Sete maravilhas naturais do mundo

Sete maravilhas naturais do mundo

1. PATAGÓNIA

A Patagónia é um dos nossos lugares preferidos no mundo. Se só puder conhecer um lugar na Terra, é lá que tem de ir. Vá viajar na Patagónia! Assim, e depois de viajar vários meses na Patagónia, quer argentina, quer chilena, resolvemos reunir um conjunto de dicas de viagem e lugares a não perder na Argentina e no Chile. Se vai preparar a sua viagem à Argentina pode ver também o nosso artigo e dicas no país. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento na Patagónia

2. SALAR DE UYUNI

Entre o Chile e a Bolívia, no coração do deserto de Atacama, existe um salar magnífico. É o Salar do Uyuni. Localizado na Bolívia, o salr corresponde ao antigo fundo do oceano, que devido á Tectónica de Placas, foi suerguido e elevado para os quatro mil metros de altitude. O resultado é uma paisagem fenomenal. Lagunas incríveis, desertos de sal, montanhas e vulcões, geysers, e sal, muito sal. O Salar de Uyuni é indescritível… todos deveriam conhecê-lo. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento no Salar de Uyuni

3. CRATERA DE NGORONGORO

Ngorongoro é sexta maior caldeira intacta do planeta, com mais de 19 quilómetros de diâmetro. Esta maravilha da natureza é uma testemunha silenciosa de um passado tumultuoso que definiu esta paisagem, e deixou as suas marcas para serem uma lembrança das forças que moldam o nosso Planeta Terra. Resultado do abatimento de um vulcão que se estima que tivesse uma altura comparável à do monte Kilimanjaro, tem na sua base de área 260 kmdois grandes lagos na época das chuvas, que encolhem drasticamente na época seca. Os animais selvagens povoam o seu interior. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento em Ngorongoro

4. PARQUE NACIONAL SOUTH LUANGWA

O South Luangwa National Park, na Zâmbia, cobre uma área de cerca de 9000 km2 (um décimo da área de Portugal!), mas as planícies aluviais e as margens do rio Luangwa são as zonas mais populares entre os visitantes, já que as águas atraem animais de grande porte e predadores. A época seca dura de Abril até Outubro, e a época mais propícia à observação de vida selvagem é de Junho a Outubro, sendo este último o mês mais quente do ano e com a maior concentração de animais. Em Julho e Agosto, os dias são quentes, mas não demasiado, e as noites são frescas, fazendo com que a estadia seja também agradável do ponto de vista climatérico. É um óptimo local para observar predadores, especialmente leões e leopardos. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento na Parque Nacional South Luangwa

5. DESERTO DE TAKLAMAKAN

O deserto de Taklamakan é o segundo maior deserto arenoso do mundo. Estende-se por 370.000  km2 (4 vezes a área de Portugal!) e forma uma enorme depressão no extremo noroeste da China, salientando-se ainda mais devido ao carácter extremamente montanhoso do terreno circundante. As antigas rotas de caravanas circundavam o deserto, quer pelo norte, quer pelo sul, sendo hoje obrigatório passar pelas cidades oásis e algumas engolidas na orla do deserto de Taklamakan. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento em Turpan, um oásis no Taklamakan

6. VULCANISMO NA ISLÂNDIA

Myvatn e Krafla são as regiões mais bonitas da Islândia, onde as paisagens são verdadeiramente avassaladoras e as manifestações da natureza são de cortar a respiração. Mesmo depois ser surpreendida por lugares e paisagens magníficas na Islândia, Myvatn e Krafla têm muito mais a acrescentar. Leirhnjúkur é um dos lugares mais fantásticos na Islândia. Ao longo de um trilho é possível ver “rios” de lava que escorreram pelas vertentes da cratera, chaminés secundárias, fumarolas e buracos sulfurosos incríveis. A região de Myvatn, em torno do lago homónimo, é uma das regiões vulcânicas mais activas da Islândia, e situa-se na dorsal meso-atlântica, o contacto das placas tectónicas norte-americana e euro-asiática. Na área de Skútustadir, há imensas pseudo-crateras contínuas, sendo possível subi-las e desce-las, explorando o lago e toda esta paisagem particular. Não perca ali a deslumbrante gruta de Grjótgja. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento na região de Myvatn

7. CAPADÓCIA

A região da Capadócia é um dos lugares mais emblemáticos do mundo, apresentando um conjunto de paisagens insólitas e enigmáticas. Situada num planalto com aproximadamente 1 000 m de altitude, a sua paisagem resulta da acção da Natureza ao longo de milhões de anos. A natureza foi prodigiosa. Uma das sete maravilhas naturais do mundo.

Sete maravilhas naturais do mundo

Procure aqui alojamento na Capadócia

Carla Mota

Geógrafa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Desde muito cedo que as viagens de exploração fazem parte da sua vida, culminando num doutoramento nos Andes, investigando ambientes glaciares. A busca do conhecimento do mundo leva-a em direcção a culturas perdidas e ameaçadas, tentando percebe-las. Hoje é também líder de viagens de aventura na Nomad.

More Posts - Facebook - Google Plus - Flickr - YouTube

Deixar uma resposta