DICAS de viagem em LISBOA | Portugal

IMG_0924

A capital de Portugal está na moda. Não somos nós que o dizemos. A comunidade turística internacional tem vindo a premiar e distinguir Lisboa como um dos melhores destinos de viagem do mundo. Lisboa tem, aos poucos, vindo a conquistar um lugar de destaque no turismo europeu. Muitos dos turistas que viajam pela Europa integram Lisboa no seu circuito e não se arrependem. Lisboa agrada aos mais jovens, aos turistas mais experientes e a todos aqueles que gostam de lugares com carisma e onde a população ostenta um sorriso genuíno nos lábios.

Se pretende conhecer a cidade de forma rápida dedique-lhe três dias. No entanto, cinco a sete dias será o tempo ideal para desfrutar de Lisboa e de um conjunto de lugares fantásticos nos seus arredores, tais como Sintra, Estuário do Tejo, a praia de Cascais, Convento de Mafra, Palácio de Queluz, ou mesmo Fátima (que fica a 1h30 de bus de Lisboa).

DICAS GERAIS


– Lisboa tem os melhores hostels do mundo. Escolha um porque vai ficar satisfeito.

– Lisboa tem carisma em todas as estações do ano. Na Primavera está coberta de flores e colorida, no verão as ruas enchem-se de lisboetas para festejarem as festas populares (especialmente o Stº António). No Outono, os dias começam a diminuir mas o céu torna-se ainda mais azul. E no Inverno, poderá usufruir de um sol que não encontrará em muitas capitais europeias.

– Procurar um hostel com cozinha é sempre uma mais-valia.

– Usar garrafas recicláveis e encher água da torneira todos os dias de manhã. A água de Lisboa é de boa qualidade. É apenas um comportamento sustentável.

– Usar o cartão de estudante ou o cartão Jovem para descontos nos monumentos ou nos transportes.

– Andar no eléctrico 28 (e no 12 e 15) porque é uma das formas mais bonitas de percorrer a cidade.

– Visitar os monumentos principais ao domingo de manhã. A entrada é gratuita até às 14h nos primeiros domingos do mês.

– Ir jantar e passar uma noite no Bairro Alto e outra a Alfama. Estes bairros são a cara de Lisboa e passar na cidade sem usufruir desta vida nocturna é um erro.


TRANSPORTES


Como ir: O aeroporto de Lisboa é um aeroporto internacional com ligações às principais cidades europeias e americanas. Há um série de Low Costs a operar o que faz de Lisboa um local acessível para a maioria dos visitantes dos países europeus. É também uma porta de entrada para quem vem do Brasil.  Os voos das companhias Low Cost partem do terminal 2. O acesso a este terminal é feito por autocarro público gratuito.

Acesso ao aeroporto: Há várias hipóteses para chegar e sair do aeroporto de Lisboa. O metro é a opção mais rápida, económica e frequente. Basta apanhar a linha rosa e em cerca de 30 minutos estará no centro de Lisboa. O táxi poderá ser também uma opção. Um táxi para o centro da cidade custa cerca de 10 euros.
Dentro da cidade: Há várias opções para se deslocar dentro da cidade de Lisboa, desde o metro, o eléctrico (tram), o autocarro ou o comboio suburbano e o barco (estes dois últimos para aceder aos concelhos limítrofes). Os bilhetes de metro servem para a rede de metro e para o autocarro. Já os eléctricos, a maioria tem uma taxa superior.
Os bilhetes adquirem-se em máquinas automáticas disponíveis em todas as estações, nas cabines, nas estações ou junto dos condutores de autocarros e eléctricos. Pode pagar-se os bilhetes em dinheiro (moedas e notas) e em cartão multibanco (apenas nas caixas automáticas). O bilhete normal de viagem de metro e autocarro custa 1,80€; o bilhete de eléctrico custa 2,65€ e os bilhetes para os elevadores panorâmicos da cidade são distintos. Pode consultar os preços aqui.

Metro

A rede de metro é adequada para visitar o centro da cidade. O metro permite aceder ao aeroporto e aos principais terminais de autocarro da cidade (nomeadamente ao Oriente e a Sete Rios), bem como aos principais pontos turísticos.

O site da carris (empresa que gere os transportes urbanos de Lisboa) permite planificar a viagem e ver as conexões necessárias, assim como informação prática sobre o acesso à cidade desde o aeroporto. Pode-se fazer a simulação da viagem aqui. http://www.carris.pt/pt/simuladores/

Eléctricos 

Nenhuma visita a Lisboa estará completa enquanto não fizer uma viagem no eléctrico 28 ou no 15E e 12E. O 28 vai de Campo de Ourique a Martim Moniz e o 12E vai de Martim Moniz à Praça da Figueira. O 15E vai da Praça da Figueira a Algés. Este é uma excelente opção para aceder a Belém e ao Mosteiro dos Jerónimos.


