As paisagens deslumbrantes das plantações de chá de Munnar | Índia

Munnar Kerala India

Munnar era uma das minhas grandes prioridades a visitar em Querala. Tinha imensas expectativas. Desde 2007, quando visitei a Índia pela primeira vez, que tinha vontade de visitar esta região. Na altura não consegui incluí-la no meu itinerário e acabou por ficar para trás. Nesta aventura a bordo do Kerala Blog Express, tive oportunidade de visitar esta magnífica região durante três dias e aproveitei ao máximo.

Munnar kerala India

Saí de Trekkady, em direcção a Munnar, percorrendo por estrada a distância entre estas duas cidades ao longo de quase quatro horas. Pelo caminho, as plantações de chá começavam a aparecer e a encher as vertentes das montanhas. Chegar a Munnar não é difícil. Não há comboio mas a forma mais fácil de alcançar esta localidade nas montanhas é de autocarro, uma viagem que desde Cochin demora cerca de 4 horas por estradas cheias de curvas e contracurvas. Antes de chegar a Munnar parámos num hotel para almoçar. Estava imenso calor mas a sorte estava do meu lado. Várias mulheres trabalhavam nas plantações, cortando as folhas frescas de chá. Deixei o almoço para segundo plano e juntei-me a elas, tentando conversar e conquistando-as com a minha polaróide. Uma das mulheres estava mal disposta mas dei o meu melhor e até ela se juntou a mim para uma selfie final.

Munnar kerala India

Depois do almoço, a viagem seguiu para Munnar, com uma breve paragem para umas fotografias nas plantações ao final da tarde.  Nessa noite ficámos alojados num acampamento da Kalypso Adventures , uma agência de viagens que opera na região de Munnar, especializada em trekking e actividades ligadas à região. O acampamento é muito giro e lembra os acampamentos que fiquei em África. Depois de um jantar com carne grelhada e de uma pequena festa à volta da fogueira, era hora de dormir.

munnar india

Um grupo de bloggers decidiu partir às 5h30 para apanhar o nascer do sol na segunda montanha mais alta de Querala, a Meesapulimala ou Phantom Head, com mais de dois mil metros de altitude. Juntei-me ao grupo e lá fomos. A subida é de cerca de 500 metros. Quando lá cheguei o sol já tinha nascido há alguns minutos mas o céu estava completamente laranja e roxo, com uma luz verdadeiramente incrível.

Munnar kerala India

Munnar kerala India

Andei por ali, juntamente com o Jackson, o Jordan, a Nastja, a Lívia e o Jub durante mais de uma hora. A ideia era tirar fotografias magníficas que eternizassem o momento. E que momento! A luz era perfeita e a paisagem também.

Munnar kerala India

Enquanto esperava pelos restantes elementos do grupo juntei-me a Nuthan, uma professora de yoga indiana que viajava connosco, para aprender a fazer yoga. O Jinson, o nosso fotógrafo oficial do KBE eternizou o momento.

Munnar kerala India

Munnar kerala India

O resto do grupo começou a subir às 8h e chegou ao topo já passava das 10h. Com eles veio o pequeno-almoço que o Jackson, o Jub e o Jordan foram buscar. Juntámo-nos a tomar o pequeno-almoço naquele magnífico cenário. Mas o dia ainda tinha muito mais para oferecer.

Munnar kerala India

Munnar kerala India

Do topo do  Phantom Head seguimos um trilho que nos levava pelas magníficas plantações de chá no seio das montanhas. O passeio foi maravilhoso, com as plantações a preencherem completamente as vertentes. A paisagem era avassaladora e correspondia a tudo aquilo que eu imaginara.

Munnar kerala India

Munnar kerala India

Próximo do trilho existe uma aldeia onde as populações locais ainda vivem de forma tradicional e por isso  fomos visitá-la. A maioria dos habitantes refugiaram-se nas suas casas, especialmente as mulheres, mas ainda deu para ter uma ideia da aldeia. Um grupo de homens construía uma casa e o contacto com a população local resumiu-se a esse grupo. Era hora de regressar ao acampamento e almoçar, despedindo-nos da equipa da Kalypso Adventures e apanhámos o autocarro em direcção à povoação de Munnar.

Munnar kerala India

Pouco mais de uma hora depois, por entre campos cheios de chá, chegava à cidade. Cheia de vida, Munnar recebeu-me com um encontro do Partido Comunista, e uma algazarra de gente e cor. Alojámo-nos no Tea County Resort e ainda tivemos tempo para um passeio na cidade. Juntei-me à Lívia, Evelyn e Úna e saímos para explorar os mercados, ruas e templos religiosos da cidade. Começámos pelo templo Hindu, onde decorria uma cerimónia, e depois explorámos os mercados de peixe, frutas e têxteis da cidade.

Munnar kerala India

Munnar kerala India

Munnar é uma localidade cheia de cor e vida e eu apaixonei-me por ela logo nessa tarde.

Munnar kerala India

No dia seguinte, tínhamos uma visita a uma fábrica de chá da região, propriedade da empresa Tata, uma espécie de Museu do Chá.  Aproveitei para comprar chá de gengibre, massala, etc. A mochila estava agora mais cheia!

Munnar kerala India

No final da visita, optei por ficar sozinha na cidade, explorando de forma mais descontraída os mercados. Foi um momento fantástico, em que me senti mochileira outra vez. Já estava a precisar deste bocadinho. Privei com os vendedores, conversei e ri muito. Adoro este contacto com a população local e preciso imenso disto nas minhas viagens. São os meus momentos mágicos.

Munnar kerala India

Munnar kerala India

Depois de regressar ao hotel e de me juntar ao grupo para almoçar, era hora de partir, desta vez, de regresso a Cochin para uma breve estadia no Marriot Hotel Cochin e, de seguida, partir em direcção ao norte de Querala. Este estado ainda tinha muito para me mostrar.

Munnar kerala India

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

Deixar uma resposta