagem? 

Há imensas coisas que podes levar na bagagem mas, definitivamente, não as deves levar todas. Tenta levar o mínimo possível. Podes ser tentada a levar imensos produtos de beleza, cremes, maquilhagem, etc. Tenta reduzir ao máximo. Se não conseguires deixar muita coisa para trás, leva-as, mas terás que ter consciência que muitas não vão compensar o peso e o espaço que ocupam na bagagem. No entanto, é preferível levares tudo o que consideras importante. Para mim é indispensável umas havaianas e um casaco de penas. Se para ti, são indispensáveis o rimel ou as sombras, leva-as. Não aceites criticas. Só tu sabes aquilo que te deixa confortável. A tua mochila não tem que ter as mesmas coisas do que as da tua colega de quarto. No entanto, há coisas que são indispensáveis e para isso nós fizemos uma lista que te pode ajudar.

7. Deves levar muita roupa? 

A quantidade de roupa que levas não depende da duração da viagem, mas sim do tipo de viagem. Se vais para a praia ou destinos tropicais não precisas de limitar muito a quantidade de roupa que levas porque a roupa é leve e ocupa pouco espaço. Podes dar-te ao luxo de levar dois ou três biquínis, varias camisetas, calções, etc. Mas, se vais para uma viagem de inverno, a quantidade é um problema porque as roupas são volumosas e pesadas. Deves tentar limitar ao máximo as peças que levas. Para uma viagem de 10 dias precisas da mesma quantidade de roupa que para uma viagem de 10 meses, a grande diferença é que na viagem de 10 dias podes lavar a roupa quando chegares a casa, na de 10 meses terás que lavá-la em viagem.

Se achaste que estas dicas foram úteis, partilha-as com os teus amigos e comenta.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

21 Comment

  1. Espero que este artigo ajude a convencer que esteja na indecisão sobre partir ou não. Só mesmo quem já experimentou viajar sozinho é que sabe o quão maravilhoso pode ser.
    Obrigado

  2. É verdade o que você disse, muitas mulheres ficam inseguras. Eu quando fui para o Chile sozinha fiquei com muito medo. Mas conheci tanta gente, me diverti tanto que super recomendo a experiência. Adorei o post!

    1. Carla Mota says: Responder

      Obrigada :)

  3. Dicas muito úteis para aquelas mulheres que estão a pensar em aventurar-se pelo mundo fora! Se lerem este artigo ficarão de certeza mais informadas e até relaxadas em relação aos desafios que lhes irão aparecer. parabens!

    1. Carla Mota says: Responder

      Obrigada :)

  4. Nos dias de hoje já não é assim tão raro encontrar mulheres a viajar sozinha no ocidente mas também por esse mundo fora. Com bom senso e estas dicas inteligentes não há problema nenhum em sair por aí.

    1. Carla Mota says: Responder

      É isso mesmo.

  5. O medo é normal. Temos medo de tudo que não conhecemos ainda, mas a partir do momento que a primeira experiência é vivida tudo muda. Meu conselho é pesquisar bastante antes para ficar mais segura ao encarar uma viagem sozinha.
    O importante é ir!

    1. Carla Mota says: Responder

      é isso aí!

  6. O ideal seria que não tivessemos que escrever tais artigos, e que igualmente, homens e mulheres se sentissem capazes e seguros para viajarem sozinhos. Infelizmente o mundo ainda não é assim. Muito útil o seu postpra mostrar às mulheres que é possível viajar sozinhas.

    1. é isso mesmo, Simone.

  7. Gostei bastante das dicas do post! E também achei que algumas dicas servem tanto para homens como para mulheres. Eu mesmo já viajei sozinho e fiquei com receio de ficar sozinho, mas no durante a viagem sempre fui conhecendo outras pessoas e foi muito legal!

    1. É mesmo. Muitas das dicas são válidas para os dois sexos. É tudo uma questão de manter-se seguro.

  8. Muitas destas dicas são úteis para homens e mulheres.
    Achei interessante que na viagem à Índia está ano encontrei mais mulheres à viajar sozinhas ou em pequenos grupos, do que homens. Ha que vencer o medo é seguir em frente!

    1. Eu quando estive na Índia também fiquei admirada. Havia muito mais “viajantas” do que viajantes. Acho que elas são mais destemidas.

  9. É perfeitamente normal que as pessoas tenham os seus receios. Mas eu não conheço nenhuma mulher que tenha decidido viajar sozinha e se arrependa disso. Por isso, siga… é seguir os conselhos das mais experientes, que o mundo está aí para ser descoberto! :)

    1. O importante é mesmo ir! :)

  10. Não sendo mulher, penso que estes conselhos podem ser úteis para quem o é. Aliás, alguns deles são “senso comum” para o dia-a-dia, não apenas para quem viaja.

    1. É verdade. Isto porque em viagem, assim como na vida, há que seguir regras e fazer regras.

  11. Um post muito útil pra mulherada que deseja cair no mundo. Infelizmente, não deveria existir distinção entre homens e mulheres e todas as mulheres deveriam poder viajar sozinhas sem nenhuma preocupação, com qualquer coisa que fosse. Mas enquanto, ainda existem algumas barreiras, posts com dicas assim (como o item 5) ajudam as garotas que ainda sentem-se inseguras a pegar a estrada.

    1. Verdade, mas o mundo também pode ser inseguro para um homem. É quase igual. A mulher provavelmente só precisa tomar mais atenção e andar com o olho mais aberto! 😉

Deixar uma resposta