DICAS de viagem na Costa de PENICHE | Portugal

IMG_0348
Portugal está na moda e Lisboa é cada vez mais visitada pelos turistas estrangeiros. Uma vez na capital portuguesa, alguns aproveitam para escapar o bulício da cidade e rumam em busca das afamadas praias portuguesas. Uma dessas escapadelas pode ser para a costa de Peniche, já que em alguns dias se pode aproveitar e conhecer paisagens bastantes diversas e de beleza invulgar.
A costa de Peniche pertence à região do Oeste e integra a cidade de Peniche mas também um conjunto de povoações, praias e ilhas que possuem uma beleza invulgar. A região de Peniche não é muito grande mas tem paisagens muito diversificadas, com muitas actividades distintas e potencial para ocupar vários dias. Uma semana na costa de Peniche é o tempo ideal para se conhecer a região e aproveitar a beleza das suas praias.

Dicas gerais


 

  • Se vai viajar na época alta, em Julho e Agosto, marque o seu alojamento com antecedência.
  • Experimentar um bom prato de peixe grelhado, caldeirada de peixe e/ou açorda de marisco, alguns dos ex-libris gastronómicos da região.
  • Alugar uma bicicleta e explorar a região.
  • Fazer um trek à volta do tômbolo de Peniche.
  • Fazer uma visita às Berlengas.
  • Usufruir das magníficas praias do Baleal.
  • Tirar um curso de surf no Baleal. 

Transportes 


 

Como chegar a Lisboa: O aeroporto de Lisboa é um aeroporto internacional com ligações às principais cidades europeias e americanas e situa-se a 90 km de Peniche. Há um série de Low Costs a operar o que faz de Lisboa um local acessível para a maioria dos visitantes dos países europeus. É também uma porta de entrada para quem vem do Brasil.  Os voos das companhias Low Cost partem do terminal 2. O acesso a este terminal é feito por autocarro público gratuito.


Acesso ao aeroporto: Há várias hipóteses para chegar e sair do aeroporto de Lisboa. O metro é a opção mais rápida, económica e frequente. Basta apanhar a linha rosa e em cerca de 30 minutos estará no centro de Lisboa. O táxi poderá ser também uma opção. Um táxi para o centro da cidade custa cerca de 10 euros.


Como chegar a Peniche: É possível chegar de Lisboa a Peniche rapidamente utilizando o autocarro (bus) quer da Rede Nacional de Expressos, quer da Rodoviária do Tejo. Há vários autocarros por dia (cerca de 15) que operam durante todo o ano e que, na direcção Peniche – Lisboa se iniciam cerca das 5h30 e terminam por volta das 19h30. Já na direcção Lisboa – Peniche iniciam-se por volta das 8h e terminam às 20h30. Aos fins de semana e feriados os autocarros são manifestamente menos, com cerca de 3 a 4 por dia, no entanto, no Verão existem autocarros extra. No site da Rede Expressos e da Rodoviária do Tejo pode ver os horários actualizados.


Do Porto também se pode chegar a Peniche utilizando o autocarro. Há cerca de 10 autocarros por dia, entre as 6h da manhã e as 16h30 da tarde. A viagem demora cerca de 6 horas. 

 
Também pode chegar a Peniche combinando o comboio com o autocarro. Pode apanhar em Lisboa a linha do Oeste até às Caldas da Rainha e daí apanhar um autocarro para Peniche. Para ver o horário deste comboio carregue aqui. Os autocarros que fazem a ligação a Peniche vão pelo Baleal e Ferrel que podem ser uma boa opção, já que são mais ou menos frequentes. 
 
