Trilho PS PR1 – Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Vereda Pico Branco - Terra Chã, Porto Santo | Portugal

A ilha de Porto Santo é muito diferente da sua irmã maior (mas mais nova), a ilha da Madeira. Não tem a vegetação luxuriante da Madeira, nem a imponência dos seus picos mais elevados, mas tem praias naturais de areia, um conjunto de ilhéus muito perto e muito interessantes, tem uma “capital”, Vila Baleira, com um ambiente relaxado, e tem alguns percursos pedestres, como a Vereda do Pico Branco, que permitem facilmente explorar a costa e o interior da ilha.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Nesse aspecto, um dos objectivos principais que tínhamos, quando preparámos a nossa viagem, era de percorrer os dois trilhos sinalizados na ilha, a Vereda do Pico Branco e Terra Chã e a Vereda do Pico Castelo.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Claro que também queríamos apreciar tudo o resto que Porto Santo oferece. Também queríamos desfrutar da praia, e conhecer também algumas das características terapêuticas das águas e areias de Porto Santo, tomando alguns banhos de sol e areia. Para tudo isto, escolhemos o Vila Baleira Resort como nossa base, tendo também trazido o nosso carro alugado no ferry que trouxe do Funchal ao Porto Santo.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Além disto, estar em Porto Santo é por si só uma experiência curiosa. O facto de ser muito mais pequena do que a Madeira faz com que tudo seja muito mais acessível, e se tenha a verdadeira noção de se estar numa ilha, rodeada de água por todos os lados. Esse carácter mais intimista reflecte-se no ritmo da vida na ilha, que decorre a um ritmo muito próprio, sem preocupações, sem stress. É um outro mundo em que se entra a partir do momento em que o “Lobo Marinho” atraca no porto de Vila Baleira. Muitos visitam a ilha apenas durante um dia, mas nós recomendamos ficar durante pelo menos alguns dias, para explorar melhor a ilha, e apreciar alguns dos seus aspectos únicos. Para quem está de férias em família, é um destino privilegiado, e é uma alternativa perfeitamente oposta ao barulho e confusão das praias algarvias, por exemplo.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Informações sobre a Vereda do Pico Branco e Terra Chã

Fizemos o trilho PS PR1 – Vereda do Pico Branco e Terra Chã pela manhã, para evitar o calor da tarde (embora não estivesse o calor durante o dia não fosse muito intenso). Fomos de carro pela estrada regional 111 até encontrarmos a placa que sinaliza o início do percurso. Estava muito vento nesse dia e sabíamos que precisávamos de ter cuidado. Parte da Vereda do Pico Branco é realmente muito exposta ao vento, mas com um bom casaco corta-vento (windstopper) e algum cuidado, não há problema. Devido à inexistência de nascentes no trilho, levámos água suficiente.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

O caminho segue por um antigo trilho de burros de carga, que ligava à Terra Chã, onde se cultivava cevada. A distância de ida é 2,7 km, e volta-se pelo mesmo caminho, logo o trilho tem 5,4 km no total. Nós demorámos 3 horas, com uma paragem em Terra Chã para comer. O trilho é bastante exigente na abordagem ao Pico Branco, subindo sempre, por vezes com declive acentuado, até se chegar ao colo do Pico Branco. O ponto mais baixo (início) está a 184m de altura; o ponto mais alto, no cume do Pico Branco, está a 450 m, logo o desnível não é de desconsiderar.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Após o colo, a paisagem muda, pois existe uma maior predominância de árvores coníferas (ali plantadas no início do século XX), e mais à frente há um cruzamento. Para a esquerda fica o trilho para chegar ao cume do Pico Branco, segundo pico mais alto do Porto Santo, cerca de 200 m a subir; para a direita, o trilho para chegar à Terra Chã, cerca de 400 m quase sempre a descer. Primeiro fomos a esta última, mas no regresso subimos ao cume.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Deixada a Vereda do Pico Branco para trás, as vistas para a costa são fabulosas, revelando-se conforme vamos avançando no trilho. As vertentes escarpadas para o mar são verdadeiramente vertiginosas e é preciso caminhar com atenção em certos locais.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Devido à pouca acessibilidade do local, a Terra Chã é o sítio da ilha do Porto Santo onde foi registada o maior número de exemplares da flora indígena mais bem conservada, predominantemente arbustiva e herbácea.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Antes de chegar à Terra Chã há um depósito piroclástico com bombas vulcânicas fabulosas. Não perca.

Na Terra Chã existe uma casa, construída em pedra, recentemente restaurada, e foi lá que parámos e aproveitámos para descansar e comer um pouco. É um sítio mágico e tínhamo-lo todo para nós (com excepção de numerosas lagartixas que se passeavam ao sol). Dali, tem-se uma vista que permite vislumbrar grande parte da costa sul da ilha do Porto Santo, incluindo Vila Baleira, parte da praia, o Pico Ana Ferreira, o Espigão dos Morenos, a Calheta e o Ilhéu de Baixo.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Voltámos então para trás, admirando a paisagem fantástica, agora em sentido contrário. No cruzamento, subimos ao Pico Branco. O Pico Branco tem esta denominação devido à existência de uma coluna de pedra branca, e também por ali existirem muitos líquenes brancos, que crescem sobre a rocha. De lá tem-se uma vista privilegiada para uma pequena parte da costa norte da ilha, mas também para a costa sul.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

O caminho para trás é feito mais rapidamente, uma vez que grande parte dele é a descer. Regressámos assim ao nosso carro, e continuámos a explorar a ilha.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Para explorar a ilha, é essencial ter um veículo próprio ou alugado (carro ou motoquatro, populares na ilha), ou contratar os serviços de uma agência local. Pode assim explorar a ilha e visitar os miradouros, locais e praias mais emblemáticos de Porto Santo. Assim o fizemos, claro, mas a verdade é que só se explora mesmo quando se anda a pé. Sendo assim, os percursos pedestres sinalizados da ilha, a Vereda do Pico Branco e Terra Chã e a Vereda do Pico do Castelo, são obrigatórios para quem quer sentir de perto a terra de Porto Santo.

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Procure aqui alojamento no Porto Santo

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Trilho PS PR1 - Vereda do Pico Branco e Terra Chã, em Porto Santo | Portugal

Rui Pinto

Físico de formação mas interessado em todos os aspectos da cultura e história da humanidade. As viagens são o meio privilegiado para um aprofundamento do conhecimento do mundo, das suas gentes e do nosso papel na vida.

More Posts - Facebook - Google Plus

Deixar uma resposta