DICAS de viagem em VENEZA | Itália

DCIM136GOPRO
Veneza é uma das cidades mais bonitas do mundo. É um lugar extraordinário, onde o visitante se sente como se estivesse num museu ao ar livre. Passear nas ruas de Veneza é como viajar no tempo e se se visitar esta cidade no Carnaval, a sensação é ainda maior. Para quem deseja conhecer bem a cidade e visitar alguns dos seus melhores palácios, igrejas e museus, deve dedicar-lhe cerca de 4 dias. Para quem pretender visitar também as ilhas de Murano, Burano e Torcello deve acrescentar mais um dia. 
 

DICAS GERAIS


– Veneza tem bons hotéis e hostels mas se quer ficar num bem localizado deve marcar com muita antecedência. Se viajar no Carnaval marque com pelo menos 3 meses de antecedência.
– Procurar um hostel com cozinha é uma mais-valia. Comer fora em Veneza é geralmente caro. Compre comida no supermercado e cozinhe num hostel.
– Veneza é uma cidade lindissima em qualquer altura do ano. No entanto, aconselhamos vivamente uma visita no Carnaval.
– Explorar as pequenas praças da cidade à noite (por ex. Campo Apostoli ou o Campo Margherita). São lugares cheios de população jovem e com muito bom ambiente.
– Visite as ilhas de Murano, Burano e Torcello.
– Suba aos campanilles de San Marco, San Giorgio e de Torcello. Não se vai arrepender. Se só puder subir a um, nós aconselhamos San Giorgio Maggiore.
– Para quem tem pelo menos 3 dias na cidade compensa comprar o Chorus Pass para visitar as melhores igrejas da cidade. São autênticos museus. A entrada em 16 igrejas custa tanto como a entrada única no Museu da Academia. Para nós, o conjunto das igrejas é superior ao espólio do museu.
– Compre um passe de vaporetto para visitar as ilhas. Se ficar pouco tempo na cidade, faça tudo o que implique andar de barco em 24 horas (pode ser uma tarde, noite e a manhã seguinte) e compre um passe de 24 horas.

TRANSPORTES


Como ir: Os aeroportos de Lisboa e Porto têm voos para Veneza. Há várias operadoras Low Cost a voar para Veneza. Nós voamos do Porto, com escala em Lisboa, para Veneza, na TAP, por cerca de 200 €/pessoa ida/volta (no Carnaval).


Acesso ao aeroporto: Há várias hipóteses para chegar e sair dos aeroportos de Veneza. A melhor opção é o autocarro. Há serviços de transfer para ir do aeroporto Marco Polo (utilizado pela TAP e EasyJet) para o centro de Veneza no autocarro ATVO por 6€ e o autocarro aerobus também por 6€. O trajecto é feito em 20 minutos. O primeiro autocarro sai da Piazza de Roma por volta das 5h da manhã e o último sai do aeroporto às 0h20. No dia em que chegamos o voo atrasou e já tinha saído o autocarro das 0h20 mas ainda existia um autocarro local às 01h10 (talvez por ser Carnaval). Outra opção é o barco da Alilaguna por 15€. Tirando o barco, os autocarros param na Piazza de Roma e aí deve apanhar o vaporetto até ao seu hotel. Já do aeroporto de Treviso (usado pela Ryanair) pode utilizar o autocarro ATVO por 10 €, a linha nº 1 da Barzi Bus Service por  10 € ou, a pior opção, um autocarro local nº 6 até a estação ferroviária, da qual se pode apanhar o comboio para Veneza. Este aeroporto fica a mais de uma hora da cidade de Veneza. Só se os voos forem muito mais baratos é que compensa voar para este aeroporto,


Dentro da cidade: Não há muitas opções para se deslocar dentro da cidade de Veneza. As melhores são a pé ou de vaporetto. Apesar de andar a pé ser um prazer, o vaporetto é incontornável. O bilhete simples custa 7 euros  e tem uma duração de 60 minutos (mesmo que mude de vaporetto). Pode gerir as suas viagens de vaporetto e tirar passes de 12, 24, 48 ou 72 horas. Os passes podem ser adquiridos directamente na paragem ou na internet. Os passes custam 20 euros (24 horas), 30 euros (48 horas), 40 euros (72 horas) e 60 euros (7 dias). As linhas principais do vaporetto funcionam entre as 5h da manhã até à meia-noite. Durante a noite há linhas nocturnas, marcadas com a letra N, que fazem o serviço de 40 em 40 minutos, parando em algumas estações. Não se esqueça de validar o passe ou o bilhete nos locais de embarque.

 


DICA: Pode adquirir os passes no site veneziaunica, e pode combinar passe de transportes públicos com passe para visitar igrejas (Chorus pass válido para 16 igrejas por 12 euros) ou o passe turístico (39.90 euros). Nós compramos um passe para 48 horas e o passe igrejas.



ALOJAMENTO


Há vários e excelentes hotéis e hostels em Veneza. Inove e arrisque.  Nós optamos por um apartamento T0 no centro da cidade que encontramos no Airbnb, escolha essa baseada na localização, preço e por oferecer cozinha equipada. Se prefere algo mais formal, pode sempre reservar através do hostelworld ou do booking.com. Também já ficamos duas vezes no parque de campismo mas esta opção é menos boa porque fica um pouco longe e só se mostra útil no Verão. 



O QUE VISITAR?


Monumentos/visitas grátis 


– Ruas, ruelas, praças e pontes da cidade

– Arsenal
– Passeio junto aos canais, especialmente no Grande Canal
– Rialto
– Mercado de frescos e de peixe de Rialto (o de peixe de manhã)
– Cruzar a ponte da Academia
– Igreja de la Salute e vista sobre San Marco
Ilha de Burano
– Perca-se nas ruas de Veneza. Vai ser uma experiência incrível. 


Monumentos/visitas que cobram entrada mas que valem a pena


– Palácio Ducal 

Campanille de San Marco

PROCURAR ALOJAMENTO EM VENEZA 

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

7 Comment

  1. Maria Lemos says: Responder

    Obrigada Carla.
    Foram informações muito úteis.

  2. Maria Lemos says: Responder

    Olá Carla.
    Vou para a semana passar o carnaval a Veneza.
    Acredito que esteja um mar de gente. qual a melhor hora para chegar à praça de S. Marcos sem ter ainda a praça cheia de turistas. 8 da manhã?

    1. Carla Mota says: Responder

      A praça de S. Marcos sem turistas é difícil. Há muita gente nas ruas principais todas e na praça também. Penso que o melhor é antes das 8 mas mesmo entre as 8 e as 9 é pacífico. No entanto, aproveite a praça e a área ribeirinha da parte da tarde. Estão lá muitos mascarados.

      1. Maria Lemos says: Responder

        Obrigada pela atenção.
        Alguma sugestão para estes dias de carnaval?

        1. Carla Mota says: Responder

          Só perder-se nas ruas e participar no cortejo. Vale a pena. 😀

          1. Maria Lemos says:

            Sabe quando é que costuma ser o cortejo?
            estive a ver o programa do carnaval e não me lembro de ver.
            Ser que há eliminatórias para a máscara mais bonita e depois a final mas não me lembro de ver o cortejo.
            Sairá da praça de S. Marcos até???
            desculpe estas perguntas todas.
            Mais uma vez obrigada

          2. Carla Mota says:

            Está tudo aqui: http://www.viajarentreviagens.pt/italia/carnaval-de-veneza/
            O cortejo que me refiro é para entrar no concurso da máscara mais bonita. Sim, é na Praça de S. Marcos.

Deixar uma resposta