Peniche-Baleal-Ferrel-Óbidos-Caldas           Frequência
 
06:55   –        –     07:30     07:40    Segunda a Sábado (excepto Feriados)
08:00     –      –       08:36     08:46    Diariamente
08:20  08:26  08:30     –       –          Segunda a sexta
09:00  09:06  09:10  09:40  09:50  Segunda a sexta
09:15 09:21   09:25  09:55 10:05   Sábados (excepto Feriados)
10:45     –       –        11:20  11:30     Diariamente
12:15     12:21     12:25     –    –        Segunda a sexta
12:30     –      –         13:05  13:15     Segunda a sexta
13:25 13:31 13:35 14:06 14:16 Segunda a sexta (Periodo escolar)
14:30     –         –        5:05     15:15       Diariamente
17:10  17:16  17:20   17:50  18:00       Diariamente
19:40 19:46   19:50  20:20 20:30  Diariamente (Julho e Agosto) Segunda a sexta (Setembro a Junho)
 
Caldas-Óbidos-Ferrel-Baleal-Peniche                  Frequência
 
–       –      07:33     07:37     07:43       Segunda a sexta
08:00 08:10     –     –  08:46      Segunda a sábado (Excepto Feriados)
09:30     09:40     10:10     10:14     10:20         Diariamente
10:30     10:40     –              –              11:15       Segunda a sexta
12:00     12:10     12:41     12:45     12:51         Diariamente
–     –  13:45     13:49     13:55        Segunda a sexta (Periodo Escolar)
13:30 13:40   –      –   14:17      Segunda a sábado (Excepto Feriados)
15:50     16:00     16:30     16:34     16:40         Diariamente
–     –  16:53  16:57     17:03     Segunda a sexta (Periodos Escolares)
16:30     16:40    17:17        Segunda a sexta(Periodos Escolares)
17:30  17:40     –   –  18:17  Diariamente (Julho e Agosto) e segunda a sexta (Setembro a Junho)
–      –     –    18:29     18:35       Segunda a sexta (Férias Escolares)
–      –   18:55    18:59    19:05   Segunda a sexta (Periodos Escolares)
18:45     18:55     19:27     19:31     19:37        Segunda a sexta
19:30     19:40     –              –            20:15       Diariamente
  
Dentro da cidade: Para chegar de Peniche ao Baleal pode usar os autocarros locais. Os horários encontram-se na tabela abaixo.
 
Baleal – Peniche   Frequência
 
07:37     07:43     Segunda a sexta
10:14     10:20     Diariamente
12:45     12:51     Diariamente
13:49     13:55     Segunda a sexta(Período escolar)
16:34     16:40     Diariamente
16:57     17:03Segunda a sexta(Períodos Escolares)
18:29     18:35   Segunda a sexta(Férias Escolares)
18:59     19:05Segunda a sexta(Períodos Escolares)
19:31     19:37     Segunda a sexta
Peniche-Baleal     Frequência
 
08:20     08:26     Segunda a sexta
09:00     09:06     Segunda a sexta
09:15     09:21     Sábados (excepto Feriados)
12:15     12:21     Segunda a sexta
13:25     13:31 Segunda a sexta(Períodos escolares)
17:10     17:16     Diariamente
19:40     19:46     Diariamente (Julho e Agosto) Segunda a sexta (Setembro a Junho)
 

Alojamento


Para conhecer a região de Peniche há que decidir o local onde permanecer. Em vários ofertas de alojamento em Peniche, no Baleal, em Ferrel e na Atouguia da Baleia, contudo, para nós o Baleal é a melhor aposta. Se optar pelo Baleal ficará perto das mellhores praias da região, perto dos melhores spots de surf e que gozam de um ambiente diurno e nocturno fantástico. Para além disso, o acesso a Peniche é fácil e rápido, especialmente no Verão. 


Guesthouse Pequena Baleia: Nós optamos por nos alojarmos numa unidade familiar, tranquila e muito relaxante. O alojamento tem poucos quartos por isso marque com alguma antecedência. Todos os quartos podem usar a sala comum e a esplanada em frente ao mar, mas há um dos quartos que tem um terraço magnífico. Nós ficamos nesse quarto. É simplesmente fantástico. Os quartos possuem wc, tv e wi-fi e são muito espaçosos. O preço do quarto varia entre os 60€ e os 80€, consoante a época do ano. A tarifa diária inclui pequeno-almoço. Para saber mais sobre a nossa experiência na Pequena Baleia veja o nosso post sobre o Baleal. 