Comboio

É possível apanhar o comboio suburbano para visitar Sintra ou as praias de Cascais e do Sado. Para planear a sua viagem pode clicar no site da CP.

 
O comboio suburbano que vai para Sintra sai da estação do Rossio. O comboio que vai para Cascais sai da estação do Cais do Sodré.
Linha de Cascais
Linha das Praias do Sado
Linha de Sintra

Barco

Lisboa é uma cidade voltada para o rio Tejo e há vários barcos que fazem a ligação entre a margem norte e a margem sul. É possível deslocar-se do Terreiro do Paço, Cais do Sodré e Belém, na margem norte do Tejo, para o Montijo, Barreiro, Seixal, Cacilhas, Porto Brandão e Trafaria, na margem sul. Os barcos são operados pela Transtejo e Soflusa. Pode ver os horários e as tarifas aqui.

 

A Transtejo oferece também dois circuitos turísticos de barco no Tejo que operam desde 1 Abril até 30 de Outubro.

Lisboa vista do Rio: leva os passageiros a subir o rio Tejo até ao Parque das Nações e depois desce o Tejo em direcção a Belém. A viagem dura duas horas e meia e custa 20€. Sai do Terminal Fluvial do Terreiro do Paço, às 15h.
Circuito dos Descobrimentos: Leva os passageiros a Belém, com partidas do Terminal Fluvial do Cais do Sodré ou do Terreiro do Paço. Há embarques diários da manhã às 11h15 (Terminal Fluvial do Terreiro do Paço) e às 11h30 (Terminal Fluvial do Cais do Sodré). Da parte da tarde o embarque só sai do Terminal Fluvial do Cais do Sodré, às 16h15. A viagem demora cerca de 1 hora. Custa 15€.

Autocarro (bus)

Lisboa tem um sistema de bus complexo e denso mas para quem vai passar muito tempo na cidade pode ser uma boa opção. Os autocarros apresentam uma informação visual do nome da próxima paragem o que é bastante acessível.
Nas ruas pode-se encontrar paragens de autocarro procurando por um poste amarelo com os números e itinerário do bus no topo. Há autocarros regulares desde as 07h até às 22h. Para descarregar o mapa completo da rede de bus de Lisboa carregue aqui. À noite, os autocarros são menos frequentes mas também operam nas principais artérias da cidade. Pode consultar o mapa aqui. Para ver o horário detalhado do autocarro que lhe convém pode aceder ao site da carris.

Elevadores e ascensores 

O Elevador de Santa Justa, de 1902, é o único elevador vertical em Lisboa. Um trabalho do arquiteto Raoul Mesnier du Ponsard, é feito de ferro fundido e enriquecido com trabalhos em filigrana. É classificado como Monumento Nacional. O bilhete custa 5,00€ (adquirido no local, válido até 2 viagens, inclui acesso ao Miradouro). O acesso apenas ao mirador de Santa Justa custa 1,50€.
Horário de Funcionamento do elevador:
– Inverno (outubro a maio): 7:00h – 22:00h (última subida às 21:45h)
– Verão (junho a setembro) e Páscoa: 7:00h às 23:00h (última subida às 22:45h)
Horário de Funcionamento do Miradouro de Santa Justa:
– Todos os dias: 8.30h – 20.30h

Ascensor da Glória foi inaugurado em 1885 e foi o segundo transporte do género implantado em Lisboa. Trata-se do ascensor mais movimentado da cidade e foi classificado como Monumento Nacional. Liga a Praça dos Restauradores ao Bairro Alto.

Horário de Funcionamento:

– 2ª a 5ª feira (excepto véspera de feriados): 7.00h – 23.55h
– 6ª feira (excepto feriados) e véspera de feriado (2ª a 5ª feira): 7.00h – 00.25h
– sábado (excepto feriados): 8.30h – 00.25h
– domingo e feriados (excepto véspera de feriados): 9.00h – 23.55h
– domingo (se véspera de feriados): 9.00h – 00.25h
Ascensor da Bica foi inaugurado em 1892 e o seu percurso é considerado como o mais pitoresco da cidade. Foi classificado como Monumento Nacional e faz a ligação da rua de São Paulo (Rua Duarte Belo) com o Largo de Calhariz.
Horário de Funcionamento:
– 2ª feira a sábado: 7.00h – 20.55h
– domingo e feriados: 9.00h – 20.55h
Ascensor do Lavra é mais antigo da cidade de Lisboa e foi inaugurado em 1884. Transporta gratuitamente mais de 3 mil passageiros por ano e é Monumento Nacional. Liga o Largo da Anunciada à Rua Câmara Pestana.
Horário de Funcionamento:
– 2ª Feira a 6ª feira: 7.45h – 20.00h
– Sábados, domingos e feriados: 9.00h – 20.00h 

NOTA: Se comprar o passe diário da Metro/Carris pode andar nos elevadores e no eléctrico gratuitamente. O passe custa 6.5€ pelo que compensa.


