Visitar a Feria de Sevilha e conhecer a cultura da Andaluzia | Espanha

Visitar Feria de Sevilha Espanha

Este ano decidimos visitar a Andaluzia e Sevilha durante a afamada Feria de Sevilha. Apesar de não conhecermos nada sobre a Feria achámos que seria uma óptima ideia visitar a região durante tal evento. Não tínhamos grandes expectativas porque não sabíamos o que iríamos ver. No entanto, posso dizer-vos, a experiência foi incrível e recomenda-se uma visita a Sevilha nesta altura do ano.

A nossa ideia era passar três dias em Sevilha, um dos quais seria usado para fazer o Caminito del Rey. Porém devido ao mau tempo, no sábado, dia que tínhamos dedicado ao Caminito, o percurso fechou e perdemos grande parte do dia para trás e para a frente, pelo que aproveitámos para ir a Ronda e a Antequera. O tempo não ajudava e por isso ficámos um bocado desiludidos, não com o que vimos, mas com o tempo.

Com o sábado perdido, tivemos hipótese de fazer o Caminito del Rey no domingo. Voltámos a sair de Sevilha pela manhã e conseguimos fazer o percurso com um dia de sol fantástico e maravilhoso. No entanto, tínhamos perdido outro dia fora de Sevilha, deixando-nos apenas a segunda feira disponível para explorar a cidade. Não foi suficiente, mas foi bom.

Como era semana de Feria de Sevilha, acabámos por aproveitar as noites para deambular pelas ruas, apreciar as senhoras vestidas de sevilhanas (sim, durante a Feria de Sevilha elas vestem-se todas de Sevilhana, o que é maravilhoso) e tirar muitas fotografias, dançar, beber e passar um bom bocado.

À tarde e à noite, o recinto da Feria de Sevilha abre as portas e a entrada é livre. Pode deambular livremente no recinto, onde há festa nas ruas.

Há várias Casetas, algumas públicas, outras privadas. Nas públicas pode entrar à vontade, comer, beber, dançar e divertir-se. Para entrar nas privadas tem de ter convite. O ambiente das Casetas é muito giro e até pode fazer como eu, e tentar a aprender a dançar uma sevilhana. Aviso já que não é nada fácil!

Se tem possibilidade, visite Sevilha  nesta altura do ano. Os alojamentos ficam mais caros mas vale a pena. Nós gostámos tanto que já marcámos e vamos voltar em 2018. Marque o seu alojamento o mais cedo possível. Os quartos esgotam com meses de antecedência e os preços triplicam. Nós ficámos alojados na Pensión La Montoreña. É um lugar simples, mas super bem localizado, mesmo no centro da cidade. Os preços rondam os 35€/quarto duplo, mas durante a Feria de Sevilha pagámos 80€/noite. Procure bem, em Sevilha tem mais alojamentos disponíveis, basta ver aqui no booking.com.

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

3 Comment

  1. Olá!

    Gostei muito das fotografias e fiquei cheia de vontade de ir à Feira de Sevilha. Neste blogue respiram-se viagens. Obrigada pela partilha.
    Beijinhos

  2. Andaluzia para mim é a região mais bonita e alegre da Espanha. Tanto que decidi vir morar nela, Morei 7 anos em Sevilha super recomendo esta cidade. A feria é algo incrível. Se nao esteve nela, tens que ir. Sol, festas, praias e uma paisagem de tirar o fôlego. Minha ultima “experiencia” foi passear no Caminito del Rey.

    1. Carla Mota says: Responder

      Olá Carla, sim fomos à Feria. Foi demais. Adoramos. 😀

Deixar uma resposta