 

Dados práticos:
Nome: Pequena Baleia
Morada:
 Rua dos Pescadores nº8 Ilha do Baleal
2520-006 Ferrel Baleal, Leiria, Portugal
Telefone:  262 769 370
Site:           http://www.pequenabaleia.com
 

O que fazer na Costa de Peniche


Há várias coisas obrigatórias para fazer na Costa de Peniche. Claro que uma visita às magníficas praias é incontornável. Há várias praias na zona que merecem a sua vista, entre elas:

  • – Praia da Cova de Alfarroba (ou praia da Baía)
  • – Praia da Gambôa
  • – Praia de Peniche de Cima
  • – Praia do Baleal campismo
  • – Praia do Baleal Sul
  • – Praia do Lagido (Baleal norte)
  • – Praia de Supertubos (ou praia do Medão)
  • – Praia da Consolação
  • – Praia do Porto da Areia Sul
  • – Praia de Sº Bernardino
  • – Praia do Molhe Leste
O tômbolo do Baleal, outrora uma ilha, é um dos lugares mais extraordinários da costa de Peniche. O Baleal é dotado de uma beleza e mística invulgares que apaixona todos aqueles que por aqui passam. Vale a pena visitar, passar aqui alguns dias relaxados ou até tirar um curso de surf.
O arquipélago das Berlengas é um dos lugares mais extraordinários do mundo. É um lugar inóspito, isolado e por isso bastante preservado e protegido. É uma reserva natural desde 1981 e Reserva Natural da Biosfera da UNESCO desde 2011.
A magnífica praia do Carreiro do Mosteiro tem água límpida e completamente transparente. Parece uma praia tropical. Para além da praia há grutas para explorar, assim como um forte magnífico e um farol. É possível fazer vários actividades na ilha tais como observação de aves, mergulho, canoagem e passeios de lancha.
Para chegar às Berlengas basta dirigir-se ao porto junto ao forte e apanhar o barco do Julius Berlenga para a ilha.  Adquira os bilhetes, que custam cerca de 18€ ida e volta, e preparar-se para explorar a reserva natural. Pode ver a nossa experiência na ilha aqui. 
Para além das praias, Peniche tem património histórico que merece uma visita atenta. Visite o Forte de Peniche e conheça melhor a história da cidade e de uma época negra na história de Portugal, altura em que o forte foi usado como prisão política. Há uma exposição no seu interior sobre esta temática. A exposição é gratuita e vale realmente a pena. Nós visitamos o forte e escrevemos sobre isso num post aqui.
Trek pelo Tômbolo de Peniche: Peniche é um lugar extraordinário para ser explorado a pé ou de bicicleta. Nós fizemos um trek fantástico pelo tômbolo de Peniche, começando no forte e seguindo a linha de costa até chegar ao Cabo Carvoeiro.

Daí continuamos a nossa caminhada pela costa norte e voltamos à muralha de Peniche. O trek tem uma distância de cerca de 8 km e permite passar um dia extraordinário, explorando o património arquitectónico, os lugares dos pescadores pendurados na rocha, mosteiros, baías, cabos, enseadas e praias. Para além disso, vistas fabulosas sobre as Berlengas. É um óptimo passeio.

Há vários lugares pelo caminho que merecem ser explorados. Destacaríamos a magnífica varanda de Pilatos e o Mosteiro da Nossa Senhora dos Remédios.

Não saia da cidade de Peniche sem ver a mostra de rendas de Bilros e as bordadeiras que se encontram logo ao lado do posto de turismo.
Para além da costa de Peniche, é possível visitar alguns lugares próximos, tais como a vila de Óbidos, Lourinhã, Foz do Arelho ou São Martinho do Porto.

PROCURE AQUI ALOJAMENTO NA COSTA DE PENICHE

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

2 Comment

  1. cristiana says: Responder

    Adorei , grande ajuda toda a informação!

    1. Rui Pinto says: Responder

      Obrigada

Deixe uma resposta