ALOJAMENTO


Há vários e excelentes hostels em Lisboa. Inove e arrisque.  Nós optamos pelo Sunset Destination Hostel pela localização, preço, por oferecer cozinha equipada e pelo facto de estar virado para o rio Tejo.

O Sunset Destination hostel foi a nossa opção. O hostel é bastante central, fica localizado na estação de comboio do Cais do Sodré (sim, mesmo dentro do edifício da estação), entre o Tejo e as ruas comerciais da cidade. Para quem viaja em “budget” esta é uma excelente opção. O hostel tem cozinha, o que permite preparar as refeições todas, desde o almoço ao jantar. A tarifa diária inclui pequeno-almoço com pão caseiro, fruta, compotas, manteiga e até crepes. Para além disso, o hostel tem um terraço magnífico com uma pequena piscina. É o local ideal para relaxar ao final do dia e aproveitar para contemplar o pôr do sol sobre o rio Tejo.

Há imensos turistas estrangeiros no hostel. Os funcionários são super simpáticos e recebem-nos tão bem que até parece que estamos em casa. O hostel até tem um Mac com um big ecrã que pode ser utilizado pelos hóspedes. Para além disso tem um wi-fi que funciona bem, quer nos quartos, quer nos espaços comuns. Nós adoramos ficar aqui.

A localização é muito boa. Estamos a 7 minutos a pé da baixa, mesmo em frente ao terminal de barco que leva a Belém e ao lago do renovado Mercado da Ribeira. Para sair à noite é o lugar ideal. Do hostel ao elevador da Bica são 5 minutos a pé e, depois de o subir, estamos no coração do Bairro Alto. A zona do elevador da bica também está cheia de bares e tasquinhas que fazem as delícias dos lisboetas.

Nós escolhemos um quarto duplo com wc e marcamos pelo site com alguma antecedência. Esta marcação permitiu-nos arranjar o quarto por 33€/pessoa. Este preço é óptimo tendo em conta que ficamos num quarto duplo, com casa-de-banho privada, no centro da cidade. Melhor era impossível. O hostel dá para marcar através do booking.com. O preço dos dormitórios ronda os 20€.


O QUE VISITAR?


 Monumentos/visitas grátis: 

– Mirador de Santa Luzia
– Mirador e largo das Portas do Sol
– Mirador da Graça
– Bairro de Alfama
– Bairro Alto
– Bairro do Castelo e da Graça
– Praça do Comércio
– Rua Augusta
– Praça da Figueira
– Belém
– Miradouro Santa Catarina
– Miradouro de São Pedro de Alcântara
– Padrão dos Descobrimentos
– Igreja de São Domingos
– Estação do Rossio
– Chiado
– Colecção Berardo
– Sé
– Casa dos Bicos
– Basílica da Estrela
– Palácio da Assembleia da República
– Parque das Nações
– Gare do Oriente
– Torre Vasco da Gama
 

Monumentos/visitas que cobram entrada mas onde vale a pena ir

– Mosteiro dos Jerónimos
– Torre de Belém
– Elevador de Stª Justa
– Ascensor da Glória
– Ascensor da Bica
– Eléctrico 28
– Subir ao Padrão dos Descobrimentos
– Convento do Carmo
– Museu do Oriente
– Castelo de São Jorge
– Igreja de São Vicente de Fora
– Museu do Fado
– Museu Nacional dos Coches
– Oceanário

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

4 Comment

  1. Bom dia!

    É possível marcarmos uma reunião para possível parceria?
    Atentamente,
    João Luz

    1. Carla Mota says: Responder

      Pode enviar-nos um email para viajarentreviagens@gmail.com Obrigada

  2. Carla Amaral says: Responder

    Felicito-vos pelo blog que criaram. Fantástico! Um guia extraordinário para explorar aquilo que é desconhecido de cada um. Tem dicas interessantíssimas e facilitadoras das melhores opções a tomar. Responde ao que fazer, por onde começar e até aonde ir. Simples, prático e muito útil. As fotografias transmitem a essência e a autenticidade dos lugares. Gostei muito!

    1. Carla Mota says: Responder

      Obrigada, Carla.

Deixar uma resposta